PIM ambiente logístico

PIM ambiente logístico

(Parte 1 de 2)

Jeniffer Ferreira do Nascimento

Jessica Cristina dos Anjos

Nelson Anacleto Gomes Júnior

Tarso Napoleão de Moura

Lucas Geraldo de Souza Oliveira Martins

AUTORES:RGM:
Jeniffer Ferreira do Nascimento15764346
Jessica Cristina dos Anjos15426661
Nelson Anacleto Gomes Júnior15674819
Lucas Geraldo de Souza Oliveira Martins15779483
Tarso Napoleão de Moura15789080

Trabalho desenvolvido para a disciplina Projeto Integrado Multidisciplinar – Ambiente Logístico do curso de Logística do Grupo Cruzeiro do Sul Educacional. Orientador: Professorº Tutor: Claudio Scheidt Guimarães

O objetivo do presente trabalho é conhecer um pouco sobre a Companhia de

Bebidas das Américas – AmBev, que é uma empresa multinacional, que produz bebidas, principalmente, cervejas. A maioria das informações foram adquiridas no próprio site da empresa, no site de relação dos investidores da AmBev e também alguns embasamentos teóricos. Pode-se concluir que a AmBev é “uma história de sucesso que ainda está sendo escrita”. Palavras chaves: Bebidas. Qualidade. Logística. A melhor

The objective of this work is to know a little about the Beverage Company of the Americas - AmBev, which is a multinational company that produces beverages, mainly beers. Most of the information was acquired on AmBev's own website, AmBev's investor relations website and some theoretical underpinnings. It can be concluded that AmBev is "a success story that is still being written." Keywords: Drinks. Quality. Logistics. The best.

Cronologia 18
Cronologia 29
Cronologia 310
Cronologia 410

LISTA CRONOLOGICA Cronologia 5 .............................................................................................................. 1

Tabela 112
Tabela 214
Tabela 318

LISTA DE TABELA Tabela 4 .................................................................................................................... 19

1. INTRODUÇÃO7
2. APRESENTAÇÃO8
2.1 BREVE HISTÓRIA DA AMBEV8
3. PRODUTOS12
4. PRINCIPAIS FORNECEDORES12
5. INSUMOS E MATÉRIA PRIMA13
6. SERVIÇO FORNECIDO13
7. PRINCIPAIS MERCADOS E PUBLICO ALVO13
8. OPERAÇÕES DA AMBEV14
8.1 CADEIA DE ABASTECIMENTO15
8.2 CADEIA DE DISTRIBUIÇÃO16
8.3 OTIMIZAÇÃO DE PROCESSOS17
9. ANÁLISE SWOT17
10. LOGÍSTICA VERDE20
1. CONCLUSÃO21

SUMÁRIO 12. REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS ................................................................ 2

1. INTRODUÇÃO

A Companhia de Bebidas das Américas – AMBEV atua no ramo de bebidas, onde o principal negócio é o de cervejas, além disso, produz refrigerantes, chás, isotônicos, energéticos e sucos.

O objetivo desse projeto multidisciplinar integrado é apresentar a empresa, descrever a forma de atuação, a estrutura, a área operacional e como a AmBev lida com os principais processos.

A AmBev procura alargar suas atividades, produtos e serviços, poupando o meio ambiente e respeitando as leis e os costumes das comunidades que a acolhem.

2. APRESENTAÇÃO

Denominação Empresarial: AmBev - A Companhia de Bebidas das Américas Forma de Constituição: S/A – Sociedade Anônima CNPJ: 07.526.557/001-0 Atividade Principal: Fabricação e distribuição de cervejas, refrigerantes e bebidas não Carbonatadas e não alcoólicas

Classificação Setorial: Consumo não Cíclico / Bebidas / Cervejas e Refrigerantes Porte: Grande A AmBev originou-se através da união das centenárias Cervejaria Brahma e

Companhia Antarctica, em 1999. Porém sua história iniciou-se muito antes, ainda quando eram duas cervejarias na década de 1880: a Companhia Antarctica Paulista e a Manufactura de Cerveja Brahma & Villeger & Companhia.

2.1 BREVE HISTÓRIA DA AMBEV

CRONOLOGIA 1

•União daCompanhia Antarctica Paulistae daCompanhia de Bebidas das

Américas,Compañia de Bebidas de Las Américas,American Beverage Company;

•Primeira multinacional brasileira,a Ambev torna-se a terceira maior indústria cervejeira e quinta maior produtora de bebidas do mundo.

