Ebook Redação

Ebook Redação

A REDAÇÃO do ENEM

Redação ENEM

O ENEM tá chegando! As provas acontecem nos dias 05 e 06 de novembro e mais de 9 milhões de pessoas se inscreveram para fazer o Exame.

E como estão os estudos? Estão preparados?

aí, se acalme, nem é um bicho de sete cabeças assimNeste

Hoje resolvemos falar sobre a tão temida redação! Mas espera e-book vamos mostrar para vocês como fazer aquela redação bacana e 10 possíveis temas relacionados a Biologia que podem cair na prova de 2016.

O ENEM exige que o estudante produza um texto em prosa, do tipo dissertativo-argumentativo sobre um tema de ordem social, científica, cultural ou política. No texto você deve defender uma tese, opinando sobre o tema proposto, baseando-se em argumentos consistentes de forma coesa e coerente.

Por fim, você deve elaborar uma proposta de intervenção social para o problema apresentado no desenvolvimento do texto, respeitando os direitos humanos.

Para que você faça um texto 1000, precisa caprichar em todas as competências exigidas. Confira quais são elas a seguir.

Pesquisa, elaboração e diagramação: Biologia Total Feito com muito carinho em 2016. Proibida a reprodução total ou parcial sem prévia autorização.

Red a çã o ENEM

Estude com a gente! w.biologiatotal.com.br

Competência 1: Mostrar domínio da modalidade escrita formal da língua portuguesa

Você deve saber que não pode escrever da mesma forma que você fala. O uso da língua precisa ser formal na redação e você deve dominá-la. Evite gírias, repetições e licenças poéticas. Além disso, não esqueça as regras básicas aprendidas no período escolar: concordância nominal e verbal, regência nominal e verbal, pontuação, entre outras coisas. Aqui até a separação de sílabas é importante!

Competência 2: Compreender a proposta de redação e aplicar conceitos das várias áreas de conhecimento para desenvolver o tema, dentro dos limites estruturais do texto dissertativo-argumentativo em prosa.

Na redação do ENEM você deve evitar um texto apenas expositivo. Aqui é onde você deve mostrar toda sua bagagem de conhecimento, relacionando-a com o tema proposto e apresentando uma defesa de posição e tese sobre o que está sendo abordado. Não deixe sua criatividade ser limitada pelos textos apresentados, mas tenha cuidado para não fugir do tema proposto – este é um dos principais motivos dos zeros nas redações.

Competência 3: Selecionar, relacionar, organizar e interpretar informações, fatos, opiniões e argumentos em defesa de um ponto de vista.

Complementando a competência 2, você precisa conhecer o conteúdo no qual está discutindo para ter bons argumentos, utilizando informações de várias áreas do conhecimento e deixando claro que você está atualizado com aquilo que está ocorrendo no mundo. Aqui é essencial que você tenha coerência no encadeamento das suas ideias.

Competência 4: Demonstrar conhecimento dos mecanismos linguísticos necessários para a construção da argumentação.

Sua redação precisa ser estruturada de forma lógica e formal entre todas as partes. Seus parágrafos e períodos precisam estar conectados de forma coerente e coesa, por isso use e abuse das conjunções, preposições, advérbios e locuções adverbiais.

Competência 5: Elaborar proposta de intervenção para o problema abordado, respeitando os direitos humanos.

Não basta apresentar uma tese e apoiá-la em argumentos, você também precisa oferecer uma proposta de intervenção na vida social. Aqui você precisa mostrar detalhes de como sua proposta pode ser realizada, para que o leitor consiga julgar a capacidade dela ser colocada em prática. Ao redigir seu texto, procure evitar propostas vagas. Busque propostas mais concretas, específicas, consistentes com o desenvolvimento de suas ideias. Além disso, é fundamental que sua proposta respeite os direitos humanos.

Red a çã o ENEM

Estude com a gente! w.biologiatotal.com.br

10 possíveis temas de Biologia na redação do ENEM:

1) O COMBATE AO MOSQUITO AEDES AEGYPTI E A SAÚDE PÚBLICA

O ano de 2016 foi marcado por doenças transmitidas através da picada do mosquito Aedes aegypti. A mais marcante delas foi, sem dúvidas, a Zika. Mas doenças como a Dengue e a Chikungunya também estiveram em evidência. Por isso, o combate ao mosquito transmissor destas doenças pode ser cobrado como tema na redação deste ano.

Aqui vale se informar sobre as diversas estratégias usadas ou pesquisadas para o controle do Aedes aegypti: dispersão de inseticidas, agentes de controle biológico e técnicas moleculares para controle populacional dos mosquitos – os famosos mosquitos transgênicos. Não esqueça das práticas que já são antigas conhecidas, mas ainda assim continuam sendo ignoradas por muitos, como não deixar água acumulada em pneus, vasos e garrafas.

