farmacologia - rangdale - 8edio - pdfcompletoportugus - 160813044448

farmacologia - rangdale - 8edio - pdfcompletoportugus - 160813044448

(Parte 1 de 6)

Rang & Dale: Farmacologia

H.P. Rang, MB BS MA DPhil Hon FBPharmacolS FMedSci FRS

Emeritus Professor of Pharmacology, University College London, London, UK

J.M. Ritter, DPhil FRCP FBPharmacolS FMedSci

Emeritus Professor of Clinical Pharmacology, King’s College London, and Medical Research Director, Quintiles, London, UK

R.J. Flower, PhD DSc FBPharmacolS FMedSci FRS

Professor, Biochemical Pharmacology, The William Harvey Research Institute, Barts and the London School of Medicine and Dentistry, Queen Mary University of London, London, UK

G. Henderson, BSc PhD FBPharmacolS FSB Professor of Pharmacology, University of Bristol, Bristol, UK

Sumário

Capa

Folha de rosto

Copyright

Tradução e Revisão Científica Prefácio à Oitava Edição de Farmacologia de Rang e Dale

Seção 1: Princípios gerais

Capítulo 1: O que é farmacologia?

Considerações gerais O que é um fármaco? Origens e antecedentes Farmacologia nos séculos X e XI

Capítulo 2: Como agem os fármacos: princípios gerais

Considerações gerais Introdução Alvos proteicos para ligação de fármacos Dessensibilização e tolerância Aspectos quantitativos das interações fármaco-receptor Natureza dos efeitos farmacológicos

Capítulo 3: Como agem os fármacos: aspectos moleculares

Considerações gerais Alvos para a ação de fármacos Proteínas receptoras Canais iônicos como alvos de fármacos Controle da expressão de receptores Receptores e doenças

Capítulo 4: Mecanismos de ação dos fármacos: aspectos celulares – excitação, contração e secreção

Considerações gerais Regulação do cálcio intracelular Excitação Contração muscular Liberação de mediadores químicos Transporte epitelial de íons

Capítulo 5: Proliferação, apoptose, reparo e regeneração celular

Considerações gerais Proliferação celular Angiogênese Apoptose e remoção celular Implicações fisiopatológicas Perspectivas terapêuticas

Capítulo 6: Mecanismos celulares: defesa do hospedeiro

Considerações gerais Introdução A resposta imune inata Resposta imune adaptativa Respostas sistêmicas na inflamação

Capítulo 7: Métodos e medidas em farmacologia

Considerações gerais Ensaios biológicos Modelos animais de doenças Estudos farmacológicos em humanos Ensaios clínicos

Capítulo 8: Absorção e distribuição de fármacos

Considerações gerais Introdução Processos físicos envolvidos na translocação das moléculas do fármaco Absorção de fármacos e vias de administração Distribuição dos fármacos no organismo Sistemas especiais de liberação de fármacos

Capítulo 9: Metabolismo e eliminação de fármacos

Considerações gerais Introdução Metabolismo dos fármacos Eliminação de fármacos e seus metabólitos

Capítulo 10: Farmacocinética

Considerações gerais Introdução: definição e aplicações da farmacocinética A eliminação dos fármacos expressa através da depuração Modelo de compartimento único Modelos cinéticos mais complexos Farmacocinética populacional Limitações da farmacocinética

Capítulo 1: Variação individual, farmacogenômica e medicina personalizada Considerações gerais

Introdução Fatores epidemiológicos e variação interindividual da resposta a fármacos Variação genética na resposta a fármacos Fármacos terapêuticos e testes farmacogenômicos clinicamente disponíveis Conclusões

Seção 2: Mediadores químicos

Capítulo 12: Mediadores químicos e o sistema nervoso autônomo

Considerações gerais Aspectos históricos O Sistema nervoso autônomo Alguns princípios gerais da transmissão química Etapas básicas da transmissão neuroquímica: locais de ação dos fármacos

Capítulo 13: Transmissão colinérgica

Considerações gerais Ações muscarínicas e nicotínicas da acetilcolina Receptores da acetilcolina Fisiologia da transmissão colinérgica Efeitos de fármacos sobre a transmissão colinérgica

