atms explosivas

atms explosivas

(Parte 2 de 2)

2. Caso a probabilidadede ocorrênciade atmosferaexplosivaseja menor do que

1000horas/anoe maiordo que 10 horas/ ano,aáreaclassificadadeveserconsiderada comosendoZona1.

AdeterminaçãodoGrupoéestabelecida em função dos gasesexplosivospresentes no ambiente,sendosubdivididoemGrupo

IouGrupo11.

Grupo I érelativoàsinstalaçõessubterrâneas, comonasminasdecarvão,ondeseencontra' basicamenteapresençadogásmetano. Grupo 11é relativoàsinstalaçõesde super- fície,sendosubdivididoemGrupoliA,IIBeIIC, de acordocomo gásrepresentativodo local dainstalação.

.Grupo liA: propano; .Grupo 118:eteno; .Grupo IIC: hidrogênio.

Atualmente, no Brasil, os projetos de classificação de áreas são normalmente elaborados baseando-se na Norma ABNT

NBR IEC 60079-10 e em guias de aplicação específicos, estabelecidos na normalização interna das próprias empresas químicas ou petroquímicas. Tais guias de aplicação ou normas internasde classificaçãode áreassão elaboradas com base nas característicasde seus processos produtos, nas características dos produtos manipulados (explosividade, volume dos inventários, níveis de pressão, temperatura e vazão) e nos arranjos de suas instalações (ao tempo ou no interior de prédiosfechados). Normalmentetaisguiasde aplicaçãocontêmfigurastípicasdeclassificação de áreas,com determinaçãodasextensõesdas áreasclassificadasao redorde fontes de risco, equipamentos ou instalaçõestípicas de seu processoprodutivo. O NEC (NationalElectricCode), em artigo

500a partirdo ano de 1996,também passoua incorporara designaçãode Zonase de Grupos para os estudos de classificação de áreas. Até então, a designação utilizadabaseava-se em critérios diferentes para a identificação de Divisões e Grupos. As Divisões eram denominadas de Divisão1(equivalenteà Zona 1 da IEC)e Divisão2 (equivalenteà Zona 2 da

IEC). Os Grupos eramsubdivididosem Grupos A, B (equivalenteao Grupo IIC da IEC),Grupo

C (equivalenteao Grupo IIBda IEC)e Grupo D

(equivalenteao Grupo liA da IEC). Tambéma NormaAPI 505- American

Petroleum Institute - Recommended Practice for Classification of Locations for Electrical

Installations at Petroleum Facilities passou a incorporar a definição de zonas em seus procedimentos de classificação de áreas, a partirde 1997.Apesar dasalteraçõesocorridas no NEC e no API, alinhando-se com os as nomenclaturas internacionais da IEC sobre classificaçãode áreas, ainda hoje podem ser encontrados projetos com a terminologia antigamente utilizada nas normas norteamericanas,sejanadocumentaçãode projetos ántigosou nadocumentaçãodeequipamentos importadosdos EUA. B

(Parte 2 de 2)

Comentários