Classe dos elementos nativos

Classe dos elementos nativos

Universidade do Estado do Amapá UEAP

Introdução a Mineralogia Prof. ª : Ana Júlia Silveira

Acadêmicos(as): Izabel Cristina

Danielle Rodrigues José Iderley

• Mi ne rais de ssa classe são co mpo stoside al mente po r arranjos de áto mos de um úni co ele mento quí mico (ou po r soluç ões sólida s envolvendo ele mentos afi ns co mo, po r exe mpl o, a do our o co m a pr ata).

•a) grupo do ouro;b) grupo da platina; c) grupo do ferro.

•Os metais nativos importantes podem ser subdivididos em:

Fe Pt

Semi-metais Nativos

• Os se mi- metais na ti vos co mpr eende m o: arsêni o(As) anti môni o(Sb) bi s mut o(Bi),

• nor mal mente agrupados sob a designação de grupo do arsênio.

Não metais nativos

•Os não metais nativos compreendem o grupo do Carbono (diamante e grafite), e o enxofre

Diamante -C Enxofre -S

Grafite -C

Principais características macroscópicas dos elementos nativos mais i mportantes.

• Co mposição e estrutura: u ma solução sólida co mpleta existe ouro (Au) e prata (Ag), e o ouro nativo frequente mente conté m 10 a 15 % de prata .

• Para proporções de prata maiores que 20 % a liga recebe o no me de “electro”.

Fotografias O metal aparece na forma de um ácido, o cloroáurico (HAuCl4).

• Gastrono mia

O pó de ouro é usado na decoração de bolos e doces.

• Econo mia:

O ouro é alta mente e mpregado co mo reserva monetária, co mo garantia do papel- moeda e m circulação, alé m de atuar na cobertura de paga mentos a outros países quando ocorre m diferenças nas balanças co merciais.

• Joalharia:

Utilizado na for ma deliga, associado a outros metais, co mo cobre e prata.

• Decoração:

O ouro na for ma coloidal é aplicado na pintura de peças de cerâ mica.

Usos do Ouro

Imagens: w.google imagens

P R AT A- A g

Propriedades físicas Dados cristalográficos: isométrico, 4/m 2/m Hábito: cristais mal formados em grupos arborescentes ou reticulados.

Fratura: irregular

Peso específico: 10,5 (Ag pura). Muda com a presença de ouro ou cobre em solução sólida.

Brilho: metálico Maleável, dúctil e séctil.

Cor e traço: branco prata. A superfície é frequentemente escurecida para marrom ou preto acinzentado, por efeito de embaçamento.

Prata -Ag

•A prata tem usos variados, incluindo fotografia, galvanoplastia, componentes eletrônicos, refrigeração, joalheria e utensílios de prata.

•Historicamente a prata foi muito importante na cunhagem de moedas, mas foi gradativamente substituída por outros metais, como o cobre e o níquel, e posteriormente por outras ligas metálicas.

Composição e estrutura: prata nativa frequentemente contém ouro (Au) Mercúrio (Hg)e cobre (Cu).

Estrutura cúbica compacta

C o br e- C u •Dados cristalográficos: isométrico, 4/m 2/m

•Hábito: Faces tetrahexaedrosão comuns.

Também cubo, dodecaedro e octaedro. Cristais normalmente mal formados, formando grupos arborescentes.

•Fratura: irregular

•Brilho: metálico Maleável, dúctil e séctil.

•Cor: vermelho do cobre em superfície fresca.

Normalmente escuro com brilho fosco devido à oxidação.

• Os principais usos do cobre são parafins elétricos, especial mente sob a for ma de fios, e na produção de ligas metálicas co mo o latão (cobre e zinco), o bronze (cobre e estanho, co m algu m zinco) e a prata ale mã(cobre,zinco e níquel).

• Cobre nativo é u m constituinte co mu m de zonas oxidadas de depósitos sulfetados de cobre, onde está associado a minerais co mo cuprita, malaquita e azurita.

•A maior parte da produção de cobre vem de sulfetos, e não de cobre nativo.

