Seminário-Sociologia-O Marxismo v2

Seminário-Sociologia-O Marxismo v2

(Parte 1 de 8)

FACULDADE DE DIREITO – TURMA 2012 SOCIOLOGIA

Universidade Federal de Mato Grosso – Faculdade de Direito – Turma 2012 – Disciplina: Sociologia E-mail: direitoufmtturma2012@gmail.com

CUIABÁ – MT 2012

FACULDADE DE DIREITO – TURMA 2012 SOCIOLOGIA

Universidade Federal de Mato Grosso – Faculdade de Direito – Turma 2012 – Disciplina: Sociologia E-mail: direitoufmtturma2012@gmail.com

1 ORIGEM - INTRODUÇÃO3
2 CONCEITOS6
3 MARXISMO x ESTADO9
4 COMUNISMO: MODO DE PRODUÇÃO13
5 PARTIDOS POLÍTICOS37
6 CRÍTICAS - CONCLUSÕES38

FACULDADE DE DIREITO – TURMA 2012 SOCIOLOGIA

Universidade Federal de Mato Grosso – Faculdade de Direito – Turma 2012 – Disciplina: Sociologia E-mail: direitoufmtturma2012@gmail.com

1. ORIGEM - INTRODUÇÃO:

O termo marxismo1 foi utilizado pela primeira vez por kautsky2 e seu nascimento se deve, principalmente, à interpretação que a Segunda Internacional3 fez da obra marxiana.

Somente ao final da vida de Marx4 é que suas idéias começaram a ganhar os setores mais combativos da classe operária da Europa Ocidental. Porém essas vanguardas proletárias5 não estavam minimamente unificadas, ao contrário, eram um confuso espectro ideológico. Essa é a razão pela qual a Associação Internacional dos Trabalhadores ( conhecida como Primeira Internacional6), criada por Marx com o objetivo de unificar o movimento operário, não obteve sucesso.

É apenas a partir das duas últimas décadas do século XIX, que se verifica a atração e entusiasmo das mais significativas vanguardas européias pelas propostas derivadas da teoria marxiana7 . Processo esse que foi viabilizado pela criação do primeiro grande partido proletário de massas, o Partido Social-Democrata

Alemão8 , eixo da Segunda Internacional.

1 O Marxismo é o conjunto de idéias filosóficas, econômicas, políticas e sociais elaboradas primariamente por Karl

Marx e Friedrich Engels e desenvolvidas mais tarde por outros seguidores.

2 Karl Kautsky (Praga, 18 de outubro de 1854 — Amsterdã, 17 de outubro de 1938) foi um teórico político alemão, um dos fundadores da ideologia social-democrata. Foi uma das mais importantes figuras da história do marxismo, tendo editado o quarto volume do Das Kapital, de Karl Marx, as Teorias de Mais-Valia, que continha a avaliação crítica de Marx às teorias econômicas dos seus predecessors.

3 A Segunda Internacional (1889-1916) foi uma organização dos partidos socialistas e trabalhistas formado em Paris

4 Karl Heinrich Marx (Tréveris, 5 de maio de 1818 — Londres, 14 de março de 1883) foi um intelectual e revolucionário alemão, fundador da doutrina comunista moderna, que atuou como economista, filósofo, historiador, teórico político e jornalista.

5 Proletariado (do latim proles, “filho, descendência, progênie”) é um conceito usado por anarquistas, comunistas e marxistas para definir a classe antagônica à classe capitalista.

6 A Associação Internacional dos Trabalhadores, nascida formalmente em Londres, em setembro de 1864, tinha como objetivo a luta pelo progresso e pela emancipação humana.

7 A teoria marxiana, também conhecida por economia marxiana se refere ao corpo do pensamento econômico que nasce das obras de Karl Marx.

8 O Partido Social-Democrata da Alemanha , é o partido social-democrata alemão. Fundado em 1875, ficou no poder de 1918 a 1920, de 1928 a 1930, de 1969 a 1982 e de 1998 a 2005, neste último período sob a liderança de Gerhard Schröder. O actual presidente é Sigmar Gabriel. É um dos partidos alemães mais antigos ainda em funcionamento tendo completado em 2005 cento e trinta anos de existência. É filiado à Internacional Socialista.

FACULDADE DE DIREITO – TURMA 2012 SOCIOLOGIA

Universidade Federal de Mato Grosso – Faculdade de Direito – Turma 2012 – Disciplina: Sociologia E-mail: direitoufmtturma2012@gmail.com

Graças ao êxito do partido alemão, em cujas lideranças pontificavam dirigentes e teóricos ligados a Marx e a Engels9 , a Segunda Internacional teve destino diferente do da sua antecessora: até a eclosão da Primeira Guerra Mundial ela funcionou como organismo que deu o tom ao movimento operário revolucionário.

A entidade desempenhou grande papel no plano ideológico através de uma poderosa imprensa e um exército de publicistas, promoveu a divulgação massiva de idéias contidas na obra de Marx, colocou-as ao alcance de milhões de trabalhadores, em suma, conectou diretamente sugestões de Marx à prática política de massas operárias. Nesta operação, os homens da Segunda Internacional não se limitaram a levar teses de Marx ao grande público; também procuraram aplicar e desenvolver o legado marxiano, enfrentando temáticas que Marx mão tratara ou não conhecera (NETTO, 2006, p 36).

Porém o trabalho desses ideólogos tiveram alguns problemas e equívocos. Além das dificuldades ocasionadas pelas contingências das lutas de classes, outros elementos condicionaram negativamente essa tarefa.

