Empresa L&Construção

Empresa L&Construção

FACULDADES INTEGRADAS TORRICELLI

Centro de Educação a Distância

Curso Superior Ciências Contábeis

Atividade Avaliativa Desafio de Aprendizagem

Disciplinas: Teoria da Contabilidade,

Responsabilidade Social e Meio Ambiente, Ciências Sociais

Professor:

Pólo Guarulhos – SP

2014

Sumário

Introdução................................................................................................................. 3

Desenvolvimento........................................................................................................ 4

Considerações Finais............................................................................................... 10

Referências Bibliográficas......................................................................................11

INTRODUÇÃO

O objetivo da proposta em questão é apresentar um processo de adoção de práticas sustentáveis para a Empresa L&Construção.

A empresa deseja valorizar sua marca, aumentando seus lucros e mantendo sua competitividade no mercado.

Apresentamos um programa de sustentabilidade, uma estratégia eficaz para criar uma visão de futuro, trabalhando estrategicamente e progressivamente seus objetivos. Essa estratégica está voltada para o que realmente é praticável, pois um planejamento eficaz e abrangente envolve um desenvolvimento sustentável o qual está fundamentado em três dimensões:

A primeira dimensão do desenvolvimento sustentável é a ambiental. Ela supõe que o modelo de produção e consumo seja compatível com o material em que se assenta a economia, como subsistema do meio natural. Trata-se portanto, de produzir e consumir de forma a garantir que os ecossistemas possam manter sua auto reparação ou capacidade de resiliência.

A segunda dimensão, a econômica, supõe o aumento de eficiência da produção e do consumo com economia crescente de recursos naturais, com destaque para recursos permissivos com as fontes fosseis de energia e os recursos delicados e mal distribuídos, como a água e os minerais. Trata-se daquilo que alguns denominam como eco eficiência, que supõem uma continua inovação tecnologia que nos leva a sair do ciclo fóssil de energia (carvão, petróleo e gás) e a ampliar a desmaterialização da economia.

A terceira dimensão é a social. Uma sociedade sustentável supõe que todos os cidadãos tenham a mínimo necessário para uma vida digna e que ninguém absorva bens, recursos naturais e energéticos que sejam prejudiciais a outros. Isso significa erradicar a pobreza e definir o padrão de desigualdade aceitável, delimitando limites mínimos e máximos de acesso a bens materiais. Em resumo implantar a velha e desejável justiça social.

DESENVOLVIMENTO

Impactos da construção civil para o meio ambiente.

O setor da construção civil é fundamental no desenvolvimento do país, sendo assim torna-se a peça chave para o atendimento dos objetivos globais do desenvolvimento sustentável. As indústrias de construção civil é uma das atividades humanas que mais consomem recursos naturais. Estima-se internacionalmente que entre 40% e 75% dos recursos naturais existentes são consumidos por esse setor, resultando assim em uma enorme geração de resíduos. Só no Brasil, a construção civil gera cerca de 25% do total de resíduos dessas indústrias.

Também é preciso lembrar que a empresa de construção civil tem um grande peso nas emissões de carbono.

As edificações respondem por 40% do consumo global de energia e por até 30% das emissões globais de gases de efeito estufa relacionadas ao consumo energético.

Parâmetros para alcançar o desenvolvimento sustentável

Começaremos pela sustentabilidade econômica, a qual terá como foco além da qualidade de custo à conscientização para um todo, visando não só o crescimento da empresa, mas principalmente para toda a população.

O nosso objetivo será gerar bons resultados, que é a alternativa necessária para o crescimento do nosso País.

A melhor forma de começar a preservar e pensar no futuro, com hábitos e rotinas saudáveis visando sempre à economia. Com o propósito em estabelecer um ambiente seguro para as próximas gerações. Agindo assim teremos uma sociedade mais justa e com o foco no futuro criando oportunidades em outros setores sociais e ambientais de conscientização.

Um dos principais pontos hoje é em relação à energia e a água, há um desperdício geral, uma situação que precisa ser mudada e com urgência, conscientizar e praticar esta mudança será acima de tudo uma missão.

Outra situação está relacionada ao uso do petróleo como combustível, mas é preciso olhar para frente e tentar mudar alguns hábitos como, andar a pé ou de bicicleta, está atitude será econômica em todos os sentidos, trazendo benefícios próprios e para toda a sociedade.

Segundo Nagib Anderáos Neto “... A base de toda a sustentabilidade é o desenvolvimento humano que deve contemplar um melhor relacionamento do homem com os semelhantes e a Natureza”.

SUSTENTABILIDADE ECONOMICA

Objetivo

Ação

Resultado Esperado

1. Reduzir o consumo de energia elétrica

A. Instalação de cortinas de ar para manter a temperatura ambiente (porta automatizada).

Atuar no isolamento térmico e armazenagem de energia.

B. Iluminação artificial: substituição de lâmpadas "quentes" por lâmpadas "frias" a fim de economizar energia.

Dessa forma os custos ficaram mais acessíveis, pois as lâmpadas frias tem uma taxa subjetivamente baixa em relação ao gasto.

