MEDIDAS DE CONTROLE DA POLUIÇÃO INDUSTRIAL

Introdução

Qualquer poluição que apresente alteração a atmosfera é considerada

poluição Atmosférica, ela ocasiona impactos ambientais ou a saúde humana, através da contaminação de gases, partículas sólidas, liquidas em: suspensão, material biológico ou energia. Podendo causar danos e odores desagradáveis.

Histórico

  • A poluição passou a ser sentida de forma acentuada quando as pessoas começaram a viver em assentamentos urbanos de grande densidade Histórico demográfica, em conseqüência da Revolução Industrial, a partir de quando o carvão mineral começou a ser utilizado como fonte de energia.

Classificação dos poluentes

Poluentes primários: lançados diretamente na atmosfera por uma fonte de emissão

Poluentes secundários: formados na atmosfera através de reações químicas entre os poluentes primários

TIPOS DE POLUENTES ATMOSFÉRICOS

  • Matéria e Energia

  • Primários e Secundários

  • Orgânicos e Inorgânicos

  • Material Particulado / Gases e Vapores

  • Odores

  • Poluentes tóxicos

Problemas caudados pela poluição:

O ozônio, é um gás bastante tóxico para os seres humanos, sendo letal a menos de 1 ppm (parte por milhão).

Provoca irritações e danos nos olhos, na pele e nos pulmões, seca as membranas protetoras do nariz e da garganta e interfere no sistema imunitário.

Este gás agrava também as doenças respiratórias como a asma, sendo por isso os portadores deste tipo de doenças e as crianças mais vulneráveis.

Formação:

Monitoramento da Qualidade do Ar

Os principais objetivos do monitoramento da qualidade do ar são:

  • fornecer dados para ativar ações de controle durante períodos de estagnação atmosférica, quando os níveis de poluentes na atmosfera possam representar risco à saúde pública;

  • avaliar a qualidade do ar à luz de limites estabelecidos para proteger a saúde e o bem estar das pessoas;

  • obter informações que possam indicar os impactos sobre a fauna, flora e o meio ambiente em geral;

  • acompanhar as tendências e mudanças na qualidade do ar devidas a alterações nas emissões dos poluentes, e assim auxiliar no planejamento de ações de controle;

  • informar à população, órgãos públicos e sociedade em geral os níveis presentes da contaminação do ar.

Consequências da poluição

Inversão térmica

Aquecimento global

Chuva ácida

Diminuição (depleção) da camada de ozônio

Controle da Poluição do Ar

Medidas Indiretas

  • Diluição por meio de chaminés

A utilização de chaminés altas visa a redução da concentração do poluente ao nível do solo, sem a redução da quantidade emitida.

Trata-se de medida cuja eficácia fica dependente da distribuição espacial das fontes e das condições meteorológicas.

Medidas para impedir a geração de poluentes

  • Medidas para impedir a geração de poluentes

Em muitos casos os poluentes podem ser eliminados totalmente por meio da substituição de combustíveis, matérias-primas e reagentes que entram no processo, mudanças de equipamentos e processos.

A substituição de combustíveis com enxofre por combustíveis sem enxofre (por exemplo gás natural) elimina a formação e a emissão de compostos de enxofre.

Medidas para reduzir a geração de poluentes

  • Medidas para reduzir a geração de poluentes

  • operar os equipamentos dentro de sua capacidade nominal.

  • operar e manter adequadamente os equipamentos produtivos, caldeiras, fornos, veículos, etc.

  • adequada limpeza do ambiente em conjunto com prédios projetados e construídos adequadamente. Por exemplo, ação de microorganismos e conseqüente geração de odor, como é o caso de diversos tipos de resíduos urbanos.

  • utilização de combustíveis de menor potencial poluidor.

  • ruas limpas e pavimentadas reduzem a emissão de poeiras para a atmosfera, o que pode ser reduzido ainda mais pela umectação; evitar deixar áreas com solo sem vegetação, mantendo-as pelo menos gramadas, o que contribui inclusive para reduzir a erosão e assoreamento.

Medidas Diretas

  • Medidas Diretas

  • Após esgotados todos os esforços como as medidas anteriormente citadas, sem que tenha sido conseguida a redução necessária na geração de poluentes, deve-se então utilizar os equipamentos para tratamentos das emissões.

Equipamentos de controle de Poluição do ar

Controle da emissão de material particulado

Filtro de manga

Coletores Inercias ou Gravitacionais

Coletores Úmidos

Ciclones

Pós-queimadores

Precipitadores Eletrostático

Filtros de Manga

  • Vantagens:

  • Alta eficiência (até 99.9%)

  • Perda de carga não excessiva;

  • Resistência a corrosão

  • Desvantagens:

  • Grande espaço requerido para tratar grande vazões

  • Alto custo

  • Baixa resistência a altas temperaturas

  • Empastamento devido a poluentes condensáveis e pegajosos

  • Possibilidade de entupimento

Coletores Gravitacionais

  • Vantagens:

  • Baixo custo;

  • Baixa perda de carga;

  • Resistência a corrosão e temperatura;

  • Desvantagens:

  • Baixa eficiência para partículas pequenas (restritos a partículas maiores que 50 μm)

  • Grande espaço requerido

Coletores Úmidos ou Lavadores de Gás

  • Vantagens:

  • Pode coletar partículas e gases ao mesmo tempo;

  • Baixo custo inicial;

  • Seu tamanho em geral é pequeno;

  • Desvantagens:

  • Grande consumo de água

  • Geração de resíduos

  • Baixa eficiência para partículas menores que 1 μm)

Ciclones

Vantagens:

  • Baixo custo;

  • Baixa perda de carga;

  • Resistência a corrosão e temperatura;

  • Simplicidade de projeto e manutenção;

  • Desvantagens:

  • Baixa eficiência para partículas menores que 5 μm)

  • Excessivo desgaste por abrasão

  • Possibilidade de entupimento (particulas menores, higroscópicas e/ou pegajosas).

Pós-queimadores

  • Vantagens:

  • Produção de energia que pode ser re-utilizada no processo industrial;

  • Alta eficiência no controle de gases, vapores e partículas orgânicas.

  • Desvantagem:

  • Custo operacional elevado.

Precipitadores Eletrostáticos

  • Vantagens:

  • Tratar grandes vazões e altas temperaturas;

  • Alta eficiência de coleta para partículas pequenas

  • Baixo custo de operação e manutenção;

  • Desvantagens:

  • Custo inicial elevado;

  • Requer grande espaço físico;

As principais resoluções do CONAMA relacionadas à poluição do ar são:

Resolução CONAMA Nº 005/1989 – Programa Nacional de Controle da Qualidade do Ar

Resolução CONAMA Nº 003/1990 – Padrões de qualidade do ar

Resolução CONAMA Nº 008/1990 – Limites de emissão

Existem outras específicas como:

Resolução CONAMA Nº 316/2002 – Tratamento térmico de resíduos (incineradores)

Resolução CONAMA Nº 016/1995 - PROCONVE

Medidas que podem ajudar:

Ter uma equipe de pessoas que entendam sobre o meio ambiente como: engenheiros, técnicos ambientais, biólogos, geólogos, topógrafo, químico, técnico e operadores capacitados. Para avaliar os poluentes atmosféricos

Educação ambiental nas fabrica com os funcionários.

Que a própria prefeitura tenha seu monitoramento do ar.

Que as leis sejam mais rígidas para as fabricas poluentes

Que as chaminés sejam mais altas.

Fim

Comentários