toxicologia ocupacional

toxicologia ocupacional

  • A Toxicologia é a ciência que tem como objeto de estudo o efeito adverso de substâncias químicas sobre os organismos vivos, com a finalidade principal de prevenir o aparecimento deste efeito, ou seja, estabelecer o uso seguro destas substâncias químicas.

  • Trata-se de uma Ciência multidisciplinar

    • Conhecimentos inter-relacionados.
    • Especialistas com diferentes formações profissionais

ÁREAS DA TOXICOLOGIA

  • Toxicologia Ambiental:

    • efeitos nocivos produzidos por substâncias químicas presentes no macro ambiente dos seres vivos.
  • Toxicologia Ocupacional:

    • efeitos nocivos produzidos pelas substâncias químicas presentes no meio ocupacional (micro ambiente) do homem.
  • Toxicologia de Alimentos:

    • estuda os efeitos adversos produzidos por agentes químicos presentes nos alimentos, sejam estes de origem biogênica ou antropogênica.

Toxicologia de Medicamentos:

  • Toxicologia de Medicamentos:

    • efeitos adversos decorrentes do uso inadequado de medicamentos, da interação medicamentosa ou da susceptibilidade individual.
  • Toxicologia Social:

    • efeito nocivo dos agentes químicos usados pelo homem em sua vida de sociedade seja sob o aspecto individual ou social.
  • Ecotoxicologia:

    • estudo dos efeitos adversos de agentes químicos ou físicos no ecossistema.

CONCEITOS BÁSICOS

  • Xenobiótico

    • Substância estranha, capaz de induzir efeitos deletérios sobre os organismos.
  • Tóxico

    • Xenobiótico causador de efeitos deletérios.
  • Veneno

    • Tóxico causador de graves efeitos, por vezes mortais.
  • Toxina

    • Substância natural (biotoxina) que provoca efeitos tóxicos.
  • Periculosidade

    • É um fator intrínseco ao xenobiótico que mede a sua capacidade de induzir efeitos adversos nos sistemas biológicos.

AGENTE TÓXICO

  • Qualquer substância química que, interagindo com um organismo vivo, é capaz de produzir um efeito tóxico, seja este uma alteração funcional ou a morte.

  • Toda a substância química é potencialmente tóxica, este potencial pode se transformar em risco com base em 3 fatores:

    • Dose recebida
    • Sensibilidade do receptor à concentração recebida
    • Via de contato

  • Toxicidade dos produtos químicos  seus efeitos tóxicos

  • Toxicidade ou Toxidez é a capacidade de um material provocar danos biológicos a um organismo. É uma propriedade de todas as substâncias, inclusive do açúcar (sacarose), do sal de cozinha (cloreto de sódio) ou até mesmo, da água .

  • Os efeitos tóxicos dependem da dose, das vias e do tempo de exposição do organismo ao material.

  • Todas as substâncias são venenos, não há uma que não seja. A dose correta é que diferencia um veneno de um remédio (PARACELSUS-1493-1541).

ELEMENTOS DA TOXICOLOGIA

  • A Toxicologia se apóia em 3 elementos básicos:

  • O agente tóxico (AT):

    • Elemento capaz de produzir um efeito;
  • O sistema biológico (SB):

    • Indivíduo com o qual o AT irá interagir para produzir o efeito;
  • O efeito resultante:

    • Resultado adverso (ou tóxico) para o SB.

CLASSIFICAÇÃO DOS AGENTES TÓXICOS

  • Quanto à natureza: Naturais ou Sintéticos

  • Quanto ao órgão ou sistema onde atuam: Hepatotóxico, Neurotóxico, Nefrotóxico, Genotóxico, etc.

  • Quanto às características físicas: Sólidos, Líquidos, Gases, vapores, partículas

  • Quanto às características químicas: Halogênios, Metais, Produtos alcalinos, Hidrocarbonetos alifáticos, HPAs, etc.

DEFINIÇÕES DE ALGUNS AT

  • Carcinogênicos: provocam câncer (benzeno, aromáticos policíclicos);

  • Neurotóxicos: danos ao sistema nervoso (compostos organometálicos);

  • Hepatotóxicos: danos ao fígado (tetracloreto de carbono)

  • Nefrotóxicos: danos ao rim (Dioxina, outros HCs, aflatoxinas)

  • Hematotóxicos: danos no sangue ou medula óssea (benzeno)

  • Genotóxicos: danos ao DNA, mutações.

EFEITOS RESULTANTES DA INTERAÇÃO DE AGENTES QUÍMICOS

  • Adição: efeito final de 2 ou mais agentes = à soma dos efeitos individuais.

  • Sinergismo: efeito de 2 ou mais agentes químicos > a soma dos efeitos individuais.

  • Potenciação: AT tem seu efeito aumentado por atuar simultaneamente com um agente “não tóxico”.

  • Antagonismo: dois agentes interferem um com a ação do outro, diminuindo o efeito final.

Toxicidade de uma substância - determinada por meio de exaustivos estudos envolvendo organismos biológicos - não pode ser determinada diretamente utilizando-se os recursos típicos de laboratórios químicos.

  • Toxicidade de uma substância - determinada por meio de exaustivos estudos envolvendo organismos biológicos - não pode ser determinada diretamente utilizando-se os recursos típicos de laboratórios químicos.

  • Efeitos toxicológicos - são estudados mediante a administração oral ou injeção das substâncias em animais, observando-se como a saúde deles é afetada.

  • Estudos epidemiológicos - derivam de pesquisas realizadas com grupos de indivíduos específicos expostos a determinados poluentes, em função de seu local de moradia, trabalho ou seus hábitos de consumo.

TOXICIDADE

  • Toxicidade é capacidade do agente químico, de produzir maior ou menor efeito nocivo sobre os organismos vivos, em condições padronizadas de uso.

  • Substância muito tóxica: causará dano a um organismo se for administrada em quantidades muito pequenas.

  • Substância de baixa toxicidade: somente produzirá efeito quando a quantidade administrada for muito grande.

FATORES QUE INFLUEM NO EFEITO TÓXICO

  • Fatores ligados ao agente químico:

    • Propriedades físico-químicas (solubilidade, grau de ionização, coeficiente de partição óleo/água, tamanho molecular, estado físico, etc.);
    • impurezas e contaminantes;
    • fatores envolvidos na formulação (veículo, adjuvantes)
  • Fatores relacionados com o organismo:

    • espécie, linhagem, fatores genéticos;
    • fatores imunológicos, estado nutricional, dieta;
    • sexo, estado hormonal, idade, peso corpóreo;
    • estado emocional, estado patológico

Fatores relacionados com a exposição:

  • Fatores relacionados com a exposição:

    • via de introdução; dose ou concentração
  • Fatores relacionados com o ambiente:

    • temperatura, pressão, radiações, luz, umidade, etc.

Comentários