APS Recursos Terapeutico Manuais 2014

APS Recursos Terapeutico Manuais 2014

(Parte 1 de 3)

2 UNIVERSIDADE PAULISTA

SANTOS 2014

3 UNIVERSIDADE PAULISTA

ANA BEATRIZ QUERINO DUARTE R.A. : B905344 ANA CAROLINA JANEIRO DOS SANTOS R.A. : B617JB9 EDUARDO ALVES ASSENZA R.A. : B6026B6 NATALIA SIMÕES SANTOS FREITAS R.A. : B694IJ1

Trabalho De Atividade Pratica Supervisionada do Curso de Fisioterapia da Universidade Paulista Matéria Recursos Terapêuticos Manuais

Orientadora: Profª Patrícia Nunes Oliveira

SANTOS 2014

4 Ficha Catalografica

7 UNIVERSIDADE PAULISTA

ANA BEATRIZ QUERINO DUARTE R.A. : B905344 ANA CAROLINA JANEIRO DOS SANTOS R.A. : B617JB9 EDUARDO ALVES ASSENZA R.A. : B6026B6 NATALIA SIMÕES SANTOS FREITAS R.A. : B694IJ1

Trabalho De Atividade Pratica Supervisionada do Curso de Fisioterapia da Universidade Paulista Matéria Recursos Terapêuticos Manuais

Orientadora: Profª Patrícia Nunes Oliveira

Aprovado em:

_ ,/_ /__

profª Patrícia Nunes Oliveira

"Que o teu orgulho e objetivo consistam em pôr no teu trabalho "algo que se assemelhe a um milagre." Leonardo da Vinci 1452/1519

A disciplina apresenta e compreende as teorias de anatomia e fisiologia do sistema, e aliada às técnicas de terapia manual, trazem ao discente de fisioterapia a importância da formação e a interação entre as matérias construindo um profissional com senso critico e dotado de formação teórico e praticam nas técnicas de massagem clássica, drenagem linfática, shantala e pompage.

Neste trabalho descrevemos todo conhecer adquirido em aulas teóricas e praticas ministradas pela professora Patrícia, na Universidade Paulista no segundo semestre de 2014. através de revisão bibliográfica e de conhecimentos adquiridos este trabalho foi realizado sob a supervisão da titular docente da matéria. ficou evidente a todos os alunos que com mãos treinadas e habilidades adquiridas e possível oferecer alivio e conforto aos futuros pacientes e a utilidade da disciplina para o desenvolvimento do profissional que se almeja.

Palavra Chave: Recursos Terapêuticos Manuais, Drenagem Linfática, Massagem Clássica, Pompage, Shantala.

10 Sumario

Capa01
Resumo09
Sumario10
Introdução12
Ética Fisioterapeuta - Paciente13
Posicionamento do Paciente e do Terapeuta15
Anatomia e Fisiologia do Sistema Tegumentar20
Massagem Clássica25
Anatomia e Fisiologia do Sistema Linfático21
Quick Massage4
Pompage47
Shantala52

Bibliografia... 56

A disciplina de Recurso Terapêuticos Manuais utiliza em seu essência todo conhecimento teórico adquirido nos semestres anteriores, conhecimento este que será utilizado na compreensão da terapêutica que melhor ira se associar as técnicas de tratamento.

É revelador vislumbrar o corpo humano não como um sistema funcional, mas como um organismo que se comunica e interage, e principalmente ver a eficácia do toque terapêutico, o tato, o calor que irradia das mãos do terapeuta e se deixa fluir ao corpo do paciente não só alivio para as dores, mas o conhecimento adquirido e a técnica adquirida se apurada a cada novo atendimento e principalmente a formação de instrumentos poderosos e transformadores tornando os Fisioterapeutas.

Discorreremos sobre as técnicas apresentadas dando um breve relato do conhecimento adquirido e das técnicas empregadas em sala de aula e laboratório enfatizando a importância da multidisciplinaridade e do conhecimento transmitido e habilidades demonstradas pela mestra.

