Detalhes armaduras lajes

Detalhes armaduras lajes

Altura útil (d)

min c c

Tabela de agressividade dos ambientes e respectivas grandezas a serem adotadas no projeto estrutural para a garantia da durabilidade da obra.

Classe Agressividade Macro Clima Cobrimento Nominal Rel.

a/c ≤ fck ≥ (MPa)

I Muito fraca Rural Submersa L = 2,0 cm V e P = 2,5cm 0,65 20,0

I Fraca Urbana 1),2)L = 2,5 cm V e P = 3,0cm 0,60 25,0

I Forte Marinha 1)

Industrial 1),2)

L = 3,5 cm

V e P = 4,0cm 0,5 30,0

IV Muito forte Industrial 1),2)

Respingo de maré 1),3)

L = 4,5 cm

V e P = 5,0cm 0,45 40,0

1) Pode-se admitir um microclima com uma classe de agressividade mais branda (um nível acima) para ambientes internos secos (salas, dormitórios, banheiros, cozinhas e áreas de serviço de apartamentos residenciais e conjuntos comerciais ou ambientes com concreto revestido com argamassa e pintura).

2) Pode-se admitir uma classe de agressividade mais branda (um nível acima) em: obras em regiões de clima seco, com umidade relativa do ar menor ou igual a 65%, partes da estrutura protegidas de chuva em ambientes predominantemente secos, ou regiões onde chove raramente.

3) Ambientes quimicamente agressivos, tanques industriais, galvanoplastia, branqueamento em indústrias de celulose e papel, armazéns de fertilizantes, indústrias químicas.

Escolha das bitolas e cálculo do espaçamento s1s 100*AsAφ=; onde: s – espaçamento das barras sA - área da armadura calculada (cm²/m) s1Aφ - área de uma barra da armadura;

O espaçamento de respeitar os seguintes limites: ()8 cm s 20 cm e s 2h p/lajesarm.em 1dir≤≤ ≤

O diâmetro máximo da armadura deve respeitar:

h10φ≤; onde: h espessura da laje

Armadura mínima para as lajes Armaduras negativas e positivas das lajes armadas em 1 direção

Armadura positivas das lajes armadas em 2 dir. sminA0,10%*b*h=

Detalhamento das armaduras

− nom(h2 c Armadura negativa

b laje onde:

*xl é o maior vão entre os menores vãos das lajes contíguas bl - comprimento de ancoragem

Armadura perimetral

b laje

Armaduras positivas

Posição: na face inferior e nas duas direções.

Distribuição: de face a face interna das vigas (*0ss<≤, onde é o primeiro espaçamento das barras, junto as vigas). *s

Comprimento: as armaduras devem ir de “ponta a ponta” de uma laje (descontar os cobrimentos), ou seja, não cortar antes de chegar ao apoio. Assim a armadura cobre os momentos volventes e facilita a execução da armação.

Nos apoios: um apoio com 15cm para CA50 e 20cm para CA60, de largura, é suficiente para que a barra da armadura positiva tenha ancoragem reta nesse apoio.

Para apoio externo com a largura inferior aos limites dados acima, deve-se ancorar as barras com ganchos de 12φ, na extremidade.

Para apoio interno com a largura inferior aos limites dados acima, deve-se ancorar as barras com um comprimento mínimo de

Atenção: se a laje for apoiada em vigas invertidas, as armaduras positivas da laje devem passar por cima das armaduras positivas da viga.

Comprimento de ancoragem para armadura de laje com h < 30 cm, situação de boa aderência.

C20 – bl44=φ C25 - bl38=φ C30 - bl33=φ

Bordas Livres e Aberturas

Comentários