Microbiologia de Brock 14 ed (Madigan et al., 2016)

Microbiologia de Brock 14 ed (Madigan et al., 2016)

(Parte 1 de 11)

Por três gerações, estudantes e professores têm contado com a precisão, autoridade, consistência e atualização doparaMicrobiologia de Brock aprender os fundamentos e despertar o interesse no futuro da microbiologia. Reorganizada e reinventada, esta 14ª edição apresenta pesquisa de ponta, integração entre disciplinas, uma introdução à microbiologia molecular moderna e um projeto visual modernizado e atraente para dar sequência a esse legado de aprendizagem.

Revisão técnica desta edição

Flávio Guimarães da Fonseca Professor associado do Departamento de Microbiologia da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG).

Doutor em Microbiologia pela UFMG.

Equipe de tradução

Alice Freitas Versiani (Capítulos 28 e 29)

Doutoranda do Curso de Pós-Graduação em Microbiologia da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG). Mestre em Microbiologia pela UFMG.

Aline Aparecida Silva Barbosa (Capítulos 5, 8 e 9)

Pesquisadora do Laboratório Nacional Agropecuário (LANAGRO - Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento). Mestre em Microbiologia pela UFMG.

Danielle Soares de Oliveira Daian (Iniciais, Capítulos 1 a 4, 23, 24, 25, 27, 30, 31, Apêndices, Créditos e Glossário)

Doutoranda do Curso de Pós-Graduação em Microbiologia da UFMG. Mestre em Microbiologia pela UFMG.

Flávio Guimarães da Fonseca (Capítulos 26 e 32)

Professor associado do Departamento de Microbiologia da UFMG. Doutor em Microbiologia pela UFMG.

Lorena Falabella Daher de Freitas (Capítulos 6 e 7)

Doutoranda do Curso de Pós-Graduação em Microbiologia da UFMG. Mestre em Microbiologia pela UFMG.

Mateus Laguardia Nascimento (Capítulos 14 a 16 e 2)

Pesquisador do Laboratório Nacional Agropecuário (LANAGRO - Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento). Mestre em Microbiologia pela UFMG.

Susana Johann (Capítulos 17 a 21)

Professora adjunta do Departamento de Microbiologia da UFMG. Doutora em Microbiologia pela UFMG.

Tânia Murta Apolinário (Índice) Consultora. Doutora em Microbiologia pela UFMG.

Thiago Lima Leão (Capítulos 10 a 13)

Doutorando do Curso de Pós-Graduação em Microbiologia da UFMG. Mestre em Microbiologia pela UFMG.

Versão impressa desta obra: 2016

Reservados todos os direitos de publicação, em língua portuguesa, à ARTMED EDITORA LTDA., uma empresa do GRUPO A EDUCAÇÃO S.A. Av. Jerônimo de Ornelas, 670 – Santana 90040-340 – Porto Alegre – RS Fone: (51) 3027-7000 Fax: (51) 3027-7070

Unidade São Paulo Av. Embaixador Macedo Soares, 10.735 – Pavilhão 5 – Cond. Espace Center Vila Anastácio – 05095-035 – São Paulo – SP Fone: (1) 3665-100 Fax: (1) 3667-1333

SAC 0800 703-3444 – w.grupoa.com.br

É proibida a duplicação ou reprodução deste volume, no todo ou em parte, sob quaisquer formas ou por quaisquer meios (eletrônico, mecânico, gravação, fotocópia, distribuição na Web e outros), sem permissão expressa da Editora.

Obra originalmente publicada sob o título Brock biology of microorganisms, 14th edition ISBN 9780321897398

Authorized translation from the English language edition, entitled BROCK BIOLOGY OF MICROOGANISMS, 14th Edition by MICHAEL MADIGAN; JOHN MARTINKO; KELLY BENDER; DANIEL BUCKLEY; DAVID STAHL, published by Pearson Education,Inc., publishing as Benjamin Cummings, Copyright © 2015. All rights reserved. No part of this book may be reproduced or transmitted in any form or by any means, electronic or mechanical, including photocopying, recording or by any information storage retrieval system, without permission from Pearson Education,Inc. Portuguese language edition published by Grupo A Educação S.A.,Copyright © 2016.