Capítulo 14: Transmissão noradrenérgica

Considerações gerais Catecolaminas Classificação dos receptores adrenérgicos Fisiologia da transmissão noradrenérgica Fármacos que agem sobre a transmissão noradrenérgica

Capítulo 15: 5-Hidroxitriptamina e a farmacologia da enxaqueca Considerações gerais

5-hidroxitriptamina Enxaqueca e outras condições clínicas com envolvimento da 5-ht

Capítulo 16: Purinas

Considerações gerais Introdução Receptores purinérgicos Adenosina como mediador ADP como mediador ATP como mediador Perspectivas futuras

Capítulo 17: Hormônios locais 1: histaminas e lipídeos biologicamente ativos

Considerações gerais Introdução O que é um “mediador”? Histamina Eicosanoides Leucotrienos Lipoxinas e resolvinas Fator de ativação das plaquetas Considerações finais

Capítulo 18: Hormônios locais 2: peptídeos e proteínas

Considerações gerais Introdução Princípios gerais da farmacologia das proteínas e dos peptídeos Biossíntese e regulação dos peptídeos Bradicinina Neuropeptídeos Citocinas Proteínas e PEPTÍDEOS que infrarregulam a inflamação

Comentários finais

Capítulo 19: Canabinoides

Considerações gerais Canabinoides derivados de plantas e seus efeitos farmacológicos Receptores canabinoides Endocanabinoides Canabinoides sintéticos Aplicações clínicas

Capítulo 20: Óxido nítrico e mediadores relacionados

Considerações gerais Introdução Biossíntese do óxido nítrico e o seu controle Degradação e transporte do óxido nítrico Efeitos do óxido nítrico Aspectos terapêuticos Condições clínicas em que o óxido nítrico pode ser relevante Mediadores relacionados

Seção 3: Fármacos que afetam os grandes sistemas de orgãos

Capítulo 21: O coração

Considerações gerais Introdução Fisiologia da função cardíaca Controle autônomo do coração Peptídeos natriuréticos cardíacos Cardiopatia isquêmica Fármacos que afetam a função cardíaca

Capítulo 2: O sistema vascular

Considerações gerais Introdução Estrutura e função do sistema vascular Controle do tônus da musculatura lisa vascular Fármacos vasoativos Usos clínicos dos fármacos vasoativos

Capítulo 23: Aterosclerose e metabolismo de lipoproteínas

Considerações gerais Introdução Aterogênese Transporte de lipoproteínas Prevenção da doença ateromatosa Fármacos redutores de lipídeos

Capítulo 24: Hemostasia e trombose

Considerações gerais Introdução Coagulação sanguínea Fármacos que atuam na cascata da coagulação Adesão e ativação de plaquetas Fibrinólise (trombólise)

Capítulo 25: Sistema hematopoético e tratamento da anemia

Considerações gerais Introdução Sistema hematopoético Tipos de anemia Agentes hematínicos Fatores de crescimento hematopoéticos Anemia hemolítica

Capítulo 26: Fármacos anti-inflamatórios e imunossupressores

Considerações gerais Inibidores da ciclo-oxigenase Fármacos antirreumáticos Fármacos anticitocinas e outros biofármacos Fármacos usados na gota Antagonistas da histamina Possíveis avanços futuros

Capítulo 27: Pele

Considerações gerais Introdução Estrutura da pele Doenças comuns da pele Fármacos que atuam na pele Principais fármacos usados em doenças da pele Agentes que atuam por outros mecanismos Notas de conclusão

Capítulo 28: Sistema respiratório

Considerações gerais Fisiologia da respiração Doença pulmonar e seu tratamento

Capítulo 29: O rim e o sistema urinário

Considerações gerais Introdução Visão geral da função renal Estrutura e função do néfron Fármacos que atuam sobre o rim Fármacos que alteram o ph da urina Fármacos que alteram a eliminação de moléculas orgânicas

Fármacos usados na insuficiência renal Fármacos usados em distúrbios do trato urinário

Capítulo 30: Trato gastrointestinal

Considerações gerais Inervação e hormônios do trato gastrointestinal Secreção gástrica Vômito Motilidade do trato gastrointestinal Fármacos para doença intestinal crônica Fármacos que afetam o sistema biliar Rumos futuros

Capítulo 31: O controle da glicemia e o tratamento farmacológico do diabetes melito

