PROJECTO DE PESQUISA CIENTIFICA

PROJECTO DE PESQUISA CIENTIFICA

Índice

1.Introdução

A malária é transmitida pela picada das fêmeas de mosquitos do gênero Anopheles. A transmissão geralmente ocorre em regiões rurais e semi-rurais, mas pode ocorrer em áreas urbanas, principalmente em periferias.

O mosquito da malária só sobrevive em áreas que apresentem médias das temperaturas mínimas superiores a 15°C, e só atinge número suficiente de indivíduos para a transmissão da doença em regiões onde as temperaturas médias sejam cerca de 20 30°C, e humidade alta. Só os mosquitos fêmeas picam o Homem e alimentam-se de sangue. O presente projecto este relacionado com plano de pesquisa cientifìca, acerca do uso das redes mosquiteiras para o combate à malária no distrito de Chimbunila caso -povoado de Mussa.

Com este projecto pretende se, mostrar aquilo que serão as actvidades que vai se realizar durante a investigação do tema. este procura saber os motivos que levam a comunidade do povoado de Mussa o uso incorrecto das redes mosquiteiras para o combate a malária. Acredita-se que mais de 100 casos de malária não são tratados nos postos de saúde, mostra que metade dos casos não tem acesso a unidade sanitaria devido a distância e localizacão dos centros/postos de saúde. Para diminuir os indices elevados de malária é o uso das redes mosquisteiras durante a toda noite, além deste metodo deve se eliminar águas estagnadas ,manter nos quintais limpos e cortar capim em redores do quintal.

2.Tema:

o uso das redes mosquiteiras para o combate à malária nodistrito de Chimbunila no caso no povoado de Mussa. (2017 à 2018)

3.Delimitação do tema

A pesquisa que aquise pretende desenvolver centra-se no distrito de Chimbunila (2016-2017), principalmente no povoado de Mussa, por revelar que este povoado apresenta uma extinção muito em termo populacionais.

4.Problematização

Segundo LAKARTOS e MARCONI Apud IVALA (2007-17), problema é uma dificuldade, teoria ou prática, para a qual se deve encontrar solução. Assim, a principal inquietação é: Quais as causas que leva a população do distristo de Chimbunila, caso no povoado de Mussa o não uso correcto das redes mosquiteiras para o combate a malária.

Malária é uma doença infecciosa aguda, transmitida através da picada da fêmea do mosquito Anopheles infectada por protozoários do género Plasmodium.

O nome "Malária" tem origem no termo italiano “malaire”, que significa “mau ar”, pois acreditava-se que a causa da doença estava relacionada com o ar insalubre de determinadas regiões pantanosas.

A forma mais grave de Malária é provocada pelo Plasmodium falciparum, que atinge rapidamente o cérebro, causando a Malária Cerebral.

Uma vez inoculados no corpo humano através da picada do mosquito Anopheles, os parasitos chegam ao fígado, onde se multiplicam e penetram nas hemácias  (células vermelhas do sangue).

5.Justificativo

uso das redes mosquiteiras para o combate da malária, constitui uns dos melhor metodos para o evitar atrasmissao vertical desta duença.

Os interesses pelo desenvolvimento da presente pesquisa e a definição do período de estudo que compreende (2017-2018), deve se pelo facto de se registar um crescimento bastante maior de pessoas que não usam correctamente as redes mosquiteiras para o combate à malária, no distrito de Chimbunila, em particular no povoado de Mussa.

Este facto faz com que, se aumenta a taxa de mortalidade infantil, visto que as populações não aderem o uso correcto das redes mosquiteiras para o combante a malária, mais para além desta ideia a população alega a existência de um produto toxico que provoca alergia no corpo humano. Dado estes factos, surge a ideia de se estudar, e propôr metódos e algumas medidas para melhor mudança do comportamento à populaҫão deste povoado.

Os métodos usados para prevenir a dispersão da malária ou proteger as pessoas em áreas endémicas incluem: erradicação do mosquito, drogas profiláticas, e prevenção de picadas de mosquitos. A transmissão da malária pode ser reduzida prevenindo-se as picadas de mosquito com repelentes e redes contra mosquitos, assim como controlando a proliferação dos mosquitos com insecticidas e drenagem de água parada onde eles depositam seus ovos.

