Livro Eng de Prod-Tópicos e Aplicações

Livro Eng de Prod-Tópicos e Aplicações

(Parte 1 de 5)

Esta edição destina‐se à doação para Instituições de Ensino Superior e Entidades Públicas.

Venda Proibida.

Universidade do Estado do Pará

Reitora

Vice‐Reitora

Pró‐Reitor de Pesquisa e Pós‐Graduação

Pró‐Reitor de Graduação Pró‐Reitora de Extensão Pró‐Reitor de Gestão

Marília Brasil Xavier Maria das Graças da Silva Jofre Jacob da Silva Freitas Ruy Guilherme Castro de Almeida Mariane Cordeiro Alves Franco Manoel Maximiano Junior

Editora da Universidade do Estado do Pará

Coordenadora

Revisor

Designer Gráfico

Apoio Técnico

Conselho Editorial

Josebel Akel Fares Nilson Bezerra Neto Hudson Maik Campos da Silva Flávio Araújo Willame de Oliveira Ribeiro Bruna Toscano Gibson Elizabeth Teixeira Hebe Morganne Campos Ribeiro Ivanilde Apoluceno de Oliveira Jofre Jacob da Silva Freitas Joelma Cristina Parente Monteiro Alencar Josebel Akel Fares Maria das Graças da Silva Marília Brasil Xavier Norma Ely Santos Beltrão Tânia Regina Lobato dos Santos

Organizadora:

Renata Melo e Silva de Oliveira

Autores (em ordem Alfabética):

André Clementino de Oliveira Santos, André Cristiano Silva Melo, Clarissa Stefani Teixeira, Caio Gomes Bulhões, Diego Rafael Moraes Milhomem, Diktherman Viana da Silva, Edson Marcos Leal Soares Ramos, Edson Pacheco Paladini, Eugenio Andrés Díaz Merino, Evander Dayan de Mattos Alencar, Fábio José Hipólito Ferreira, Raphael Araújo Barbosa, Renata Melo e Silva de Oliveira (org), Renata Pinheiro de Azevedo, Vanessa Mayara Souza Pamplona, Verônica de Menezes Nascimento Nagata, Yvelyne Bianca Iunes Santos.

Belém

Universidade do Estado do Pará – UEPA

Coordenação do Curso de Especialização em Engenharia de Produção 2010

2ª Tiragem Financiada por: Universidade do Estado do Pará Publicado Por: EDUEPA

Equipe de Produção

Organização: Renata Melo e Silva de Oliveira Edição: Renata Melo e Silva de Oliveira Roberto Cesar de Melo Amaral

Cíntia Blaskovsky Projeto gráfico Original: Renata M. S. de Oliveira

Dados Internacionais de Catalogação na Publicação (CIP), Biblioteca do Centro de

Ciências Naturais e Tecnologia, UEPA, Belém ‐ PA.

O48e Oliveira, Renata Melo e Silva de

Engenharia de produção: tópicos e aplicações. / Renata Melo e

Silva de Oliveira et al. ‐‐ Belém: EDUEPA, 2010. 248 p. : il.; 21 cm Volume 1. Universidade do Estado do Pará, Centro de Ciências Naturais e Tecnologia.

1. Engenharia de produção. 2. Sistemas produtivos. 3. Qualidade. 4. Logística. I. Título. ISBN 978‐85‐88375‐49‐9 CDD 658.51

2ª tiragem (1.000 und)

Universidade do Estado do Pará

Centro de Ciências Naturais e Tecnologia Departamento de Ciências Sociais Aplicadas Coordenação do Curso de Especialização em Engenharia de Produção

Sumário

Introdução 9

PARTE I – Tópicos de Engenharia de Produção 1.Gestão da Qualidade

Os reflexos dos momentos de crises e de transformações na Gestão da Qualidade

Edson Pacheco Paladini

2.Gestão de Custos

Gestão de Custos: glossário de métodos aplicáveis a sistemas de produção competitivos

Renata Melo e Silva de Oliveira Raphael Araújo Barbosa

3.Engenharia do Trabalho

Ergonomia e qualidade de vida nos sistemas de produção

Eugenio Andrés Díaz Merino Clarissa Stefani Teixeira

4.Logística

Análise de cadeias produtivas: uma abordagem orientada pela análise de componentes de desempenho logístico