Usos industriais

PLATINA -Pt

• Propriedadesfísicas:

• Dureza : 4, 0 a 4, 5(alta para u ma metal, au menta co m oteor e m Fe)

• Peso esp ecifico : 21, 45quando pura

• Brilho: metálico maleávele dúctil

• Cor: cinza azulado co mforte brilho opaco

• Magnética quandorica e m Fe

• Co mposição e estrutura :platina nativa for maliga co mferro(ate 28% Fe)

Principais utilizações da platina

• Produção dos catalisadores de auto móveis, pois favorece a di minuição da quantidade de gases poluentes produzidos na quei ma dos co mbustíveis;

• Produção dejoias;

• Na indústria petroquí mica, co mo catalisador de reações orgânicas e m hidrocarbonetos;

• Produção de materiais derestauração dentária; • Fabricação de medica mentos;

• Produção defibras;

• Produção defibras de vidro;

• Produção de equipa mentos delaboratórios.

FERRO -Fe

• Propriedadesfísicas(a Fe); • Clivage m{001}pobre

• Fratura:regular

• Brilho: metálico maleável

• Cor : cinza aço e preto opaco forte mente magnético

• Co mposição e estrutura: Fe se mpre conte m algu m Ni efrequente pequenas quantidades de Co, Cu, Mn, S, C

• ka macita: pode conter ate 5, 5%e m peso de Ni

Principais utilizações do ferro

• Produçã o de aço , liga metálica para a produçã o deferra mentas, maquinas , ve ícu los e detransp orte(auto móve l, navios e etc.)

• Co mo ele mento estrutural de pontes, difícil, e u mainfinidades de outras aplica çõ es.

Arsênio- As

Propriedadesfísicas Clivage m: perfeita Dureza :3, 5 Peso espercifico:5, 7

Brilho: quase metálico , e m su perfície fresca quebradiço

Cor: branco e m su perfície fresca , oxida para cinza escu ro.

Traço: cinza opaco forte mente metálico co mposição es estrutura: arsê nio nativo frequente mente mostra u ma limitada su bstituiçã o detraço s e Fe, Ag, Au, Bi

Enxofre ( S )

Informações Gerais e curiosidades

O Enxofr e é um nã o metal a marelo claro,ino do ro, pe rtenc ente ao grupo 16 da tabe la pe riódi ca.

Nas anti gas escritas, o ter mo enxofr e, fr eque nte mente referia-se à ide ia de co mbus ti bilidade . No Velho e no Novo Testa mento o fogo e o enxofr e estão se mpre associados à "puni ção".

• No ano 800 AC propriedades desinfectantes dasfu maças provenientes dasua quei majá era m conhecidas.

Era considerado co mo sí mbolo dos "espíritos do mal", representado pelo triângulo equilátero (representação do fogo pelos alqui mistas), co m u m sinal da cruz e m baixo.

Imagens: w.google imagens

Foi reconhecido co mo ele mento, quando Lavoisier explicou que o processo de co mbustão eraresultado da reação de quei ma e m presença do oxigênio do ar.

• A invenção da pólvora, u ma mistura de carvão e nitrato de potássio co m enxofre e a fabricação de ácido sulfúrico (H2 S O4 ), tornara m o enxofre de grande i mportância econô mica na época.

Informações químicas e físicas

Nome do Elemento:Enxofre

Símbolo Químico:S Número Atômico (Z):16

Grupo da Tabela:16

Configuração Eletrônica: 1s2 2s2 2p6 3s2

Classificação: Não Metal

Estado Físico:Sólido

Propriedades físicas:

•Brilho: resinoso

• Quebradiço

•Cor: amarelo enxofre

•Pobre condutor de calor.

•Origem do Nome -Palavra do Latim "sulphurium" significando "enxofre".

•Histórico-1777 –A constatação que era um elemento distinto é geralmente atribuída a Lavoisier.

• Paragên es e e usos: S nativo é encontrado e m regiões de vulcanis mo recente eta mbé m e msequênciassedi mentares que conté msulfatosjunto co m matéria orgânica(associado a anidrita, gipsita e carbonatos).

