• Antropologia

    Preciso de ajuda urgente tenho so até a 12;00 para responder obrigado


    O evolucionismo na Antropologia pautou-se pela construção arbitrária da história humana, cujo problema da difusão cultural foi ignorado. Além disto, não reconheceu a história singular das sociedades não-europeias e, finalmente, operou com uma visão etnocêntrica da cultura. Leia atentamente as assertivas sobre o evolucionismo e depois julgue as alternativas abaixo.


    1. No evolucionismo o paradigma da evolução biológica tornou-se modelo de interpretação das culturas a partir de suas diferentes posições numa mesma escala de evolução das sociedades humanas.

    2. O evolucionismo apresenta limites para pensar as diferenças culturais por sua propensão ao uso de uma classificação do tipo naturalista para o caso de suas análises da diversidade sociocultural.

    3. Toda a cultura se desenvolve ao longo de um eixo temporal unilinear que leva as sociedades humanas da etapa da selvageria a da barbárie e, finalmente, desta para a civilização.

    4. Para o paradigma evolucionista sempre que pensamos a cultura do ponto de vista histórico é inegável que se constate uma transformação das técnicas e das instituições que não é necessariamente contínuo ou cumulativo.

    Todas as alternativas estão corretas


    Apenas as alternativas 1 e 2 estão corretas


    Apenas as alternativas 1 e 3 estão corretas


    As alternativas 1, 2 e 3 estão corretas

    1 pontos Salvar resposta
    Pergunta 2

    A antropologia se constitui como ciência no fim do século XIX a partir de 3 grandes fundamentos: a unidade da espécie humana; a necessidade de um objeto de estudo (inicialmente as ditas sociedades “primitivas”, depois ditas “tradicionais” e “simples” e o que hoje denominamos não europeia ou não ocidental); e, finalmente, a criação de um método de investigação - a observação-participante - proposto por Bronislaw Malinowski, que advogava a necessidade de uma distância geográfica e cultural entre o observador e o observado como garantia da objetividade.


    Correlacionando o texto acima avalie as afirmações apresentadas abaixo identificando a(as) alternativa(s) correta(s):


    1 ) A Antropologia se dedica ao estudo do outro com base num olhar distanciado sobre a alteridade, no esforço de compreender povos mais ou menos distantes, mais ou menos próximos, até grupos no interior da sociedade do próprio antropólogo, mas que lhe parecem diferentes.


    2 ) A curiosidade inicial do viajante e do aventureiro se tornou progressivamente uma ciência, a Antropologia, na medida em que a pesquisa do “outro” atingiu uma reflexão sobre a natureza humana, sobre as similitudes e as diferenças entre as sociedades humanas.


    3 ) A antropologia moderna, que se consolida no século XX, tem por base de seu trabalho de pesquisa o conceito de alteridade e a recusa da visão de que o outro seja um “selvagem” por considerar que isso é uma representação caricatural da diferença entre a sociedade do etnógrafo e a dos outros.


    A alternativa correta é:


    todas as afirmações estão corretas


    apenas a afirmação 2 está correta


    apenas a afirmação 3 está correta


    apenas a afirmação 1 está correta

    1 pontos Salvar resposta
    Pergunta 3

    Para o antropólogo, conhecer o outro, seus costumes, suas crenças é também poder realizar trocas – sociais, simbólicas, econômicas. Muitas vezes o trabalho do antropólogo contribui decisivamente para melhorar as chances políticas de integração de populações culturalmente distintas no interior dos Estados nacionais. Do mesmo modo, pode auxiliar no desenvolvimento harmonioso de sociedades entrelaçadas num processo de troca cultural intensa, apesar da persistência de olhares sobre a alteridade frequentemente fragmentados e que têm por base preconceitos imemoriais.


    Correlacionando o texto acima avalie as afirmações apresentadas abaixo, considerando as corretas.


    1) Na sequência da primeira fase da história da antropologia, etapa mais aguda da colonização, e que podemos qualificar como descritiva, temos a fase administrativa que se refere à antropologia como ciência que permitia aos impérios coloniais conhecer mais o “nativo” (língua, costumes, etc.) para melhor administrá-los.

    2) A antropologia ganha autonomia e se constitui como ciência sem se desvincular do projeto colonizador, sob a influência do processo de descolonização e o interesse de certos pesquisadores pela sua própria sociedade.

