Identificação e Análise de Riscos em Levantamentos Topográficos em Barragens Hidrelétricas: Estudo de Caso na UHE Salto Caxias

Identificação e Análise de Riscos em Levantamentos Topográficos em Barragens...

(Parte 1 de 8)

Daniel C. Granemann UTFPR - Pato Branco

Aluno: Daniel Carvalho Granemann Orientador: Prof. Dr. Marcelo Fabiano Costella

Pato Branco – PR Setembro/2009

Daniel C. Granemann UTFPR - Pato Branco

Monografia apresentada ao IV Curso de Especialização em Engenharia de Segurança do Trabalho, como requisito parcial para a obtenção do Título de Especialista em Engenharia de Segurança do Trabalho, realizado pela UTFPR Campus Pato Branco.

Pato Branco - PR Setembro/2009

Daniel C. Granemann UTFPR - Pato Branco Daniel C. Granemann UTFPR - Pato Branco

Daniel C. Granemann UTFPR - Pato Branco

À amada esposa Mel, pelo incondicional apoio e compreensão em mais esta etapa de vida.

Daniel C. Granemann UTFPR - Pato Branco

A Deus pela vida, oportunidades, obstáculos e vitórias;

Aos amados pais Antonio Francisco e Ana Maria, por todo o amor e compreensão e por nunca medirem esforços para que eu alcançasse meus objetivos;

Ao meu irmão Marcelo e aos primos Lucas e Marcus Vinícius, pela irmandade e momentos de alegria e descontração nas rodas de viola e tereré;

À Universidade Tecnológica Federal do Paraná pela oportunidade;

Ao Prof. Dr. Marcelo Fabiano Costella, pelas orientações importantes na elaboração desta monografia;

Aos amigos e parceiros da UTFPR, José Ilo Pereira Filho e Evandro Marcos

Kolling, e ao companheiro Marco Aurélio Nadal, pelos conselhos, instruções, apoio, discussões e contribuições diversas a este trabalho;

Aos Professores Pedro Luis Faggion, Luis Augusto Koenig Veiga e Carlos

Aurélio Nadal - Universidade Federal do Paraná - pelo incentivo na realização deste trabalho;

À Companhia Paranaense de Energia (COPEL) pelo apoio, ao gerente de área da UHE Salto Caxias Edson José Marcolin pela atenção, e aos colegas engenheiros da COPEL Marcos Alberto Soares, Elizeu Santos Ferreira e Marcelo Madeira, pelo incondicional apoio, amizade e confiança em nossos trabalhos;

Aos que impuseram obstáculos em nosso dia-a-dia, pois foram o diferencial de força na conquista dessa vitória.

Daniel C. Granemann UTFPR - Pato Branco

“Combati o bom combate,

Completei a carreira,

Guardei a fé.” (São Paulo Apóstolo: 2 Tm 4,7)

Daniel C. Granemann UTFPR - Pato Branco

Os levantamentos topográficos requerem cuidados e procedimentos de segurança a serem adotados pelos profissionais da área, pois dessa conduta depende o bom andamento das atividades, incorrendo em ganho de tempo, praticidade e minimização de riscos de acidentes de trabalho. Assim, este trabalho tem como objetivo a identificação e análise de riscos em levantamentos topográficos realizados na barragem hidrelétrica Governador José Richa – Salto Caxias, no município de Capitão Leônidas Marques – PR. O trabalho propõe medidas de controle para os pontos mais críticos, através da Análise Preliminar de Riscos, embasando a implantação futura de um Programa de Gerenciamento de Riscos, uma vez que possibilita a antecipação, identificação, avaliação e conseqüente controle dos riscos ambientais existentes ou que venham a existir no ambiente de trabalho.

Palavras-chave: riscos, barragem hidrelétrica

Daniel C. Granemann UTFPR - Pato Branco

The surveys require care and safety procedures to be adopted by professionals, because of such conduct depends on the good progress of activities, incurring time saving, convenience and minimize risks of accidents. This paper aims to identify and analyze risks in surveys conducted in the hydroelectric dam Governor José Richa - Salto Caxias, in the city of Capitão Leonidas Marques - PR, proposing measures to control the most important issues through the Preliminary Analysis Risk , affording the future deployment of a program of risk management, because it allows the anticipation, identification, assessment and consequent control of the risks that exist or will exist in the workplace.

