Nbr 5410 - 2005 - Instalações Elétricas BT - Comentada

Nbr 5410 - 2005 - Instalações Elétricas BT - Comentada

(Parte 1 de 7)

© ABNT 2004

Instalações elétricas de baixa tensão Electrical installations of buildings ? Low voltage

Palavra-chave: Instalação elétrica em edificação. Descriptor: Electrical installation of building.

Número de referência ABNT NBR 5410:2004 209 páginas

Segunda edição 30.09.2004

Válida a partir de 31.03.2005

ABNT NBR 5410:2004 ii© ABNT 2004 ? Todos os direitos reservados

© ABNT 2004 Todos os direitos reservados. A menos que especificado de outro modo, nenhuma parte desta publicação pode ser reproduzida ou utilizada em qualquer forma ou por qualquer meio, eletrônico ou mecânico, incluindo fotocópia e microfilme, sem permissão por escrito pela ABNT.

Sede da ABNT Av. Treze de Maio, 13 ? 28º andar 20003-900 ? Rio de Janeiro ? RJ Tel.: + 5 21 3974-2300 Fax: + 5 21 2220-1762 abnt@abnt.org.br w.abnt.org.br

Impresso no Brasil

ABNT NBR 5410:2004

© ABNT 2004 ? Todos os direitos reservadosiii

Prefáciovii
1 Objetivo1
2 Referências normativas2
3 Definições7
3.1 Componentes da instalação7
3.2 Proteção contra choques elétricos7
eletromagnéticas7
3.4 Linhas elétricas8
3.5 Serviços de segurança9
4 Princípios fundamentais e determinação das características gerais10
4.1 Princípios fundamentais10
4.1.1 Proteção contra choques elétricos10
4.1.2 Proteção contra efeitos térmicos10
4.1.3 Proteção contra sobrecorrentes10
4.1.4 Circulação de correntes de falta10
4.1.5 Proteção contra sobretensões10
4.1.6 Serviços de segurança10
4.1.7 Desligamento de emergência1
4.1.8 Seccionamento1
4.1.9 Independência da instalação elétrica1
4.1.10 Acessibilidade dos componentes1
4.1.1 Seleção dos componentes1
4.1.12 Prevenção de efeitos danosos ou indesejados1
4.1.13 Instalação dos componentes1
4.1.14 Verificação da instalação12
4.1.15 Qualificação profissional12
4.2 Determinação das características gerais12
4.2.1 Utilização e demanda ? Potência de alimentação12
4.2.2 Esquema de distribuição13
4.2.3 Alimentações17
4.2.4 Serviços de segurança18
4.2.5 Divisão da instalação18
4.2.6 Classificação das influências externas19
4.2.7 Compatibilidade34
4.2.8 Manutenção34
5 Proteção para garantir segurança35
5.1 Proteção contra choques elétricos35
5.1.1 Introdução35
5.1.2 Medidas de proteção36
5.1.3 Proteção adicional48
5.1.4 Aplicação das medidas de proteção contra choques elétricos50
5.1.5 Proteção parcial contra choques elétricos51
5.1.6 Omissão da proteção contra choques elétricos53
5.2 Proteção contra efeitos térmicos56
5.2.1 Generalidades56
5.2.2 Proteção contra incêndio56

Sumário Página 3.3 Proteção contra choques elétricos e proteção contra sobretensões e perturbações 5.2.3 Proteção contra queimaduras .......................................................................................................60

