Ergonomia bancos de jardim

Ergonomia bancos de jardim

UNIVERSIDADE REGIONAL DO NOROESTE DO ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL – UNIJUÍ

MOHAMAD NASSER HAMOUI

ANÁLISE ERGONÔMICA DE MÓVEIS DE JARDIM PARA SENTAR

Ijuí

2012

SUMÁRIO
1.INTODUÇÃO.........................................................................................................3

2. PROBLEMATIZAÇÃO..........................................................................................4

3. ANÁLISES............................................................................................................4

3. 1 Listas de verificação........................................................................................4

3.1.1. Informações sobre atributos do Produto...........................................................................

3.1.2. Eventuais aspectos que podem representar 5 problemas..........................................

3.2. Análise diacrônica...........................................................................................5

3.3. Análise sincrônica...........................................................................................6

3.4.Análise estrutural...........................................................................................10

3.5. Análise funcional...........................................................................................13

3.6. Análise morfológica......................................................................................14

4.DEFINIÇÃO DO PROBLEMA.............................................................................15

4.1.Estrutura e Hierarquização dos Requisitos................................................15

5.BIBLIOGRAFIA..................................................................................................16

1. INTRODUÇÃO

Se buscou bancos para duas pessoas como centro deste projeto é devido a crescente deste ramo e a busca por um produto que seja mais confortável, belo e que utilize materiais sustentáveis, sendo isso executado através da análise das características positivas e negativas dos concorrentes. Com isso foi analisado alguns bancos, que estão nesse ramo.

2. PROBLEMATIZAÇÃO

-As variáveis que serão consideradas no desenvolvimento do projeto são:

  1. Conforto ao sentar do usuário

  2. Beleza estética

  3. Utilize materiais sustentáveis

  4. Ergonomia

  5. Temática de Folha

Situação Inicial

Processo de transformação

Situação Final

Análise de cinco móveis de jardim que acomodem duas pessoas, existentes no mercado.

Análise Metodológica de Gui-Bonsiepe

Proposta de um móvel para jardim que acomode duas pessoas

Quadro1: problematização

3. ANÁLISES

O móvel para sentar, é um produto composto por uma base de madeira ou de metal (geralmente aço). Para a acomodação de duas pessoas, este possui uma largura mínima de 95 cm. Estes possuem quatro pernas, encosto, banco, podendo ser estofado e ainda ter apoio de braço. Além disso, pode ter amarrações e trançados em fibra sintética que permitem um visual mais atraente e diferenciado.

3. 1 Listas de verificação:

3.1.1. Informações sobre atributos do Produto

Função: O móvel por função permite a acomodação de duas pessoas, com conforto, além de suportar as condições climáticas, por estar em um ambiente aberto.

Mecanismo: A maioria das cadeiras utiliza com mecanismos de montagem, a fixação dos pedaços de madeira, através de parafusos. Algumas o trançado manual para o revestimento do material básico.

Estrutura e forma: Os bancos pesquisados possuem um tamanho e formato similar, com apoio de braço e encosto, sem estofamento. Já os sofás, podem possuir formato e tamanho diferenciado, porém ambos possuem trançados ou amarrações, em junco ou fibra sintética, possuindo apoio de braço, encosto, mas só possui estofado no assento.

O uso da cadeira é diverso: acomodação de pessoas em parques, jardins, para jantar e para o lazer.

3.1.2. Eventuais aspectos que podem representar problemas

Relativos à ergonomia:

- Considerar as possíveis dores dos usuários devido à inclinação errada do encosto

- Considerar a falta de ajustes (altura e profundidade) das partes da cadeira para acomodação do usuário

Relativo aos materiais

- Materiais de fibra ou madeira, em partes de contato corporal como usuário, não são os adequados, pois podem causam dores com e má acomodação, após um bom tempo de uso.