Estas doenças transmitidas pelo A. aegypti são problemas de saúde pública e também podem ser cobradas com outro enfoque. Por isso, também esteja informado sobre as formas de transmissão dos vírus, medidas de prevenção e também o desenvolvimento de vacinas.

2) RESPONSABILIDADE FRENTE ÀS CATÁSTROFES AMBIENTAIS

Poluição por derramamento de petróleo, a “morte” do Rio Doce causada pelo rompimento das barragens em Mariana-MG, o aumento acentuado e acelerado do aquecimento global e outras catástrofes ambientais que continuam ocorrendo no mundo graças às ações humanas também podem ser tema da redação do ENEM 2016.

Esteja por dentro dos impactos que estas catástrofes podem causar à biodiversidade, como a diminuição na entrada de luz solar na água, inviabilizando a fotossíntese – no caso de derramamento de petróleo e

Red a çã o ENEM

Estude com a gente! w.biologiatotal.com.br do rompimento das barragens em Mariana –, bem como das medidas a serem tomadas frente a estes desastres: avaliação emergencial dos impactos causados, medidas para reduzir os impactos causados, levantamento de responsabilidades, aplicação de multas etc.

Além disso, esteja por dentro do que ocorreu na Conferência do Clima realizada em Paris no final de 2015, a COP 21. Neste encontro, representantes de países industrializados e em desenvolvimento prometeram empenhar-se no controle e na redução da emissão de gases responsáveis pelo efeito estufa, a fim de evitar que o planeta se aqueça a um nível crítico.

3) ROMPIMENTO DAS BARRAGENS EM MARIANA: O MAIOR DESASTRE AMBIENTAL DA HISTÓRIA DO BRASIL

Por isso, este assunto pode ser tema da sua redação do ENEM com foco em diferentes aspectos, como nas causas do desastre – teria sido fatalidade ou negligência? –, nas consequências ambientais e/ou sociais, e nas medidas a serem tomadas para a recuperação da bacia.

Lembrando que você deve usar informações de várias áreas de conhecimento para mostrar seu preparo (competência 2). Com relação à biologia, temas como fragmentação e destruição de habitats, perda de biodiversidade, risco de extinção de espécies endêmicas (que ocorrem somente em um determinado local), interrupção do fluxo gênico de espécies entre corpos d’água, mortandade de espécimes em toda uma cadeia trófica, comprometimento da estrutura e função dos ecossistemas e destruição de áreas importantes para a reprodução de espécies podem ser base para seus argumentos no texto.

No final de 2015, o Brasil viveu o drama com o rompimento de duas barragens de mineradora Samarco, deixando um distrito da cidade de Mariana completamente inundado por mais de 62 milhões de litros de rejeitos tóxicos

Além das vidas perdidas para o desastre e dos inúmeros danos sociais, o rio Doce, representante da mais importante bacia hidrográfica do Sudeste, foi contaminado com concentrações enormes de metais pesados, dentre eles o manganês, o alumínio e o ferro. Diversos organismos aquáticos, muitos ainda pouco conhecidos, morreram por asfixia em decorrência da grande quantidade de sólidos em suspensão.

Red a çã o ENEM

Estude com a gente! w.biologiatotal.com.br

4) URBANIZAÇÃO E SUSTENTABILIDADE

Temas como a urbanização e sustentabilidade comumente são cobrados nas questões do ENEM. Fique atento porque eles também podem ser assunto da redação. Para mandar bem você precisa estar por dentro dos impactos que a urbanização tem causado.

Desmatamento, escassez de água, poluição do ar devido o uso excessivo de automóveis e poluição dos mananciais são apenas alguns dos exemplos destes impactos que acompanham o processo de urbanização. Com o crescimento destes fenômenos, torna-se cada vez mais necessário falar em desenvolvimento sustentável, que nada mais é que o desenvolvimento capaz de suprir as necessidades da geração atual sem comprometer a capacidade de atender as necessidades das futuras gerações, isto é, o desenvolvimento que não esgota os recursos para o futuro.

Aqui vale lembrar temas como reciclagem, bicombustíveis, incentivo ao transporte coletivo e à criação de ciclovias, edifícios verdes etc.

Sistemas de captação de água da chuva (esq.) e tetos verdes equipados com painéis solares (dir.) são exemplos de práticas sustentátveis.

5) CRISPR VS. BIOÉTICA

Um novo método de edição genômica – derivado de um sistema de defesa naturalmente utilizado por bactérias – tem saído bastante na mídia nos últimos tempos. Trata-se da CRISPR, técnica que permite a modificação de genomas com precisão, eficiência e flexibilidade nunca antes alcançadas.

Para alguns, a técnica é uma promessa para o possibilitar transplantes de órgãos animais em humanos, além de auxiliar na correção de mutações genéticas deletérias. Para outros, no entanto, seu uso esbarra em questões éticas. Isso porque pesquisadores chineses utilizaram a técnica para manipular embriões humanos e, apesar de alegarem que os embriões utilizados na pesquisa eram inviáveis, parte da comunidade científica questionou a possibilidade de manipulação de genes antes do nascimento de bebês, a fim de selecionar determinadas características. Este conflito ciência vs. ética, que já foi tema de redação em outros vestibulares, pode aparecer novamente no ENEM envolvendo esta técnica.