    3) Na Antropologia moderna o pesquisador integra a própria pesquisa, não podendo mais se apoiar em afirmações raramente verificadas in loco, elaboradas por observadores amadores.

    4) A observação-participante, técnica preconizada por B. Malinowski, impõe ao etnógrafo a vida compartilhada com o “nativo”, a aprendizagem da língua local, o registro de tudo o que se observa no diário de campo, todas elas no esforço de compreender as instituições sociais, as motivações e os sentimentos dos indivíduos no interior de uma dinâmica social especifica.


    Apenas as afirmativas 1 e 2 estão corretas


    Apenas as afirmativas 1 e 3 estão corretas


    As afirmativas 1, 2 e 3 estão corretas


    As afirmativas 1, 3 e 4 estão corretas

    1 pontos Salvar resposta
    Pergunta 4

    Para o antropólogo inglês Radcliffe-Brown[1] é por meio da existência da cultura e das tradições culturais que a vida social humana se diferencia fundamentalmente da vida social de outras espécies animais. A transmissão de modos de pensar, de sentir e de agir é o que constitui o processo cultural, traço específico da vida social humana, e é apenas uma parte do processo total de interações entre as pessoas, integrando a própria realidade social. A respeito dessa assertiva, podemos afirmar que:


    1) A cultura se transmite biologicamente, sendo inata uma vez que é repassada dos pais para os filhos através das gerações.

    2) A cultura, como processo de transmissão e aprendizagem, é uma herança social adquirida e revela a diferença fundamental entre a vida social humana e a de outras formas de vida social animal.

    3) O que distingue a sociedade humana da animal é que a primeira não se organiza por meio de símbolos.


    A alternativa que contém a explicação correta é:


    as afirmações 1 e 2 estão corretas


    apenas a afirmação 2 está correta


    apenas a afirmação 3 está correta


    apenas a afirmação 1 está correta

    1 pontos Salvar resposta
    Pergunta 5

    A escola funcionalista de B. Malinowski provoca um importante giro no seio da disciplina antropológica colocando a importância do trabalho de campo na pesquisa. Ele foi o primeiro a reunir a prática da etnografia com a reflexão antropológica, porque

    1) O funcionalismo ao propor o caráter fundador do trabalho de campo na investigação antropológica introduz a complexidade na análise da diversidade das sociedades humanas, se desvencilhando do evolucionismo.

    2) Ele transformou a visão europeia da alteridade uma vez que revelou a complexidade e a coerência das sociedades ditas “exóticas” ou “primitivas” assim como explicitou sua lógica sociocultural específica.

    3) Os fundamentos da sua obra foram extremamente inovadores e muitos pesquisadores hoje o consideram como o pai fundador da antropologia moderna, em especial pelo fato de ter sistematizado o método etnográfico com base no recurso da observação-participante.

    4) Para ele, o quadro teórico não é fundamental e tampouco o contexto de observação, permitindo apenas apresentar o conjunto de dispositivos de pesquisa no esforço de construir uma teoria científica, com poder de demonstração.

    De acordo com as sentenças, pode-se afirmar que:


    Apenas as alternativas 1 e 2 estão corretas


    Apenas as alternativas 1 e 3 estão corretas


    As alternativas 1, 2 e 3 estão corretas


    Apenas as alternativas 3 e 4 estão corretas

    1 pontos Salvar resposta
    Pergunta 6

    Considere o texto abaixo e as assertivas 1, 2 e 3:


    O etnocentrismo é uma visão de mundo que procura pensar a alteridade atribuindo a ela as razões de agir e as formas de pensar que não lhes pertencem.


    1) no etnocentrismo as razões de agir e de pensar do “outro” são atribuídas desde dentro de sua própria sociedade.

    2) no etnocentrismo explica-se a alteridade em função do mesmo, no esforço não de reduzir as diferenças entre ambos, mas de hierarquizá-las.

    3) O pensamento etnocêntrico pode se manifestar quando nos confrontamos com algo ou alguém que difere de nossos hábitos, costumes e práticas sociais.

    Neste caso, é correto o que se afirma apenas:


    nas alternativas 1 e 2


    nas alternativas 1, 2 e 3


    nas alternativas 2 e 3


    nas alternativas 1 e 3

    1 pontos Salvar resposta
    Pergunta 7

    A relativização é um conceito chave na história da antropologia, pois a partir dele foi possível consolidar um movimento no sentido de explicar e interpretar o mundo do outro tendo como base a sua própria visão de mundo e não os valores do pesquisador. Sobre isso pode-se dizer que:

    1) As correntes teóricas antropológicas que se desenvolveram ao longo do séc. XX ratificaram a visão etnocêntrica inaugurada com o evolucionismo social.

