Cirripedia e rhizocephala

Cirripedia e rhizocephala

(Parte 1 de 3)

Discentes: JoseRibamardos Santos Silva

Serviço Público Federal

Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Pará

Campus Tucuruí Licenciatura Plena em Ciências Biológicas

Os crustáceos são o grupo com maior diversidade morfológica entre os animais. Eles assumem diversas formas, de sésseis a parasitas, de microscópicos a gigantes, bentônicos a livre-nadantes, habitando leitos subterrâneos ao ambiente terrestre, carnívoros a detritívoros. A diversidade em Crustacea se baseia nas diferenças morfológicas, chegando a ser às vezes difícil distinguir quem é crustáceo.

Lepadomorpha

Reino: Animalia Filo: Arthropoda Sub-filo: Crustacea Classes: Remipedia

Cephalocarida Anostraca Phyllopoda Malacastra Copepoda Mystacocarida Tantulocarida Ascothoracica Cirripedia Ostracoda Branchiura Pentastomida Rhizocephala balanomorpha Verrugomorpha

Rhizocephala

•A classe Cirripedia inclui animais marinhos bentônicos muito familiares , craca além de alguma formas parasitas bizarras pouco conhecida.

"Inclui dois táxons: Não parasitas ( Thoracica e Acrothoracica) um Parasitas: ( Rhizocephala)

"Sua anatomia e biologia passaram por modificações extensas como consequência de seu estilo de vidapeculiar.

• O táxon Thoracica, é formada pelas cracas e lepas epibentônica que vive permanentemente fixadas a em: rochas, baleias, conchas, corais, madeira, caranguejos, tartarugas, barcos , garrafas e outros.

"Formas: pedunculadas e Lepas

"O táxon Rhizocephala: é constituída por formas parasitas altamente derivas de formas aberrante.

• A larva dos Thoracica deixa o plâncton e migra para o fundo para se fixar no substrato por meio das glândulas de cimento.

"A carapaça da larva persiste e torna-se o manto .

CIRRIPEDIA : Larva dacraca larva náuplio Larva Cípris

CIRRIPEDIA : estrutura

Corte Sagital Esquemas das Placas

• A craca Thoracica possui corpo formado por uma grande cabeça e tórax, mas sem abdome.

"A cabeça apresenta os apendesses usuais, com exceção do segundo par de antena

• Na porção posterior, o tórax apresenta um pênis longo e o ânus;

" Carapaça bilobada e carnosa projeta-se lateralmente partir dos dois lados da cabeça.

" A boca, o gonóporo da fêmia e o ânus abre para dentro da cavidade do manto.

" A epiderme do manto secreta placas calcárias. A abertura é coberta por um operáculo que atua como porta, formada por dois pares de placas móveis

" A região pré-oral da cabeça a qual é pequena na maioria dos crustáceos , é grande e importante para as cracas, região pela qual se fixa ao substrato.

" O tórax possui seis pares de apêndices birremes cirros ( possuem ramos longos multe- articulados e cerdosos empregados na alimentação por filtração.

CIRRIPEDIA : estrutura

CIRRIPEDIA Diversidade dos Thoracica

• A forma ancestral era provavelmente semelhante a uma larva cipris com carapaça bivalve que se fixava ao substrato com suas antênulas.

"Surgiram três grupos distintos dos Thoracica e outro do acrothoracica.

"A maioria dos Thoracica e de vida livre, mas existe uma forte tendência para simbiose, ( comensalismo, parasitismo)

. larva náuplio

• Lepadomorphas

"Dentre os três tipos de Cirripédios do táxon Thoracica as formas pedunculadas são as mais primitivas.

" O fóssil mais antigo que se conhece pertence ao gênero pedunculado;

, o qual era comensal e vivia em apêndice de escorpiões marinhos

"Os lepadomorphos atuais possuem um pedúnculo muscular flexível com uma das extremidade usada para fixação do animal no substrato, na outra extremidade encontra-se o capitulo, recoberto com placas calcárias.

"O operáculo móvel, protege a abertura formado pelos pares de escudos e tergos.

CIRRIPEDIA Diversidade dos Thoracica

• Balanomorpha

"Ascracas( balonomorphas e Verrucomorpha ) surgiram no jurássico a partir de um ancestral Scalpellidae, por meio do encurtamento e desaparecimento do pedúnculo.

"As Balanomorphas fixam diretamente ao substrato, a base de fixaçãoen pode ser tanto membranosa e calcária.

" Base: região pré-oral inclui a as antênulas e as

glândulas de cimento. ( homologasao pedúnculo lepadomorphos)

"A abertura e coberta pelo opérculo formado pelos pares de escudo e tergos.

"Habitat, aguas profundas e nas entremarés ( dessecação, temperatura, turbulência intensa de ondas red.

tempo para alimentação )

"Do ponto de vista econômico, estão entre os organismo mais prejudicial ( casco de navio, boias atracadouros )

(Parte 1 de 3)

Comentários