Como parte desses elementos encontramos a complexidade da obra marxiana, que supõe, para sua correta leitura, uma sólida formação cultural, especialmente um conhecimento profundo dos procedimentos dialéticos. Alia -se a isso o fato de que muitos textos fundamentais de Marx permaneceram inéditos por longo tempo. Além disso, as próprias necessidades de tornar acessível às massas um pensamento tão cheio de matizes favoreceram uma atitude esquemática e simplificadora em face de reflexões ricas e multifacetárias.

Outros dois componentes que limitaram a intervenção da Segunda

Internacional neste sentido. São eles um generalizado espírito positivista10 compartilhado pela maioria de seus ideólogos e as exigências imediatas das lutas políticas que os obrigavam menos a insistir no conhecimento teórico do que a criar

9 Friedrich Engels (Barmen, 28 de novembro de 1820 — Londres, 5 de agosto de 1895) foi um teórico revolucionário alemão que junto com Karl Marx fundou o chamado socialismo científico ou marxismo. Ele foi coautor de diversas obras com Marx, sendo que a mais conhecida é o Manifesto Comunista. Também ajudou a publicar, após a morte de Marx, os dois últimos volumes de O Capital, principal obra de seu amigo e colaborador.

10 Positivismo é um conceito que possui distintos significados, englobando tanto perspectivas filosóficas e científicas do século XIX quanto outras do século X.

FACULDADE DE DIREITO – TURMA 2012 SOCIOLOGIA

Universidade Federal de Mato Grosso – Faculdade de Direito – Turma 2012 – Disciplina: Sociologia E-mail: direitoufmtturma2012@gmail.com um conjunto de valores, símbolos e palavras de ordem que induzissem a classe operária à ação (2006, p. 37).

Esses elementos, em conjunto com outros mais, condicionam a leitura e fundam a interpretação que a Segunda Internacional, através de teóricos como

Kautsky e Plekhanov11 , fez da obra marxiana. Interpretação que, ao mesmo tempo em que trazia o pensamento de Marx às massas, modificava-o significativamente convertendo-o em chave de interpretação para todos os fenômenos e, simultaneamente, extraindo dele uma filosofia que, na prática sociopolítica, estabeleceu uma ideologia revolucionária da classe operária. É daí que nasce o marxismo, inclusive esse marxismo como referencial global para o entendimento científico (segundo os modelos da ciência da natureza) do mundo e uma pauta de comportamento sociopolítico.

Como resultado dessas interpretações dominantes na Segunda

Internacional, o legado de Marx é tomado como uma ciência – o marxismo – que funda uma concepção de mundo. Oferecendo uma filosofia da natureza e da história, esse marxismo, partindo das determinações da “base econômica”, explica as relações sociais em geral (2006, p.40).

É Importante reforçar que, apesar de tudo o que se falou sobre a

Segunda Internacional, o marxismo não constituía um bloco hegemônico. Essas divisões se tornam mais perceptíveis quando em 1914 esse organismo entra em crise. Desse colapso surge uma profunda divisão que separa, até hoje as correntes do movimento operário inspirado pelas idéias marxianas: de um lado os socialdemocratas e de outro os revolucionários (denominados comunistas). A fundação da

Internacional Comunista 12 , em 1919, foi responsável por institucionalizar essa ruptura.

Apesar disso a obra ideológica da Segunda Internacional já estava concluída. O pensamento marxiano estava rearticulado em um sistema fechado,

1 Georgi Valentinovitch Plekhanov (Gudalovka, Oblast de Lipetsk, Rússia), foi um revolucionário e teórico marxista russo.

12 A Internacional Comunista é o nome dado a vários movimentos comunistas de cunho multinacional. O mais famoso foi a chamada "Terceira Internacional" também chamado de "Comintern"

FACULDADE DE DIREITO – TURMA 2012 SOCIOLOGIA

Universidade Federal de Mato Grosso – Faculdade de Direito – Turma 2012 – Disciplina: Sociologia E-mail: direitoufmtturma2012@gmail.com numa concepção de mundo. E é a partir disto que o marxismo prossegue com sua evolução.

2. CONCEITOS:

O Marxismo é uma síntese da Filosofia idealista Alemã ou, o

Socialismo Francês e/ou, a Economia Política Inglesa, ainda, uma teoria social que engloba as concepções do pensamento dialético13 , da prática política e das ciências sociais e econômicas, uma vez que, Karl Heinrich Marx, seu idealizador, apresentava uma filosofia revolucionária que procurava demonstrar as contradições internas da sociedade de classes e, as exigências de superação, por meio de corrente político-teórica.

Possui aspectos revolucionários, tanto para época de sua idealização, final do século XIX e início de X, como para os dias, pois, cria o conceito do idealismo dialético defendendo uma teoria de uma sociedade sem classes, frente à dinâmica da vida social, que é regida por uma base produtiva.

Por ter a fundamentação estratégica desenvolvida sobre uma forma de pensar diferente dos padrões estabelecidos como politicamente corretos, no regime capitalista frenético que hoje vivemos, o marxismo aborda o lado humano de uma sociedade desumana, analisando o homem como um ser social histórico e que possui a capacidade de trabalhar e desenvolver a produtividade do trabalho, o que, sem sombra de dúvidas, nos faz sermos totalmente diferentes dos outros seres pertencentes ao mesmo taxon biológico 14 que o nosso, ou seja, o reino animalia15 .

(Parte 1 de 8)

Comentários