comportamento pessoal nas organizaçoes

comportamento pessoal nas organizaçoes

Comportamento Pessoal nas Organizações

Pós-Graduação

Pós-Graduação - ESPM ®

Comportamento Pessoal nas Organizações

Para reflexão:

Em um mundo como este, extremamente competitivo, temos que desenvolver nossa identidade profissional, o que significa termos que saber quem somos, quais nossas potencialidades e limitações e para onde queremos ir (autoconhecimento).

Temos, ainda, que saber como atingir resultados por meio de pessoas (liderança), pois, a força está no coletivo e não mais nas realizações individuais.

Pós-Graduação - ESPM ®

Comportamento Pessoal nas Organizações

Podemos dizer que um indivíduo entra para a uma organização com um conjunto de relativamente arraigado de valores e atitudes e uma personalidade substancialmente estabelecida. A interpretação que os funcionários fazem sobre o ambiente de trabalho

(percepção) em que atuam influenciará o nível de motivação, o que aprenderão e, por fim, seu comportamento individual. A capacidade também afeta o comportamento através dos talentos e habilidades trazidos quando se une a uma organização.

Principais variáveis que afetam o comportamento individual

Pós-Graduação - ESPM ®

Comportamento Pessoal nas Organizações

Valores Motivação

PercepçãoComportamento

Atitudes Individual

Personalidade Aprendizagem

Capacidade

Principais variáveis que afetam o comportamento individual

(talentos + habilidades)

Pós-Graduação - ESPM ®

Comportamento Pessoal nas Organizações

A auto consciência voltada à vida profissional

“Antes de mais nada temos de saber quem somos”

“As pessoas eficazes, e que desejam se manter como tal por muitos anos, terão que se auto-gerenciar”

Peter Drucker

Conhecimento dos próprios valores e forças; gerenciamento do tempo e concentração – peças chaves para o gerenciamento da carreira e da vida do indivíduo - autoconsciência

Pós-Graduação - ESPM ®

Comportamento Pessoal nas Organizações

Aristóteles

A vida humana justifica-se pela busca da excelência

O homem evolui quando ultrapassa seus limites

A linha que separa o comum do especial é desenhada pela Vontade

Pós-Graduação - ESPM ®

Comportamento Pessoal nas Organizações

Resolver problemas Atingir resultados

Competir

Competência é a capacidade de:

Pós-Graduação - ESPM ®

Comportamento Pessoal nas Organizações

1.Planejamento

2.Organização 3.Controle

Pós-Graduação - ESPM ®

Comportamento Pessoal nas Organizações

Todas as emoções têm um tipo de papel regulador a desempenhar, gerando, de um modo ou de outro, circunstâncias favoráveis para o organismo, com o objetivo último de preservação da vida desse organismo.

Pós-Graduação - ESPM ®

Comportamento Pessoal nas Organizações

“Capacidade de reconhecer nossos sentimentos e os das outras pessoas, para motivarmos e para poder lidar adequadamente com nossas emoções, tanto em relação a nós mesmos quanto com as pessoas com as quais nos relacionamos.” Daniel Goleman

Pós-Graduação - ESPM ®

Comportamento Pessoal nas Organizações

A mente racional e a mente emocional

Mente racional (pensar)

É o modo de compreensão de que temos consciência, ou seja conseguimos explicar (logicamente) o porque de alguma coisa.

Está estreitamente relacionada com a intelectualidade e a cognição

Mente emocional (sentir)

É um sistema de conhecimentos impulsivos e poderosos, embora, às vezes, ilógico.

Pós-Graduação - ESPM ®

Comportamento Pessoal nas Organizações

Conhecer as próprias emoções (Autoconsciência) Lidar com as emoções

Motivar-se

Reconhecer emoções nos outros

Lidar com relacionamentos

Pós-Graduação - ESPM ®

Comportamento Pessoal nas Organizações

Paixão

Determinação

Resultados

Habilidade

Comentários