Tradução autorizada a partir do original em língua inglesa da obra intitulada BROCK BIOLOGY OF MICROOGANISMS, 14ª Edição, autoria de MICHAEL MADIGAN; JOHN MARTINKO; KELLY BENDER; DANIEL BUCKLEY; DAVID STAHL, publicado por Pearson Education, Inc., sob o selo de Benjamin Cummings, Copyright © 2015. Todos os direitos reservados. Este livro não poderá ser reproduzido nem em parte nem na íntegra, nem ter partes ou sua íntegra armazenado em qualquer meio, seja mecânico ou eletrônico, inclusive fotorreprogravação, sem permissão da Pearson Education,Inc. A edição em língua portuguesa desta obra é publicada por Grupo A Educação S.A., Copyright © 2016

Gerente editorial: Letícia Bispo de Lima Colaboraram nesta edição: Editora: Simone de Fraga Arte sobre capa original: Márcio Monticelli Preparação de originais: Carla Romanelli e Marquieli Oliveira Leitura final: Carine Garcia Prates Editoração: Techbooks

Catalogação na publicação: Poliana Sanchez de Araujo CRB-10/2094

Madigan[et al.] ; [tradução : Alice Freitas Versiani ... [et

M626 Microbiologia de Brock [recurso eletrônico] / Michael T. al.] ; revisão técnica: Flávio Guimarães da Fonseca]. – 14. ed. – Porto Alegre : Artmed, 2016.

Editado como livro impresso em 2016. ISBN 978-85-8271-298-6

1. Biologia. 2. Microbiologia. I. Madigan, Michael T. CDU 579

Michael T. Madigan recebeu o título de bacharel em Biologia e Educação pela Wisconsin State University, em Stevens Point (1971), e os graus de mestre (1974) e Ph.D. (1976) em Bacteriologia pela University of Wisconsin-Madison. Sua pesquisa de pós-graduação abordou o estudo das bactérias termais Chloroflexus no laboratório de Thomas Brock. Após três anos de pós-doutorado na Indiana University, mudou-se para a Southern Illinois University Carbondale, onde atuou como professor de Microbiologia Introdutória e Diversidade Bacteriana por 3 anos. Em 1988, Mike foi eleito professor destaque do College of Science e, em 1993, pesquisador de excelência. Em 2001, ele recebeu o SIUC Outstanding Scholar Award. Em 2003, ele recebeu o Carski Award for Distinguished Undergraduate Teaching da American Society for Microbiology, e é fellow eleito da American Academy of Microbiology. Sua pesquisa tem como foco as bactérias que habitam ambientes extremos, e durante os últimos 15 anos ele tem estudado a microbiologia da Antártida. Além de pesquisador, Mike foi coeditor de um importante tratado sobre bactérias fototróficas e trabalhou por 10 anos como editor-chefe da revista Archives of Microbiology. Atualmente, faz parte do conselho editorial das revistas científicas Environmental Microbiology e Antonie van Leeuwenhoek. Outros interesses de Mike são a silvicultura, a natação e a leitura, além de cuidar de seus cachorros e cavalos. Ele vive em um lago tranquilo com sua esposa, Nancy, quatro cães (Gaino, na frente na foto, falecido em 30 de setembro de 2013; Pepto, atrás na foto; Peanut e Merry) e três cavalos (Eddie, Gwen e Festus).

John M. Martinko recebeu o título de bacharel em Biologia pela Cleveland State University. Em seguida, trabalhou na Case Western Reserve University, desenvolvendo pesquisas sobre a sorologia e a epidemiologia de Streptococcus pyogenes. Seu trabalho de doutorado na State University of New York, em Buffalo, abordou a especificidade e o idiótipos de anticorpos. Como pós-doutor, trabalhou na Albert Einstein College of Medicine, em New York, estudando a estrutura das proteínas do complexo de histocompatibilidade principal. Desde 1981, atua no Departamento de Microbiologia da Southern Illinois University Carbondale, onde já foi professor associado e diretor do Programa de Pós-Graduação em Biologia Molecular, Microbiologia e Bioquímica. Seus interesses de pesquisa estão centrados nas relações estrutura-função das proteínas do sistema imune, incluindo imunoglobulinas, os receptores de células T e as proteínas de histocompatibilidade principais. Sua atuação acadêmica inclui um curso avançado em imunologia, bem como instruções sobre imunologia e inflamação para estudantes de medicina.