ABNT NBR 5410:2004

5.3 Proteção contra sobrecorrentes61
5.3.1 Generalidades61
5.3.2 Proteção de acordo com a natureza dos circuitos61
5.3.3 Natureza dos dispositivos de proteção62
5.3.4 Proteção contra correntes de sobrecarga63
5.3.5 Proteção contra correntes de curto-circuito65
5.3.6 Coordenação entre a proteção contra sobrecargas e a proteção contra curtos-circuitos68
5.3.7 Limitação das sobrecorrentes através das características da alimentação68
5.4 Proteção contra sobretensões e perturbações eletromagnéticas69
5.4.1 Proteção contra sobretensões temporárias69
5.4.2 Proteção contra sobretensões transitórias69
5.4.3 Prevenção de influências eletromagnéticas nas instalações e seus componentes71
5.5 Proteção contra quedas e faltas de tensão73
5.6 Seccionamento e comando73
5.6.1 Introdução73
5.6.2 Generalidades73
5.6.3 Seccionamento73
5.6.4 Seccionamento para manutenção mecânica74
5.6.5 Seccionamento de emergência e parada de emergência75
5.6.6 Comando funcional75
6 Seleção e instalação dos componentes76
6.1 Prescrições comuns a todos os componentes da instalação76
6.1.1 Generalidades76
6.1.2 Conformidade com as normas76
6.1.3 Condições de serviço e influências externas7
6.1.4 Acessibilidade86
6.1.5 Identificação dos componentes86
6.1.6 Independência dos componentes87
6.1.7 Compatibilidade eletromagnética87
6.1.8 Documentação da instalação87
6.2 Seleção e instalação das linhas elétricas8
6.2.1 Generalidades8
6.2.2 Tipos de linhas elétricas8
6.2.3 Condutores8
6.2.4 Seleção e instalação em função das influências externas95
6.2.5 Capacidades de condução de corrente98
6.2.6 Condutores de fase e condutor neutro113
6.2.7 Quedas de tensão115
6.2.8 Conexões116
6.2.9 Condições gerais de instalação117
6.2.10 Disposição dos condutores119
6.2.1 Prescrições para instalação120
6.3 Dispositivos de proteção, seccionamento e comando125
6.3.1 Generalidades125
6.3.2 Prescrições comuns125
visando proteção contra choques elétricos125
6.3.4 Dispositivos de proteção contra sobrecorrentes127
6.3.5 Dispositivos de proteção contra surtos (DPS)130
6.3.6 Coordenação entre diferentes dispositivos de proteção138
6.3.7 Dispositivos de seccionamento e de comando138
6.4 Aterramento e eqüipotencialização142
6.4.1 Aterramento142
6.4.2 Eqüipotencialização145
6.4.3 Condutores de proteção (PE)147
6.4.4 Condutores de eqüipotencialização152
6.4.5 Eqüipotencialização funcional152
6.4.6 Aterramento por razões funcionais153

iv© ABNT 2004? Todos os direitos reservados 6.3.3 Dispositivos destinados a assegurar o seccionamento automático da alimentação 6.4.7 Aterramento combinado (funcional e de proteção)....................................................................153

ABNT NBR 5410:2004

6.5 Outros componentes154
6.5.1 Motores elétricos154
6.5.2 Bateria de acumuladores156
6.5.3 Tomadas de corrente e extensões156
6.5.4 Conjuntos de proteção, manobra e comando157
6.5.5 Equipamentos de utilização158
6.6 Serviços de segurança160
6.6.6 Fontes de segurança161
6.6.7 Circuitos de segurança162
6.6.8 Equipamentos de utilização163
7 Verificação final163
7.1 Prescrições gerais163
7.2 Inspeção visual163
7.3 Ensaios164
7.3.1 Prescrições gerais164
suplementares164
7.3.3 Resistência de isolamento da instalação165
7.3.4 Resistência de isolamento aplicável a SELV, PELV e separação elétrica165
automático da alimentação165
7.3.6 Ensaio de tensão aplicada167
7.3.7 Ensaios de funcionamento168
8 Manutenção168
8.1 Periodicidade168
8.2 Qualificação do pessoal168
8.3 Verificações de rotina ? Manutenção preventiva168
8.3.1 Condutores168
8.3.2 Quadros de distribuição e painéis169
8.3.3 Equipamentos móveis169
8.3.4 Ensaios169
8.3.5 Ensaio geral169
8.4 Manutenção corretiva169
9 Requisitos complementares para instalações ou locais específicos170
9.1 Locais contendo banheira ou chuveiro170
9.1.1 Campo de aplicação170
9.1.2 Determinação das características gerais170
9.1.3 Proteção para garantir segurança173
9.1.4 Seleção e instalação dos componentes173
9.2 Piscinas175
9.2.1 Campo de aplicação175
9.2.2 Determinação das características gerais175
9.2.3 Proteção para garantir segurança176
9.2.4 Seleção e instalação dos componentes177
9.3 Compartimentos condutivos179
9.3.1 Campo de aplicação179
9.3.2 Alimentação de ferramentas portáteis e de aparelhos de medição portáteis179
9.3.3 Alimentação de lâmpadas portáteis180
9.3.4 Alimentação dos equipamentos fixos180
9.3.5 SELV180
9.3.6 Separação elétrica individual180
9.4 Locais contendo aquecedores de sauna180
9.4.1 Campo de aplicação180
9.4.2 Classificação dos volumes180
9.4.3 Proteção para garantir segurança181
9.4.4 Seleção e instalação dos componentes181
9.5 Locais de habitação182

