Análise SWOT - All Star

Análise SWOT - All Star

Analise S.W.O.T.

Forças:

  • História: Converse foi fundada em 1908, com o nome de Converse Rubber Shoe Company. O primeiro Converse All Star foi feito em 1917, ele foi um dos primeiros tênis de basquete existentes, tanto que em 1960 ao menos 90% dos profissionais de basquete ( profissional ou colegial ) usavam Converse

  • Adaptabilidade: Da mesma forma que o tempo passa, as pessoas mudam. A Converse se adaptou oferecendo diferentes tipos de produtos para diferentes tipos de grupo, com todos os tipos de interesse em geral. Na Segunda Guerra Mundial, por exemplo, a empresa criou tênis especiais para treinamento e botas de luta para pilotos.

Em 1950 o All Star “fisgou” os não atletas, sendo esses famosos cantores e atores, e a partir daí a Converse começou a tradição de capitalizar novas tendências, e claro criou um novo target para o marketing e novas oportunidades no mercado, essa cultura do uso pela celebridades se mantém até os dias de hoje.

Para a Converse isso foi realmente bom, pois a sua marca que que estava se tornando menos popular entre o basquete, acabou gradualmente ganhando mais espaço entre a cultura jovem. Hoje em dia nenhum atleta sua All Star para basquete ( que era o proposito original),mas sim com outro propósito, para afirmar uma imagem ou até porque a Rihanna, a Gisele, o Kurt Coubain , o Elvis ou o James Dean usam ou usavam.

  • Reconhecimento da marca

O logo da marca é altamente reconhecido, e o mesmo vale para o tênis. É possível personalizar o sapato, mas eles não mudam o formato e o design, i o solado é possível de ser reconhecido, e esse tipo reconhecimento de marca e altamente poderoso.

Fraquezas:

  • Conforto: O formato do tênis é único e por muitas vezes ele não se adequa para todos os tipos de pés.

Da mesma forma que os sapatos não mudam, a empresa não faz uso de tecnologias que possam garantir mais conforto para os pés dos seus consumidores, como por exemplo, o uso de palmilhas amortecedoras de impacto.

Oportunidades:

  • Nostalgia: Abraçar a longa historia da empresa, trazer de volta o longo histórico da marca e fazer uso de propagandas retrô, e mostrar ao consumidor que a converse não faz parte das tendências, e sim que ela faz as tendências, é o tênis que não envelhece

Se tornar mais que um tênis, apresentar e abraçar todos os lados que o All Star pode oferecer, desde o roqueiro rebelde até a fashionista.

O tênis deve servir para conta a história da marca, quem eles eram antes e quem eles são agora, e quem eles desejam se tornar.

  • Participação: Baseados na pesquisa realizada, podemos notar que a maioria dos consumidores viram a primeira propaganda de All Star na internet, logo podemos ver aqui uma chance aproximar mais o consumidor da marca. Fazendo uso das redes sociais a empresa pode lançar um concurso no qual consumidor pode participar e ajudar a criar o mais novo modelo de All Star.

Ameaças:

  • Imitações: Por muitas vezes o desing da marca é copiado, o que por muitas vezes faz com que a empresa perca uma fatia do mercado por conta disso.

  • Preços: O mercado de sapatos é altamente competitivo, o preço do All Star é baixo, considerando o de seus concorrentes diretos, porém existem marcas com valores bem abaixo dos praticados pela Converse, e a empresa não tem tido espaço para preços menos e assim se tornar mais competitiva.

2

Comentários