André Cristiano Silva Melo Evander Dayan de Mattos Alencar

PARTE II – Aplicações em Engenharia de Produção

5.Engenharia de operações e processos da produção

Análise de demanda em uma companhia de água mineral da região metropolitana de Belém utilizando modelos de holt‐winters

Diktherman Viana da Silva André Clementino de Oliveira Santos André Cristiano Silva Melo

6.Pesquisa Operacional

Estudo para otimização do processo de distribuição de medicamentos de uma farmácia através de roteirização de veículos

Renata Pinheiro de Azevedo Yvelyne Bianca Iunes Santos

7.Gestão da Qualidade

Avaliação da capacidade de processos monitorados por gráficos de controle de regressão

Edson Marcos Leal Soares Ramos Vanessa Mayara Souza Pamplona Fábio José Hipólito Ferreira

Avaliação da qualidade em serviços: qualidade esperada X qualidade percebida em uma distribuidora de alimentos e cosméticos

Caio Gomes Bulhões Diego Rafael Moraes Milhomem Verônica de Menezes Nascimento Nagata

Autores 246

9 | Engenharia de Produção

Introdução

Este livro é a segunda publicação elaborada pelo Núcleo de

Pesquisas Aplicadas ao Desenvolvimento Regional da Universidade do Estado do Pará (NUPAD). O objetivo principal deste núcleo é atuar na comunidade acadêmica como um veículo de produção, pesquisa, assessoramento técnico‐científico e publicações dos grupos de pesquisas relacionados com os eixos tecnológicos do desenvolvimento regional; facilitando a consolidação de um ambiente mais propício ao desenvolvimento de pesquisas ‐ e difusão dos resultados gerados.

Desde sua criação, no ano de 2008, o NUPAD vem executando ações planejadas para o desenvolvimento de estudos e programas de formação profissional para docentes e pesquisadores de distintas áreas do conhecimento: Engenharia de Produção, Design, Tecnologia Agroindustrial, Gestão do Conhecimento e Meio Ambiente. Dentre as atividades do NUPAD, destaca‐se o desenvolvimento de ações direcionadas à abertura de Programas de Pós‐Graduação Stricto Sensu nas áreas de Engenharia e Meio Ambiente na Universidade do Estado do Pará (UEPA).

Em sincronia com os objetivos de organizar e publicar livros acadêmicos com relevância técnica e científica, fomentando a produção desses materiais principalmente por pesquisadores no Estado do Pará, a Coordenação do Curso de Especialização em Engenharia de Produção desenvolveu este livro.

O curso de pós‐graduação em Engenharia de produção da

UEPA, cuja primeira turma iniciou no ano de 2003, conquistou reconhecimento e respeito na comunidade acadêmica, pois sua fundação representou uma das primeiras iniciativas na Amazônia em prover à sociedade este tipo de qualificação, especificamente no nível Lato Sensu.

O curso que foi concebido visando a atender aos anseios da cadeia produtiva paraense ao formar profissionais atuantes no setor

10| Tópicos e Aplicações industrial ou no setor de serviços para o desempenho de funções de gerenciamento de processos.

A presente publicação representa o primeiro resultado de esforços coordenados dos docentes deste curso para a produção de materiais que contenham textos de referência na área de Engenharia de Produção e que possuam tópicos compostos por conteúdos complementares aos transmitidos em cursos de graduação e de especialização, tanto na UEPA como em outras IES.

Como todo esse trabalho transcendeu nossas fronteiras institucionais, contamos com contribuições de alguns docentes e pesquidores respeitados, da Universidade Federal do Pará (UFPA). Nossas fronteiras regionais na Amazônia também foram ultrapassadas e, com isso, esta obra contou com a colaboração de dois professores nacionalmente reconhecidos e que atuam em um dos centros brasileiros de referência em Engenharia de Produção: a Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC).

Para os professores que colaboraram com a elaboração deste trabalho este material significa a publicação de resultados de anos de trabalho dedicados à: i) orientação e execução de projetos de pesquisa, ii) orientação e desenvolvimento de monografias e, iii) desempenho de atividades técnicas sistematizadas. Também representa o estabelecimento de uma referência para guiar a seleção e atualização das ementas de disciplinas em cursos de pós‐graduação dessa área.