•É lançada, especialmente para o Réveillon, a edição comemorativa da cervejaBrahma, com garrafas inteiramente branca e com o slogan: “Cerveja do Milênio”.

•Engarrafado e distribuído na Europa por intermédio daPepsi, oGuaraná Antarcticachega a Lisboa.

CRONOLOGIA 2

•Eleitos pela revistaExamecomo a maior e melhor empresa do setor de bebidas do Brasil em 2001;

•Guaraná Antártica é patrocinador da Seleção Brasileira na Copa Coreia- Japão.

•É lançada aBoehmia Weiss, feita de trigo, em garrafa de 550 ml, e aBohemia escura, estilo Schwarzbier, também em 550 ml;

•É lançada a cervejaSkol Beats;

•É lançada uma campanha inédita de consumo responsável para a marcaSkol: Beber redondo é beber com responsabilidade.

•ABohemia escurapassa a ser produzida em garrafas long neck;

•É lançada aBohemia Royal Ale, cerveja de alta fermentação e teor alcoólico, com rolha clip lock e garrafa de 550 ml. É a primeira cerveja de estilo inglês, produzida em alta escala no Brasil;

•Na Bélgica, aAmbevse junta aInterbrewe forma aInbev.

CRONOLOGIA 3 CRONOLOGIA 4

•É lançada aBohemia Confrariade estilo blond ale, em garrafa de 550 ml; •Chega a cervejaStella Artoisno Brasil;

•ABrahmase torna uma marca mundial e passa a ser vendida em diversos países.

•Lançam no Brasil as marcas belgasHoegaarden,Leffe, e a alemã Franzkikaner;

•A cervejaQuilmeschega ao Brasil como resultado da aliança entre a brasileiraAmBeve a ArgentinaQuinsa.

•Lançam no Brasil as cervejas uruguaiasNorteñaePatricia;

•Após comprar a cervejaria americana Anheuser-Busch, a multinacional

Belgo-BrasileiraAB Inbevpassa a controlar quase metade do mercado de cervejas nos EUA.

•ABohemiaganha nova identidade visual, com garrafa long neck de formato exclusivo;

•É lançada aAntarctica Sub Zero.

2010 •Chega ao mercado aSkol 360º.

•A cervejaBudweiserpassa a ser vendida no Brasil;

•A maior celebração germânica fora da Alemanha, a28º

OktoberfestdeBlumenau –SC tem o patrocínio daBrahma, bebida oficial do evento.

CRONOLOGIA 5

A Companhia de Bebidas das Américas - AmBev sucedeu em 1999 a Companhia

Cervejaria Brahma e a Companhia Antarctica Paulista, duas das cervejarias mais antigas do Brasil. A Antarctica foi fundada em 1885 e a Brahma em 1888, como Villiger & Cia. Em 2004 a Ambev que é a quarta maior cervejaria do mundo foi adquirida pela empresa Belga Interbrew, que era a terceira maior, dessa união nasceu a InBev, que atualmente é a maior do mundo. Ela integra a maior plataforma de produção e comercialização de cervejas do mundo: a Anheuser-Busch InBev.

A Ambev é uma empresa de capital aberto, com sede em São Paulo – Brasil. Ela é a quarta maior cervejaria do mundo e líder no mercado latino-americano. No total, opera em 19 países das Américas (Argentina, Brasil, Bolívia, Barbados, Canadá, Chile, Colômbia, Cuba, El Salvador, Equador, Guatemala, Nicarágua, Paraguai, Peru, República Dominicana, Uruguai, Dominica, Antigua e St. Vincent), produzindo e comercializando cervejas, chás, isotônicos, energéticos e sucos.

No final de dezembro de 2014 a Ambev tinha 51.871 funcionários no total, sendo 38.381 nas operações de Brasil e CAC, 10.872 na América Latina Sul e 2.619 no Canadá.

2014 •Incrementama sua cartela de marcas premium com aCorona.

•ACervejaria WälseCervejaria Coloradopassam a fazer parte da Ambev; •A cervejaAdriáticaé relançada no mercado;

•A premiada cerveja de Chicago, aGoose Island, desembarca no Brasil.

•Do Bem,marca de sucos e chás, passa a fazer parte da Ambev e inaugura uma nova fase na história da empresa, que passa a atuar no setor de sucos;

•ABohemialança três novos rótulos:Bohemia 14 Weiss,Bohemia 838 Pale

AleeBohemia Aura Lager.

