Unesp chp trab completo

Unesp chp trab completo

7

UNESP UNIVERSIDADE ESTADUAL PAULISTA

CAMPUS DE GUARATINGUETÁ

COLÉGIO TÉCNICO INDUSTRIAL DE GUARATINGUETÁ – CTIG UNESP

JÚLIA REZENDE ROLIM E SILVA

BOMBAS HIDRÁULICAS

Trabalho apresentado na Disciplina Comandos Hidráulicos e Pneumáticos (CHP), 3º ano do Curso de Eletroeletrônica, Colégio Técnico Industrial de Guaratinguetá - UNESP, orientador Prof. Eduardo Silva Santos.

Abril 2017

SUMÁRIO

  1. INTRODUÇÃO....................................................................2

  1. DESENVOLVIMENTO .......................................................3

  1. BOMBAS ROTATIVAS.......................................................4

3.1.1 BOMBA TIPO PALHETA...........................................4

3.1.2 BOMBA TIPO ENGRENAGEM.................................5

3.1.2.1 EXTERNA.....................................................6

3.1.2.2 INTERNA......................................................7

3.1.3 BOMBA TIPO PISTÃO.............................................8

  1. CONCLUSÃO..........................................................................9

  1. BIBLIOGRAFIA.......................................................................10

LISTA DE ILUSTRAÇÕES

Figura 1 – Exemplo de bomba...........................................................2

Figura 2 – Principio de funcionamento dos diversos tipos de bomba................................................................................................2

Figura 3 – Exemplo de esquema de uso de bomba hidráulica.........3

Figura 4 – Principio de funcionamento de uma bomba rotativa........4

Figura 5 – Exemplo bomba de palheta..............................................5

Figura 6 – Principio de funcionamento de bomba de palheta...........5

Figura 7 – Exemplo de engrenagem interna.....................................6

Figura 8 – Exemplo de bomba de engrenagem................................6

Figura 9 – Principio de funcionamento de bomba de engrenagem..6

Figura 10 – Tipos de engrenagem....................................................7

Figura 11 – Principio de funcionamento de engrenagem externa...7

Figura 12 – Principio de funcionamento de engrenagem interna....7

Figura 13 – Bomba de engrenagem interna.....................................8

Figura 14 – Principio de funcionamento de bomba de pistão..........9

Tabela 1 – Diferenças entre os tipos de engrenagem......................8

  1. INTRODUÇÃO

As bombas hidráulicas são dispositivos mecânicos concebidos para mover os líquidos com pressão suficiente para transmitir a energia no corpo de fluido, sendo assim, convertem energia mecânica em energia hidráulica.

Quando em operação, criam um vácuo parcial na linha de entrada e provocam a sucção do líquido para dentro de seu corpo. Segundo sua ação mecânica, encaminha este mesmo líquido à linha de saída (pressão) e força-o para dentro do sistema hidráulico. As bombas hidráulicas produzem vazão de líquido, sendo que a resistência à esta vazão ocasiona a formação da pressão, quanto maior for a resistência à vazão, maior será a pressão fornecida pela bomba. Na linha de sucção da bomba, o vácuo parcial permite a admissão de óleo em sua entrada, entretanto podemos observar que na falta de óleo poderá ocorrer.

Algumas vezes, muitas bombas hidráulicas podem ser usadas como motores com pequenas ou nenhuma modificação. No motor tipo engrenagem ambas as engrenagens são acionadas, mas

somente uma é ligada ao eixo de saída. No motor tipo palheta, todas as palhetas são acionadas pela pressão hidráulica, entretanto como não há força centrífuga no início de sua operação, molas

ou balancins são frequentemente usados atrás de cada palheta, para este fim. No motor tipo pistão, o fluido entra na metade dos furos dos pistões, força-os para fora, causando a rotação do

bloco de cilindro e do eixo de acionamento. O motor tipo pistão é o mais utilizado de todos pois possui uma inércia relativamente baixa, sua aceleração é rápida e pode adaptar-se facilmente nas aplicações onde reversões imediatas são desejadas.

Figura 2

  1. DESENVOLVIMENTO

Existem vários tipos de bombas hidráulicas de uso geral, a maioria dos quais com estreita tolerância de mecanismos rotativos que operam em velocidades baixas comparativamente. Estes incluem bombas de engrenagens, bombas de parafuso, e bombas de deslocamento fixo de palhetas. Bombas radiais ou bombas axiais, bem como bombas de pistão também são os tipos mais usados de bombas hidráulicas.

Havendo resistência à vazão, haverá pressão que será proporcional à resistência oferecida ao fluxo de saída da bomba. A proporção que aumenta a pressão, a descarga volumétrica da bomba diminui. Esta queda de descarga volumétrica é causada pelo vazamento interno do óleo do lado de saída para o lado de entrada da bomba, vazamento este denominado “deslizamento”, que é uma característica comum em todas as bombas. Alguns tipos de bombas possuem maior deslizamento interno que outras.

Classificação das Bombas Hidráulicas: embora muitos métodos diferentes sejam usados para classificar bombas, uma divisão fundamental pode ser feita quanto ao tipo de deslocamento. As

bombas são designadas de deslocamento positivo ou deslocamento não-positivo.

Figura 3

  1. BOMBAS ROTATIVAS

 As Bombas Rotativas dependem de um movimento de rotação que resulta em um escoamento continuo. O rotor da bomba provoca uma pressão reduzida no lado da entrada, o que possibilita a admissão do líquido à bomba, pelo efeito da pressão externa, à medida que o elemento gira, o líquido fica retido entre os componentes do rotor e a carcaça da bomba.