C. Compra de painéis solares.

Reduzir o consumo de energia elétrica.

D. Palestras e orientações (Funcionários, podendo extender aos familiares).

Conscientização da necessidade de economia de energia elétrica.

2. Reduzir o consumo de água

A. Reuso de água pluvial - capitação da água da chuva por meio de um sistema de calhas no telhado da área de vivência do canteiro (escritório, refeitório e vestiários).

Essa água da chuva é utilizada nas descargas dos vasos sanitários e também na limpeza geral da obra, lavagem de equipamentos entre outros. Estima-se uma economia de 30% de água.

B. Instalação de torneiras com fechamento automático.

Diminuição do consumo de água.

C. Palestras e orientações (Funcionários, podendo extender aos familiares).

Conscientização da necessidade de economia de água.

3. Reduzir o consumo de combustível

A. Substituição de veículos a gasolina/diesel por veículos a gás, biodiesel, elétricos.

Diminuição dos gases poluentes para o comado da atmosfera.

B. Carona Solidária.

Reduzir a quantidade de veículos nas ruas.

C. Treinamento dos motoristas.

Reduzir o consumo de combustível utilizado pela frota, esta ação poderá diminuir ate 33% do consumo.

Quanto à sustentabilidade ambiental o objetivo será a preservação do meio ambiente e ainda garantir o desenvolvimento, sempre buscando a aquisição de medidas que sejam realistas para os setores das atividades humanas.

O foco será conseguir o desenvolvimento em todos os campos, através do uso inteligente dos recursos naturais, garantindo que eles tenham longevidade, ou seja, se mantenham para o futuro.

A capacidade de manter o ambiente natural viável à manutenção das condições de vida para as pessoas e para as outras espécies. Isso garantirá a qualidade de vida para o homem, tendo em conta a habitabilidade, a beleza do ambiente e sua função como fonte de energias renováveis. A adoção das medidas que deem sustentação ambiental garantirá, em médio e longo prazo, um planeta em boas condições para o desenvolvimento das diversas formas de vida, inclusive a humana, garantindo a manutenção dos recursos naturais (florestas, matas, rios, lagos, oceanos) necessários para a qualidade de vida das próximas gerações.

Poderemos adotar algumas ações importantes, como: exploração dos recursos vegetais de florestas e matas, garantindo o replantio; preservação de áreas verdes não destinadas à exploração econômica; uso de fontes de energia limpas e renováveis (eólica, geotérmica e hidráulica); reciclagem dos resíduos sólidos e exploração do gás liberado em aterros sanitários como fonte de energia; e consumo controlado da água, visando evitar o desperdício, além da assunção de medidas que visem a não poluição dos recursos hídricos; entre outras.

SUSTENTABILIDADE AMBIENTAL

Objetivo

Ação

Resultado Esperado

1. Reaproveitamento e uso adequado da água

A. Criação de cisternas de armazenamento por meio de calhas encaixadas nas telhas.

Diminuir a quantidade de água que vai para o sistema público de coleta, o que ajuda evitar enchentes nos períodos de tempestades.

B. Implementação de coberturas verde e paralelepípedos.

Drenagem do sistema de águas pluviais.

C. Reutilização das águas dos chuveiros e pias de banheiro (tratamento e filtragem).

Utilização na irrigação de jardins e uso para lavagem de roupas e uso em vasos sanitários.

2. Reciclagem de material

A. Os resíduos devem ser transformados na própria fonte de geração, ou em uma usina de reciclagem.

A matéria prima poderá servir para a fabricação de produtos de base para a construção civil, como por exemplo: tijolos, blocos de cimentos, britas e etc.

B. Separação de resíduos com coleta seletiva (papel, plástico, vidro, metal e etc).

Reduzir os volumes desses resíduos evitando os impactos ambientais.

C. Organizar os entulhos separando-os por classe.

Facilitar o reaproveitamento, reduzindo os desperdícios no descarte.

3. Controle de produtos químicos

A. Treinamento da equipe (Curso Moop e Kits apropriados).

Evitar danos aos recipientes, vazamentos ou derramamento de substâncias perigosas, tomando medidas conscientes de proteção à vida.

B. Armazenamento apropriado do material químico.

Separação adequada dos materiais por grau de riscos.

C. Contratar uma empresa responsável (certificada com ISO) pelo devido descarte do material (thinner, tinta, amianto, solução asfáltica).

Não haverá a contaminação do solo.

Sustentabilidade Social é um dos mais importantes setores para a mudança nos panoramas da sociedade. A desigualdade social, o uso excessivo dos recursos naturais por uma parte da população enquanto a outra cresce desmedidamente são fatores que são extremamente combatidos no âmbito da sustentabilidade social. O primeiro passo que teremos que adotar para a resolução dos agravantes sociais é importância da responsabilidade social e a agregação à sustentabilidade desse setor.