A capacidade produtiva total da Ambev no final de 2014 era de 199,7 milhões de hectolitros de cerveja e 92,6 milhões de hectolitros de refrigerante. No final de 2014 tinham cerca de 107 centros de distribuição direta distribuídos pelo Brasil. Além disso, operam com uma rede de cerca de 147 distribuidoras terceirizadas exclusivas também no país.

3. PRODUTOS

A empresa Ambev é detentora do maior portfolio do país no setor de bebidas, é a 5ª maior cervejaria do mundo. Ela integra a maior plataforma de produção e comercialização de cerveja no mundo com quase 2 Milhões de pontos de venda, sendo que metade se encontra no Brasil. Obtém marcas como:

Budweiser,Caracu, Colorado, Corona, Franziskaner, Gosse Island, Hertog

Cervejas: Adriatica, Antarctica, Beck’s, Bohemia, Brahma, Bucanero, Jan, Hoegaarden, Kronenbier, Labatt Blue, Lakeport Brewing, Leffe, Liber, Miiller, Norteña, Negra Modelo, Original, Patagônia, Polar, Quilmes, Serramalte, Skol, Stella Artois e Wals;

 Refrigerantes: Baré, Citrus, Guaraná, Guaraná Black, H2OH, Mountam Dew,

Pepsi, Soda, Sukita, Teem e Tônica;

Chá: Lipton;

Isotônico: Gatorade;

Energético: Fusion;

Suco: Do Bem.

4. PRINCIPAIS FORNECEDORES

Seus principais fornecedores são: TABELA 1

Produtores de guaraná e cevada

Industria suco-alcooleira Indústrias de embalagens Fornecedores de grãos

Insumos industriais Fornecedores de leveduras Fornecedores de malte

5. INSUMOS E MATÉRIA PRIMA

Os insumos para produção dos refrigerantes, cervejas e diversos produtos da empresa são o guaraná, cevada, cereal não maltado e materiais auxiliares que ajudam no processo de produção das bebidas. Sendo a matéria prima a cevada e o guaraná.

A AmBev mantem um relacionamento direto com os agricultores que cultivam estes insumos para fabricação de boa parte dos seus produtos.

6. SERVIÇO FORNECIDO

Criação e produção de bebidas domina boa parte do mercado de bebidas no

Brasil, onde também produz e distribui a marca Stella Artois no Brasil, além de ter a licença dos produtos da PepsiCo no país.

7. PRINCIPAIS MERCADOS E PUBLICO ALVO

TABELA 2

Distribuidores Próprios – Mantendo Exclusividade AmBev, são premiados aqueles que vendem grandes quantidades de produtos, respeitando as normas para concorrência leal.

Distribuidores Terceirizados – Estabelece padrões de desempenho, estimula a troca de informações sobre como expor os produtos no ponto de venda, marketing, programação de estoque e gerenciamento de receita e despesa.

Consumidor Final – O público alvo da AmBev é seu consumidor final e grande parte das ações de comunicação é para eles voltada, com o intuito de fornecê-los as melhores marcas e produtos, obter o reconhecimento com cervejas de qualidade amplamente aceitas no mercado. Com aumento de renda das classes C e D demandam novas estratégias de comunicação.

8. OPERAÇÕES DA AMBEV

Para abastecer o mercado mundial de cervejas, se faz necessário planejar criteriosamente cada passo relacionado à logística, e investir em diversos modais e inovações do mercado. A empresa intitula esse processo de “operação logística de grande escala”, pois a área de logística trabalha em quase toda a cadeia de valor – desde a gestão dos armazéns e transporte de insumos até a entrega final dos produtos.

8.1 CADEIA DE ABASTECIMENTO

“Os estoques são acúmulos de matérias-primas, insumos, componentes, produtos em processo e produtos acabados que aparecem em numerosos pontos por todos os canais logísticos e de produção na empresa”. (BALLOU)

Para organizar um estoque de forma efetiva, deve-se mapear ações rotineiras dentro do sistema de administração local, como nível de determinado produto armazenado, ressuprimento de materiais, controle de compras e entregas, além da estrutura do ambiente físico. Passos como esses são fundamentais na organização do local de armazenamento. Dessa maneira, a eficiência gerada pela boa administração é o que destaca um estoque no mercado e gera ganhos nos resultados de uma organização.

Na Ambev os produtos passam por uma operação logística de grande escala antes de chegar às mãos do consumidor nos pontos de venda. A área de logística da Ambev trabalha em praticamente toda a cadeia de valor - da gestão de armazéns e transporte de insumos até a distribuição final dos produtos.

