Fosfatos arseniatos e vanadatos

Fosfatos arseniatos e vanadatos

Prof. Ana Júlia

Acadêmicos: Albert Pinho

Benedito Gama Dalto Silva

Curso de Licenciatura Química Introdução a Mineralogia

Fosfatos, Arseniatose Vanadatos.

Este estudo está ba seado no pl ano de cur so da di sciplina 112593: F U N DA ME NT OS DA MI NERAL O GIA-2003/1 tur ma A, Profº Jose Affons o Brod e Profª Má rcia Abr aão Mo ur a.

Uni versida de de Brasília Ins titut o de Geociênc ias

O fosfato é uma rocha encontrada na crosta terrestre, formada por fósforo e oxigênio.

Fosfatos

O fosfato é u m derivado do fósforo constituído por 1 áto mo de P e 4 áto mos de O.

O Trifilíta

Cristalografia: Ortorrô mbico Hábito: Cristais raros, geral mente e m massas quebráveis, ta mbé m co mpacto; Clivage m:{001} quase perfeita;{010}i mperfeita Dureza: 4,5 a 5,0 Densidaderelativa: 3,42 a 3,56(au mentaco m oteor deferro) Brilho: Vítreo aresinoso Cor: Cinza azulado e mtrifilita aterosasal mão ou marro m e mlitiofilita Usos:trifilita elitiofilita são associados co mu mente co m outrosfosfatos co mo espodu mênio e berilo.

Fosfato de Lítio e Ferro

Trifílita- Li(Fe, Mn)P O

Litiofilita-Li( Mn,Fe) P O 4

Trifilita Litiofilita ortorrô mbico

Monazita -(Ce,La,Y,Th)PO4

Fosfato de Cério , Lantânio, Yrídioe Thório

Cristalografia: Monoclínico Hábito: Pris mático granular; Clivage m:{001} perfeita Dureza: 5,0 a 5,5 Densidaderelativa: 4,9 a 5,3 Brilho:Lu stroso aresinoso Cor: Ver melho a marelado Usos:Fonte de Th, areias monazíticas, associada co m zircão, magnetita Devido a presença do Th na co mposição, a monazita pode ser considerada alta mente radiotiva.

Monazita Monoclínico

Fosfato de cálcio e flúor/cloro

Cristalografia: Hexagonal Hábito: hexagonal, granular,tabular, co mpacta Clivage m:{0001} i mperfeita Dureza: 5,0 Densidaderelativa: 3,1 a 3,2 Fratura: Conchoidal Fluorescência: A marelo-alaranjado Brilho: Vítreo esubresinoso Cor:Incolor, branco, azul-esverdeado, a marelo, marro m, ver melho Associação: Quartzo,feldspato,tur malina, muscovita Ocorrência: Rochas mag máticas, meta mórficas e hidroter mais Usos:

Apatita Hexagonal

Piro morfita- Pb5(P O4)3 Cl

Fosfato de chumbo e cloro

Cristalografia: Hexagonal Hábito: Globular,reínifor me, botroídal Clivage m: i mperfeita e m(10-10)(10-1) Dureza: 3,5-4,0 Densidaderelativa: 6,5 a 7,1 Fratura:Subconchoidal Brilho:resinoso Cor:verde, a marelo, marro m. Associação: Minerais de chu mbo Ocorrência: Encontrado e mreservas de chu mbo Uso:

Piro morfita Hexagonal

A mblígonita-LiAlFP O4

Flúor-fosfato de alumínio lítio e sódio hidratado

Cristalografia: Triclínico Hábito: Glanular, pris mático, maciço Clivage m: perfeita (001) Dureza: 6,0 Densidaderelativa: 3,1 a 3,9 Fratura:Subconchoídal Brilho: Vítreo e perlácio Cor: Branco, verde-claro, a marelo-claro, azul-claro, marro m. Associação:Le pidolita, espodu mênio erubelita Propriedades diagnósticas:Soluvel e m H2S O4 Ocorrência: Mineralraro, encontrado e m peg matitos granitícos Uso: Obtenção delítio e ge mas

A mbligonita triclínico

Arseniatos

São considerados arseniatosderivados do elemento químico Arsênio (As), um semímetal sólido nas condições ambientes.

Alguns arseniatos:

Ada mita

Olivenita Roselita Mi metita

Ada mita- Zn2(As O4) OH

Arsenatode zinco hidratado

Cristalografia: Ortorrô mbico Hábito: Ortorrô mbico, glanular Clivage m: Indistinta (100) e(010) Dureza: 3,5 Densidaderelativa: 4,3 a 4,4 Fratura:Subconchoídal Brilho:Lu stroso aresinoso Cor: A marelo, ver melho,rosa, violeta, verde,incolor. Associação: Minerais dezinco Propriedades diagnósticas: Hábito e associação mineral Ocorrência: Mineralraro, encontrado e m depósitos dezinco. Uso:Fonte dezinco.