©ABNT 2004 ? Todos os direitos reservadosv 7.3.2 Continuidade dos condutores de proteção, incluindo as eqüipotencializações principal e 7.3.5 Verificação das condições de proteção por eqüipotencialização e seccionamento 9.5.1 Campo de aplicação.....................................................................................................................182

ABNT NBR 5410:2004

9.5.2 Previsão de carga182
9.5.3 Divisão da instalação184
9.5.4 Proteção contra sobrecorrentes184
Anexo A (normativo) Faixas de tensão185
Anexo B(normativo) Meios de proteção básica (contra choques elétricos)186
B.1 Isolação (básica) das partes vivas186
B.2 Uso de barreiras ou invólucros186
Anexo C (normativo)Influências externas e proteção contra choques elétricos)188
C.1 Influências externas determinantes188
C.2 Situações 1, 2 e 3188
C.3 Tensão de contato limite189
Anexo D (informativo) Proteção de condutores em paralelo contra sobrecorrentes190
D.1 Introdução190
D.2 Proteção contra sobrecarga de condutores em paralelo190
D.3 Proteção contra curtos-circuitos de condutores em paralelo192

vi© ABNT 2004? Todos os direitos reservados

ainda, níveis de proteção contra surtos)195
E.1 Introdução195
E.2 As categorias195

Anexo E(informativo) Categorias de suportabilidade a impulsos (categorias de sobretensões ou,

correntes de fase for superior a 3%196
F.1 Determinação da corrente de neutro196
F.2 Caso de condutores isolados ou cabos unipolares197
F.3 Caso de cabos tetra e pentapolares197
Anexo G (informativo) Eqüipotencialização principal198

Anexo F(informativo)Seção do condutor neutro quando o conteúdo de terceira harmônica das

(dispositivos DR)200
H.1.1 Método 1 (ver figura H.1)200
H.1.2 Método 2 (ver figura H.2)200
H.1.3 Método 3201
Anexo J (normativo) Medição da resistência de aterramento202
J.1.1 Método 1 (ver figura J.1)202
J.1.2 Método 2203
Anexo K (normativo)Medição da impedância do percurso da corrente de falta204
de tensão (ver figura K.1)204

Anexo H(normativo) Verificação da atuação de dispositivos a corrente diferencial-residual K.1 Método 1 ? Medição da impedância do percurso da corrente de falta por meio da queda

separada (ver figura K.2)205
Anexo L (normativo) Medição da resistência dos condutores de proteção207

K.2 Método 2 ? Medição da impedância do percurso da corrente de falta por meio de fonte Anexo M (normativo) Ensaio de tensão aplicada .....................................................................................209

ABNT NBR 5410:2004

©ABNT 2004 ? Todos os direitos reservadosvii

Prefácio

A Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT) é o Fórum Nacional de Normalização. As Normas Brasileiras, cujo conteúdo é de responsabilidade dos Comitês Brasileiros (ABNT/CB), dos Organismos de Normalização Setorial (ABNT/ONS) e das Comissões de Estudo Especiais Temporárias (ABNT/CEET), são elaboradas por Comissões de Estudo (CE), formadas por representantes dos setores envolvidos, delas fazendo parte: produtores, consumidores e neutros (universidades, laboratórios e outros).

A ABNT NBR 5410 foi elaborada no Comitê Brasileiro de Eletricidade (ABNT/CB-03), pela Comissão de Estudo de Instalações Elétricas de Baixa Tensão (CE?03:064.01). O Projeto circulou em Consulta Pública conforme Edital nº 09, de 30.09.2003, com o número Projeto NBR 5410.

A partir de 31 de março de 2005, esta Norma deverá cancelar e substituir a edição anterior (ABNT NBR 5410:1997), a qual foi tecnicamente revisada.

Esta Norma contém os anexos A, B, C, H, J, K, L e M, de caráter normativo, e os anexos D, E, F e G, de caráter informativo.