Pensando sempre no bem-estar da sociedade de hoje e a de amanhã, desenvolveremos ações relacionadas ao negócio, com foco em responsabilidade social para a melhoria e qualidade de vida da sociedade. Serão realizados diversos programas, nos quais se destacam: PIP (programa de inserção profissional) fomento a políticas públicas e parcerias com entidades, educação e cultura.

SUSTENTABILIDADE SOCIAL

Objetivo

Ação

Resultado Esperado

1. Responsabilidade social

A. Proporcionar inclusão social, benefícios para as comunidades do entrono dos futuros empreendimentos.

Reduzir o armazenamento de entulhos em áreas urbanas.

B. Integração dos mercados de trabalho, cultura, educação e preservação do meio ambiente.

Comprometimentos do homem e baixos custos com encargos sociais.

C. Formação de Jovem Aprendiz.

Resgate da dignidade da atividade do trabalhador e aperfeiçoamento profissional.

2. Desenvolvimento cultural e artístico

A. Reunir projetos com grande potencial artístico.

Resgatar a cidadania de crianças e jovens por meio da arte.

B. Práticas artesanais.

Geração de emprego e renda e fortalecimento social e cultural.

C. Implantação de projetos educativos e sociais gratuitos, principalmente para pessoas de baixa renda.

Levar o acesso à informação e leitura, assim ampliando os horizontes de cada ser.

D. Alfabetização de adultos e criação de oficinas profissionalizantes.

Mais adultos instruídos e melhores oportunidades para o mercado de trabalho.

3. Promover Campanhas e Parcerias

A. Campanhas de doações diversas.

Receber doações de material de higiene e pessoal (roupas, calçados) para ser entregues em instituições de caridades.

B. Parceria com universidades que possuem profissionais da área da saúde.

Realizar exames preventivos básicos: como testes de diabete, controle de pressão arterial, higiene bucal.

C. Promover palestras gratuitas da área da saúde.

População mais instruídas sobre várias doenças que podem ser evitadas.

CONSIDERAÇÕES FINAIS

A importância das práticas sustentáveis na empresa L&Construção salienta que a sustentabilidade se faz pelo equilíbrio entre o desenvolvimento econômico e a preservação do ecossistema, de forma a atender as necessidades momentâneas, sem comprometer a capacidade das gerações futuras. Assim, estamos ligados aos processos de inovações sociais gerados a partir de comportamentos, atitudes e práticas individuais e coletivas, orientadas por preceitos éticos, que promovem o desenvolvimento econômico e social de forma equilibrada e sustentável. Nesse contexto, as empresas devem considerar além do preço e qualidade de seus produtos, os impactos socioambientais que estes possam causar à sociedade, desde seu processo de produção até sua adequada destinação quando encerrado seu prazo de vida útil.

Esta reflexão teórica se dá através do levantamento e análise dos autores e estudos recentes sobre a temática em questão, de forma a elucidar as novas gerações de pesquisadores e os dilemas e paradigmas que compõem o desenvolvimento de estudos da área. Como conclusão, destaca-se que as legislações vigentes e a busca por maior competitividade no mercado exigem das empresas práticas corretas de gestão ambiental, tais como, redução das agressões ao meio ambiente, melhor aproveitamento da matéria prima, minimização da produção de resíduos e seus impactos socioambientais, atitudes estas, que podem significar redução de custos de produção, através do reaproveitamento e da reciclagem dos resíduos da produção, bem como, garantir a boa imagem da empresa perante a sociedade.

A imagem organizacional tem sido alvo de muita preocupação, estudos e generosos investimentos por parte das empresas, pois elas estão conscientes de que sua imagem perante a sociedade pode significar expansão de mercados e sucesso econômico financeiro. Atualmente construir uma boa imagem significa adotar posturas éticas e socialmente responsáveis, interagir com a sociedade, demonstrando sua preocupação e contribuição para a solução e amenização dos problemas sociais, culturais, educacionais e ambientais.

Com base nestes fatos, visa contribuir para um melhor entendimento dos conceitos de sustentabilidade, responsabilidade social, apresentando tanto os ganhos empresariais conquistados a partir de práticas éticas socialmente responsáveis e o emprego das estratégias para o desenvolvimento e promoção da organização, como as perdas empresariais devido à falta de investimento e preocupação com esses fatores.

REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS

AMARAL, Sérgio Pinto. Sustentabilidade ambiental, social e econômica nas empresas: como entender, medir e relatar. São Paulo: Tocalino, 2004.

Atitudes sustentáveis (site) Disponível em SEBRAE

http://www.sustentabilidade.sebrae.com.br/Sustentabilidade

http://www3.ethos.org.br/conteudo/mobilizando-as-empresas-por-uma-sociedade-justa-e-sustentavel/mobilizacoes-globais/#.VC7xExZ5FFs

http://www.kapersul.com.br/gerenciamento-residuo-servicos.php#1

http://www.suapesquisa.com/religiaosociais/sustentabilidade_social.htm

http://www.gestaoetc.com.br/524/frases-sobre-sustentabilidade/

http://www.atitudessustentaveis.com.br/sustentabilidade

http://www.manutencaoesuprimentos.com.br/

Comentários