6.Objectivos

Objectivos do trabalho IVALA (2007:s/p) refere que, objectivos são as descrições claras dos resultados que se pretende alcançar

Este projecto contém um objectivo geral e cinco objectivos específicos.

  • Os objectivos gerais estão relacionados aos resultados abrangentes para o qual o projecto pretende contribuir;

  • Já os objectivos específicos definem exactamente o que se espera atingir até o final deste trabalho de uma forma clara.

. Obviamente os objectivos, estão relacionados ao problema questão que motivou a realização do trabalho.

6.1.Objectivo geral:

conhecer as causas que leva a população do distristo de sanga, caso no povoado de malémia o não uso correcto das redes mosquiteiras para o combate a malária.

6.2. Objectivos Específicos:

  • Identificar as vantagens e desvantagens do uso das redes mosquiteiras;

  • Conhecer as vantagens do uso correcto das redes mosquiteiras para o combate a malária;

  • Verificar as razões da existência de mosquitos nas comunidades;

  • Identificar os factores que influenciam a reprodução dos mosquitos;

  • Propor medidas que possam contribuir para diminuir a reprodução dos mosquitos.

7.Hipóteses

Hipóteses para BELLO (2005:20), Hipótese é o sinonimo de suposição (…) é uma pré-resolução para o problema levando o trabalho de pesquisa, tão ira confirmar ou negar a hipótese (suposição).

Assim na tentativa de dar resposta ao problema levantado colocam-se as seguintes hipóteses

  • Falta de plano de distribuicao

  • Insuficienca de fundos para tal;

8.Fundamentação teórica

A malária é uma doença infecciosa causada por parasitas chamados Plasmodium

Importa salientar ainda que a malária é uma doença que mata muitas pessoas em particularmente as crianças em menos de 5 anos idade. A Direcção Distrital da Saúde de Chimbunila, preocupa-se bastante por se registar índices elevados de casos de malária naquela ponto do distrito, assim estão sendo planificados algumas estratégias para reduzir a taxa elevada de caso de malária naquele povoado, surge como estratégia de criar algumas equipas de sensibilização das comunidades o uso correcto das redes mosquiteiras para o combate a malária, visto que esta é uma doença que deixa muitas família de luto .

9. Metodologia

LAKATOS E MARCONI (2004) “’referem que método é o caminho a seguir para se chegar a verdade nas ciências’’.

Segundo PILETT (2003:102-103), ‘’define método como sendo um roteiro geral para a actividade e indica as granes linhas de acção, sem se deter em operacionaliza-las. É um caminho que leva o sujeito até certo ponto sem o veículo de chegada que é técnica’’.

A metodologia a ser usada para a realização deste trabalho será a consulta bibliográfica que consistirá na leitura de algumas obras relacionadas ao tema; observação directa, em que o autor vai deslocar-se junto de ocorrência do fenómeno, que possibilitará a recolha de dados exactos e assentes, pois o observador poderá verificar directamente as manifestações reais do fenómeno, permitindo assim a recolha de dados seguro; ao passo que observação indirecta, é um dos métodos de recolha de dados que neste caso far-se-á recolha através de material que explicam o procedimento do fenómeno sem que haja necessidade de se conviver por perto.

A entrevista, consistira na recolha de informações aos níveis do bairro e das autoridades locais, a análise comparativa de dados fará face no estudo diferencial dos dados colhidos no bairro com base nas entrevistas devidamente efectuadas.

O método descritivo consistirá na descrição da área em estudo e das características dos seus elementos que a compõe a fim de ter um relacionamento teórico e prático das condições do local.

Técnicas

Para MONTEIRO E QUEIRÓS (2000), as técnicas de investigação são os processos práticos por meio dos quais o método é implementado. Contudo, visando a pesquisa, a recolha e tratamento de dados. As técnicas variam de acordo com o objecto de estudo. Assim para a presente pesquisa usar-se-á a observação directa e a entrevista.