NORMA BRASILEIRAABNT NBR 5410:2004

© ABNT 2004 ? Todos os direitos reservados1

Instalações elétricas de baixa tensão

1 Objetivo

1.1Esta Norma estabelece as condições a que devem satisfazer as instalações elétricas de baixa tensão, a fim de garantir a segurança de pessoas e animais, o funcionamento adequado da instalação e a conservação dos bens.

1.2Esta Norma aplica-se principalmente às instalações elétricas de edificações, qualquer que seja seu uso (residencial, comercial, público, industrial, de serviços, agropecuário, hortigranjeiro, etc.), incluindo as pré-fabricadas.

1.2.1Esta Norma aplica-se também às instalações elétricas:

a) em áreas descobertas das propriedades, externas às edificações; b) de reboques de acampamento (trailers), locais de acampamento (campings), marinas e instalações análogas; e c) de canteiros de obra, feiras, exposições e outras instalações temporárias. 1.2.2Esta Norma aplica-se:

a) aos circuitos elétricos alimentados sob tensão nominal igual ou inferior a 1 0 V em corrente alternada, com freqüências inferiores a 400 Hz, ou a 1 500 V em corrente contínua; b) aos circuitos elétricos, que não os internos aos equipamentos, funcionando sob uma tensão superior a 1 0 V e alimentados através de uma instalação de tensão igual ou inferior a 1 0 V em corrente alternada (por exemplo, circuitos de lâmpadas a descarga, precipitadores eletrostáticos etc.); c) a toda fiação e a toda linha elétrica que não sejam cobertas pelas normas relativas aos equipamentos de utilização; e d) às linhas elétricas fixas de sinal (com exceção dos circuitos internos dos equipamentos).

NOTA A aplicação às linhas de sinal concentra-se na prevenção dos riscos decorrentes das influências mútuas entre essas linhas e as demais linhas elétricas da instalação, sobretudo sob os pontos de vista da segurança contra choques elétricos, da segurança contra incêndios e efeitos térmicos prejudiciais e da compatibilidade eletromagnética.

1.2.3Esta Norma aplica-se às instalações novas e a reformas em instalações existentes.

NOTA Modificações destinadas a, por exemplo, acomodar novos equipamentos elétricos, inclusive de sinal, ou substituir equipamentos existentes, não caracterizam necessariamente uma reforma geral da instalação.

1.3Esta Norma não se aplica a:

a) instalações de tração elétrica; b) instalações elétricas de veículos automotores; c) instalações elétricas de embarcações e aeronaves;

ABNT NBR 5410:2004

2© ABNT 2004 ? Todos os direitos reservados d) equipamentos para supressão de perturbações radioelétricas, na medida que não comprometam a segurança das instalações; e) instalações de iluminação pública; f) redes públicas de distribuição de energia elétrica; g) instalações de proteção contra quedas diretas de raios. No entanto, esta Norma considera as conseqüências dos fenômenos atmosféricos sobre as instalações (por exemplo, seleção dos dispositivos de proteção contra sobretensões); h) instalações em minas; i) instalações de cercas eletrificadas (ver IEC 60335-2-76).

1.4Os componentes da instalação são considerados apenas no que concerne à sua seleção e condições de instalação. Isto é igualmente válido para conjuntos em conformidade com as normas a eles aplicáveis.

1.5A aplicação desta Norma não dispensa o atendimento a outras normas complementares, aplicáveis a instalações e locais específicos.

NOTA São exemplos de normas complementares a esta Norma as ABNT NBR 13534, ABNT NBR 13570 e ABNT NBR 5418.

1.6A aplicação desta Norma não dispensa o respeito aos regulamentos de órgãos públicos aos quais a instalação deva satisfazer.

1.7As instalações elétricas cobertas por esta Norma estão sujeitas também, naquilo que for pertinente, às normas para fornecimento de energia estabelecidas pelas autoridades reguladoras e pelas empresas distribuidoras de eletricidade.

2 Referências normativas

As normas relacionadas a seguir contêm disposições que, ao serem citadas neste texto, constituem prescrições para esta Norma. As edições indicadas estavam em vigor no momento desta publicação. Como toda norma está sujeita a revisão, recomenda-se àqueles que realizam acordos com base nesta que verifiquem a conveniência de se usarem as edições mais recentes das normas citadas a seguir. A ABNT possui a informação das normas em vigor em um dado momento.

