Plexos - neuroanatomia

Plexos - neuroanatomia

(Parte 1 de 3)

Universidade Federal de Pernambuco

Departamento de Anatomia Profª Graça Coriolano

Plexos

Nervos Espinhais

• São aqueles que fazem conexão com a medula espinhal.

• São responsáveis pela inervação:

– Tronco; – Membros;

– Partes da cabeça.

São 31 segmentos medulares São 31 segmentos medulares

Formação do nervo espinhal Formação do nervo espinhal

Componentes funcionais das fibras dos nervos espinhais

Fibras Aferentes

Fibras Eferentes

Somáticas Exteroceptivas

Proprioceptivas

Temperatura Dor Pressão Tato

Conscientes Inconscientes

Viscerais

Somáticas Viscerais

Para músculos estriados esquelétios

Para músculos lisos Para músculo cardíaco Para glândulas

Trajeto dos nervos espinhais

Ramo dorsal

Ramo ventral

Ramo ventral

Ramo dorsal

Ramo lateral e medial do ramo dorsal

Ramo cutâneo lateralRamo cutâneo anterior

Osso esterno m.reto do abdome

Ramos cutâneos lateral e medial do ramo dorsal

Ramos cutâneos anterior e lateral

Nervo torácico longo

Território de inervação radicular. Dermátomo

• Denomina-se dermátomo o território cutâneo inervado por fibras de uma única raiz dorsal.

• O dermátomo recebe o nome da raiz que o inerva.

Plexos

• Cervical • Braquial

• Lombar

• Sacral

Plexo Cervical

• Formado pelos ramos anteriores dos quatro nervos cervicais superiores + ramos comunicantes simpáticos.

• Localizado:

– Anteriormente ao escaleno médio e levantador da escápula.

– Posteriormente à veia jugular interna e ao músculo esternocleidomastóideo.

m. escaleno médio m. Levantador da escápula

Plexo Cervical

• Inerva:

– Região cutânea posterior da cabeça, pescoço e ombro;

– Trapézio;

– Esternocleidomastóideo;

(Parte 1 de 3)

Comentários