Segundo Ballou, “a logística no ambiente empresarial estuda como a administração pode prover melhor nível de rentabilidade nos serviços de distribuição aos clientes e consumidores, através de planejamento, organização e controle efetivo para as atividades de movimentação e armazenagem que visam facilitar o fluxo de produtos” (1993, p. 17).

Para abastecer o mercado mundial de cervejas, se faz necessário planejar criteriosamente cada passo relacionado à logística, e investir em diversos modais e inovações do mercado. A empresa intitula esse processo de “operação logística de grande escala”, pois a área de logística trabalha em quase toda a cadeia de valor – desde a gestão dos armazéns e transporte de insumos até a entrega final dos produtos.

A cadeia de valor de Porter é utilizada para um enfoque mais eficiente e amplo, exógeno à empresa. É constituída por um conjunto de atividades criadoras de valor, desde as fontes de matérias-primas básicas, passando por fornecedores de componentes e indo até o produto final entregue nas mãos do consumidor.

A gestão de estoques é um assunto vital e, frequentemente, absorve parte substancial do orçamento operacional de uma organização. Como eles não agregam valores aos produtos, quanto menor o nível de estoques com que um sistema produtivo conseguir trabalhar, mais eficiente será.

Segundo Banzato (1998), o WMS possui diversas funções para apoiar a estratégia de logística operacional direta de uma empresa, entre elas: programação e entrada de pedidos; planejamento e alocação de recursos; portaria; recebimento; inspeção; definição de endereçamento dos produtos; estocagem; separação de pedidos (picking); embalagem; carregamento; expedição; emissão de documentos; inventário; definição e controle de rotas de coleta.

8.2 CADEIA DE DISTRIBUIÇÃO

eficiente da frotaSão utilizados caminhões e até motos para entrega de produtos

O principal modal usado é o rodoviário – a empresa gerencia uma frota de 3.400 caminhões de empresas terceirizadas, uma das maiores do país. A frota é gerenciada com a utilização do software TMS (Transportation Management System), que aponta sinergias internas ou com outras empresas para a utilização mais aos pontos de venda. Em determinadas situações, recorre-se ao transporte aéreo e a barcos, como no caso do município de São José do Norte. O pedido é processado no dia pelo vendedor através de um Palm e repassado ao final do dia ao roteirizador que, através de sistema integrado informa o operador logístico, responsável pelo carregamento dos caminhões na madrugada, para que no amanhecer, estes saiam para a rota para entregar os pedidos do dia anterior.

Já o transporte marítimo e ferroviário são peças-chave no esquema, pois carregam insumos e suprimentos para a produção. Ao chegar às fábricas, todos os insumos são depositados em armazéns, que funcionam 24 horas em 90% dos casos. Todas as fábricas contam com silos. Ao todo são 500 empilhadeiras nas fábricas.

Já a distribuição funciona de maneira centralizada, os produtos são distribuídos por meio de dois canais: os Centros de Distribuição Direta (CDDs), todos da Ambev (a exemplo o de Porto Alegre, Pelotas e Caxias), e as 165 Revendas terceirizadas. Cada canal atua em uma área específica, não concorrente. Os CDDs têm gestão logística da Ambev, que utiliza parceiros tanto no setor de armazém como no de transporte para executar suas entregas. São dois milhões de pontos de venda em 14 países - um milhão somente no Brasil.

8.3 OTIMIZAÇÃO DE PROCESSOS

Para gerenciar o serviço, a Ambev investe de forma contínua em tecnologia. As entregas têm o suporte de softwares de gestão online (SAP, ERP, entre outros), que permitem cortar custos, controlar estoques e reduzir a emissão de CO2.

Para ampliar seus indicadores de qualidade, a Ambev buscava uma ferramenta que permitisse o controle das ações relacionadas à entrega depois que os caminhões deixassem os centros de distribuição. Assim, a empresa passou a utilizar o HB.MDM, solução móvel de gerenciamento de entregas em tempo real da HBSIS.

O uso da aplicação iniciou em 2014 e atualmente toda a rota da companhia já conta com o sistema, que roda em smartphones e fornece informações em uma única interface. São 3,4 mil caminhões que utilizam o HB.MDM e hoje a empresa consegue ter maior controle de todas as atividades durante as entregas. Além de tornar o trabalho das equipes de entrega mais fácil e produtivo, estreitando o relacionamento com os clientes. Agora eles podem acompanhar o status das entregas de maneira online.

(Parte 1 de 2)

Comentários