Medicina Antroposófica

Medicina Antroposófica

MEDICINA ANTROPOSÓFICA

BREVE HISTÓRICO

  • A medicina antroposófica tem como origem o trabalho desenvolvido no começo do século XX pelo filósofo e cientista austríaco Rudolf Steiner (1861-1925);

  • É baseada na imagem do homem trazida pela Antroposofia ou Ciência Espiritual do filósofo austríaco Rudolf Steiner com os trabalhos pioneiros da médica Ita Wegman;

  • Atualmente a Medicina Antroposófica esta presente em mais de 60 países, nos cinco continentes.

DEFINIÇÃO

  • Antroposofia tem origem das palavras anthropos = homem, sofia = sabedoria;

  • Rudolf Steiner criou a Atroposofia que seria um estudo do ser humano em todos seus aspectos: físico, fisiológico, psicológico e espiritual;

  • A MA é um sistema de tratamento que faz uso dos recursos diagnósticos e terapêuticos da medicina convencional, mas que se propõe a ampliar essa atuação a partir de base filosófica própria, a Antroposofia;

  • Nesse contexto, considerada que a doença pode promover oportunidade para mudanças positivas e para que um novo equilíbrio seja encontrado;

  • Desse modo, a MA trabalha a partir de bases teóricas próprias e de modo multidisciplinar.

ABORDAGEM TERAPÊUTICA

  • Na MA, o processo diagnóstico integra as habilidades técnicas e os recursos da medicina convencional aspectos e modalidades terapêuticas desenvolvidas pela medicina antroposófica;

  • A MA atua como um sistema de tratamento que enfatiza medidas para promover saúde e prevenir doenças. Promover programas de educação estilo de vida e procura estimula autonomia do paciente;

  • A medicina ampliada pela antroposofia trata todos os aspectos do indivíduo, não apenas seus sintomas físicos, e usa a medicina ocidental convencional como sua base.

  • Os remédios são derivados do reino animal, mineral e vegetal.

CARACTERÍSTICAS

APLICABILIDADE

  • A Antroposofia aplicada á saúde, baseada na cosmovisão antroposófica sobre o ser humano e suas relações, oferece um campo extenso de possibilidades de atuação para os diversos profissionais a partir de seus princípios:

  • Atenção Primária;

  • Atenção Secundaria;

  • Atenção Terciaria.

RECURSOS TERAPEUTICOS

  • A terapêutica da Medicina Antroposófica vai bem além do uso de medicamentos. A partir dela, têm-se desenvolvido outros recursos com indicações específicas e diferenciadas, como:

  • 1. Euritmia Curativa: terapia baseada em determinados movimentos corporais;

  • 2. Terapia Artística: utiliza de forma terapêutica as diferentes artes: modelagem, música, desenho, pintura;

  • 3. Massagem Rítmica: baseada na massagem sueca;

  • 4. Quirofonética: terapia baseada na fala.

FORMAÇÃO DESSES PROFISSIONAIS

  • No Brasil e no mundo, os médicos que incluem a Medicina Antroposófica em sua prática clínica podem ser generalistas ou especialistas. A formação coordenada pela ABMA, por meio de suas confederadas tem a duração de 2 anos compreendendo o mínimo de 282 horas teóricas e 100 horas práticas.

  • Integrado ao trabalho médico, outras ações específicas são desenvolvidas por outras categorias profissionais, respeitando as suas especificidades. Os cursos para profissionais da área da saúde possuem uma base comum, com duração de dois anos. Posteriormente, cada área continua, em separado, a formação específica, que dura mais dois ou três anos. 

  • Profissionais da equipe de saúde (enfermeiros, psicólogos, massagistas, terapeutas artísticos, farmacêuticos, fisioterapeutas, entre outros) trabalham de maneira integrada com os médicos e dentistas, aplicando, quando indicado, recursos terapêuticos. 

 

RECONHECIMENTOS OFICIAIS

  • Conselho Federal de Medicina (CFM) - Parecer 21/93, de 10.12.1993

  • Conselho Federal de Farmácia (CFF) - Resolução CFF 465, de 24.7.2007

  • Ministério da Saúde (MS) - Portaria MS 1600, de 17.7.06

  • Conselho Nacional de Saúde (CNS) - Aprovado em 13.12.05

  • ANVISA - Resolução RDC 26, de 30.3.07

  • Conselho Federal de Fisioterapia (COFFITO) - Resolução 380, de 29.11.10

PONTOS POSITIVOS E NEGATIVOS

Pontos Positivos:

  • Ver o paciente como um todo;

  • Diminuição terapia medicamentosa;

  • Tratamentos naturais( através de massagens, escaldas pés, óleos);

Pontos Negativos:

  • Falta de profissionais especializado;

  • Pouca aceitação pelos pacientes( falta conhecimento sobre as práticas);

  • Falta de tempo de alguns paciente( pois a práticas requer tempo e eles preferem os remédios);

CONCLUSÃO

  • Uma de suas principais características é a abordagem centrada no paciente a partir de uma concepção de saúde que valoriza sua individualidade e considera que as dimensões emocionais, mental e espiritual são tão importantes quanto a dimensão corpórea no processo de adoecimento.

  • Na enfermagem antroposófica, a intenção é conhecer o paciente como um todo e recebe-lo em seus aspectos físico, psicológico e espiritual e sempre estabelecer uma relação de cuidado com o objetivo de desenvolver um relacionamento pessoal de acompanhamento e valorização do ser humano como um todo.

A vida humana sobre a terra tem lugar em limites finitos definidos, e contudo sabemos que nosso ser íntimo pertence ao infinito.

A vida humana sobre a terra tem lugar em limites finitos definidos, e contudo sabemos que nosso ser íntimo pertence ao infinito.

Nossa vida se desdobra na atividade que, em maior ou menor extensão,incorpora a potencialidade do infinito nas limitações do finito.

Essencialmente, esta é uma atividade artística devendo-se encarar a vida humana como uma obra de arte em que a liberdade se torna efetiva…..

Nossa cultura moderna engendrada sob a ótica da Ciência materialista não auxilia o indivíduo a desenvolver a plenitude de sua alma……

Nossa própria vida tem de se converter em arte, e a arte de cura deve descobrir como cooperar nessa obra criativa.

Ralph Twentman

Comentários