Entrevista

De acordo com MONTEIRO E QUEIRÓS (2000:52), a entrevistaé uma forma de interacção humana em que consiste no encontro face a face de pessoas que trocam informações através da comunicação verbal”.

Portanto entrevista consistirá na recolha e obtenção de informações que não foram observados directamente ao nível do bairro, relacionados com o fenómeno.

Nesta pesquisa será privilegiada a entrevista estruturada ou directiva. A escolha deste tipo de entrevista justifica-se pelo facto de apresentar uma serie de vantagens, a saber: visando colher uma informação estandardizada, as perguntas colocadas as pessoas são idênticas. É o que irá caracterizar a presente pesquisa na verificação das hipóteses.

Refira-se que, a entrevista direccionar-se-á a cinco (4) indivíduos, dos quais 2 da estrutura do bairro e 2 agentes do posto de saúde do povoado de Mussa.

10. A observação directa.

Permitirá a deslocação do observador, neste contexto do autor junto o local de ocorrência desde fenómeno a fim de verificar as manifestações reais, o ritmo dos acontecimentos, permitindo assim recolha de dados reais. Tanto para uma observação directa, far-se-á através de material que explicam a realidade vivida no povoado de Mussa no que concerne o não uso correcto das redes mosquiteiras para o combate a malária.

11. Observação indirecta

Constituirá na obtenção das informações através de consultas bibliográficas/documentas a respeito do pesquisado. Com o objectivo de colocar o pesquisa em contacto com o que já foi escrito sobre o assunto.

13.Descrição do estudo piloto

O trabalho limita-se apenas a estudar e propôr alguns metódos e medidas que possam ser aplicados pela SAUDE no povoado de Mussa para uma vida sã. Tambem tem vista a avaliação a aderência ao posto médico as pessoas com sintomas de malária.

De salientar que o trabalho não julgará causas ou factores quer sociais, como económicas, relegiosos e políticos mas sim, o uso das redes mosquiteiras e sua vantagem para uma vida saudável. Irei realizar consultas e intrevistas apenas no distrito de Chimbunila em particular no posto de saúde de Mussa.

Método de Observação Directa

Observar é aplicar atentamente os sentidos a um objecto, para se adquirir um conhecimento claro e preciso. Nesta ordem de ideia, observação é uma técnica de colecta de dados para conseguir informação utilizando os sentidos, para obtenção de determinados aspectos da realidade (Ibidem, 2004:275). Nisto será feita a traves da deslocação para o local de ocorrência.

Este método é captar importância nas ciências. É a partir dele que depende o valor de todos outros processos; ora sem observação o estudo da realidade suas leis reduzir-se-iam a simples conjuntura e suposição, neste projecto de pesquisa para efectuar a observação direita convista adquirir os conhecimentos necessários para o quotidiano de ver e ouvir “in loco” o problema examinará os factos ou fenómenos em estudo e dará o devido tratamento.

Na Perspectiva de GIL (1999:111) a observação constitui fundamentalmente para pesquisa desde observação desempenha papel indispensável no processo de pesquisa. Todavia é na fase da colheita de dados que o seu papel se torna mais evidente. Esta será sempre utilizada nesta etapa conjugada com outras técnicas.

Método Histórico Lógico

As actuais formas da vida social, as instruções e os costumes tem origem no passado pois é importante pesquisar suas raízes para aprender a natureza e função. MARCONI e LAKATOS (2003:106).

Neste contexto o método histórico lógico permite ligar os acontecimentos das diferentes etapas dos problemas e suas sucessões cronológicas para conhecer a evolução do fenómeno em estudo.

Método Comparativo

Para GIL (1999:34) o método comparativo procede pela investigação dos indivíduos, classes, fenómenos ou factos convista a resultar diferenças e similaridades entre eles.

Consulta Bibliográfica ou Documental

A pesquisa bibliográfica é aquela que procura explicar um problema em particular partes de referencias teóricas, publicados em documentos (CERVO e BERVIAN, 1996:48) esta procura conhecer e analisar as contribuições culturais ou cientificas do passado existente sobre um determinado assunto ou problema.