Considerações gerais Introdução Controle da glicemia Hormônios das ilhotas pancreáticas Diabetes melito

Capítulo 32: Obesidade

Considerações gerais Introdução Obesidade como um problema de saúde Mecanismos homeostáticos que controlam o balanço calórico Fisiopatologia da obesidade humana Enfoques farmacológicos do problema da obesidade Novos enfoques da terapia da obesidade

Capítulo 3: A hipófise e o córtex suprarrenal

Considerações gerais A glândula hipófise

O córtex da suprarrenal Novas diretrizes no tratamento com glicocorticoides

Capítulo 34: A tireoide

Considerações gerais Síntese, armazenamento e secreção dos hormônios da tireoide Regulação da função tireoidiana Ações dos hormônios tireoidianos Transporte e metabolismo dos hormônios tireoidianos Anomalias da função tireoidiana Fármacos usados em doenças da tireoide

Capítulo 35: O sistema reprodutor

Considerações gerais Introdução Controle endócrino da reprodução Fármacos que afetam a função reprodutora Fármacos utilizados para contracepção O útero Disfunção erétil

Capítulo 36: Metabolismo ósseo

Considerações gerais Introdução Estrutura e composição ósseas Remodelagem óssea Doenças ósseas Fármacos utilizados no tratamento de doenças ósseas Novas terapias potenciais

Seção 4: O sistema nervoso

Capítulo 37: Transmissão química e ação de fármacos no sistema nervoso central

Considerações gerais Introdução Sinalização química no sistema nervoso Alvos para a ação dos fármacos Ação de fármacos no sistema nervoso central Classificação dos fármacos psicotrópicos

Capítulo 38: Aminoácidos transmissores

Considerações gerais Aminoácidos excitatórios Glutamato Ácido γ-aminobutírico (GABA) Glicina Observações finais

Capítulo 39: Outros transmissores e moduladores

Considerações gerais Introdução Norepinefrina Dopamina 5-Hidroxitriptamina Acetilcolina Purinas Histamina Outros mediadores do SNC Uma mensagem final

Capítulo 40: Doenças neurodegenerativas

Considerações gerais Erros no dobramento (misfolding) e agregação proteicos nas doenças neurodegenerativas crônicas Mecanismos da morte neuronal

Lesão cerebral isquêmica Doença de alzheimer Doença de parkinson Doença de huntington Doenças neurodegenerativas por príons

Capítulo 41: Agentes anestésicos gerais

Considerações gerais Introdução Mecanismo de ação dos fármacos anestésicos Agentes anestésicos intravenosos Anestésicos inalatórios Anestésicos inalatórios individuais Anestesia equilibrada

Capítulo 42: Fármacos analgésicos

Considerações gerais Mecanismos neurais de dor Fármacos analgésicos Visões atuais

Capítulo 43: Anestésicos locais e outros fármacos que afetam os canais de sódio

Considerações gerais Anestésicos locais Outros fármacos que afetam os canais de sódio

Capítulo 4: Fármacos ansiolíticos e hipnóticos

Considerações gerais A natureza da ansiedade e o seu tratamento Medida da atividade ansiolítica Fármacos usados para tratar a ansiedade Fármacos utilizados para tratar a insônia (fármacos hipnóticos)

Capítulo 45: Fármacos antiepilépticos

Considerações gerais Introdução Natureza da epilepsia Fármacos antiepilépticos Espasmo muscular e relaxantes musculares

Capítulo 46: Fármacos antipsicóticos

Considerações gerais Introdução A natureza da esquizofrenia Fármacos antipsicóticos Desenvolvimentos futuros

Capítulo 47: Fármacos antidepressivos

Considerações gerais Natureza da depressão Teorias sobre a depressão Fármacos antidepressivos Terapias de estimulação cerebral Eficácia clínica dos tratamentos com antidepressivos Outras utilizações clínicas para os antidepressivos Tratamento com fármacos para distúrbio bipolar

Capítulo 48: Estimulantes do sistema nervoso central e fármacos psicomiméticos

Considerações gerais Estimulantes psicomotores Fármacos psicomiméticos

Capítulo 49: Hábito, dependência e uso abusivo de drogas

Considerações gerais Uso e uso abusivo de substâncias

Nicotina e tabaco Etanol

Seção 5: Fármacos usados no tratamento das infecções e do câncer

Capítulo 50: Princípios básicos da quimioterapia antimicrobiana

Considerações gerais A base molecular da quimioterapia Resistência aos fármacos antibacterianos

