Monografia 2017 - Impacto ambiental da erosão na bacia do rio Rovuma - CABO DELGADO

Monografia 2017 - Impacto ambiental da erosão na bacia do rio Rovuma - CABO DELGADO

(Parte 1 de 5)

LISTA DE TABELASv
LISTA DE GRAFICOSvi
LISTA DE FIGURASvii
LISTA DE ABREVIATURASviii
DECLARAÇÃOix
DEDICATÓRIAx
AGRADECIMENTOxi
RESUMOxii
CAPITULO I – INTRODUÇÃO1
1.1.Introdução1
1.2.Objectivos2
1.2.1.Objectivo Geral2
1.2.2.Objectivos Específicos2
1.3.Justificativa2
1.4.Problema3
1.5.Hipóteses3
1.6.Delimitação do tema4
1.7.Estrutura do trabalho4
CAPITULO I – REVISÃO DE LITERATURA5
2.1.Erosão5
2.2.Estudo de erosão do solo5
2.2.1.Processos erosivos por acção da água6
2.2.2.Impacto das gotas de chuva6
2.2.3.Agentes químicos7
2.2.4.Actuação das forças capilares ou de sucção7
2.3.Actuação das forças cisalhantes oriundas do fluxo7
2.4.Actuação das ondas8

ÍNDICE 2.5.Métodos de prevenção ................................ ................................ ................................ .......8

2.6.Prevenção de erosões em meio rural9
2.7.Prevenção de erosões em meio urbano10
2.8.Métodos de controlo10
2.9.Bacias hidrográficas1
2.9.1.Análise ambiental em bacias hidrográficas12
2.9.2.Geotecnologias aplicadas aos estudos ambientais13
2.9.2.Degradação dos solos agrícolas14
2.10.Manejo do solo e controle da erosão16
CAPITULO I - METODOLOGIA DA PESQUISA18
3.1.Tipo de Pesquisa18
3.2.Métodos de pesquisa18
3.2.1.Método de abordagem18
3.2.2.Método de procedimento18
3.3.Técnicas de colecta de dados19
3.4.Universo e Amostra19
3.4.1.Universo19
3.4.2.Amostra19
3.5.Ferramentas da análise e Softwares usados19
CAPITULO IV – APRESENTACAO, ANALISE E INTERPRETAÇÃO DE DADOS20
4.1.História de Cabo Delgado20
4.2.Rio rovuma2
4.2.1.O Relevo das margens do Rovuma2
4.2.2.Análise do rio Rovuma23
4.2.3.Localização e caracterização da área de estudo24
4.3.Clima25
4.4.Geologia25
4.5.Hidrografia27
4.6.Materiais e método27
4.6.1.Materiais27
4.7.Apresentação de dados27

i 4.8.Resultados da pesquisa ................................ ................................ ................................ .... 28

4.9.Validação de Hipóteses34
CAPITULO V – CONCLUSÕES E SUGESTÕES36
5.1.Conclusão36
5.2.Sugestões38
Referências Bibliográficas39

iv Apêndices

LISTA DE TABELAS Tabela 1: Verificação de hipóteses formuladas ......................................................................... 34 vi

Gráfico 1: Tempo que reside nas arredores da bacia do rio Rovuma29
Gráfico 2: Condições de Obtenção de lotes29
Gráfico 3: Retirou a vegetação nativa para construir30
Gráfico 4: Actuação do município no combate a erosão30
Gráfico 5: Principal actividade agrícola da região31
Gráfico 6: Importância na Conservação do solo32
Gráfico 7: Sua propriedade já teve ou tem erosão?32

LISTA DE GRAFICOS Gráfico 8: Medidas de controlo de erosão................................................................................. 3 vii

Figura 1: Mapa da província de Cabo Delgado21
Figura 2: Vista aérea do Rio Rovuma23

LISTA DE FIGURAS Figura 3: Bacia Hidrográfica do Rovuma ................................................................................. 25 viii

R Rio Rovuma CD Cabo Delgado EC Erosão Costeira M Material e Métodos BRR Bacia do Rio Rovuma DG Departamento de Geografia IIA Identificação de Impactos Ambientais UCM Universidade Católica de Moçambique AP Áreas Protegidas CONAMA Conselho Nacional do Meio Ambiente ONGs Organizações Não Governamentais ONU Organizações das Nações Unidas RIA Relatório de Impactos Ambientais IMGE Instituto Moçambicano de Geografia e Estatística ix

Declaro por minha honra que esta monografia é fruto da minha investigação pessoal com as orientações do meu supervisor e o seu conteúdo é devidamente original e todas as obras consultadas foram citadas no texto final deste trabalho.