Em 2007, recebeu o Southern Illinois University Outstanding Teaching Award, por sua contribuição à educação. É ativo em uma série de programas para estudantes pré-universitários e professores. Também é membro do corpo docente da Bard College, em seu programa inovador Citizen Science, um laboratório interativo, informatizado, voltado para problemas de aprendizagem do currículo de ciências, que introduz aos alunos calouros o pensamento crítico por meio da descoberta e aplicação de princípios científicos. Foi presidente do Institutional Animal Care and Use Committee da SIUC e atua como consultor na área de cuidados com os animais. É também é um ávido jogador de golfe e ciclista. John vive em Carbondale com sua esposa, Judy, professora de ciências no Ensino Médio.

Kelly S. Bender recebeu o título de bacharel em Biologia pela Southeast Missouri State University (1999) e o Ph.D. (2003) em Biologia Molecular, Microbiologia e Bioquímica pela Southern Illinois University Carbondale. Sua dissertação teve foco na genética de bactérias redutoras de perclorato. Durante seu pós-doutorado, Kelly trabalhou na regulação genética de bactérias redutoras de sulfato no laboratório de Judy Wall, na University of Missouri-Columbia. Ela também completou um programa em Biotecnologia Transatlântica na Uppsala University, Sweden, pesquisando pequenos RNAs reguladores em bactérias. Em 2006, Kelly voltou à sua instituição de origem, Southern Illinois University Carbondale, como professora assistente do Departamento de Microbiologia, sendo efetivada e promovida à professora associada em 2012. Entre os diferentes assuntos a que seu laboratório se dedica, incluem-se a regulação das respostas de estresse por pequenos RNAs, dinâmica de comunidades microbianas de sítios impactados pela drenagem ácida de mina e biorremediação de urânio por bactérias redutoras de metal e sulfato. Kelly ministra cursos em genética microbiana e biologia molecular, atuou em vários painéis de revisão de verbas federais e é membro ativo da American Society for Microbiology. Ciclismo, culinária e passar o tempo com a família, os amigos e seu schnauzer miniatura, Pepper, são outros de seus interesses.

Sobre os autores vi SOBRE OS AUTORES

Daniel H. Buckley é professor associado da Cornell University, no Department of Crop and Soil. Recebeu seu título de bacharel em Microbiologia (1994) pela University of Rochester, e seu Ph.D. em Microbiologia (2000) pela Michigan State University. Sua pesquisa de pós-graduação teve foco na ecologia de comunidades microbianas do solo e foi conduzida no laboratório de Thomas M. Schmidt, afiliado com o MSU Center for Microbial Ecology. A pesquisa de pós-doutorado de Dan avaliou as ligações entre a diversidade microbiana e a biogeoquímica em tapetes microbianos marinhos e estromatólitos, e foi realizada no laboratório de Pieter T. Visscher na University of Connecticut. Dan ingressou no corpo docente da Cornell em 2003. Seu programa de pesquisa investiga a ecologia e a evolução de comunidades microbianas em solos, com foco nas causas e consequências da diversidade microbiana. Lecionou cursos introdutórios e avançados em Microbiologia, Diversidade Microbiana e Genômica Microbiana. Recebeu um prêmio em 2005, National Science Foundation Faculty Early Career Development

(CAREER), pela excelência na integração da pesquisa e da educação. Atuou como Diretor do Graduate Field of Soil an Crop Sciences da Cornell University, e como Codiretor do Marine Biological Laboratory Microbial Diversity Summer Course, em Woods Hole, Massachusetts. Atualmente, ele atua nos conselhos editoriais das revistas científicas Applied and Environmental Microbiology e Environmental Microbiology. Dan vive em Ithaca, New York, com sua esposa, Merry, e os filhos, Finn e Colin. Dan aprecia corrida e uma variedade de esportes ao ar livre, mas, acima de tudo, gosta de pescar com seus meninos.

