(Parte 1 de 4)

Instituto Superior Politécnico de Songo Engenharia Hidráulica – 3º Ano

Poluição do ar

Grupo 3

Discentes: Edelino Guilherme Foquiço

Osvaldo Vicente Suzandale Fernando Luís Transval Docente: Ismael M. Racia

Songo, Março de 2012

POLUIÇÃO DO AR 2012

Saneamento Geral Do Meio || ENGENHARIA HIDRÁULICA Página 1

ConteúdosPágina
1. Introdução2
2. POLUIÇÃO DO AR3
2.1. Definição:3
2.2. Geração da poluição3
2.3. Problemas gerados pela poluição4
2.4. Tipo de poluentes do ar5
2.4.1. Particulados5
2.4.2. Líquidos6
2.4.3. Gases6
2.5. Principais causadores da Poluição do Ar6
2.6. Consequências da poluição do ar7
2.6.1. Redução da Camada de Ozono7
2.6.2. Efeito Estufa8
 Mudanças Climáticas1
 Aquecimento Global12
 Aumento da temperatura13
2.6.3. Chuva Ácida13
2.6.4. O Smog15
2.6.5. Ameaça à saúde humana15
2.7. Soluções e medidas desenhadas contra os efeitos da poluição do ar16
2.7.1. Conferências e protocolos16
2.7.2. Soluções possíveis para estes problemas17
3. Conclusão19

ÍNDICE 4. Bibliografia ..................................................................................................................... 20

POLUIÇÃO DO AR 2012

Saneamento Geral Do Meio || ENGENHARIA HIDRÁULICA Página 2

1. Introdução

A poluição atmosférica é o efeito provocado na atmosfera por diferentes elementos sólidos, líquidos, ou gasosos, provenientes sobretudo da actividade do Homem.

No começo da história do homem, a natureza podia tomar conta das suas próprias poluições naturais, tal como a erupção de um vulcão ou a queima de uma floresta. Havia ventos suficientes, chuvas e correntes de ar para dispersar estes poluentes. Entretanto, como o homem aumentou o volume dos seus poluentes, esta auto depuração natural do ar não pode se manter e a poluição aumentou aos níveis actuais. A partir de meados do século XVIII, com a Revolução Industrial, aumentou muito a poluição do ar. A queima do carvão mineral despejava na atmosfera das cidades industriais européias, toneladas de poluentes. A partir deste momento, o ser humano teve que conviver com o ar poluído e com todas os prejuízos advindos deste "progresso". Actualmente, quase todas as grandes cidades do mundo sofrem os efeitos daninhos da poluição do ar. Cidades como São Paulo, Tóquio, Nova Iorque e Cidade do México estão na lista das mais poluídas do mundo. Os problemas mais graves de contaminação do ar surgem nas cidades e áreas com um grande nível de industrialização, embora cada vez mais se generalizem por todo o planeta, facto que merece a nossa preocupação. Visto que a poluição do ar é um problema presente e que merece muita atenção como forma de garantir um ambiente são para a humanidade assim como outras espécies, a abordagem deste tema é de grande importância como forma de conscientizar e alertar as pessoas para que suas acções não sejam de destruir o meio ambiente mas sim protegê-lo e procurar melhores formas de energia para evitar a poluição crescente e sem controle do ar.

POLUIÇÃO DO AR 2012

Saneamento Geral Do Meio || ENGENHARIA HIDRÁULICA Página 3

2. POLUIÇÃO DO AR

2.1. Definição: É definido como um ar poluído aquele que, além de seus componentes normais, possui outros componentes em valores superiores além dos admissíveis. A situação de alarme é decretada segundo padrões definidos em cada país.

2.2. Geração da poluição

O ar das cidades contém 78% de nitrogênio (N2), 20% de oxigênio (O2), 0,03% de gás carbônico (CO2) e demais componentes.

A poluição gerada nas cidades de hoje são resultado, principalmente, da queima de combustíveis fósseis como, por exemplo, carvão mineral e derivados do petróleo ( gasolina e diesel ). A queima destes produtos tem lançado uma grande quantidade de monóxido de carbono e dióxido de carbono (gás carbônico) na atmosfera. Estes dois combustíveis são responsáveis pela geração de energia que alimenta os sectores industrial, eléctrico e de transportes de grande parte das economias do mundo. Por isso, deixá-los de lado actualmente é extremamente difícil. Como conseqüência das combustões, são libertados para a atmosfera vários gases tóxicos para a espécie humana e para os demais seres vivos.

A poluição do ar nas áreas urbano-industriais, ocorre devido ao facto de estas regiões serem as que possuem mais focos de poluição, como os escapes dos automóveis (que emitem grandes quantidades de gases poluentes), os aquecimentos domésticos, os fumos industriais e outros, os incêndios florestais e as pulverizações com pesticidas.

POLUIÇÃO DO AR 2012

Saneamento Geral Do Meio || ENGENHARIA HIDRÁULICA Página 4

Outros factores que também contribuem para a poluição atmosférica são: as características climáticas de cada região, a posição geográfica e os ventos dominantes.

Os espaços propícios para a concentração da poluição atmosférica são os locais afastados do litoral e regiões abrigadas (pouco ventosas), nestes locais existe uma maior concentração de poluição, pois o ar não se movimenta e os gases acumulam-se.

Os espaços desfavoráveis para a concentração da poluição atmosférica são as regiões litorais ou montanhosas, onde o ar é ascendente, nestes locais existe uma menor concentração de poluição.

