historia da fab

historia da fab

IMA 210-3

HISTÓRICO DAS ORGANIZAÇÕES 15 Dez. 93

15 Dez. 93 IMA 210-3 PORTARIA COMGEP Nº 40, de 15 de dezembro de 1993.

Aprova a Instrução que sistematiza o Histórico das Organizações do Ministério da Aeronáutica.

O COMANDANTE GERAL DO PESSOAL, no uso de suas atribuições ;

Art. 1º - Aprovar a Instrução sobre Histórico das Organizações do Ministério da Aeronáutica (IMA 210-3).

Art. 2º - Esta Portaria entra em vigor em 15 de dezembro de 1993.

Ten.-Brig.-do-Ar - ULYSSES PINTO CORRÊA NETTO

Comandante-Geral do Pessoal

15 Dez. 93 IMA 210-3

PREFÁCIO7
1 DISPOSIÇÕES PRELIMINARES9
1.1 FINALIDADE9
1.2 CONCEITUAÇÃO9
1.3 ÂMBITO10
2 LIVRO HISTÓRICO1
2.1 LIVRO HISTÓRICO CONVENCIONAL1
2.1.1 FORMA DE TRANSCRIÇÃO .............................. 1
2.1.2 IDENTIFICAÇÃO ..................................... 1
2.2 LIVRO HISTÓRICO ILUSTRADO12
3 ÁLBUM FOTOGRÁFICO13
4 CADASTRO HISTÓRICO15
5 FICHA ANUAL DE FATOS HISTÓRICOS17
6 DISPOSIÇÕES GERAIS19
7 DISPOSIÇÕES TRANSITÓRIAS21
8 DISPOSIÇÕES FINAIS23
REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS25
ANEXOS27
ANEXO 1 - CADASTRO HISTÓRICO

S U M Á R I O ANEXO 2 - FICHA ANUAL DE FATOS HISTÓRICOS

15 Dez. 93 IMA 210-3

O Centro de Documentação e Histórico da Aeronáutica

(CENDOC) como Órgão Central do Sistema de Histórico (portarias nº 1508/GM3, de 05 Dez. 79 e nº 507/GM3, de 04 Maio 82), é responsável pela gestão dos assuntos que dizem respeito ao patrimônio histórico-cultural do Ministério da Aeronáutica, incluindo a história das suas Organizações.

Com o objetivo de sistematizar o registro desses acontecimentos e criar condições para o cadastramento de todas as OM no Sistema de Histórico de forma a unificar essas importantes fontes de informação, a presente IMA substitui e amplia o cap XII da antiga edição da ICAER (IMA 10-1, de 13 Fev. 76).

15 Dez. 93 IMA 210-3

1 DISPOSIÇÕES PRELIMINARES 1.1 FINALIDADE

Esta publicação tem como finalidade estabelecer procedimentos para o registro dos fatos históricos das Organizações do Ministério da Aeronáutica.

1.2 CONCEITUAÇÃO 1.2.1 HISTÓRICO DAS ORGANIZAÇÕES

Exposição cronológica de fatos relacionados direta ou indiretamente com suas atividades e que, compilados e estruturados cronologicamente, permitem conhecer a vida da organização.

1.2.2 FATOS HISTÓRICOS

São os acontecimentos que, oportunamente registrados, são capazes de contribuir, de alguma forma, para o resgate da história. Os fatos históricos são assim delimitados:

a) alterações orgânicas da OM, incluindo alteração da missão e as de caráter estrutural (regulamento e regi- mento interno); b) acontecimentos que digam respeito à Unidade e ao seu funcionamento; c) operações militares de que tenha participado a OM; d) honrarias, medalhas, comendas e títulos outorgados à OM e ao seu comandante, diretor ou chefe, enquanto no exercício da função; e) referências elogiosas feitas à OM; f) visitas de autoridades civis e militares; g) símbolos, hinos e canções adotados pela Organização; h) aeronaves utilizadas; i) formaturas, manobras, deslocamentos, competições e outros eventos; e j) mudanças de instalações (dados do projeto, localização dentro da OM, custo, data da entrega do serviço, tempo de construção)

15 Dez. 93 IMA 210-3

1.2.3 CADASTRO HISTÓRICO

É o documento padronizado que, contendo dados de valor histórico, permite conhecer a Unidade em seu conjunto.