Ética Fisioterapeuta - Paciente

É importante frisar que ética permeia todo relacionamento humano, para tanto precisamos cultivar valores e condutas com padrões de cidadania e moral.

"O Fisioterapeuta possui uma formação generalista, humanista, crítica e reflexiva, capacitado a atuar em todos os níveis de atenção à saúde, com base no rigor científico e intelectual. Detém visão ampla e global, respeitando os princípios ético-bioéticos, e culturais do indivíduo e da coletividade".

Com esta ênfase na formação acadêmica do terapeuta, devemos ter sempre como norte de que o paciente deve sempre agir com o maximo de zelo e retidão para com o paciente, atender ao paciente sem fazer discriminação de sua raça, sexo, religião, orientação política e ou condição social.

O fisioterapeuta, portanto deve dominar as técnicas para melhor conduzir o tratamento acima de tudo, devemos que muitas patologias envolvem problemas sistêmicos, como distúrbios circulatórios e ou hormonais sendo necessário à interferência de um medico. neste parágrafo enfatizamos o código de ética do fisioterapeuta e as probidades, de acordo com o Código de Ética da Profissão:

""como consta no item I do artigo 7: “É dever exercer a

atividade com zelo, probidade e decoro, e obedecer aos preceitos da ética profissional, da moral, do civismo e das leis em vigor, preservando a honra, o prestígio e as tradições de sua profissão”.

De acordo com o item IV do artigo 8: “É proibido ao fisioterapeuta, na sua área de atuação, prescrever medicamentos ou praticar ato cirúrgico”. E ainda de acordo com o item I do artigo 26: “É proibido ao fisioterapeuta prestar ao cliente assistência que, por sua natureza, incumbe a outro profissional”.

feitas as recomendações quanto à ética profissional, o que se deve se observar num atendimento de massagem terapêutica :

- a explicação de cada passo do procedimento procurando esclarecer duvidas do paciente quanto a esses procedimentos;

- o ambiente deve ser limpo e higienizado, o fisioterapeuta deve ser atento quanto a sua higiene e aparência, aconselha se evitar o uso de anéis, relógios e pulseiras a fim de evitar aranhões no paciente, para que o paciente sinta se a vontade para receber o tratamento e confiante na terapêutica utilizada;

- o terapeuta deve evitar a exposição do corpo do paciente de forma desnecessária, evitando constrangimento.

O ser humano para seu desenvolvimento é influenciado por diversos fatores entre eles o toque, existe uma necessidade como seres sociais em tocar e em ser tocados, transferir energia que pode ser traduzida em calor, afeto ou simples reconhecimento, isso faz parte do desenvolvimento motor, nas culturas orientais o toque terapêutico ou massagem e utilizado na vida comum e integram os tratamentos médicos, na cultura ocidental a terapêutica pelo toque data do sec. V A.C. com registros escritos do uso da massagem.

Comunicamos-nos pelos sentidos inclusive pelo tato, já demonstrado através de estudo a influência do toque em pacientes enfermos e a relação do toque terapêutico e a recuperação desses pacientes, quando tocados por profissionais da área da saúde; é primordial existir primeiramente uma pessoa querendo doar energia positiva e confiança, a fim de proporcionar ajuda, como se espera de um profissional de saúde, e este se colocando no lugar do Paciente; a palavra que melhor traduz este momento é Empatia.

Posicionamento do Paciente e do Fisioterapeuta

O posicionamento do paciente é importante para atingir o maximo de proveito da técnica empregada e objetivos desejados com a terapia aplicada, é bom lembrar que o posicionamento adequado do paciente e do fisioterapeuta evitam lesões e desgastes.

Posicionamento do Paciente

Em decúbito dorsal:

- Travesseiro debaixo da cabeça e abaixo das pernas;

- Posicionamento mais adequado ao paciente e o Terapeuta;

- evitar que o paciente fique descoberto desnecessariamente.

Em decúbito ventral:

- Colocar o travesseiro embaixo da barriga do paciente, mãos ao longo do corpo;

- Evitar a protusão de ombro, e o stress da cervical.

Paciente com secreções pulmonares:

- Dependendo da área que estiver à secreção posicionar o paciente, com a área da secreção mais elevada.