Pelo leitor, este livro pode ser visto de maneira multidimensional, pois esta é uma obra capaz de complementar os estudos acadêmicos de graduandos e pós‐graduandos na área, representando uma nova fonte de referências sobre técnicas e ferramentas direcionadas à solução de problemas não triviais freqüentemente identificados em sistemas de produção – de bens ou de serviços. Este segundo aspecto, portanto, relaciona‐se aos diversos profissionais que buscam exemplos de práticas de sucesso aplicáveis à gestão de variadas tipologias de processos organizacionais.

1 | Engenharia de Produção

A estrutura deste volume está dividida em duas partes:

A Parte I – traz discussões avançadas de tópicos relacionados à

Engenharia de Produção e Gestão Organizacional, os quais representam temas atualizados e relevantes à gestão de sistemas produtivos competitivos e eficientes.

A Parte II – Apresenta aplicações de alguns dos tópicos previamente apresentados no início do livro através da execução de estudos de casos construídos nas Regiões Norte e Sul do País.

Portanto, de um modo geral, de um total de dez especializades definidas pela ABEPRO para essa Engenharia no ano de 2008; e considerando‐se a realização de algumas adaptações conceituais, são contempladas seis áreas da Engenharia de Produção nesta publicação, conforme disposto a seguir:

Pesquisa Operacional

Gestão da Qualidade

Engenharia Econômica

Engenharia de Operações e Processos da Produção

Engenharia do Trabalho

Logística

Os capítulos desse livro apresentam especificamente temas relacionados à Previsão de Demanda, Programação Matemática, Controle Estatístico de Processos, Gestão da Qualidade, Ergonomia, Gestão de Custos, Logística, dentre outros.

A coordenação do curso de especialização em Engenharia de

Produção da UEPA e a coordenação do NUPAD agradecem aos autores pelo seu empenho, comprometimento e confiança nesta iniciativa pioneira na Região Norte.

É com alegria que este grupo apresenta uma contribuição para a comunidade acadêmica ao organizar o primeiro livro na área de Engenharia de Produção da Universidade do Estado do Pará. Por fim, apresentamos aos leitores o livro Engenharia de Produção – Tópicos

12| Tópicos e Aplicações e Aplicações, almejando a que esta publicação contribua para o enriquecimento do Universo da Engenharia de Produção e que auxilie a UEPA em seu trajeto da construção e difusão dos conhecimentos com relevância técnico‐científica aos diversos públicos relacionados às Engenharias III.

Boa leitura!

Renata Melo e Silva de Oliveira Organizadora

13 | Engenharia de Produção

PARTE I Tópicos de Engenharia de Produção

A primeira parte desta publicação traz dicussões emergentes do início do Século XXI que, além de se relacionarem ao exercício das responsabilidades de gestores da produção, também possuem relevância técnica e científica para diversos públicos. São tratadas nessa parte do livro temáticas com discussões avançadas relacionadas à Gestão da Qualidade, Gestão de Custos, Engenharia do Trabalho e Logística.

14| Tópicos e Aplicações

Engenharia de Produção | 15

Gestão da Qualidade

A Gestão da Qualidade é a área da Engenharia de Produção que trata do Planejamento, Projeto e Con‐trole de Sistemas de Gestão da Qualidade. Considera‐se, portanto, que as ações no contexto dessa área levam em conta temas como o gerenciamento por processos, a abordagem factual para a tomada de decisão e a utilização de ferramentas da qualidade, sejam elas de caráter qualitativo ou com abordagens avançadas de ferramentas estatísticas (que se inserem na Engenharia da Qualidade). Por fim: Nesta seção apresentam‐se algumas consi‐ derações gerais sobre a Gestão da Qualidade, especialmente em tempos de crise.

16| Tópicos e Aplicações

Sumário do Capítulo

1. Introdução

2. As crises e a qualidade 3. O viés conceitual das crises e seus reflexos práticos 4. O dinamismo das transformações e a Gestão da Qualidade 5. Visão histórica da qualidade e as lições que ficaram 6. A transição para os nossos dias 7.A realidade histórica brasileira em termos da Gestão da Qualidade 8. Um processo contínuo de transformações – a busca pela inovação. 9. Uma visão conclusiva

