UNIVERSIDADE FEDERAL DA FRONTEIRA SUL

CAMPUS LARANJEIRAS DO SUL

ENGENHARIA DE AQUICULTURA

AQUICULTURA GERAL II

PROFESSORA maude regina de borba

CATFISH

(Ictalurus punctatus)

Laranjeiras do Sul

Agosto de 2011

    1. Introdução

Existe um grande número de peixes que podem ser chamados de “Bagre”. Já que todos desta espécie apresentam o corpo nu e barbilhões arranjados em um padrão definido ao longo da região subterminal da boca, típico da espécie. O Ictalurus punctatus (Bagre americano) está associado a esse nome. Também conhecido como “bagre-de-canal”, “Catfish americano”, “Peixe gato” e “bagre americano”.

    1. ORIGEM E CLASSIFICAÇÃO CIENTÍFICA

O Catfish é originário da bacia do rio Mississipi - EUA e vem sendo utilizado para a piscicultura desde a década de 40. O mesmo desempenha importante papel na aquicultura norte-americana. Este por sua vez apresenta ótimo índice de crescimento ganhando papel de destaque na indústria, sendo atualmente cultivado principalmente nos estados do centro-sul e sul dos EUA.

De nome comum “Catfish americano”, também é conhecido como “Peixe gato”, “bagre americano” ou “bagre-de-canal”. Do reino Animália; filo: Chordata; classe: Actinopterygii; ordem: Siluriformes; família: Ictaluridae; gênero: Ictalurus e espécie: Ictalurus punctatus.

1.3 Requerimentos ambientais

O Catfish pode habitar ambientes variados, tais como córregos de águas claras e correntes, bem como ambientes lênticos, como rios e lagos de água turva. A temperatura ideal varia entre 26 e 32ºC. No inverno brasileiro não são relatadas mortalidades massivas com o Catfish. Porém, apesar de sua ampla faixa de tolerância térmica, se esta estiver abaixo de 15ºC seu crescimento poder ser nulo ou negativo. É um peixe bentônico e de hábito alimentar onívoro, essa espécie também se adapta bem a todos os métodos de cultivo utilizados.

    1. Anatomia

Apresenta nadadeiras peitoral e a dorsal com espinhos duros e também olfato e paladar bastante desenvolvidos. Possuem ainda, papilas gustativas distribuídas sobre a superfície de todo seu corpo e concentrados principalmente nos quatro pares de barbilhões ao redor da boca. Esta combinação permite esta espécie encontrar alimentos em águas escuras ou turvas com relativa facilidade. Apresenta corpo nu. O Catfish tem o corpo alongado e coloração variada é considerado um peixe nobre e com hábitos calmos. Normalmente a fêmea é maior que o macho.

1.5 Históricos no Brasil e no mundo;

O Catfish foi introduzido no Brasil em 1973 pela extinta SUDEPE (Superintendência para o Desenvolvimento da Pesca), experimentalmente para ser estudado. Em 1985 o piscicultor Miguel Grechinski trouxe algumas larvas do centro sul dos EUA, dessa forma, o Catfish foi introduzido em Irati (PR). Consequentemente acabou despertando o interesse de paranaenses e catarinenses pela espécie que, acabou se fixando na região sul do Brasil, vindo a ser foco de muitos produtores. Santa Catarina é responsável por mais de 70% do Catfish produzido no Brasil.

    1. Sistemas de cultivos

O Catfish possui uma combinação de atributos biológicos e de cultivo que o faz um peixe excelente para a aqüicultura comercial.

Pode ser criado em viveiro escavado, raceways e tanque-redes. Podendo ser cultivado também em sistemas extensivos, semi –intensivos, intensivo ou super intensivo, sendo necessário o uso de aeração para aumentar a biomassa. Em viveiros escavados, deve-se tomar as devidas precauções quanto a densidades elevadas, as quais podem comprometer a qualidade da carne.

1.7 alimentação e engorda

De hábito alimentar onívoro, em ambientes naturais os juvenis se alimentam de detrito, insetos aquáticos e do zooplâncton. Os adultos se alimentam primariamente de insetos aquáticos, pequenos crustáceos de água doce e pequenos peixes.

Fora do ambiente natural as pós-larvas devem ser alimentadas com ração pulverizada e flutuante, que contenha 50% de PB, composta de 50 e 60% de proteína originária de farinha de peixe. Devendo ser alimentadas a cada três horas. Quando os alevinos estão entre 5 a 7 centímetros a ração deve ser composta de até 36% de PB, fornecida em grânulos pequenos. Na fase da engorda, deve conter entre 28 e 32%, fornecida na forma de grânulos.

Como os peixes são animais de sangue frio e também existem as variações em relação à ontogenia da espécie, a quantidade de alimento que deve ser fornecida aos mesmos , cresce com o aumento da temperatura e diminui com o crescimento dos peixes. Quando a engorda é realizada sem a renovação da água e sem aeração, a taxa de alimentação não deve exceder 39 kg/ha/dia, com renovação de água e /ou aeração pode ser aumentado para 56 a 67 kg/ha/dia.