Drenagem do Lobo Superior

Drenagem do Lobo Médio

17 Drenagem do Lobo Inferior

Drenagem do Lobo Superior

Pacientes impossibilitados de realizar decúbitos, devem se posicionar sentados abraçando um travesseiro e ou sentados de frente ao encosto da cadeira; manipulação dos membros inferiores o terapeuta sentado com o membro do paciente sobre seu colo.

Posicionamento do Terapeuta

Em Pé: - Tensão na região da coluna lombar;

- Área pequena ( um pé no chão ou bem próximos);

- Área grande( dois pés apoiados no chão pouco afastados);

- peso do corpo bem distribuído joelhos levemente flexionados postura relaxada, mas alerta ao paciente, estado mental sereno.

Altura da Maca:

- altura do quadril;

A Duração da terapêutica deve ser adequada à patologia tratada, e a tolerância do individuo manipulado;

A frequência do tratamento varia de acordo com técnica empregada e com a progressão do estado do individuo, deve se avaliar o paciente antes a após o tratamento.

O terapeuta deve se apresentar sempre limpo e asseado, unhas curtas e cortadas, não usar anéis, pulseiras e relógios durante as sessões de atendimento, roupas confortáveis.

Anatomia e Fisiologia do Sistema Tegumentar

O tegumento ou pele ( do latim =revestimento/ derme (latim)=pele) é um dos maiores órgãos do corpo humano representando cerca de 20% do peso corporal, forma um invólucro para as estruturas do corpo e substâncias vitais; formando uma barreira impermeável ao meio externo, contra abrasões, raios ultravioleta, substâncias nocivas e microorganismos auxiliam na regulação da temperatura através das glândulas sudoríparas e auxilia na vida de relação devido à sensibilidade ao meio por meio dos dermatomos e nervos superficiais. Existem dois tipos de pele a fina e pilosa(hirsuta), e a espessa (glabra).

É composta de duas camadas a epiderme, camada de tecido superficial e a derme, camada de tecido conectivo profunda.

Epiderme:

Composta de epitélio pavimentoso e estratificado queratinizado sua espessuras varia de 0,04 a 0,4 m de acordo com a região corpórea, não é vascularizada amolda se perfeitamente sobre a camada papilar da derme; o epitélio estratificado compõe se de varias camadas são nominadas, de superficial para profundo, estrato córneo que é remanescente das células que contem a queratina, estrato lúcido, estrato granuloso, estrato espinhoso e estrato basal.

Derme:

Também chamada de pele verdadeira, a derme é a acamada intermediaria, nela encontra se a elastina e o colágeno responsáveis pela elasticidades fibras da derme não são substituídas e com o tempo apresentam flacidez.

Tecido Subcutâneo:

Não e considera parte da pele e formado essencialmente de tecido adiposo e tecido conjuntivo frouxo. possui as seguintes funções isolante térmico e fixar a pele.

Anexos da Pele:

Unhas: estruturas achatadas que se encontram na superfície dorsal das falanges distais, é formada pela borda livre, corpo da unha e raiz (matriz). Molda se a superfície e sua raiz onde é produzida. as unhas adquirem formas distintas.

Pelos: são achados por todo o corpo com vários tamanhos, espessuras e cores, São apêndices que possuem uma estrutura formada por haste e raiz, sua função e proteger a pele, diminuir o atrito e manter a temperatura do corpo. São constituídos de queratina e criados no folículo piloso e lubrificados pelas glândulas sebáceas.

Glândulas Sudoríparas: Membrana encontradas em quase toda extensão da pele e responsável pela liberação do suor. Este por sua vez libera substâncias tóxicas do corpo e regula a temperatura corporal. Nos seres humanos há dois tipos de glândulas sudoríparas:

Glândulas Sudoríparas Écrinas: Dispostas por toda a superfície do corpo humano e responsáveis pela produção de suor e pela temperatura do corpo.

Glândulas Sudoríparas Apócrinas: Essas glândulas são mais encontradas nas axilas e próximos a área genital. Responsáveis pelo odor causado pelo suor.

