Criado e Desenvolvido por:

Todos os direitos são reservados ©2013. w.tioronni.com.br

Tecido Nervoso (telodendros)

Tecido Nervoso

Glia ou Gliócitos: envolvem, protegem e nutrem os neurônios. Função: sustentação, revestimento, isolamento e defesa. Astrócitos: ligam os neurônios aos vasos sanguíneos e a pia-máter. Oligodendrócitos: produz a bainha de mielina (isolante elétrico).

Tecido Nervoso

BIPOLARES Apresenta um único axônio e um único dendrito.

MULTIPOLARES Apresentam um único axônio e vários dendritos.

PSEUDO-UNIPOLARES Apresentam um único axônio com uma só neurofibra.

Tecido Nervoso: impulso nervo Tecido Nervoso: impulso nervo

Tecido Nervoso: impulso nervo Tecido Nervoso: impulso nervo

Tecido Nervoso: Potencial de Ação

Com a excitação da células nervosa, por estímulos que atinjam o limiar de excitabilidade da célula (-70mV), um potencial de ação será disparado dentro de um princípio denominado de “tudo ou nada”. O potencial de ação se caracteriza por três etapas distintas: Despolarização, repolarização e hiperpolarização

Tecido Nervoso: Potencial de Ação

ETAPA DE DESPOLARIZAÇÃO: é a etapa em que a membrana torna-se extremamente permeável aos íons Na+, ocorre portanto influxo de Na+ e consequente aumento de carga positiva no interior da célula. Nesta fase a célula parte de -70mV e atinge +30mV

ETAPA DE REPOLARIZAÇÃO: é a etapa em que ocorre fechamento dos canais de Na+ e abertura dos canais de K+. Nesta fase a célula parte de +35mV e atinge -75 mV.

POTENCIAL DE AÇÃO: com a excitação da células nervosa, por estímulos que atinjam o limiar de excitabilidade da célula (-70mV), um potencial de ação será disparado dentro de um princípio denominado de “tudo ou nada”. O potencial de ação se caracteriza por três etapas distintas: Polarização, Despolarização e Repolarização.

INTENSIDADE DO ESTÍMULO: quanto maior for o estímulo, maior será a frequência dos Potencial de Ação. Não ocorre aumento de intensidade do potencial pois ele é sempre “tudo ou nada”.

Tecido Nervoso: impulso nervo

INTENSIDADE DO ESTÍMULO Quanto maior for o estímulo, maior será a frequência dos Potenciais de Ação. Não ocorre aumento de intensidade do potencial pois ele é sempre “tudo ou nada”.

Tecido Nervoso: sinapses

Um impulso é transmitido de uma célula a outra através das sinapses (do grego synapsis, ação de juntar). A sinapse é uma região de contato muito próximo entre a extremidade do axônio de um neurônio e a superfície de outras células.

Sentido: detritos corpo celular axônio telodendros.

Tecido Nervoso: sinapses

Tipos de Sinapses:

-Neuro-neurônicas: entre dois neurônios. -Neuromuscular ou placa motora: entre um neurônio e um músculo.

-Neuro-glandular: entre um neurônio e uma glândula.

Neurotransmissores

5)Tipos de Neurotransmissores:

Dopamina: inibidora, sensação de satisfação e prazer; movimentos; cognição, memória, comportamento, pensamento abstrato e emoções. Serotonina: efeitos no humor, ansiedade e agressão (bem-estar); Acetilcolina: humor, sono, atividade sexual, apetite, coração, hormônios, temperatura, dor, movimentos e a cognição. Noradrenalina: excitação física e mental, bom humor, mediadora de batimentos cardíacos, pressão sanguínea. GABA (ácido gama-aminobutírico): ansiedade e convulsões.

Ato e Arco Reflexos

Ato Reflexo: é uma resposta imediata e involuntária por ação de um estímulo, manifestam-se da mesma maneira em todos os indivíduos pertencentes à mesma espécie.

Arco Reflexo: é o caminho percorrido pelos estímulos. Ex: Reflexo patelar. Nervoreceptor medula nervo-motor músculo (contração / chute).

Comentários