O tamanho comercial do bagre americano é de 550 a 600 gramas necessitando de cerca de 18 meses de cultivo nas condições norte-americanas. No Alabama por exemplo, a temperatura se mantém acima de 15,5°C somente entre 200 a 250 dias por ano, período onde ocorre um efetivo crescimento deste peixe. Nas condições do sul do Brasil, a engorda do bagre americano, até atingir o peso médio de 575 gramas, necessitou de apenas nove meses, tendo inicio em abril. Resultados estes, obtidos em cultivos realizados durante o inverno e primavera.

1.8 Reprodução e alevinos

A maturidade sexual ocorre no terceiro ano de vida, no clima do Brasil pode ocorrer já no segundo ano, possibilitando a reprodução natural em ambientes confinados. Para o ciclo reprodutivo da espécie é necessário um período de estocagem em temperaturas mais baixas, abaixo de 17°C por alguns dias. Quando os valores se mantiverem acima de 21°C ocorre a maturação final e a desova. A temperatura necessária para que ocorra a desova e incubação dos ovos vai desde 21°C até 30°C

Na natureza, os machos disputam as fêmeas. Em cativeiro, o acasalamento ocorre somente quando a densidade de estocagem dos peixes for baixa. A proporção ideal é de dois machos para três fêmeas, numa densidade de um quilograma de reprodutor para cada 7m².

Para reduzir as disputas entre os machos e facilitar o manejo reprodutivo, duas técnicas tem sido muito utilizadas. Uma delas consiste na construção de pequenos cercados de tela nas margens de um viveiro, abertos para o centro do tanque. Outra alternativa é a colocação de cestos plásticos, metálicos ou cerâmicos deitados no fundo do viveiro com a boca aberta. O ninho de cada casal será construído dentro desses cercados e recipientes. Estes devem ser vistoriados a cada dois dias e os ovos recolhidos para serem incubados em laboratório.

As fêmeas liberam cerca de 10.000 óvulos para cada quilo de peso. A incubação dos ovos é realizada em cestos de tela com malha de aproximadamente 3 mm, onde a massa de ovos de cada desova é colocada em um cesto de tela e imersa em uma pequena lâmina de água. Destes, vários são dispostos em calhas contendo a renovação da água, colocados suspensos no fundo , para garantir a melhor circulação da mesma. Possibilitando o aumento de cestos colocados é necessário o uso de aeração. A eclosão ocorre cerca de seis dias após a fertilização, quando a temperatura oscila entre 25° e 27°C. A absorção do saco vitelino e o início da alimentação externa se dão, entre o terceiro e o quarto dia, após a eclosão.

1.9 Comércio

Cada mil alevinos de Catfish são comercializados aproximadamente a R$ 250,00. Um peixe vivo de tamanho médio, com peso de cerca de 800 quilogramas pode ser comprado a R$ 4,50 direto do produtor. Já o eviscerado custa de 10,00 a R$ 12,00 o quilo, sendo que o preço do filé vai de 15,00 a R$ 20,00 com variação de 5% do congelado para o fresco. Lembrando apenas que os preços variam de acordo com cada região.Santa Catarina é responsável por mais de 70% do Catfish produzido no Brasil. Os EUA foi o primeiro país a cultivar comercialmente esta espécie, hoje importa filé do Brasil devido á qualidade que o mesmo apresenta. Qualidade esta adquirida conforme o método empregado no cultivo. Pois o Brasil produz filé de Catfish, digno de atender a mercados de ponta, que primam por qualidade.

1.10 Vantagens

O bagre americano é de fácil adaptação ás condições de cultivo, apresenta boa conversão alimentar. Tanques e outras instalações para o cultivo de Catfish podem ser instalados em áreas impróprias para outras culturas.

O rendimento do filé é de cerca de 38% (sem espinhas e sem pele), sua carne possui ômega 3 e ácido graxo que auxilia a diminuir os níveis de triglicerídeos e colesterol total. A carne do Catfish é firme e branca, uma fonte saudável de proteína com um excelente sabor, por fim, é uma espécie que possibilita alta lucratividade.

1.11 Desantagens

É um peixe exótico, Em viveiros escavados deve-se tomar as devidas precauções quanto a densidades elevadas, as quais podem comprometer a qualidade da carne devido problemas com off-flavor. Este causou aos EUA prejuízos anuais de US$ 50 milhões estimados até 2004. O Catfish sofre concorrência desleal com outras espécies importadas.

1.12 Considerações finais

O Catfish pode habitar ambientes variados e se adapta as várias formas de cultivo. É um peixe que apresenta ampla faixa de tolerância á variação térmica, tem hábito alimentar onívoro. Sua carne possui ômega 3 e ácido graxo, além de ser firme e branca e uma fonte saudável de proteína com um excelente sabor. O Brasil produz filé de Catfish, digno de atender a mercados de ponta no exterior, que primam por qualidade. Seu cultivo traz significativos ganhos econômicos.

Comentários