Estas bombas têm, geralmente, os mecanismos rotativos com tolerâncias pequenas entre as partes móveis e os compartimentos. Em comparação com outros tipos de bombas, a maioria dos tipos de bombas hidráulicas também apresenta baixas velocidades de rotação.

Características:

  • Provocam uma pressão reduzida na entrada (efeito da pressão atmosférica), e com a rotação, o fluido escoa pela saída;

  • Vazão do fluido: função do tamanho da bomba e velocidade de rotação, ligeiramente dependente da pressão de descarga;

  • Fornecem vazões quase constantes;

  • Operam em faixas moderadas de pressão;

  • Capacidade pequena e média.

      1. BOMBA TIPO PALHETA

Consiste de um rotor provido de ranhuras que é girado por um eixo de acionamento. Cada ranhura do rotor retém uma palheta retangular chata, que pode mover-se radialmente na ranhura. Quando o rotor gira, a força centrífuga aciona as palhetas para fora.

Conforme o eixo se move ao redor da cobertura, as palhetas se ajustam a fim de manter as pontas em contato com a superfície interna da caixa. Já o fluído é colocado no compartimento e é transportado em torno dele, nas palhetas do ponto de descarga, local onde é forçado a sair. Esses modelos são ainda mais eficientes em comparação às bombas de engrenagens.

Figura 5 Figura 6

      1. BOMBA TIPO ENGRENAGEM

A bomba de engrenagem consiste basicamente de uma carcaça com orifícios de entrada e de saída, e de um mecanismo de bombeamento composto de duas engrenagens, a engrenagem motora, é ligada a um eixo que é conectado a um elemento acionador principal. A outra é a engrenagem movida. Além disso, a engrenagem contem rodas dentadas, sendo uma motriz, acionada pelo eixo, a qual impulsiona a outra, existindo um jogo axial e radial tão reduzido que, praticamente, é alcançada uma vedação à prova de óleo.

As engrenagens giram em direções opostas e encaminham o óleo lateralmente, no espaço entre os dentes, empurrando-o para o sistema hidráulico; a engrenagem Impede o refluxo do óleo para a câmara de sucção. A eficiência da bomba é medida pela folga entre a engrenagem e a carcaça da bomba.

As bombas de engrenagens são geralmente eficientes e confiáveis, embora os modelos de bombas usadas podem ser muito ruidosos.

Figura 7 Figura 8

Figura 9

        1. Engrenagem tipo Externa

Estas bombas são às vezes chamadas debombas de dentes-sobre-dentes. Há basicamente três tipos de engrenagens quesão usadas nestas bombas, conforme pode ser visto abaixo:

Figura 0

As duas engrenagens estão alojadas dentro de uma carcaça, sendo que uma delas tem o eixo passante que transmite a rotação e a potência fornecidas pelo motor (eixo e engrenagem motriz). A outra engrenagem efetua o engrenamento e é chamada "engrenagem acionada”.

Figura 11

        1. Engrenagem tipo Interna

Uma bomba de engrenagem interna consiste de uma engrenagem externa cujos dentes se engrenam na circunferência interna de uma engrenagem maior.

As bombas de engrenagem interna são amplamente utilizadas em serviços de transferência, recalque, e dosagem em diversos segmentos industriais.

Figura 12

Figura 13

Abaixo segue uma tabela de diferenças entre os dois tipos de engrenagens:

Tabela

      1. BOMBA TIPO PISTÃO

Consiste de 7 ou 9 pistões em ângulo de 45o, cujo movimento do eixo acionador provoca o ir e vir dos pistões, succionando o óleo na metade do ciclo da bomba epressionando no ciclo oposto.

Obs.: As bombas de deslocamento positivo geralmente sãoutilizadas em sistemas hidráulicos de média e alta pressão (1.000 a 3.000 PSI).

Figura 14

  1. CONCLUSÃO

Neste trabalho, foram destacados os tipos de bombas hidráulicas, que são dispositivos utilizados para converter energia mecânica em energia hidráulica. Assim como a variedade de bombas hidráulicas é grande, o mesmo acontece com as suas aplicações, tendo um amplo uso no ramo industrial. Mas mesmo antes da era industrial, as bombas hidráulicas já eram muito usadas, como para usar os cata-ventos ou rodas d’água no bombeio do líquido para o consumo das cidades, bem como na irrigação e para o consumo animal.

Atualmente, suas aplicações são inúmeras, como nas bombas para irrigação, abastecimento de água, de gasolina e outros combustíveis, bem como em sistemas de condicionamento de ar, refrigeração e no deslocamento de produtos químicos. Elas também são úteis no combate a enchentes, serviços em embarcações e em demais processos industriais, entre outras funções.

5 – BIBLIOGRAFIA

  • https://www.mecanicaindustrial.com.br/135-tipos-de-bombas-hidraulicas/

  • http://www.industriahoje.com.br/o-que-e-e-como-funciona-uma-bomba-hidraulica

  • http://www.escoladavida.eng.br/mecfluquimica/bomba_hidraulica.htm

  • http://www.ebah.com.br/content/ABAAAfp3kAA/bomba-engrenagens

Comandos Hidráulicos e Pneumáticos 3°D Bombas Hidráulicas

Comentários