ABNT NBR 5361:1998 ? Disjuntores de baixa tensão ABNT NBR 5413:1992 ? Iluminância de interiores ? Procedimento ABNT NBR 5418:1995 ? Instalações elétricas em atmosferas explosivas ABNT NBR 5419:2001 ? Proteção de estruturas contra descargas atmosféricas

ABNT NBR 5597:1995 ? Eletroduto rígido de aço-carbono e acessórios com revestimento protetor, com rosca ANSI/ASME B1.20.1 ? Especificação

ABNT NBR 5598:1993 ? Eletroduto rígido de aço-carbono com revestimento protetor, com rosca ABNT NBR 6414 ? Especificação

ABNT NBR 5624:1993 ? Eletroduto rígido de aço-carbono, com costura, com revestimento protetor e rosca ABNT NBR 8133 ? Especificação

ABNT NBR 6147:2000? Plugues e tomadas para uso doméstico e análogo? Especificação

ABNT NBR 5410:2004

© ABNT 2004 ? Todos os direitos reservados3

ABNT NBR 6150:1980 ? Eletrodutos de PVC rígido ? Especificação

ABNT NBR 6524:1998 ? Fios e cabos de cobre duro e meio duro com ou sem cobertura protetora para instalações aéreas ? Especificação

ABNT NBR 6527:2000 ? Interruptores para instalação elétrica fixa doméstica e análoga ? Especificação ABNT NBR 6812:1995 ? Fios e cabos elétricos ? Queima vertical (fogueira) ? Método de ensaio ABNT NBR 7094:2003 ? Máquinas elétricas girantes ? Motores de indução ? Especificação

ABNT NBR 7285:2001 ? Cabos de potência com isolação extrudada de polietileno termofixo (XLPE) para tensão de 0,6 kV/1 kV ? Sem cobertura ? Especificação

ABNT NBR 7286:2001 ? Cabos de potência com isolação extrudada de borracha etileno-propileno (EPR) para tensões de 1 kV a 35 kV ? Requisitos de desempenho

ABNT NBR 7287:1992 ? Cabos de potência com isolação sólida extrudada de polietileno reticulado (XLPE) para tensões de isolamento de 1 kV a 35 kV ? Especificação

ABNT NBR 7288:1994 ? Cabos de potência com isolação sólida extrudada de cloreto de polivinila (PVC) ou polietileno (PE) para tensões de 1 kV a 6 kV ? Especificação

ABNT NBR 8661:1997 ? Cabos de formato plano com isolação extrudada de cloreto de polivinila (PVC) para tensão até 750 V ? Especificação

ABNT NBR 9313:1986 ? Conectores para cabos de potência isolados para tensões até 35 kV ? Condutores de cobre ou alumínio ? Especificação

ABNT NBR 9326:1986 ? Conectores para cabos de potência ? Ensaios de ciclos térmicos e curto-circuito ? Método de ensaio

ABNT NBR 9513:1986 ? Emendas para cabos de potência isolados para tensões até 750 V ? Especificação ABNT NBR 9518:1997 ? Equipamentos elétricos para atmosferas explosivas ? Requisitos gerais

ABNT NBR 11301:1990 ? Cálculo da capacidade de condução de corrente de cabos isolados em regime permanente (fator de carga 100%) ? Procedimento

ABNT NBR 13248:2000 ? Cabos de potência e controle e condutores isolados sem cobertura, com isolação extrudada e com baixa emissão de fumaça para tensões até 1 kV ? Requisitos de desempenho

ABNT NBR 13249:2000 ? Cabos e cordões flexíveis para tensões até 750 V ? Especificação ABNT NBR 13300:1995 ? Redes telefônicas internas em prédios ? Terminologia

ABNT NBR 13534:1995 ? Instalações elétricas em estabelecimentos assistenciais de saúde ? Requisitos para segurança

ABNT NBR 13570:1996 ? Instalações elétricas em locais de afluência de público ? Requisitos específicos

ABNT NBR 14136:2002 ? Plugues e tomadas para uso doméstico e análogo até 20 A/250 V em corrente alternada ? Padronização

ABNT NBR 14306:1999 ? Proteção elétrica e compatibilidade eletromagnética em redes internas de telecomunicações em edificações ? Projeto

