6 min caminhada

6 min caminhada

Curso: Fisioterapia Disciplina: Fisiologia do Exercício

Teste de Caminhada de Seis Minutos (TC6)

Teste de Caminhada de Seis Minutos (TC6)

  • Teste utilizado para avaliar a resposta de um indivíduo ao exercício e propicia uma análise global dos sistemas respiratório, cardíaco e metabólico;

  • Realizado com o objetivo de predizer consumo máximo de oxigênio atingido durante avaliação de pessoas saudáveis.

Indicações

  • O teste de caminhada de seis minutos pode ser utilizado com diferentes objetivos, principalmente durante avaliação de pacientes cardiopatas e pneumopatas crônicos:

  • Avaliação de intervenções médicas – antes e depois

  • Avaliação de capacidade funcional

  • Preditor de morbidade e mortalidade

Contra-indicações

  • Contra-indicações absolutas:

  • Angina instável.

  • Infarto agudo do miocárdio recente

  • Contra-indicações relativas:

  • Frequência cardíaca de repouso maior que 120 bpm.

  • Pressão arterial sistólica maior que 180mmHg.

  • Pressão arterial diastólica maior que 100 mmHg. Além disso, antes da realização do teste, deve ser investigada a presença de arritmias graves nos últimos seis meses.

Protocolo para aplicação do TC6

  • 1. Passo: Com o paciente sentado verificar os seguintes parâmetros: saturação de oxigênio, pressão arterial, frequência cardíaca e frequência respiratória.

Protocolo para aplicação do TC6

2. Passo: O paciente deve ser posicionamento no início do corredor e as orientações abaixo descritas, devem ser dadas: •O paciente deverá caminhar o mais rápido que conseguir, entretanto não deverá superestimar sua capacidade física; •O terapeuta irá permanecer ao lado do paciente durante todo o teste, e irá acompanhar a velocidade do paciente e não o contrário; •O paciente irá permanecer durante todo o teste com o oxímetro de pulso; •Ao fim do corredor o paciente irá contornar o terapeuta e não o contrário.

Protocolo para aplicação do TC6

  • 3. Passo: Após o esclarecimento das dúvidas o teste pode começar. É importante que um segundo terapeuta participe da execução do teste. Este segundo terapeuta ficará responsável pela cronometragem do tempo de execução do teste, pela anotação da distância que está sendo percorrida e dos parâmetros que devem ser coletados no terceiro minuto do teste, ou seja, saturação de oxigênio e frequência cardíaca.

Protocolo para aplicação do TC6

  • 4. Passo: Ao final dos 6 minutos o terapeuta que está cronometrando o teste, deverá dar um sinal para sua interrupção. Imediatamente após a interrupção do teste deverão ser mensurados os seguintes parâmetros: pressão arterial, frequência cardíaca, saturação de oxigênio, frequência respiratória e escala de Borg.

Interpretação dos resultados

  • Pessoas saudáveis podem caminhar, durante o TC6, distâncias variando entre 400 e 700. Existem, na literatura, algumas fórmulas que podem predizer, com base em sexo, peso, altura e idade, qual a distância caminhada esperada durante o teste

Fatores que reduzem a DTC6

  • Vários fatores podem reduzir a DTC6:

  • Baixa estatura;

  • Idade avançada;

  • Excesso de peso;

  • Gênero feminino;

  • Estado de saúde comprometido;

  • Realização do teste em um corredor que seja menor que o padrão (mais voltas);

  • Doença pulmonar (DPOC, asma, fibrose cística e doença pulmonar intersticial);

  • Doença cardiovascular (angina, insuficiência cardíaca e infarto agudo do miocárdio);

  • Doenças musculoesqueléticas (artrite e atrofia muscular, bem como lesões no tornozelo, joelho ou quadril).

Fatores que aumentam a DTC6

  • Alguns dos fatores que podem aumentar a DTC6 são:

  • Estatura alta;

  • Gênero masculino;

  • Grande motivação;

  • Experiência prévia com o TC6;

  • Suplemento de oxigênio (em pacientes com hipoxemia induzida por exercício);

  • Uso, antes do teste, de medicações para o tratamento de uma doença incapacitante.

Referências Bibliográficas

  • BRITTO, Raquel Rodrigues; SOUSA, Lidiane Aparecida Pereira. Teste de Caminhada de Seis Minutos, uma normatização brasileira. Disponível em: http://www2.pucpr.br/reol/public/7/archive/0007-00001815-ARTIGO_6.PDF> Acesso em 16 de Abril de 2014;

  • MORALES-BLANHIR, Jayme Eduardo. Teste de caminhada de seis minutos: uma ferramenta valiosa na avaliação do comprometimento pulmonar. Disponível em: http://www.jornaldepneumologia.com.br/detalhe_artigo.asp?id=1357> Acesso em 16 de Abril de 2014.

Comentários