1.2.4 FICHA ANUAL DE FATOS HISTÓRICOS

É o documento padronizado que apresenta a descrição dos fatos históricos mais importantes referentes à OM e ocorridos no período de um ano.

1.2.4 LIVRO HISTÓRICO

É o documento onde são descritos, cronologicamente, os fatos históricos relativos a uma OM.

1.2.6 ÁLBUM FOTOGRÁFICO

É o documento próprio onde são fixados as fotografias relativas aos fatos históricos.

1.3 ÂMBITO

Esta IMA aplica-se a todas as Organizações do Ministério da Aeronáutica.

15 Dez. 93 IMA 210-3

Toda Organização deve possuir um livro histórico, onde são compilados os fatos significativos a ela associados. As principais fontes de pesquisa são os boletins internos e externos.

2.1 LIVRO HISTÓRICO CONVENCIONAL

O livro histórico pode ser manuscrito em documento destinado a este fim ou datilografado em folhas soltas, posteriormente encadernadas, formando volumes correspondentes a um ano ou grupo de anos, devendo possuir:

a) termos de abertura e encerramento (conforme modelo padronizado pela IMA 10-1, "Correspondência e Atos Oficiais", de 01 Fev. 93); e b) todas as páginas numeradas e rubricadas pelo comandan- te, diretor ou chefe da OM.

2.1.1 FORMA DE TRANSCRIÇÃO

A transcrição dos fatos históricos deve obedecer os seguintes preceitos:

a) redação iniciada com título; b) texto claro e conciso; c) identificação dos elementos humanos (militares e/ou civis) que tenham participação em determinado aconte- cimento (nome completo, posto, graduação e função); d) registro de local e hora em que tenha ocorrido o fato; e e) indicação da fonte de onde foi extraído o fato (boletim ou outras).

2.1.2 IDENTIFICAÇÃO

O livro histórico deve ser identificado na capa da seguinte forma:

15 Dez. 93 IMA 210-3

O período a que se refere o livro só deve ser colocado após a utilização de todas as suas páginas.

2.2 LIVRO HISTÓRICO ILUSTRADO

Além do livro histórico convencional, a Organização

Militar pode confeccionar um livro histórico ilustrado nos mesmos moldes, onde serão incluídas ilustrações (fotografias, mapas, plantas, desenhos e gráficos) com a finalidade de complementar os fatos descritos.

As ilustrações não devem exceder o tamanho da página localizando-se o mais próximo possível do registro do fato, de preferência na mesma página. Para colagem das fotografias deverá ser utilizada cola de metil celulose (metilan) a qual proporciona maior vida útil ao documento.

Desde que siga os padrões estabelecidos para o livro histórico convencional, o livro histórico ilustrado poderá substituí-lo.

LIVRO HISTÓRICO (nome da OM)

1908 A 1985 LIVRO 2

15 Dez. 93 IMA 210-3

O álbum fotográfico complementa o histórico da

Organização, devendo possuir legendas explicativas para a identificação das fotografias. Esta identificação compreende: nomes, assuntos, acontecimento, datas, lugares e objetos. Além dos fatos de caráter histórico, os álbuns fotográficos ilustram eventos sociais, desportivos e artísticos afetos à Organização.

Nele devem constar fotografias relativas aos itens "c", "f", "h" e "i" do item 1.2.2 Fatos Históricos, e das suas instalações (prédios, hangares, estandes de tiro e bombardeio, paióis, etc).

