Gestão da Qualidade técnico em qualidade

Gestão da Qualidade técnico em qualidade

(Parte 1 de 14)

Escola Técnica Regional _ Técnico em Logística Gestão da Qualidade

1. CONCEITOS BÁSICOS E PRINCÍPIOS DA QUALIDADE, 04; 1.1. Conceitos básicos e definições, 1.2. As 5 Abordagens da Qualidade, 1.3. As 8 Dimensões da Qualidade, 1.4. Nichos da Qualidade, 1.5. Erros da Qualidade

2. EVOLUÇÃO DA QUALIDADE, 07; 2.1. Os 4 estágios da Qualidade, 2.2. Evolução dos Conceitos, 2.3. Principais autores

3. ENFOQUE DE PROCESSOS, 17; 3.1. Conceito de processos, 3.2. Processos Macro e Micro, 3.3. Avaliação da Qualidade, 3.4. Defeitos, 3.5. Controle de Qualidade,

4. SISTEMAS DA QUALIDADE, 2; 4.1. Conceitos, características, 4.2. Atividades mínimas para estruturação, 4.3. Estrutura de um Sistema de Qualidade

5. GESTÃO DA QUALIDADE TOTAL, 23; 5.1. As vertentes da Gestão da Qualidade Total, 5.2. Questão Humana na Qualidade, 5.3. Organização dos Recursos Humanos para Qualidade, 5.4. Teorias Motivacionais

6. AS 7 FERRAMENTAS DA QUALIDADE, 27; 6.1. Lista de Verificação (simples e freqüência), 6.2. Diagrama de Pareto, 6.3. Diagrama de Causa e efeito (Espinha de peixe), 6.4. Fluxograma, 6.5. Histograma, 6.6. Gráfico de Controle, 6.7. Diagrama de Dispersão

Escola Técnica Regional _ Técnico em Logística Gestão da Qualidade

9. NORMAS ISO 14000 (Gestão Ambiental), 60; 9.1. Conceitos

10. QUALIDADE EM SERVIÇOS, 60; 10.1. Conceitos

1. EXERCÍCIOS, 61; 12. SÍNTESE, 62; 13. BIBLIOGRAFIA, 63.

Escola Técnica Regional _ Técnico em Logística Gestão da Qualidade

A Gestão da Qualidade é um conjunto de práticas e ferramentas, apoiada em políticas e normas internacionalmente estabelecidas com o propósito de assegurar a qualidade de produtos, processos e serviços.

A história da Qualidade atravessa as fases de pré e pós-industrialização sempre buscando objetivos de atingir melhores níveis de excelência, em meio a dificuldades de mercado, produtividade e competitividade. Surge primeiro a inspeção, com objetivo simplório de separar produtos “bons e ruins”, em seguida o controle de qualidade passa a incluir o processo produtivo na avaliação dos produtos, mas ainda não garante produtos livres de falhas, pois as ferramentas avaliam o fim do processo. A garantia da qualidade passa então a atuar preventivamente, com inspetores ao longo da cadeia produtiva, surge o conceito mais amplo de Qualidade Total que inclui as pessoas no “combate” aos erros e defeitos em ações globais de atuação. Atualmente um conjunto de técnicas e ferramentas foi agregado aos sistemas da qualidade tornando-os complexos e robustos, no sentido de envolver todas as pessoas e áreas das empresas para o alcance dos resultados almejados.

Neste sentido, torna-se indispensável um estudo cuidadoso dos processos produtivos, pois eles representam o esqueleto central de análise das ferramentas de padronização e normalização. As normas ISO constituem-se num conjunto de normas que apresentam diretrizes e modelos para a garantia da qualidade. Elas estabelecem elementos ou critérios que visam estruturar os processos de maneira que os mesmos possam ser minuciosamente documentados.

O objetivo deste material é fornecer conceitos básicos, teorias amplamente difundidas a respeito da Gestão da Qualidade, a evolução dos conceitos de autores e pensadores renomados

Bons Estudos!!! Solange Evangelista

Escola Técnica Regional _ Técnico em Logística Gestão da Qualidade

1. CONCEITOS BÁSICOS E PRINCÍPIOS DA QUALIDADE

A Gestão da Qualidade, assim como a própria Qualidade possui diversos conceitos, muitos autores e pensadores estabeleceram suas definições e correntes, de acordo com pontos de vista observados. Os conceitos aqui apresentados não são únicos, nem se esgotam aqui. São antes de tudo referências básicas e introdutórias. Vamos a eles:

1.1. Conceitos básicos e definições

O que é Gestão?

Atividades coordenadas para dirigir e controlar uma organização. (NBR ISO 9000:2000)

O que é um Sistema de Gestão?

Sistema para estabelecer políticas e objetivos e para atingir estes objetivos. (NBR ISO 9000:2000)

O que é Política da Qualidade?

Intenções e diretrizes globais de uma organização, relativas à qualidade, formalmente expressas pela Alta Direção. (NBR ISO 9000:2000)

Qual o Objetivo da Qualidade? Aquilo que é buscado, almejado, no que diz respeito à qualidade.

O que é Qualidade?

Diante da multiplicidade de critérios empregados para definir qualidade, David Garvin, um estudioso revendo a literatura identificou 5 abordagens principais para definir qualidade. Vamos a elas:

1.2. As 5 Abordagens da Qualidade (Garvin)

1 – Transcendente Segundo este enfoque qualidade seria sinônimo de beleza, atratividade e excelência nata.

Ex: relógio suíço.

2 – Baseada no produto Esta abordagem vê a qualidade como uma variável precisa e mensurável e também na diversidade de algumas características adicionais que agregam valor ao produto.

Ex.: quantidade de recheio.

Qualidade é a adequação ao uso

3 – Baseada na produção

Escola Técnica Regional _ Técnico em Logística Gestão da Qualidade

Se o produto está dentro das normas e especificações do projeto do produto/serviço na sua fase de produção, o produto tem qualidade.

Ex. produto sob encomenda.

Qualidade é a conformidade do produto às suas especificações. (CROSBY, 1979)

4 – Baseada no consumidor É o reflexo das preferências do consumidor, se ele estiver satisfeito então o produto tem qualidade.

Ex. Novo sabor de Coca-cola Zero.

“Qualidade consiste na capacidade de satisfazer desejosd ards

5 – Baseada no valor Desempenho ou conformidade a um preço aceitável.

Ex.: Iphone

um custo aceitável.” Broh2

“Qualidade é o grau de excelência a um preço aceitável e o controle da variabilidade a

Com base nessas abordagens ele estabeleceu 8 dimensões ou aspectos pelos quais podemos caracterizar a qualidade de um produto, bens ou serviços. São elas:

1.3. As 8 Dimensões da Qualidade (Garvin)

1. Desempenho Refere-se às características operacionais básicas do produto.

Ex: eficiência do carro, funcionamento perfeito do eletrodoméstico.

2. Características

(Parte 1 de 14)

Comentários