    2) Um dos caminhos para a relativização foi a superação de uma concepção de história com H maiúsculo, isto é, de uma História única e universal.

    3) Uma forma de o antropólogo relativizar foi conhecer a diferença de perto, isto é, experimentando-se a si próprio como diferente, permanecendo por períodos significativos de tempo em “trabalho de campo” no mundo do “outro”.

    As afirmativas 1 e 2 estão corretas.


    Todas as afirmativas estão corretas.


    As afirmativas 1 e 3 estão corretas.


    Apenas as afirmativas 2 e 3 estão corretas.

    1 pontos Salvar resposta
    Pergunta 8

    O olhar do antropólogo condiciona o estudo que ele vai realizar sobre a cultura do outro, assim como a imagem por meio da qual ele vai apresentá-lo. Razão pela qual ele deve ser consciente dos efeitos que ele pode provocar na sociedade por ele estudada, evitando ser negligente com suas formas de descrevê-la, seja pelo risco de idealizar a cultura objeto de investigação, ou, até mesmo, o risco de diabolizá-la. Temos aí dois mitos que estiveram presentes na gênese do pensamento antropológico: o do bom selvagem ou o do mal selvagem, o canibal. Esses mitos sustentaram algumas explicações sobre a variação cultural no interior da própria disciplina. Leia atentamente e aponte a alternativa correta.


    1) Para a escola evolucionista todas as sociedades humanas detém a mesma História e o seu estudo se efetua por um processo de classificação das diferenças segundo uma única escala temporal.

    2) As sociedades europeias foram classificadas como “arcaicas”, vivendo à margem da humanidade, antes de poder atingir a etapa da barbárie que precede o estágio último da civilização ocidental dita civilizada.

    3) A humanidade é única mas dividida pela história.


    Todas as alternativas estão corretas


    As alternativas 1 e 2 estão corretas


    As alternativas 1 e 3 estão corretas


    As alternativas 2 e 3 estão corretas

    1 pontos Salvar resposta
    Pergunta 9

    O etnocentrismo impulsiona os sujeitos a ter reações negativas contra aqueles que agem e se comportam de modo diferente do que é compreendido como socialmente aceito e aprovado pela maioria dos membros de um determinado grupo. Sendo assim, pode-se afirmar que:


    1) O etnocentrismo não é propriedade de uma única sociedade, mas, sobretudo, na cultura ocidental revestiu-se de um caráter ativista e colonizador.

    2) Nem sempre o etnocentrismo leva à violência ou à aniquilação do outro. Em algumas vezes pode-se concretizar em ações de negação e segregação do outro.

    3) Mesmo no interior de uma mesma sociedade, pode-se encontrar modos de discriminação e segregação de caráter etnocêntricos.

    Apenas as alternativas 1 e 2 estão corretas.


    Apenas as alternativas I e 3 estão corretas.


    Todas estão corretas.


    A 2 e a 3 estão corretas.

    1 pontos Salvar resposta
    Pergunta 10

    Há certo consenso de que as ciências sociais se diferenciam das ciências naturais pelo grau de complexidade dos fenômenos por elas estudados e analisados. Sobre as especificidades das ciências sociais e naturais é comum afirmar-se que:


    1) Os fatos das ciências naturais apresentam certa constância sistêmica, o que permite que sejam isolados e controlados para análise;

    2) Os fatos das ciências sociais não se pode isolar por “causas e motivações exclusivas”, e dependendo do contexto em que ocorrem podem alterar o seu significado;

    3) Sendo os fenômenos sociais complexos e de difícil reprodução isso torna mais difícil a aplicação das ciências sociais, portanto, no quadro geral das ciências essas produzem resultados menos relevantes para a sociedade como um todo.

    4) Nas ciências sociais o pesquisador está mais próximo do seu objeto de investigação, é um ser humano estudando outro(s) seres humanos, o que torna mais complexa a relação sujeito x objeto e a própria objetividade científica.


    De acordo com as sentenças, assinale a alternativa correspondente:


    As afirmações 1, 2 e 4 estão corretas


    Apenas as afirmações 1 e 2 estão corretas


    Apenas as afirmações 1 e 3 estão corretas


    apenas as afirmações 3 e 4 estão corretas