Red a çã o ENEM

Estude com a gente! w.biologiatotal.com.br

6) FOSFOETANOLAMINA, A “PÍLULA DO CÂNCER”

Muito se falou entre 2015 e 2016 sobre a “pílula do câncer”, a fosfoetanolamina. A discussão sobre prós e contras a fosfoetanolamina tomou proporções enormes, e o composto acabou sendo liberado para utilização em tratamentos, sob a responsabilidade dos pacientes. Porém, os resultados de pesquisas divulgadas não são os mais animadores – de acordo com os testes iniciais, encomendados pelo Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação, o composto não possui qualquer eficácia sobre células cancerígenas. Hoje, a “pílula do câncer” já está novamente proibida.

Considerando toda esta polêmica acerca deste composto, isto também pode servir de tema para a redação do ENEM, envolvendo bioética e a necessidade de se testar cientificamente – através de um grande número de experimentações – novos medicamentos antes que sejam liberados.

7) A CRISE HÍDRICA NO BRASIL

Não somente o Brasil, mas o mundo inteiro tem vivido uma crise hídrica e isso também pode ser tema de redação ENEM. Segundo a ONU, pelo menos 1% da população mundial é atingida. São Paulo, por exemplo, vive sua pior crise hídrica desde 1930. O nordeste brasileiro já se acostumou também a sofrer pela escassez de chuvas. Aproximadamente 10 milhões de brasileiros, que moram na região semiárida convivem com a estiagem ano após ano.

Para embasar seu texto caso este assunto seja tema de redação você precisa saber mais sobre o ciclo da água, maneiras de poupar este recurso – destacando as políticas públicas que podem ser tomadas –, bem como a importância da proteção das matas ciliares. Por fim, você sabia que até o desmatamento na Amazônia pode contribuir na redução dos índices pluviométricos em outras regiões do país? Bem, esteja por dentro de tudo isso.

Red a çã o ENEM

Estude com a gente! w.biologiatotal.com.br

8) SURTO DE H1N1 VS. VACINAÇÃO

O vírus influenza A (H1N1) ressurgiu antecipadamente este ano mais forte do que nunca e causou, em apenas três meses no estado de São Paulo, praticamente o dobro de casos registrados no ano de 2015 para todo o país. Outros estados também sofreram com a disseminação do vírus. Desde o início de 2016 até o dia 13 de agosto, 1.775 pessoas já morreram por H1N1 no Brasil, segundo dados divulgados pelo Ministério da Saúde.

Uma das possíveis explicações para o surto pode ter sido o baixo índice de imunização nas campanhas passadas de vacinação – já que movimentos antivacinação têm ganhado força nos últimos tempos, e esta relação também pode ser explorada como tema de redação.

9) DOENÇAS SEXUALMENTE TRANSMISSÍVEIS

Estamos em pleno 2016, com abundância de informações, mas ainda ouvimos falar – e muito – de doenças sexualmente transmissíveis (DSTs). Este ano vimos um aumento nos casos de sífilis no Brasil, além do surgimento de formas mais resistentes de algumas DSTs, como a sífilis, gonorréia e clamídia devido ao uso indiscriminado de antibióticos, reduzindo as opções de tratamento. Temos visto também nos últimos anos que as infecções por HIV têm aumentado entre o público jovem. Ainda, este ano estudos mostraram indícios de que o Zika vírus também pode ser transmitido por vias sexuais.

Por isso, apesar de ser um tema já bastante explorado, podemos perceber que falar de educação sexual e uso de preservativos nunca é demais – e estes assuntos podem ser cobrados na sua redação.

Red a çã o ENEM

Estude com a gente! w.biologiatotal.com.br

10) DROGAS DA INTELIGÊNCIA E OS RISCOS DA AUTOMEDICAÇÃO

Um tema já antigo, mas que voltou à tona nos últimos tempos, é o uso das “drogas da inteligência”, assim chamadas por serem usadas por pessoas que querem aumentar o desempenho cognitivo e assim obter melhores resultados nos estudos e também vestibulares e concursos.

A história das “drogas da inteligência” surgiu nas décadas de 1960 e 1970 nos Estados Unidos e ganhou força recente com o filme “Sem limites” (2011). A partir daí, diversos fabricantes e mesmo usuários desses medicamentos começaram a divulgar fórmulas mirabolantes na internet com a promessa de “turbinar o cérebro”. Apesar disso, pesquisadores e médicos são unânimes em refutar qualquer efeito real no desempenho intelectual dos usuários, cujos testemunhos de melhora seriam mera ilusão.

Como não poderia deixar de ser, além de não terem qualquer efeito benéfico comprovado, os médicos ainda alertam para os riscos da automedicação – o que pode ser um potencial foco da redação.

Comentários