3.2. Análise diacrônica:

De acordo com uma análise realizada no relatório de estágio do Luís Miguel Fonseca Currais, fora feito uma retrospectiva dos bancos de jardim, conforme a cidade de Lisboa/Portugal. Havia no início do século XX, (figura 1), bancos localizados no zoológico que utilizavam como materiais pedras, cimento e azulejo. Este era um banco integrado com o outro, ficando um de costas para o outro ainda a um espaço para as flores na parte superior. Tudo isso, juntamente com os azulejos, permite um visual bonito, porém este é formado por um material duro para a acomodação do corpo, sem inclinação para as costas e as flores estariam em contato com o corpo, causando irritação ou alergia. Após isso, apresentada através de um esboço realizado por Luís Miguel Fonseca Currais (figura2) um banco com estrutura em metal de formas complexas com a função ornamental. Além disso, possui tábuas de madeiras, apoio de braço e uma leve inclinação, mesmo não sendo a adequada já mostra uma evolução. Na década de 70, 80 e 90 do séc. XX, o banco passou a ter pernas mais simples (figura 3), e em vez de duas ou três peças de madeiras passaram a usar-se um conjunto de ripas ou tábuas muito estreitas. Com isso este acabou perdendo em estética e ergonomia, já que não possui os apoios dos braços.

Fig.1. Banco de cimento, pedra e azulejo.Fonte: RELATÓRIO DE ESTÁGIO DO LUÍS MIGUEL FONSECA CURRAIS(2012).

Fig.2. Esboço do banco de madeira e com detalhes ornamentais em metal. Fonte: RELATÓRIO DE ESTÁGIO DO LUÍS MIGUEL FONSECA CURRAIS(2012).

Fig.3. Banco com conjunto ripas de madeira. Fonte: RELATÓRIO DE ESTÁGIO DO LUÍS MIGUEL FONSECA CURRAIS(2012).

3.3. Análise sincrônica

Aspectos analisados

Breton: Sofá Tung

Banco Namoradeira Florença Nogueira

Cadeira Namoradeira Empilhável Malibu Nogueira

Banco Madeira 106 Stain Jatobá Mestra

Sofá 2 Lugares Sunset

Altura

84 m

90 cm

90 cm

89 cm

85 cm

Largura

263 m

130 cm

60 cm

106 cm

127 cm

Comprimento

113 m

60 cm

96 cm

65 cm

69 cm

Material (base)

Apuí (madeira)

Eucalipto de reflorestamento(madeira maciça)

Eucalipto de reflorestamento(madeira maciça)

Eucalipto FSC

Aço

Material (revestimento)

Amarrações em junco

O mesmo da base

O mesmo da base

O mesmo da base

Fibra sintética

Estofamento

Apenas no assento

Não (madeira)

Não(madeira)

Não (madeira)

Apenas no assento

Empilhável

Não

Não

Sim

Não

Não

Quadro2: Análise Sincrônica

Considerações sobre a ergonomia:

- A variação da altura e a curva para frente, não acomodam de forma correta as costas dos usuários (Breton).

- Inclinação incorreta dos encostos (todos os modelos).

- Ausência de ajustes (altura e profundidade) das partes da cadeira para acomodação do usuário (todos os modelos).

- Presença de apenas um apoio de braço (Breton).

- Apoio de braço em inclinação errada (Malibu, Jatoba e Florença Nogueira).

- Posição correta do apoio dos braços, levemente inclinada para baixo(Sunset).

Este estudo fora baseado no Livro (Ergonomia), do autor Itiro Lida.

Com estes dados, realizou a análise ergonômica dos concorrentes e serviram como parâmetro para a projeção de um novo móvel. Ocorreram um cálculo da média das alturas dos integrantes da minha família(175+168+165+160+157cm), ficando com 165cm de média.

Profundidade do assento: 0,280 x 165% = 0,46 m

Altura do assento: 0,249 x 165% = 0,41 m

Altura do apoio de braço: 0,135 x 165% = 0,22 m

Tamanho do encosto(altura a partir de seu início): 0,72(altura das costas ao chão) x 165 % - 0,53(altura do fim das costas ao chão) x 165% = 0,31 m

A inclinação do encosto e do assento, foram determinadas através do material sobre estofados disponibilizados pelo professor José Paulo.

Fig.4.Tabela de medidas ergonômicas. Fonte: Apostila do professor José Paulo sobre Estofados, pág. 7(2012).

Fig.5.Medidas Antropométricas.Fonte:Ergonomia(Projeto e produção) Itiro Lida (2012).

Fig.6.Medidas Antropométricas. Fonte:Ergonomia (Projeto e produção) Itiro Lida(2012)

Considerações relativas aos materiais:

- Utilização de madeira, dura para a acomodação do corpo (Malibu, Jatoba e Florença Nogueira).