15 Dez. 93 IMA 210-3

O cadastro histórico (anexo 1) deve ser enviado ao CENDOC devidamente preenchido. O preenchimento deve ser assim procedido:

a) denominação atual (POR EXTENSO E SIGLA); b) subordinação direta (POR EXTENSO E SIGLA); c) localização (cidade onde está sediada); d) ato de criação da OM (designação do ato oficial); e) denominações dadas à OM desde a criação (por extenso, sigla e ato oficial); f) comandantes, diretores ou chefes e respectivas gestões (nome completo, posto e período de exercício do cargo); g) missão da OM (conforme ato de criação e regulamento); h) emblema da OM (ato de aprovação e descrição heráldica; i) evolução do equipamento aéreo desde a sua criação (descrição e período de utilização); j) participação em operações de guerra; l) participação em manobras de vulto; m) hinos, canções e marchas referentes à OM: (ato de aprovação, letra e partitura musical); n) fotografias históricas antigas ou atuais: (identifi- cação de local, data e acontecimento); e o) condecorações recebidas pela OM: (descrição e data do recebimento).

Obs: os itens "m" e "n" devem ser anexados ao cadastro histórico.

Deve ser anexado ao cadastro, a transcrição do termo de carga de uma das aeronaves (item i)

Toda alteração em quaisquer um dos itens do Cadastro Histórico deve ser informado, ao CENDOC, por escrito.

15 Dez. 93 IMA 210-3

5 FICHA ANUAL DE FATOS HISTÓRICOS (FAFH)

Toda OM deve enviar ao CENDOC, no primeiro trimestre de cada ano, a FAFH (anexo 2). Os fatos serão transcritos do livro histórico da Unidade e datilografados na FAFH. Da FAFH devem constar ano, rubrica do comandante, diretor ou chefe da OM, além de assinatura do chefe do órgão responsável pela redação e guarda do(s) livro(s) histórico(s).

As FAFH relativas aos anos anteriores a partir da data da criação da OM, que não foram enviadas ao CENDOC deverão ser enviados, em um ano, a contar da data da aprovação.

15 Dez. 93 IMA 210-3

Em toda Unidade deverá haver um setor responsável pela redação e guarda do(s) livro(s) histórico(s) e álbuns fotográficos, a ser designado pelo seu comandante, diretor ou chefe.

O assunto Galeria de Retratos é tratado nos artigos 303 a 306 do Capítulo I, título VII, do Regulamento Interno dos Serviços da Aeronáutica aprovado pela Portaria Nº 1048/GM3, de 30 Dez. 92.

15 Dez. 93 IMA 210-3

Todas as OM cadastradas no CENDOC serão divulgadas através de TMA distribuída às Unidades.

A OM deve enviar o cadastro histórico, no prazo de 180 dias, a contar da data da aprovação desta IMA.

15 Dez. 93 IMA 210-3

Esta IMA entra em vigor na data da portaria de aprovação. Os casos omissos serão submetidos ao Comandante Geral do Pessoal.

15 Dez. 93 IMA 210-3

Brasil. Ministério da Aeronáutica. Confecção e Controle de Publicações = NSMA 5-1. / Brasília: s.n/, 17 Set. 91.

Correspondência e Atos Oficiais = IMA 10-1 = ICAER. /

Brasília: s.n/, 13 Fev. 76.

15 Dez. 93 IMA 210-3

ANEXO 1

CADASTRO HISTÓRICO (nome da OM)

1 - Denominação atual: 2 - Subordinação direta: 3 - Localização: 4 - Ato de criação da OM: 5 - Denominações dadas à OM desde a criação: 6 - Comandantes, diretores ou chefes e respectivas gestões: 7 - Missão da OM:

8 - Emblema da OM: 9 - Evolução do equipamento aéreo desde a sua criação: 10 - Participação em operações de guerra: 1 - Participação em manobras de vulto: 12 - Hinos, canções e marchas referentes à OM: 13 - Fotografias históricas antigas ou atuais: 14 - Condecorações recebidas pela OM:

(Local, data)

(A) Cmt/Dir/Ch da OM

15 Dez. 93 IMA 210-3 ANEXO 2

A Direção do CENDOC apreciará receber, através dos Comandos das OM recebedoras desta publicação, sugestões que visem ao seu aprimoramento.

Comentários