Engenharia de Produção | 17

Edson Pacheco Paladini

Resumo

O presente texto pretende estruturar a relação entre Gestão da Qualidade e crises econômicas. Inicialmente, o texto analisa crises econômicas recentes e discute seu impacto na estruturação dos modelos gerenciais da Gestão da Qualidade. Ampliando a discussão, analisa‐se como crises e transformações vêm consolidando as práticas gerenciais da qualidade. Para fundamentar as posições, é feita uma breve revisão histórica do conceito da qualidade e dos procedimentos adotados ao longo do tempo para produzi‐la, gerenciá‐la ou avaliá‐la. Desta discussão deriva a constatação de que as crises e as transformações foram situações comuns no desenvolvimento do esforço pela qualidade, até porque ela sempre se adaptou ao momento que as organizações vivem e ao contexto em que estão inseridas. Conclusivamente, o texto mostra que a evolução da gestão da qualidade em períodos de crise costuma evoluir de um processo meramente operacional para um momento típico de Gestão Estratégica, na qual a inovação desempenha notável papel.

Palavras‐chave: Crises e transformações, evolução de conceitos e práticas, Gestão Estratégica da Qualidade.

18| Tópicos e Aplicações

1. Introdução

Há quem sustente que a qualidade sempre se torna a parte prejudicada dos processos produtivos e do modelo gerencial das organizações em épocas de crises e de mudanças mais drásticas. Uma análise histórica simples, no entanto, evidencia duas coisas: (1) a busca pela qualidade é um esforço antigo e independe das crises; mas, ao mesmo tempo, (2) foi nos períodos de turbulência que o esforço pela qualidade rendeu os melhores frutos. Confrontos comerciais, restrições ao acesso a certos mercados, acirramento contínuo da concorrência, mudanças de referenciais culturais, transformação de valores foram (e são) algumas das muitas razões para o advento de crises. E a Gestão da Qualidade sempre soube tirar partido de todas elas.

Uma observação mais atenta das origens das crises e do contexto que elas criam, ou no qual elas se desenvolvem, consolida esta posição.

2. As crises e a qualidade

A crise econômica que castigou praticamente todo o planeta a partir de setembro de 2008 foi, lentamente, dando sinais de arrefecimento, ao mesmo tempo em que entrava para as páginas da história social e política recente de vários países. Em alguns deles, já no final de 2009 parecia coisa do passado. Mas a crise não sumiu da memória, até porque deixou seqüelas e decorrências bem caracterizadas.

Talvez os mais importantes reflexos da crise mundial que marcou a primeira década do novo século situem‐se na área didática. De fato, muitas lições importantes deste período atribulado foram (duramente, de forma muito sofrida) aprendidas.

O primeiro fato a destacar é assustador: a crise não foi prevista, de forma concreta, por ninguém. Fica no ar a idéia que ela pode voltar – também sem avisos formais, antecipações efetivas, claros sinais ou meros indícios. E daí decorre o primeiro

Engenharia de Produção | 19 ensinamento deste período de convulsões: se a crise parece não assustar mais, isto não significa dizer que os cuidados com o processo gerencial das organizações podem ser relaxados. Muito pelo contrário: a crise deixou marcas importantes para pessoas e instituições, que não serão esquecidas facilmente.

A crise criou, assim, um momento novo, talvez mais fortemente identificado por rápida e intensa mudança de referenciais, tanto externos como internos às organizações. Olhando para fora, observa‐se que o mercado assume posturas ora conservadoras, ora arrojadas, ora indiferentes – mas sempre cautelosas; o consumidor amplia seu nível de exigência e cria novas expectativas; os concorrentes passam a assumir comportamentos cada vez mais agressivos; os fornecedores ampliam seu poder de barganha; o ambiente todo parece alterar‐se freneticamente. No contexto interno, tudo é alvo de dúvidas e questionamentos; mesmo aquelas práticas já cristalizadas pelo crivo do tempo e pelo uso contínuo são fontes de ceticismo e descrença. Nada mais é estável ou pacificamente aceito. Posturas consagradas, ações usuais, valores (que pareciam imutáveis), procedimentos padronizados, antigas políticas, convicções até então sólidas, estratégias que se mostraram vencedoras – enfim tudo é minuciosamente examinado, severamente argüido, fortemente contestado; há situações mesmo de perda de confiança ou de crédito. Parece que o time começou a perder e, ao mesmo tempo ou por causa de, o mundo está desmoronando.

(Parte 1 de 5)

Comentários