Glândulas Sebáceas: São microscópicas e guardam uma matéria oleosa chamada sebo que é usada para lubrificar e proteger a pele dos mamíferos. São encontradas principalmente no rosto e couro cabeludo, mas não há glândulas sebáceas na planta dos pés e nas mãos. O sebo é formado por lipídios e outras substâncias.

Inervação

A superfície cutânea está provida de terminações nervosas capazes de reconhecer estímulos térmicos, mecânicos ou dolorosos. Essas terminações nervosas ou receptores cutâneos são especializados na recepção de estímulos específicos. Nas regiões da pele providas de pêlo, existem terminações nervosas específicas nos folículos capilares e outras chamadas terminais ou receptores de Ruffini. As primeiras, formadas por axônios que envolvem o folículo piloso, captam as forças mecânicas aplicadas contra o pêlo. Os terminais de Ruffini, com sua forma ramificada, são receptores térmicos de calor.

Na pele desprovida de pêlo e também na que está coberta por ele, encontram-se ainda três tipos de receptores comuns:

Corpúsculos de Paccini: são sensíveis a estímulos vibráteis e táteis. São formados por uma fibra nervosa cuja porção terminal, amielínica, é envolta por várias camadas que correspondem a diversas células de sustentação. A camada terminal é capaz de captar a aplicação de pressão, que é transmitida para as outras camadas e enviada aos centros nervosos correspondentes.

Discos de Merkel: de sensibilidade tátil e de pressão. Uma fibra aferente costuma estar ramificada com vários discos terminais destas ramificações nervosas. Estes discos estão englobados em uma célula especializada, cuja superfície distal se fixa às células epidérmicas por um prolongamento de seu protoplasma. Assim, os movimentos de pressão e tração sobre epiderme desencadeiam o estímulo.

Terminações Nervosas Livres: sensíveis aos estímulos mecânicos, térmicos e especialmente aos dolorosos. São formadas por um axônio ramificado envolto por células de Schwann sendo, por sua vez, ambos envolvidos por uma membrana basal.

Na pele sem pêlo encontram-se, ainda, outros receptores específicos:

Corpúsculos De Meissner: táteis. Estão nas saliências da pele sem pêlos (como nas partes mais altas das impressões digitais). São formados por um axônio mielínico, cujas ramificações terminais se entrelaçam com células acessórias.

Bulbos Terminais de Krause: receptores térmicos de frio. São formados por uma fibra nervosa cuja terminação possui forma de clava. Situam-se nas regiões limítrofes da pele com as membranas mucosas (por exemplo: ao redor dos lábios e dos genitais).

Massagem Clássica

É utilizada desde a antiguidade na cultura ocidental tendo sido banida na idade media por imposição da igreja católica, tem sido amplamente estudada e desenvolvida na atualidade.

"A massagem clássica pode ser definida como uma compressão metódica e rítmica do corpo, ou parte dele, para que se obtenham efeitos terapêuticos. É um conjunto de diversas técnicas manuais que atuam nos tecidos corporais, com efeito sob o sistema nervoso, muscular, circulatório e energético, mobilizando estruturas variadas. "

Entre seus principais efeitos estão à promoção de relaxamento muscular local e geral; alívio da dor; aumento da circulação sanguínea e linfática; liberação de histamina proporcionando hiperemia local; melhora da vascularização periférica proporcionando oxigenação tecidual; aumento da nutrição tecidual; remoção de produtos catabólitos; alívio de sintomas característicos da ansiedade e da tensão (stress); aumento da maleabilidade e extensibilidade tecidual; aumento da mobilidade articular. No pós-operatório de abdominoplastias, a massagem clássica deve ser usada com cautela e apenas após a fase de maturação. As manobras de massagem podem desencadear o descolamento do tecido em reparação, atrasando o processo cicatricial, os tecidos descolados durante o ato cirúrgico necessitam de aderência para que haja a sua completa restauração, porém, a massoterapia é benéfica e pode ser utilizada precocemente em áreas de tensão distantes do campo operatório, como pescoço e costas.

(Parte 1 de 3)

Comentários