Keywords: risks, hydroelectric dam

Daniel C. Granemann UTFPR - Pato Branco

Figura 1 - Rede de Pontos – Triangulação9
Figura 2 – Nivelamento geométrico10
Figura 3 – Gerenciamento de acidentes13
Figura 4 – Capacete de segurança23
Figura 5 – Óculos de segurança23
Figura 6 – Protetor auricular tipo concha23
Figura 7 – Protetor auricular tipo plug24
Figura 8 – Respirador facial24
Figura 9 – Cinto travaquedas – modelo paraquedista24
Figura 10 – Localização da UHE Gov. José Richa - Salto Caxias26
Figura 1 – Complexo de usinas hidrelétricas no Rio Iguaçu27
Figura 12 –Vista aérea da UHE Gov. José Richa – Salto Caxias28
Figura 13 –Vista em planta da UHE Gov. José Richa – Salto Caxias28
Figura 14. Esquema para a APR30
Figura 15. Nivelamento geométrico – crista da barragem32
Figura 16. Posto de trabalho P1 - rede externa3

LISTA DE FIGURAS Figura 17. Postos de trabalho – rede interna de monitoramento .................. 34

Daniel C. Granemann UTFPR - Pato Branco

Quadro 1. Avaliação de Frequência18
Quadro 2. Avaliação de Consequência19
Quadro 3. Categorias de Riscos19
Quadro 4. Avaliação Qualitativa de Riscos20
Quadro 5. Categorias de Riscos20
Barragem

LISTA DE QUADROS Quadro 6. Agentes de Riscos – Levantamentos Topográficos em 35

na UHE

Quadro 7. Análise Preliminar de Riscos – Levantamentos Topográficos 37

Daniel C. Granemann UTFPR - Pato Branco

Tabela 1.Riscos - Frequências e Consequências36

Daniel C. Granemann UTFPR - Pato Branco

1. INTRODUÇÃO3
1.1. OBJETIVO3
1.2. JUSTIFICATIVA4
1.3. ORGANIZAÇÃO DA PESQUISA4
2. EMBASAMENTO TEÓRICO6
2.1. SEGURANÇA EM BARRAGENS HIDRELÉTRICAS6
BARRAGENS HIDRELÉTRICAS

SUMÁRIO 2.2. LEVANTAMENTOS GEODÉSICOS E TOPOGRÁFICOS EM ÁREAS DE 7

Barragens

2.2.1. Técnicas de Levantamentos Geodésicos Aplicadas ao Monitoramento de 8

2.2.1.1. Triangulação8
2.2.1.2. Trilateração9
2.2.1.3. Nivelamento Geométrico9
2.3. GERENCIAMENTO DE RISCOS10
2.3.1. Conceitos Básicos em Análise de Riscos1
2.3.2. Estrutura de um Programa de Gerenciamento de Riscos (PGR)12
2.3.3. Riscos em Levantamentos Topográficos13
2.3.3.1. Agentes Físicos15
2.3.3.2. Agentes Químicos15
2.3.3.3. Agentes Biológicos16
2.3.3.4. Agentes Ergonômicos16
2.3.4. Análise de Riscos e Identificação de Perigos16
2.3.4.1. Avaliação de Riscos18
2.3.4.2. Categorias de Riscos20
2.3.5. Trabalhos em Espaços Confinados21
2.3.6. Equipamentos de Proteção2
2.3.7. Plano de Emergência25
3. MÉTODO DE PESQUISA26
3.1. LOCAL DE TRABALHO26
3.2. OBTENÇÃO DE DADOS29
4. RESULTADOS E DISCUSSÕES31
HIDRELÉTRICA

4.1. LEVANTAMENTOS TOPOGRÁFICOS REALIZADOS NA BARRAGEM 31

4.1.1. Nivelamento da Crista da Barragem31
4.1.2. Monitoramento da Rede Externa32
4.1.3. Monitoramento da Rede Interna34
4.2. RISCOS PRESENTES NOS LEVANTAMENTOS35
4.3. AVALIAÇÃO DOS RISCOS35
5. CONCLUSÕES40

Daniel C. Granemann UTFPR - Pato Branco

3 1. INTRODUÇÃO

Esta monografia trata da identificação e análise de riscos em levantamentos topográficos em áreas de barragens hidrelétricas.

Tendo em vista que os levantamentos topográficos estão em constante movimentação e deslocamento, podem surgir situações de risco aos profissionais das equipes de trabalho, quer por falta de sinalização adequada no local de trabalho, ausência ou descumprimento de procedimentos, imperícia na operação dos instrumentos topográficos ou mesmo por falta de equipamentos de proteção coletiva e individual.

Dessa forma, considerando dados e informações obtidas em campanhas para o monitoramento da estrutura da barragem hidrelétrica da Usina Governador José Richa (Salto Caxias), no município de Capitão Leônidas Marques – PR, realizadas de 2002 a 2005, pretende-se readequar os procedimentos de segurança para estes trabalhos, através da identificação de riscos e a proposição de medidas de controle, os quais englobam nivelamento geométrico da crista da barragem, trilateração e triangulação das redes de monitoramento interna e externa à barragem.

1.1. OBJETIVO

Identificar riscos e propor medidas de controle para levantamentos topográficos em barragens hidrelétricas, embasando a implantação de um Programa de Gerenciamento de Riscos (PGR), uma vez que possibilita a antecipação, identificação, avaliação e conseqüente controle dos riscos ambientais existentes ou que venham a existir no ambiente de trabalho.

Daniel C. Granemann UTFPR - Pato Branco

4 1.2. JUSTIFICATIVA

(Parte 1 de 8)

Comentários