Declaro ainda que este trabalho cientifico nunca foi submetido em nenhuma outra instituição para obtenção do grau de licenciatura em contabilidade e auditoria.

Pemba _ // 2017

Nome do Autor _

(Sérgio Alfredo Macore)

Nome do Supervisor

Dedico este trabalho a minha mãe, por ser fonte da minha inspiração, coragem dedicação e muito especialmente aos meus irmãos pela ajuda constante que têm me concedido.

xi

Em primeiro agradeço a Deus pelo dom da vida, por seguir meus passos iluminado todas as minhas barreiras e proporcionando a gloria e a sabedoria.

Em segundo lugar agradeço ao meu supervisor pelos ensinamentos, dedicação e atenção durante a realização desta monografia.

Nome do Autor: Sérgio Alfredo Macore

Nickname: Helldriver Rapper

Licenciatura: Gestão de Empresas / Gestão Financeira

E-mail: Sergio.macore@gmail.com

Contactos: +258846458829 ou +258826677547

Cidade: Pemba – Cabo Delgado NOTA: Estou disposto para qualquer esclarecimento. Caso tenha duvida, contacte a mim! xii

O presente estudo relata através de pesquisa os impactos ambientais da erosão na bacia do rio Rovuma, na província de Cabo Delgado. Cabo Delgado está entre as províncias que mais sofre problemas ambientais (deslizamentos, assoreamento, escoamento superficial), tal facto justifica um estudo aprofundado dos factores que predispõem na bacia do rio Rovuma, em destaque, uma das áreas mais afectadas. Assim, objectivou-se analisar os factores causadores dos processos erosivos com intuito de informar a população e os órgãos competentes para que se tomem medidas que amenizem a degradação crescente que assola a bacia do Rio Rovuma. Como metodologia utilizou-se o estudo teórico aliado a pesquisa in locu, analisando o grau impactante na bacia do Rio Rovuma através de entrevista com moradores e estudo analítico das condições ambientais, utilizando-se de máquina fotográfica e computador. Investigar as alterações no ambiente, apresentando soluções para o impacto ambiental e socioeconômico. Dai que, a questão ambiental representa na actualidade uma das temáticas mais discutidas pela humanidade. Esse facto se deve fundamentalmente pelas formas de desenvolvimento geradas pelo homem, que passa a ver a natureza como fonte de recursos inesgotáveis, no entanto, o uso indiscriminado dos recursos naturais é responsável por alterações irreversíveis no meio ambiente, seja ele urbano ou rural. Partindo do pressuposto que diversos impactos gerados ao meio ambiente tem reflectidos sobre a qualidade vida do homem focaliza-se os processos erosivos em meio urbano como objecto de estudo deste trabalho, pois estes são reflexos do crescimento desordenado da população sem estudo prévio dos impactos ambientais gerados que se reflecte em problemas socioeconómicos e ambientais configurando em causas sociais que prejudicam a qualidade de vida da população.

Palavras-chave: Erosão. Impacto socioeconómico. Deslizamento.

CAPITULO I – INTRODUÇÃO 1.1.Introdução

A presente monografia tem como o tema ‘’Impacto ambiental da erosão na bacia do rio Rovuma’’, no período compreendido entre 2011 a 2015’’. Como se pode ver pelo tema, pode-se tirar conclusões de que as bacias hidrográficas são entidades naturais delimitadas por divisores topográficos, e têm sido bastante utilizadas como unidades de estudo de problemas ambientais, uma vez que se constituem em ambientes de características e condicionantes nitidamente delimitáveis no espaço.

A Bacia do Rio rovuma, localizada em Cabo Delgado é objecto de estudo deste trabalho, vem sofrendo com uma ocupação urbana desordenada, que exerce grande influência sobre os processos ambientais que ocorrem na área. A grande importância da Bacia do rio rovuma no contexto do país se dá pelo facto de seus vales serem considerados como Zonas Especiais de

Preservação Ambiental e pelo acelerado processo de degradação dos seus recursos naturais em decorrência de problemas gerados pelo uso e ocupação do solo equivocados.

O facto da bacia do rio rovuma estar inserida numa zona de preservação ambiental significa que houve uma preocupação por parte da prefeitura do município em preservar uma área para o uso da sociedade no futuro próximo, seja como recurso natural para fins de utilidade pública ou para que a mesma seja ocupada com restrições. A necessidade de um estudo da área tornou-se imprescindível, pois a qualidade do ambiente em que vive o homem é determinada pela forma como o ambiente está sendo ocupado e utilizado.