Nos países desenvolvidos verifica-se uma maior concentração de poluição atmosférica, devido ao grande nível de industialização e ao modo de vida das pessoas que utilizam demasiado os automóveis, os CFC’s, etc. No entanto este problema cada vez mais se estende aos países em desenvolvimento, devido a esses países começarem a utilizar cada vez mais automóveis e a ter cada vez mais fábricas.

2.3. Problemas gerados pela poluição

Esta poluição tem gerado diversos problemas nos grandes centros urbanos. A saúde do ser humano, por exemplo, é a mais afectada com a poluição. Doenças respiratórias como a bronquite, rinite alérgica, alergias e asma levam milhares de pessoas aos hospitais todos os anos. Outros problemas de saúde são: irritação na pele, lacrimação exagerada, infecção nos olhos, ardência na mucosa da garganta e processos inflamatórios no sistema circulatório (quando os poluentes chegam à circulação).

A poluição também tem prejudicado os ecossistemas e o patrimônio histórico e cultural em geral. Fruto desta poluição, a chuva ácida mata plantas, animais e vai corroendo, com o tempo, monumentos históricos. Recentemente, a Acrópole de Atenas teve que passar por um processo de restauração, pois a milenar construção estava sofrendo com a poluição da capital grega.

O clima também é afectado pela poluição do ar. O fenômeno do efeito estufa está aumentando a temperatura em nosso planeta. Ele ocorre da seguinte forma:

POLUIÇÃO DO AR 2012

Saneamento Geral Do Meio || ENGENHARIA HIDRÁULICA Página 5 os gases poluentes formam uma camada de poluição na atmosfera, bloqueando a dissipação do calor. Desta forma, o calor fica concentrado na atmosfera, provocando mudanças climáticas. Futuramente, pesquisadores afirmam que poderemos ter a elevação do nível de água dos oceanos, provocando o alagamento de ilhas e cidades litorâneas. Muitas espécies animais poderão ser extintas e tufões e maremotos poderão ocorrer com mais freqüência.

2.4. Tipo de poluentes do ar

Os poluentes do ar podem ser classificados em primários e secundários. É dito primário quando se mantém na atmosfera como foi emitido. São os casos dos óxidos de carbono, compostos de enxofre e das poeiras. É secundário se for produzido na atmosfera pela reacção entre outras substâncias. Um exemplo é o ácido sulfúrico um dos responsáveis pela chuva ácida, produto das reacções dos óxidos de enxofre com o oxigênio e a água. Os poluentes do ar gerado pelo homem são emitidos directamente na atmosfera (poluentes primários) ou são formados na atmosfera por reacções químicas envolvendo poluentes primários (poluentes secundários). Durante sua transformação química para poluente secundário, o composto químico pode mudar de estado ofensivo para um outro que pode ser danoso em altas concentrações, como por exemplo, óxido para dióxido de nitrogênio. Os poluentes do ar também são produzidos pela natureza, exemplo: pólens, poros, bactérias, poeiras do chão, sal marinho, gases e material sólido resultante da erupção vulcânica e fumaça de queima de florestas. Eles podem ser:

Particulado;

Líquidos e,

Gases.

2.4.1. Particulados

Os poluentes são suspensões existentes no ar de substâncias fixas, sólidas e ou líquidas. Existem dois termos para designá-los: partículas e aerosóis. As partículas referem-se somente às substâncias sólidas, os aerosóis podem ser tanto líquidos como substâncias sólidas suspensas no ar. Alguns exemplos de particulados são: fuligem, partículas do solo,

POLUIÇÃO DO AR 2012

Saneamento Geral Do Meio || ENGENHARIA HIDRÁULICA Página 6 gotas oleagionosas, poeiras, névoas ácidas, fumaça, fumos e neblina. Os particulados podem ser produzidos na queima incompleta, moagem, corte, purificação etc. Na atmosfera, os particulados ocorrem com vários tamanhos e formas. Os particulados finos comparadas com os grosseiros são os mais nocivos à saude humana. Devido ao seu peso muito reduzido, em comparação com os pariculados grosseiros (uma vez que a gravidade fará sua deposição no solo em poucas horas.), os prticulados finos ficam suspensos no ar e são facilmente inalados pelo homem durante o processo respiratório.

2.4.2. Líquidos

A chuva ácida ou a precipitação ácida tem recentemente recebido muita atenção devido ao impacto ecológico severo que pode causar em áreas bastante extensas. Em decorrência da combustão de enorme quantidade de combustíveis fósseis tais como carvão e óleo, são descarregadas anualmente na atmosfera milhões de toneladas de compostos de enxofre e óxido de nitrogênio. Através de uma série complexa de reacções químicas estes poluentes podem ser convertidos para ácidos os quais podem retornar à terra como componentes de uma chuva.

2.4.3. Gases Os gases poluentes são aqueles produzidos, principalmente, pela queima de: combustíveis fósseis (gasolina e óleo diesel), resíduos orgânicos (lixos) e vegetação florestal. Estes gases absorvem parte da radiação infra-vermelha emitida pela Terra, favorecendo e efeito estufa e o aquecimento global.

2.5. Principais causadores da Poluição do Ar

- Dióxido de Enxofre (SO2): gás tóxico, incolor e denso. Produzido, principalmente, por vulcões, queima de diesel e em alguns processos industriais. Pode provocar a chuva ácida.

- Monóxido de Carbono (CO): produzido na queima de combustíveis fósseis (gasolina, diesel) e também na combustão de madeira, carvão mineral e gás natural. É incolor (sem cor) e inodoro (não possui cheiro).

POLUIÇÃO DO AR 2012

(Parte 1 de 4)

Comentários