Capítulo 51: Fármacos antibacterianos

Considerações gerais Introdução Agentes antibacterianos que interferem na síntese ou na ação do ácido fólico Antibióticos betalactâmicos Agentes antimicrobianos que afetam a síntese das proteínas bacterianas Agentes antimicrobianos que afetam a topoisomerase Outros agentes antibacterianos menos comuns Agentes antimicobacterianos Novos fármacos antibacterianos possíveis

Capítulo 52: Fármacos antivirais

Considerações gerais Informações básicas sobre os vírus Interação vírus-hospedeiro HIV e AIDS Fármacos antivirais Tratamento combinado para o HIV Perspectivas para novos fármacos antivirais

Capítulo 53: Fármacos antifúngicos

Considerações gerais Fungos e infecções fúngicas Fármacos usados para tratar as infecções fúngicas Desenvolvimentos futuros

Capítulo 54: Fármacos antiprotozoários

Considerações gerais Interações hospedeiro-parasita Malária e fármacos antimaláricos Amebíase e fármacos amebicidas Tripanossomíase e fármacos tripanossomicidas Outras infecções causadas por protozoários e fármacos utilizados em seu tratamento Desenvolvimentos futuros

Capítulo 5: Fármacos anti-helmínticos

Considerações gerais Infestações helmínticas Fármacos anti-helmínticos Resistência aos fármacos anti-helmínticos Vacinas e outros novos enfoques

Capítulo 56: Fármacos anticâncer

Considerações gerais Introdução Patogênese do câncer Princípios gerais da ação de fármacos anticâncer citotóxicos Fármacos anticâncer Resistência aos fármacos anticâncer Terapias combinadas Controle da êmese e mielossupressão Desenvolvimentos futuros

Seção 6: Tópicos especiais

Capítulo 57: Efeitos nocivos dos fármacos

Considerações gerais Introdução Tipos de reações adversas aos fármacos Toxicidade do fármaco Reações imunológicas aos fármacos

Capítulo 58: Fármacos e substâncias relacionados com o estilo de vida e com o esporte

Considerações gerais O que são fármacos relacionados com o estilo de vida? Classificação dos fármacos relacionados com o estilo de vida Substâncias usadas no esporte Conclusão

Capítulo 59: Produtos biofarmacêuticos e terapia gênica

Considerações gerais Introdução Biofármacos Terapia gênica Questões de segurança e sociais Aplicações terapêuticas

Capítulo 60: Descoberta e desenvolvimento dos fármacos

Considerações gerais Os estágios de um projeto Biofármacos Aspectos comerciais Perspectivas para o futuro Uma palavra final

Apêndice: Alguns agentes farmacológicos importantes Índice

Copyright

© 2016 Elsevier Editora Ltda. Todos os direitos reservados e protegidos pela Lei 9.610 de 19/02/1998. Nenhuma parte deste livro, sem autorização prévia por escrito da editora, poderá ser reproduzida ou transmitida sejam quais forem os meios empregados: eletrônicos, mecânicos, fotográficos, gravação ou quaisquer outros. ISBN: 978-85-352-8343-3 ISBN (versão eletrônica): 978-85-352-6500-2 RANG & DALE’S PHARMACOLOGY EIGHTH EDITION © 2016, Elsevier Ltd. All rights reserved. First edition 1987 Second edition 1991 Third edition 1995 Fourth edition 1999 Fifth edition 2003 Sixth edition 2007 Seventh edition 2012 O direito de H.P Rang, J.M. Ritter, R. J. Flower e G. Henderson serem identificados como autores desta publicação foi postulado por eles em conformidade com a Copyright, Designs and Patents Act 1988.

This translation of Rang & Dale’s Pharmacology, 8 th edition by H.P Rang, J.M. Ritter, R. J.

Flower and G. Henderson was undertaken by Elsevier Editora Ltda and is published by arrangement with Elsevier Ltd.

Esta tradução de Rang & Dale’s Pharmacology, 8 th edition, de H.P Rang, J.M. Ritter, R. J.

(Parte 1 de 6)

Comentários