David A. Stahl recebeu o título de bacharel em Microbiologia pela University of Washington, Seattle, e concluiu seus estudos de pós-graduação em Filogenia Microbiana e Evolução com Carl Woese, no Departamento de Microbiologia da University of Illinois, em Urbana-Champaign. Os trabalhos posteriores como pós-doutor e pesquisador associado com Norman Pace, no National Jewish Hospital, no Colorado, envolveram aplicações iniciais de análises de sequências, baseadas no RNAr 16S, para o estudo de comunidades microbianas naturais. Em 1984, Dave se juntou ao corpo docente da University of Illinois, inicialmente nos departamentos de Medicina Veterinária, Microbiologia e Engenharia Civil. Em 1994, mudou-se para o Departamento de Engenharia Civil da Northwestern University, e, em 2000, retornou à University of Washington como professor nos departamentos de Microbiologia e Engenharia Ambiental e Civil. Dave é conhecido por seu trabalho em evolução microbiana, ecologia e sistemática e recebeu o Bergey Award de 1999 e o ASM Procter & Gamble Award 2006 em Microbiologia Aplicada e Ambiental. É fellow da American Academy of Microbiology e membro da National Academy of Engineering. Seus principais interesses de pesquisa envolvem a biogeoquímica do nitrogênio e do enxofre e as comunidades microbianas que sustentam os ciclos de nutrientes associados. Seu laboratório foi o primeiro a cultivar arqueias oxidantes de amônia, um grupo que se acredita ser o mediador-chave desse processo no ciclo do nitrogênio. Dave lecionou vários cursos de Microbiologia Ambiental, foi um dos editores fundadores da revista científica Environmental Microbiology e atuou em vários comitês de consultoria. Fora do laboratório, Dave gosta de caminhar, andar de bicicleta, passar o tempo com a família, ler bons livros de ficção científica e, com sua esposa Lin, reformar uma antiga casa de fazenda em Bainbridge Island.

Michael T. Madigan Dedico este livro à memória de meu velho amigo, Snuffy. Eu certamente sinto saudades daquelas longas caminhadas, só você e eu.

John M. Martinko Dedico este livro à minha mãe, Lottie, que inspirou todos os seus filhos a se realizarem e se sobressaírem.

Kelly S. Bender Dedico este livro à memória de minha avó, Alberta, cujo maior arrependimento na vida foi não ter conseguido frequentar a escola além da 5a série.

Daniel H. Buckley Dedico este livro a Merry. Obrigado por compartilhar desta aventura e de todas as outras.

David A. Stahl Dedico este livro à minha mulher, Lin, meu amor e aquela que me ajuda a manter as coisas importantes em perspectiva.

Dedicatória

Esta página foi deixada em branco intencionalmente. Esta página foi deixada em branco intencionalmente.

Um livro é uma entidade complexa e emerge das contribuições de uma grande equipe. Além dos autores, a equipe é composta por pessoas de dentro e de fora da Pearson. A editora de aquisições, Kelsey Churchman, e a editora associada, Nicole McFadden, ambas da Pearson, foram as “mãos na roda” do editorial. Kelsey preparou o caminho para a 14ª edição do Microbiologia de Brock e habilmente conduziu o livro em torno dos desafios inerentes a todo grande projeto de livro acadêmico. Nicole ficou responsável pelas operações rotineiras da equipe, processando os originais e mantendo o cronograma em dia. Agradecemos a Kelsey e a Nicole por sua dedicação e profissionalismo ao acompanhar a 14ª edição desta obra até a sua conclusão.

A equipe de design e produção em San Francisco foi composta por Michele Mangelli (Mangelli Productions), Yvo Riezebos (Tandem Creative, Inc.) e Elisheva Marcus (Pearson). Michele gerenciou a equipe de produção e a manteve focada na missão e no orçamento. A magia artística de Yvo é evidente nos belos designs de texto e na capa desta edição. Elisheva (Ellie) foi nossa editora de desenvolvimento da arte e criou o novo projeto gráfico, que os leitores irão imediatamente apreciar por sua clareza, consistência e modernidade. Ellie e sua ampla experiência na ciência e na arte são evidentes em todo o livro, e suas contribuições aperfeiçoaram esta edição. Obrigado, Michele, Yvo e Ellie. Agradecemos também à equipe de arte da Imagineering (Toronto), por ajudar os autores a tornarem a obra ainda mais didática e por suas excelentes sugestões em relação ao projeto gráfico.

(Parte 1 de 11)

Comentários