Contudo, é a partir da consulta bibliográfica que o pesquisador poderá obter os dados de diversos pontos documentais, de modo a ter pressupostos teóricos necessários para a realização do respectivo trabalho.

g) Analise e Síntese dos Documentos

A partir de CHIZZTTI (2003:93) a analise dos conteúdos é um método que analisa informações colhidas por meios de técnicas de colheita de dados consubstanciados em um documento. Esta técnica será aplicada na análise de actos escritos ou de qualquer comunicação (oral ou virtual) reduzida a um texto ou documento.

14.Técnica de Colheita de Dados

IVALA, HERNANDEZ, LUIS (2007:39) afirma que a principal técnica de colha de dados é leitura de (livros, revistas, jornais, sites, CD, … entre outros) que certamente é utilizada para todos os tipos de pesquisas contudo além desta valiosa, existe outras que igualmente se usam para colheita de dados.

Em conformidade com esta abordagem para concretização do estudo sobre o tema aqui proposto, o autor recorrerá, na colheita de dados as técnicas de observação directa, leitura, entrevista e questionário. Na observação directa o pesquisador vai contemplar os principais aspectos relacionados com o quotidiano da população no caso o uso incorrecto da rede mosquiteira.

Por seu turno o questionário consistirá em elaborar perguntas que serão submetidas aos pesquisados, os quais darão respostas que facilitarão a compreensão dos aspectos pertinentes para o projecto ser produzida.

Universo e Amostra

A pesquisa vai decorrer nas no povoado de Mussa Distrito de Chimbunila, tendo como universo uma parte de comunidade e 2 Agente da unidade sanitária que estiveram disponíveis fornecer os dados requeridos. Portanto tratar-se-á de recurso a um tipo de amostragem por acessibilidade.

GIL (1999:96) defende este tipo de amostragem, dizendo que é mais prático em ciências sociais e não destituído de qualquer rigor estatístico, ele afirma ainda que este tipo de amostragem aplica-se em estudo exploratório ou qualitativo (como é o caso desta pesquisa) onde não é recorrido elevado nível de precisão.

15.Cronograma

BELLO (2005:21) é categórico ao afirmar que cronograma é previsão do tempo que será gasto na realização do trabalho de acordo com actividades a serem compridas.

A pesquisa que se pretende realizar, obedecerá ao esquema cronológico abaixo:

Actividades ou

Descrição

2015

Fevereiro

Março

Abril

Maio

Junho

01

Preparação da pesquisa.

02

Elaboração do projecto.

03

Analise e Interpretação de dados

04

Elaboração do Relatório da Pesquisa

05

Entrega da versão preliminar

06

Entrega da versão final

16.Orçamento

BELLO (2005:21) é categórico ao afirmar que cronograma é previsão do tempo que será gasto na realização do trabalho de acordo com actividades a serem compridas.

Designação Material

Quantidade

Preço Unitário

Valor Total

01

Lápis

300

2,00

600,00

02

Esferográficas (Bic)

300

5,00

1.500,00

03

Sebentas

300

25,00

7.500,00

04

Borrachas

300

5,00

1.500,00

05

Cartolinas

50

50

2.500,00

06

Marcadores

50

15,00

750,00

Comunicações e transporte

-

-

-

07

1 Turbo giro

2

600,00

1.200,00

08

Diesel

200 Litros

40,00

8.000,00

09

Sob Total

-

-

16.050,00

10

Imprevistos (10%)

-

-

1.605,00

11

Total Geral

-

-

17.655,00

17.Referencia Bibliográfica

ABREU-Sousa, Dinâmica, Académica, Brasil, Nem horizonte, 1997.

ALTET, Marguerite, As pedagogias da aprendizagem Lisboa 1997

HAYDT, Regina Célia Canx-Curso de Didáctica Geral, 7 ed. São Paulo, Ética 2003.

MONIQUE Cândida Introdução da Didáctica Pedagógica são Paulo Cortez, 1994.

PROENÇA, Maria C. Didáctica da Historia Lisboa, Universidade Aberta, 1992.

http: //www.editorialverbo.pt.

KINDERSLEY D., Enciclopedia da ciencia, editorial verbo, lisbao Copyright © 2008-2015

Comentários