Considerando a necessidade de se trabalhar com a informação espacial e sua dinâmica, a representação e a integração dos aspectos anteriormente mencionados foi feita através da utilização de uma metodologia baseada em técnicas de geoprocessamento. Em função disso, o trabalho assumiu um carácter inovador, uma vez que procurou avaliar os processos existentes numa determinada área com base numa metodologia que privilegia a análise espacial dos dados. Utilizando Sistema de Informação Geográfica no estudo em questão, pretendeu-se demonstrar a sua viabilidade nos estudos geográficos, possibilitando o acesso a dados da área de estudo que podem ser facilmente actualizados.

1.2.Objectivos

A realização desta monografia, o autor pretende atingir os seguintes objectivos:

1.2.1.Objectivo Geral

Analisar o Impacto ambiental da erosão na bacia do rio Rovuma na província de Cabo Delgado, no período compreendido entre 2011 a 2015

1.2.2.Objectivos Específicos

Identificar qualitativamente as áreas susceptíveis à erosão na bacia do rio Rovuma, apoiado no modelo da Equação Universal de Perda de Solo (EUPS), Descrever os factores que contribuem para a erosão na bacia do rio Rovuma;

Descrever os impactos ambientais resultantes da erosão na bacia do rio Rovuma.

1.3.Justificativa

O tema apresenta um grande valor e interesse pois, constitui um contributo na análise da situação vital da vida quotidiana, porque o actual momento histórico é caracterizado por problemas que variam desde a disseminação de doenças infecto-contagiosas até a degradação ininterrupta dos recursos naturais. Numa primeira aproximação, os factores geradores destes problemas aparentam ser muito variados, englobando questões que vão desde aspectos relacionados à economia de uma nação até aspectos alusivos à ética, à moral e à cultura que permeiam a sociedade.

Actualmente com a poluição, a degradação ambiental e o uso contínuo do solo, depara-se com uma escassez de terras férteis em todo o planeta. Sabemos que o uso do solo é um bem inquestionável para todas as nações, porém sua escassez e poluição poderá gerar desafios não só para saúde humana, mas também para a manutenção do ecossistema. A população precisa entender que pode ocorrer um grande desastre global, se continuar esgotando os recursos naturais de nosso planeta num ritmo acelerado. O problema da erosão dos solos já é questionável em todo o mundo, pois a necessidade de suprir alimentos para a crescente população mundial tem esgotado os solos. A actividade agrícola sem as técnicas adequadas ao tipo de solo, clima e relevo eleva o desgaste da camada superficial do solo ocasionada pela erosão hídrica. Dai que, actualmente, a implementação de acções que visem o desenvolvimento sustentável tem sido lenta, em grande parte devido à complexidade do cenário multifacetado dos Países, ao desequilíbrio das organizações institucionais do mundo e aos interesses políticos e económicos das grandes corporações dos sectores produtivos que acabam sobrepondo-se aos interesses socioambientais colectivos.

1.4.Problema

Os solos que ocorrem na região da bacia do Rovuma, na província de Cabo Delgado, na sua grande maioria, bem desenvolvido, porém o relevo ondulado os torna susceptíveis à degradação, como a erosão e o processo de percolação da água, requerendo processos de manejo adequados para o uso agrícola. Neste sentido, o preparo excessivo, associado à cobertura deficiente do solo, a chuvas intensas e ao uso de áreas inaptas para culturas anuais, constitui o principal factor desencadeador dos processos de erosão dos solos dessa região.

Em função destas constatações, o problema que se levanta é o seguinte:

Quais são os impactos ambientais da erosão, em particular na bacia do rio Rovuma?

1.5.Hipóteses

A erosão causa problemas na qualidade e disponibilidade de água, decorrentes da poluição e do assoreamento dos cursos de água, favorecendo a ocorrência de enchentes no período chuvoso e a escassez de água no período de estiagem, provocando problemas socioeconómicos. Os factores que mais influenciam no processo erosivo podem ser separados em três grupos, que são as variáveis edáficas, climáticas e topográficas.

Para o problema que se propõe estudar, levantam-se as seguintes hipóteses:

Hipótese 1: A erosão causa o assoreamento dos rios, lagos e açudes.

Hipótese 2: A erosão diminui a capacidade de armazenamento de água dos reservatórios. Hipótese 3: A erosão diminui a vazão de escoamento dos rios e lagos.

