Quadrado:

a) A partir do lado: Traça-se o lado. Por uma das extremidades, levanta-se uma perpendicular. Sobre esta, rebate-se a medida do lado. Com centro nas extremidades dos lados definidos e abertura igual ao lado, cruzamos os arcos que definirão o quarto vértice, fechando a figura.

b) Inscrito na circunferência: Assinala-se um ponto, que será o centro da circunferência, descrevendo-a em seguida. Passando pelo centro, traça-se uma reta que, ao cortar a curva em dois pontos, definirá o seu diâmetro. Com centro nas extremidades do diâmetro e abertura maior que a metade deste, cruzam-se arcos que definirão o ponto que, junto com o centro da circunferência, alinharão outro diâmetro, perpendicular ao primeiro. Estes dois diâmetros dividem a circunferência em quatro partes iguais, correspondendo aos quatro pontos que inscrevem o quadrado.

b) Inscrito na circunferência: Descreve-se a circunferência com raio qualquer. Com a mesma abertura do raio, a partir de um ponto qualquer pertencente à curva assinala-se sucessivos cruzamentos, a partir de cada ponto encontrado, dividindo a circunferência em seis partes exatamente iguais. Três pontos, alternadamente, dessa divisão definem um triângulo eqüilátero.*Esta é uma relação métrica existente entre o raio da circunferência, que é igual ao lado do hexágono regular inscrito na mesma.

Comentários