• O enxofre e os co mpostos de enxofre são utilizados e m u ma variada ga ma de processos industriais co mo a produção de fertilizantes, inseticidas, borracha, sabão, tecidos, papel, couro, tintas, corantes, explosivos, medica mentos, plásticos, etc.

anidrita anidritaGipsita

Enxofre nas proximidades do vulcão Dallol, na Etiópia. Foto: EinatKlein Photography/ Shutterstock.co m

A pa lavra "di a mante" de riva do grego ada mas, que signifi ca invenc ível: um a qua lifi cação apr opriada à mais dur a sub stânc ia existente e m no sso pl ane ta. O mine ral, co mpo sto de carbo no pur o, for ma-se na s pr ofundi da de s da terra, sujeito a pr essões e te mpe ratur as elevada s. O pe so de um di a mante é medi do e m qui lates, cada um do s qua is equi vale a um qui nto de 1g.

PROPRIEDADES FÍSICAS DO DIAMANTE 1. Peso específico do diamante O diamante à temperatura de 25º o seu peso específico é de 3,5152 gramas por centímetro cúbico. Internacionalmente o valor considerado é de 3,52.

2. Clivagem do diamante Os diamantes apesar de resistentes e duros, apresentam umaclivagem perfeita ou quase perfeita, conforme as faces do octaedro e segundo o quadro de direções.

A clivagem é a tendência de alguns minerais para se fragmentarem, devido a uma força mecânica

•3. Dureza dos diamantes

• O dia mante é a matéria mais dura que se conhece, é u ma ge ma quete m a característica de poder riscar todas as outras substâncias e nada é capaz de riscar o dia mante. A dureza dos dia mantes ocupa o 10ºlugar da escala de M OHS.

•4. Indícede refração do diamante

Os diamantes são isótropos, monorrefringentes, numa perspectiva óptica, sendo o nível de refração de 2,4190.

Imagens: w.google imagens

• 5. Transparência dos dia mantes aosraios X

• Co mo sabe mos, o dia mante é carbo no pur o cristalizado .

Os dia mantes te m o ba ixo pe so ató mico do carbo no , 12 respe ti va mente. Qua nto mais elevado se apr esenta o pe so ató mico do s ele mentos, mais opa cos se torna m aos raios X. Assi m, cons ide ra-se que os di a mantes são muito tr ans pa rentes aosraios X.

Imagens: w.google imagens

•Brilho: adamantino. Cristais não cortados tem uma aparência graxosa. Alto índice de refração brilho forte.

•Cor: amarelo pálido, incolor, tons pálidos de vermelho, laranja, verde, azul e marrom. Tons mais escuros são raros. Carbonado é preto ou preto acinzentado (não tem clivagem, é opaco e menos brilhante que os cristais).

Composição e estrutura: puro Carbono

Paragênese e usos: di a mante ocorre e m rocha s ígne as alcalina s (ki mbe rlitos, la mpr oítos), e e m de pó sitos sedi mentares do ti po aluv ião. Alé m do us o co mo ge ma, di a mante po ssui várias aplicações indus triais, co mo abr asivo e na fabricação de ins tr um entos de corte e po li mento.

DIAMANTES EM KIMBERLITOS Imagens: w.google imagens

Grafita -C

Paragênese e usos: A grafita natural ocorre principal mente e m rochas meta mórficas e, mais rara mente, e m peg matitos, diques e veios associados co m rochasígneas. Alé m do grafite usado nolápis o mineral é usado na fabricação de refratários ( moldes defundição),lubrificantes,tintas, eletrodos, equipa mentos elétricos, etc.

Hábito: cristais tabulares hexagonais com proeminente plano basal. Geralmente em massas foliadas ou escamosas, pode ser radial ou granular.

Dados cristalográficos: hexagonal,

Composição e estrutura: Carbono, com impurezas de óxido de ferro, argilas ou outros minerais.

Propri edades físicas: Clivagem: perfeita Dureza: 1,0 a 2,0 Peso específico: 2,23 Brilho: metálico Cor e traço: preto Sensação graxosa Flexível, mas não elástico (foliável)

Referências

•ENXOFRE, laboratório virtual de química, UNESP. Disponível em http:// w w w2.fc.unesp.br/lvq/LV Q_tabela/016_enxofre.ht ml

•BROD, José Afonso. Propriedades Físicas dos Minerais, Fundamentos de Mineralogia, Universidade de Brasília. Inst. De Geociência.

•IMAGENS, Google Imagens . w.google.com. Acesso em 24/01/2018

•MINERALOGIA, apostila UNESP. Disponível em : http:// w w w.rc.unesp.br/igce/petrologia/nardy/n3.pdf>

Comentários