ABNT NBR IEC 60050 (826):1997 ? Vocabulário eletrotécnico internacional ? Capítulo 826: Instalações elétricas em edificações

ABNT NBR 5410:2004

4© ABNT 2004 ? Todos os direitos reservados

ABNT NBR IEC 60269-1:2003 ? Dispositivos fusíveis de baixa tensão ? Parte 1: Requisitos gerais

ABNT NBR IEC 60269-2:2003 ? Dispositivos fusíveis de baixa tensão ? Parte 2: Requisitos adicionais para dispositivos fusíveis para uso por pessoas autorizadas (dispositivos fusíveis principalmente para aplicação industrial)

ABNT NBR IEC 60269-3:2003 ? Dispositivos fusíveis de baixa tensão ? Parte 3: Requisitos suplementares para dispositivos fusíveis para uso por pessoas não qualificadas (dispositivos fusíveis principalmente para aplicações domésticas e similares)

ABNT NBR IEC 60439-1:2003 ? Conjuntos de manobra e controle de baixa tensão ? Parte 1: Conjuntos com ensaio de tipo totalmente testados (TTA) e conjuntos com ensaio de tipo parcialmente testados (PTTA)

ABNT NBR IEC 60439-3:2004 ? Conjuntos de manobra e controle de baixa tensão ? Parte 3: Requisitos particulares para montagem de acessórios de baixa tensão destinados a instalação em locais acessíveis a pessoas não qualificadas durante sua utilização ? Quadros de distribuição

ABNT NBR IEC 60947-2:1998 ? Dispositivos de manobra e comando de baixa tensão ? Parte 2: Disjuntores

ABNT NBR NM 247-3:2002 ? Cabos isolados com policloreto de vinila (PVC) para tensões nominais até 450/750 V, inclusive ? Parte 3: Condutores isolados (sem cobertura) para instalações fixas (IEC 60227-3,MOD)

ABNT NBR NM 60898:2004 ? Disjuntores para proteção de sobrecorrentes para instalações domésticas e similares (IEC 60898:1995, MOD)

IEC 60038:2002 ? IEC standard voltages IEC 60079-0:2004 ? Electrical apparatus for explosive gas atmosphere ? Part 0: General requirements

IEC 60079-14:2002 ? Electrical apparatus for explosive gas atmospheres ? Part 14: Electrical installations in hazardous areas (other than mines)

IEC 60146-2:1999 ? Semiconductor converters ? Part 2: Self-commutated semiconductor converters including direct d.c. converters

IEC 60255-2-1:1988 ? Electrical relays - Part 2: Electrical disturbance tests for measuring relays and protection equipment ? Part 1: 1 MHz burst disturbance tests

IEC 60309-1:1999 ? Plugs, socket-outlets and couplers for industrial purposes ? Part 1: General requirements

IEC 60335-2-76:2002 ? Household and similar electrical appliances ? Safety ? Part 2-76: Particular requirements for electric fence energizers

IEC 60364-5-51:2001 ? Electrical installations of buildings ? Part 5-51: Selection and erection of electrical equipment ? Common rules

IEC 60364-5-52:2001 ? Electrical installations of buildings ? Part 5-52: Selection and erection of electrical equipment ? Wiring systems

IEC 60364-5-54:2002 ? Electrical installations of buildings ? Part 5-54: Selection and erection of electrical equipment ? Earthing arrangements, protective conductors and protective bonding conductors

IEC 60439-2:2000 ? Low-voltage switchgear and controlgear assemblies ? Part 2: Particular requirements for busbar trunking systems (busways)

IEC 60439-4:2004 ? Low-voltage switchgear and controlgear assemblies ? Part 4: Particular requirements for assemblies for construction sites (ACS)

ABNT NBR 5410:2004

© ABNT 2004 ? Todos os direitos reservados5

IEC 60439-5:1998 ? Low-voltage switchgear and controlgear assemblies ? Part 5: Particular requirements for assemblies intended to be installed outdoors in public places ? Cable distribution cabinets (CDCs) for power distribution in networks

IEC 60529:2001 ? Degrees of protection provided by enclosures (IP Code)

IEC 60598-2-18:1993 ? Luminaires ? Part 2: Particular requirements ? Section 18: Luminaires for swimming pools and similar applications

(Parte 1 de 7)

Comentários