1.6.Delimitação do tema

A presente monografia de Pesquisa que neste momento me incumbe apresentar é resultado de uma pesquisa realizada na Província de Cabo Delgado é subordinada ao tema ‘’Impacto ambiental da erosão na bacia do rio Rovuma’’, no período compreendido entre 2011 a 2015.

1.7.Estrutura do trabalho

Na presente trabalho, para uma melhor entendimento dos factores, esta estruturada da seguinte maneira e em 5 capítulos. Sendo que na parte de pré-textuais encontramos a lista de tabelas, gráficos, abreviaturas, seguindo a declaração do autor, as dedicatórias, agradecimento e por fim o resumo do trabalho.

No primeiro capítulo deste trabalho temos a introdução, os objectivos dos trabalhos: Geral assim como específicos, as justificativas, problematização, hipóteses, delimitação do tema e estrutura do trabalho,

No segundo capítulo encontramos a revisão de literatura, onde vários autores retratam do delineamento do tema proposto. No terceiro capítulo temos a metodologia da pesquisa, onde se evidencia o tipo de pesquisa, fontes de dados, universo, amostra e software usado para análise de gráficos.

No quarto capítulo temos a apresentação do cenário da instituição em análise e interpretação de dados e por fim no quinto capítulo temos as conclusões, recomendações / sugestões e bibliografias.

CAPITULO I – REVISÃO DE LITERATURA 2.1.Erosão

A erosão superficial provocada pela água de chuva, associada ou não aos processos de erosão interna e esqueletização, tem início com a erosão laminar, podendo em seguida e em ordem cronológica passar pelas fases de formação de sulcos, ravinas e voçorocas. Neste tipo de erosão estão implicados os agentes erosivos ou seja a erosividade, que corresponde a acção das gotas de chuva, do escoamento superficial e de fluido agressivos, os factores resistentes à erosão, que constitui a erodibilidade caracterizada pelas propriedades estruturais, texturais e físico-químicas do solo e finalmente os factores que modulam a acção erosiva sendo os principais a geomorfologia e a cobertura vegetal.

A erosão laminar é normalmente classificada como a erosão que ocorre de modo uniforme na superfície do solo de uma determinada área, podendo ou não nessa fase, propiciar o aparecimento de sulcos. Este tipo de processo erosivo geralmente não deixa traços visíveis e pode continuar sua acção durante anos, só se deixando notar com o empobrecimento do solo ou com o assoreamento de áreas à jusante. Suas consequências são vistas mais nas zonas rurais, pois além de levar grande parte dos nutrientes, desestabiliza as plantações atingindo a cobertura de suas raízes.

2.2.Estudo de erosão do solo

O terreno possui um declive acentuado, agravante para o processo erosivo, apesar de serem realizados cultivos em plantio directo, o exemplo da soja que teria sido colhida recentemente, este solo sofre muita agressão, pois a sua rotação de cultura é feita com a soja e batata. Com frequência, o cultivo da batata é feito em solo de moderada à alta declividade, que, sendo intensamente preparado, pode ser erodida, a cultura da batata requer de um revolvimento do solo tornando vulnerável ao processo de erosão, o mesmo não se reconstitui mesmo havendo a rotação de cultura com a soja em plantio directo, segundo o técnico agrícola funcionário da Cooperativa Bom Jesus. O solo para o plantio de batata é preparado por aração e gradagem. A aração visa enterrar os restos culturais, controlar plantas daninhas e “cortar o solo”, revolvendoo, tornando-o mais solto, permeável, menos compactado (EMBRAPA, 2003).

Determinadas áreas de produção de batata na bacia do rovuma talvez possam ser beneficiadas com o uso do preparo reduzido do solo ou do plantio directo da batata, para minimizar a erosão e diminuir custos.

Pode haver menos gasto de combustível, modificação da temperatura do solo, controle de determinadas espécies de plantas daninhas e de patógenos do solo, menos dispersão de patógenos do solo, competição diferenciada pelos nutrientes e água, problemas com patógenos do solo, entre outras vantagens e desvantagens. Foi realizada entrevista com agricultores de grandes e pequenas propriedades, através de questionário, com objectivo de conhecer melhor as propriedades rurais de alguns produtores do município, bem como suas técnicas utilizadas na agricultura, o conhecimento sobre os processos erosivos e a importância do cuidado com o solo.

2.2.1.Processos erosivos por acção da água

Para que ocorram os processos erosivos por acção da água de chuva, torna-se necessário o desprendimento das partículas de solo e o seu transporte. Em se tratando de erosão hídrica, o desprendimento das partículas de solo se dá pela actuação de um dos seguintes factores:

(Parte 1 de 5)

Comentários