Ada mita Ortorrô mbico

Olivenita- Cu2 As O4( OH)

Arsenatode cobre hidratado

Cristalografia: Monoclínico Hábito: Pris mático ou acicular Clivage m: I mperfeita Dureza: 3,0 Densidaderelativa: 4,1 a 4,4 Fratura: Conchoídal Brilho: Ada mantino Cor: Verde-oliva Associação: Pode está associada a ada mita e o quartzo. Propriedades diagnósticas: Pode ser identificada pelo aspecto quebradiço e transparente

Ocorrência: Encontrado e m depósitos de cobre. Uso: Mineral de cobre.

Olivenita Monoclínico

Arseniatohidratado de cálcio e cobalto

Cristalografia: Monoclínico Hábito: Pris mático ou acicular Clivage m: I mperfeita Dureza: 3,5 a 4,0 Densidaderelativa: 3,1 a 3,4 Fratura: Conchoídal Brilho: Ada mantino Cor: Rosa Associação: Pode está associada ao cobalto. Propriedades diagnósticas: Aparece e mtal concentração que e usada co mo minério de cobalto Ocorrência: Encontrado e m depósitos de cobalto. Uso: Mineral deinteresse de colecionadores.

Roselita Monoclínico

Mi metita –Pb(As O4)3 Cl

Fosfato complexo de chumbo e cloro

Cristalografia: Hexagonal Hábito: Globular, pris mático Clivage m: I mperfeita e m(10-1) Dureza: 3,5 a 4,0 Densidaderelativa: 6,5 a 7,1 Fratura:Subconchoídal Brilho: Resinoso Cor: A marelo pálido, marro m,laranja-a marelado, branco Associação: Associada a minerais de chu mbo. Propriedades diagnósticas:For ma hexagonal alta densidade Ocorrência: Encontrado e m depósitos de cobalto. Uso: Minerio de chu mbo de poucai mportância.

Mi metita Mi metita

Vanadatos

Os minérios que contém vanadatossão dissolvidos por uma fusão alcalina. Em meio ácido, após outros processos, é obtido o V2O5 que ,reduzi do pa rcial mente comcarbonoe, em seguida comcálcioem atmosfera deargônio, o que permite obter vanádio metálico.

O vanádio nunca é encontrado noestado nativo, porém está presente em cerca de 65mineraisdiferentes, entre os quais se destacam apatronita, VS4 , avanadinita, Pb5 (V O4)3

Patronita Vanadinita Carnotita

Patronita-VS4

Cristalografia: Monoclínico Hábito: Massivo, glanular Dureza: 2 Densidaderelativa: 2,8 Brilho: Opaco Cor: Preto co m variações de cinza Associação: Associada a minerais de vanadio. Ocorrência: Muitoraro. Uso: Minerio de vanadio.

Patronita Monoclínico

Vanadinita-Pb5(V O4)Cl vanadanatode chumbo

Cristalografia: Hexagonal Hábito: Globular,fibroso Clivage m: Ausente Dureza: 3,5 a 4,0 Densidaderelativa: 6,7 a 7,1 Fratura:Subconchoídal Brilho: Vítreo e ada mantino Cor: Ver melho-alaranjado, castanho e ver melho Associação: Associada a wulfenita, descloísita. Propriedades diagnósticas:For ma cristalina, brilhointenso e dureza elevada. Ocorrência: Encontrado e mzonas de oxidação de chu mbo. Uso:Fonte de vanádio e chu mbo.

Vanadinita Vanadinita

Vanadatode potássio e urânio hidratado

Cristalografia: Monoclínico Hábito: Massaterrosa,folheados Clivage m: Perfeita Dureza: 2,0 Densidaderelativa: 4,0 a 5,0 Fratura: Variável Brilho: Nacarado Cor: A marelo-esverdeado Associação: Associada a wulfenita, descloísita. Propriedades diagnósticas:For ma cristalina, brilhointenso e dureza elevada. Ocorrência: Mineral de potássio e urânio. Uso:Fonte de potássio e urânio.

Carnotita Monoclínico

Referências

F U NDA ME NT OS DA MI NERAL O GIA-2003/1 tur ma A, Prof.Jose Affonso Brod e Profª. Márcia Abraão Moura. Universidade de BrasíliaInstituto de Geociências Kinetic studies of propane oxidation on Mo and V based mixed oxide catalysts. [S.l.: s.n.] 2011 Hurlbut, Cornelius S.; Klein, Cornelis, 1985, Manual of Mineralogy, 20th ed., John Wiley and

João Gomes Neto, Graduação em Química (UNIB, 2008) AkirisaMotoki; Mineralogia e Petrologia para iniciantes –Universidade Estadual do Rio de Janeiro (apostila didática de apoio ao curso), 2003 –não publicada • Press, Siever, Grotzingere Jordan; Para Entender a Terra -Bookman. Porto Alegre, 2006 • http:// w w w.unb.br/ig/glossario • Lenz, V. & Amaral, S. E; Geologia Geral -Cia Editora Nacional, 1978 geologiaparatecnicos.blogspot.co m . Instituto de Geociências, Universidade de Brasília.

Comentários