- Utilização de fibra sintética, não ser o material mais adequado para a acomodação do corpo, (falta de estofado nas costas) é proveniente de um polímero, portanto é prejudicial ao meio ambiente na sua fabricação e descarte (Sunset).

- Utilização de junco (proveniente de bambu), material natural, porém não é o mais macio para acomodação das costas, também faltou um estofado no encosto (Breton).

3.4.Análise estrutural

Fig7.Componentes do sofá Breton.Fonte: Breton.(2012).

Fig.8.Componentes do Banco Namoradeira Florença Nogueira. Fonte:MOBLY.(2012).

Fig.9.Componentes da Cadeira Namoradeira Empilhável Malibu Nogueira.Fonte:MOBLY.(2012).

Fig.10.Componentes do Banco Madeira 106 Stain Jatobá Mestra.Fonte: MOBLY.(2012).

Fig11.Componentes do Sofá 2 Lugares Sunset. Fonte: Tidelli.(2012).

Os elementos componentes do sofá Tung, da marca Breton são:

- Estrutura integrada (assento, encosto, apoio das mãos e parte inferior) em madeira apuí

- Amarrações em junco

- Estofado no assento (espuma revestida com tecido sarja cor gelo)

Os elementos componentes do banco namoradeira Florença Nogueira são:

- 4 pernas de madeira

- 2 apoios de braço de madeira

- Assento formado por 6 pedaços de madeira

- Base do assento formada por 4 pedaços de madeira

- Encosto formado por 13 pedaços de madeiras

- Parafusos

Os elementos componentes da Cadeira Namoradeira Empilhável Malibu Nogueira são:

- 2 pernas de madeira, que se estendem até o topo da cadeira

- Encosto formado por 15 pedaços de madeira

- 2 pernas de madeira que se estendem até o apoio de braço

- 2 apoios de braço

- 2 pedaços de madeira

- Assento formado por 13 pedaços de madeira

- Parafusos

Os elementos componentes do Banco Madeira 106 Stain Jatobá Mestra são:

- 2 pernas de madeira, que se estendem até o topo da cadeira

- Encosto formado por 12 pedaços de madeira

- 2 pernas de madeira que se estendem até o apoio de braço

- 2 apoios de braço

- 2 pedaços de madeira localizados nas partes laterais inferior da cadeira

- Assento formado por 5 pedaços de madeira

- 4 pedaços de madeira localizados nas partes centrais da cadeira

- Parafusos

Os elementos componentes do Sofá 2 Lugares Sunset

- Estrutura soldada de aço (assento, encosto, apoio dos braços e pernas)

- Trançado de fibra sintética

- Estofado no assento (espuma revestida com tecido)

3.5. Análise funcional

3.5.1.Microanálise: funções técnico-físicas de cada elemento

Estrutura integrada em madeira apuí

Da sustentação geral para a cadeira

Amarrações em junco

Material natural, vindo do bambu, que é realizado de forma artesanal reveste a estrutura da cadeira

Estofado no assento

Trás conforto no local do sentar

Pernas de madeira

Dão sustentação e equilíbrio ao móvel e ao usuário

Apoio de braço

Estrutura de madeira ou aço, que permite um descanso ao braço

Pernas que se estendem ao topo da cadeira

Além de dar sustentação ao móvel, na sua parte superior, fica a fixação do encosto

Pernas que se estendem até o apoio do braço

Além de dar sustentação ao móvel, serve sustentar o apoio de braço

Assento

Local onde o usuário senta, formado por um conjunto de tábuas de madeira, fibra sintética ou junco. Podendo transmitir conforto com o auxílio de estofamento

Encosto

Local onde o usuário apóia as costas, formado por um conjunto de tábuas de madeira, fibra sintética ou junco

Parafusos

Pedaços pequenos de metal, de forma circular, que tem como função unir partes do móvel, através da intersecção destas partes perfuradas

Base do assento

conjunto de pedaços de madeira, que servem como apoio do assento (ficando na parte inferior a este)

Pedaços de madeira

Tem por função dar sustentação a partes vitais do móvel, podendo ser localizado na parte superior ou inferior

Quadro 3: Microanálise

3.6. Análise morfológica

Nesta etapa, fora realizado uma análise das formas, materiais, cores e acabamento de cada um dos concorrentes.

