Aula 01-02-03 - Introdução a Gestão de Recursos Humanos

Aula 01-02-03 - Introdução a Gestão de Recursos Humanos

GESTÃO DE RECURSOS HUMANOS

GESTÃO DE RECURSOS HUMANOS

Objetivos

  • Entender a importância das pessoas nas organizações.

  • Apresentar os principais conceitos envolvidos na gestão de pessoas, sua evolução e aspectos dentro das organizações.

Reflexão

SEGUNDO CHARLES DARWIN, AS ESPÉCIES VIVAS QUE SOBREVIVEM NÃO SÃO AS MAIS FORTES E NEM AS MAIS INTELIGENTES; SÃO AQUELAS QUE CONSEGUEM ADAPTAR-SE E AJUSTAR-SE ÀS DEMANDAS DO MEIO AMBIENTE.

  • SEGUNDO CHARLES DARWIN, AS ESPÉCIES VIVAS QUE SOBREVIVEM NÃO SÃO AS MAIS FORTES E NEM AS MAIS INTELIGENTES; SÃO AQUELAS QUE CONSEGUEM ADAPTAR-SE E AJUSTAR-SE ÀS DEMANDAS DO MEIO AMBIENTE.

História da Função de Recursos Humanos

  • A história da função de Recursos Humanos (RH) começa com a necessidade de contabilizar os registros dos trabalhadores com ênfase nas horas trabalhadas, faltas e atrasos para efeitos de pagamento ou desconto.

  • Surge então, um profissional especializado nesta necessidade, que já no início do século XIX vinculava o pagamento de salários com as horas feitas pelo trabalhador.

  • Começou ali a se formar um sujeito extremamemente frio e seguidor das leis, o que não tornada nada agradável ser enviado para uma conversinha com o profissional de RH.

  • Grandes empresas trataram de mudar o perfil do profissional de RH, atribuindo novas responsabilidades e atribuições.

As mudanças e transformações na Função de RH

  • Elton Mayo (primeiras experiências).

  • Era Industrial Clássica: de 1900 a 1950.

  • Era Industrial Neoclássica: de 1950 a 1990.

  • Era da Informação: de 1990 até os dias atuais.

Contexto da Gestão de Pessoas

  • É uma das áreas que mais tem sofrido mudanças e transformações nos últimos anos.

  • Para utilizar plenamente as pessoas em suas atividades, as organizações estão mudando os seus conceitos e alterando suas práticas gerenciais.

Contexto da Gestão de Pessoas

  • Organizações funcionam através das pessoas para alcançar objetivos e cumprir sua missão

  • Neste contexto não tem como separar o comportamento das pessoas e o das organizações.

  • Para as organizações é o meio pelo qual elas podem alcançar vários objetivos pessoais.

Contexto da Gestão de Pessoas

Até pouco tempo atrás

  • O relacionamento entre as pessoas e organizações era considerado antagônico e conflitante.

  • Acreditava-se que os objetivos das organizações como lucro, lucratividade, eficácia e maximização da aplicação dos recursos eram incompatíveis com os objetivos pessoais, tais como salários, benefícios, lazer e segurança e etc.

Até que

  • Verificou-se que a organização quer alcançar os seus objetivos da melhor maneira possível, ela precisa canalizar os esforços das pessoas para que também estas atinjam os seus objetivos individuais e que ambas as partes saiam ganhando.

Pessoas como recursos ou parceiros?

  • Os empregados podem ser tratados como recursos produtivos das organizações: recursos humanos.

  • Como recursos humanos, precisam ser administrados, que envolve planejamento, organização, direção e controle de suas atividades, já que são considerados passivos da organização.

  • Recursos Humanos = maior rendimento.

Pessoas como recursos ou parceiros?

  • Mas podem ser visualizadas como “Parceiros das organizações”.

  • Como tais, são fornecedores de CONHECIMENTOS, HABILIDADES, CAPACIDADES E ATITUDES.

  • Proporcionam decisões racionais, integram o capital intelectual e gestão do conhecimento da organização.

Aspectos da Gestão de Pessoas

  • Pessoas como seres humanos.

  • Pessoas como ativadoras inteligentes dos recursos organizacionais

  • Pessoas como parceiras das organizações

Gestão de Pessoas

  • Conjunto de decisões integradas sobre as relações de emprego que influenciam a eficácia dos colaboradores da organização.

  • Pessoas podem ampliar ou diminuir as forças e fraquezas de uma organização, da maneira como são tratadas.

Objetivos da Gestão de Pessoas

  • Auxiliar a organização no alcance da missão.

  • Proporcionar competitividade.

  • Proporcionar a organização pessoas bem treinadas e motivadas, dar reconhecimento.

  • Aumentar a auto avaliação e satisfação das pessoas.

  • Desenvolver e manter a qualidade de vida no trabalho.

  • Administrar a mudança.

  • Manter políticas éticas e comportamento social.

Atividade Prática

Comentários