O primeiro a ser analisado, fora o sofá Tung da marca Breton. O modelo possui um formato diferenciado, lembrando um barco e se diferenciando na parte lateral esquerda, onde dica o apoio de braço, que se integra de forma harmônica com o encosto, ao qual é curvo e desce antes do término do sofá. A cor base é um marrom escuro, característico do material, e mesclado com o tecido sarja, cor gelo (encontrado no estofado do assento). O acabamento, por mais que não sejam totalmente preenchidas, são bem encaixadas e acabadas, dando um charme ao móvel e o tornando diferenciado.Na seqüência, fora analisado o Banco Namoradeira Florença Nogueira, possui formas quadradas, no assento, apoio de braço e encosto (possui uma leve inclinação). Este possui tons de marrom do mais fraco ao mais escuro e se mostra em bom estado estado de acabamento.Após este, se analisou a Cadeira Namoradeira Empilhável Malibu Nogueira, ao qual possui formas quadradas, com uma mínima inclinação do encosto, as cores são de um marrom com tom levemente escuro e seu acabamento é bom (fora dado um tratamento na madeira, ao qual possui listras escuras).O próximo móvel analisado é o Banco Madeira 106 Stain Jatobá Mestra, como os dois últimos concorrentes, possui linhas retas, com leve inclinação no encosto. Este possui um bom acabamento (madeira bem trabalhada ótimos encaixes) e se predomina o marrom com tom mediano, na sua cor, com exceção da parte interna do encosto, onde este é mais suave. O último móvel analisado é o sofá 2 Lugares Sunset, este possui um belo visual, onde o apoio de braço possui uma elevação que se liga como encosto, e este por sua vez tem ligação como o apoio de braço do lado oposto, formando uma estrutura integrada. A cor predominante é a cinza em tom claro (estrutura de aço e no estofado do assento) e mais escuro (fibra sintética), o acabamento é ótimo (aço bem soldado e trançado da fibra sintética bem elaborada, a ponto de não se perceber os locais de junção).

4.DEFINIÇÃO DO PROBLEMA

4.1.Estrutura e Hierarquização dos Requisitos

Classe de Problemas

Requisitos

Valorização

Capacidade

- Espaço para duas pessoas

I

D

O

Design

- Temática de Folha

- Visual Atraente

Estofamento

- Estofamento no encosto

- Estofamento no assento

Materiais

-De baixo custo

-Impermeável

-Resistente

-Sustentável

Apoio de Braço

-Um apoio de braço de cada lado, totalizando dois.

-Estofamento no apoio

Ergonomia

Inclinação 100° entre o assento e o encosto

5. BIBLIOGRAFIA

LIDA, Itiro; Ergonomia - Projeto e Produção. São Paulo: Edgar Blücher Ltda, 2001.

DA SILVA, José Paulo; Estofados – Estrutura e Dimençoes. Ijui: 2012.

BRETON: MÓVEIS. Disponível em:(http://www.breton.com.br/site2011/?pagina=subcategoria&subcategoria=25), acesso em 12 de novembro de 2012.

CURRAIS, Luís Miguel. Análise Diacrônica. Disponível em (http://bdigital.ipg.pt/dspace/bitstream/10314/1199/1/Lu%C3%ADs%20Currais_1009540.pdf), acesso em 22 de novembro de 2012.

EMPREGABRASIL. PORTAL DE EMPREGOS. Disponível em :(http://www.empregabrasil.org.br/arqs/envcw7hwklysd.htm), acesso em 18 de novembro de 2012.

MOBLY:PORTAL DE VENDA DE MÓVEIS. Disponível em:(http://www.mobly.com.br/namoradeira-empilhavel-malibu-nogueira-20707.html), acesso em 19 de novembro de 2012.

MOBLY:PORTAL DE VENDA DE MÓVEIS. Disponível em:(http://www.mobly.com.br/banco-namoradeira-florenca-nogueira-20700.html), acesso em 19 de novembro de 2012.

MOBLY:PORTAL DE VENDA DE MÓVEIS. Disponível em:(http://www.mobly.com.br/banco-madeira-106-stain-jatoba-mestra-59989.html), acesso em 19 de novembro de 2012.

TIDELLI:MÓVEIS.Disponível em:(http://www.tidelli.com.br/produtos/sofa-2-lugares---maiorca/1763), acesso em 12 de novembro de 2012.

Comentários