(Parte 1 de 2)

w.rumoaoita.com

Prova de Física

Vestibular ITA 1990

Versão 1.0

w.rumoaoita.com

Física - ITA - 1990

01. (ITA-90) Uma dada diferença de potencial foi medida com uma incerteza de 5%. Se o valor obtido foi de 10930 volts, a forma correta de expressar esta grandeza, em termos dos algarismos significativos, é:

Vb)1,093 x 104
Vc)1,0 x 104

02. (ITA-90) Em determinadas circunstâncias verifica-se que a velocidade, V, das ondas na superfície de um líquido depende da massa específica, ρ, e da tensão superficial, τ , do líquido bem como do comprimento de onda, λ, das ondas. Neste caso, admitindo-se que C é uma constante adimensional, pode-se afirmar que:

b) V = C τρλ
)/τ

e) A velocidade é dada por uma expressão diferente das mencionadas.

03. (ITA-90) Um corpo em movimento retilíneo tem a sua velocidade em função do tempo dada pelo gráfico abaixo:

Neste caso pode-se afirmar que:

a) a) A velocidade média entre t = 4s e t = 8s é de 2,0 m/s. b) A distância percorrida entre t = 0s e t = 4s é de 10 m. c) Se a massa do corpo é de 2,0 kg a resultante das forças que atuam sobre ele entre t = 0s e t = 2s é de 0,5N. d) A sua aceleração média entre t = 0 s e t = 8 s é de 2,0 e) Todas as afirmativas acima estão erradas.

04. (ITA-90) Para que a haste AB homogênea de peso P permaneça em equilíbrio suportada pelo fio BC, a força de atrito em A deve ser:

05. (ITA-90) Uma metralhadora dispara 200 balas por minuto. Cada bala tem 28 g e uma velocidade de 60 m/s. Neste caso a metralhadora ficará sujeita a uma força média, resultante dos tiros, de: a) 0,14N b) 5,6 N c) 5 N d) 336 N e) outro valor

06. (ITA-90) A figura abaixo representa três blocos de massas M1 = 1,0 kg, M2 = 2,50 kg e M3 = 0,50 kg, respectivamente. Entre os blocos e o piso que os apóia existe atrito, cujos coeficientes cinético e estático são, respectivamente, 0,10 e 0,15, e a aceleração da gravidade vale 10,0 m/s2 . Se ao bloco M1 for aplicada uma força F horizontal de 10,0 N, pode-se afirmar que a força que bloco 2 aplica sobre o bloco 3 vale:

07. (ITA-90) Uma pequena esfera penetra com velocidade v em um tubo oco, recurvado, colocado num plano vertical, como mostra a figura, num local onde a aceleração da gravidade é g. Supondo que a esfera percorra a região interior ao tubo sem atrito e acabe saindo horizontalmente pela extremidade, pergunta-se: que distância, x, horizontal, ela percorrerá até tocar o solo ?

R 2 3R

12 3

B l

02,0 4,0 6,0 8,0 10,0

w.rumoaoita.com a) x = R)gR v(g

+b) x=g
3R2+e) Outro valor.

08. (ITA-90) Um projétil de massa m e velocidade v atinge um objeto de massa M, inicialmente imóvel. O projétil atravessa o corpo de massa M e sai dele com velocidade v/2. O corpo que foi atingido desliza por uma superfície sem atrito, subindo uma rampa até a altura h. Nestas condições podemos afirmar que a velocidade inicial do projétil era de:

a) v = 2ghm 2M b) v = 2ghm M2 c) v = 2ghm

Md) v
= 8ghe) v = 2gh

09) (ITA-90) Uma experiência foi realizada para se determinar a diferença no valor da aceleração da gravidade, g(A) e g(B), respectivamente , em dois pontos A e B de uma certa área. Para isso construiu-se um pêndulo simples de comprimento l e mediu-se no ponto A o tempo necessário para 100 oscilações obtendo-se 98 s. No ponto B, para as mesmas 100 oscilações, obteve-se 100 s. Neste caso pode-se afirmar que:

a) g(A)<g(B) e a diferença é aproximadamente de 5%. b) g(A)<g(B) e a diferença é aproximadamente de 4%. c) g(A)>g(B) e a diferença é aproximadamente de 2%. d) Somente se pode fazer qualquer afirmativa a respeito dos valores de g(A) e g(B) se conhecermos o valor de l. e) Nenhuma das repostas acima é satisfatória.

10. (ITA-90) Para se determinar a massa específica de um material fez-se um cilindro de 10,0 cm de altura desse material flutuar dentro do mercúrio mantendo o seu eixo perpendicular à superfície do líquido. Posto a oscilar verticalmente verificou-se que o seu período era de 0,60 s. Qual é o valor da massa específica do material ? Sabe-se que a massa específica do mercúrio é de 1,36 x 104 kg/m3 e que aceleração da gravidade local é de 10,0 m/s2 .

a) Faltam dados para calcularb)1,24 . 104

1. (ITA-90) Um cone maciço e homogêneo tem a propriedade de flutuar em um líquido com a mesma linha de flutuação, quer seja colocado de base para baixo ou vértice para baixo. Neste caso pode-se afirmar que:

a) A distância da linha d’água ao vértice é a metade da altura do cone. b) O material do cone tem densidade 0,5 em relação à do líquido. c) Não existe cone com essas propriedades. d) O material do cone tem densidade 0,25 em relação ao líquido. e) Nenhuma das respostas acima é satisfatória.

12. (ITA-90) A Escala Absoluta de Temperaturas é:

a) construída atribuindo-se o valor de 273,16 K à temperatura de fusão do gelo e 373,16 K à temperatura de ebulição da água; b) construída escolhendo-se o valor de -273,15o C para o zero absoluto; c) construída tendo como ponto fixo o “ponto triplo” da água; d) construída tendo como ponto fixo o zero absoluto; e) de importância apenas histórica pois só mede a temperatura de gases.

Observação: No caderno de respostas explique como se constrói esta escala.

13. (ITA-90) O coeficiente médio de dilatação térmica linear

-1 . Usando trilhos de aço de 8,0 m de comprimento um engenheiro construiu uma ferrovia deixando um espaço de 0,50 cm entre os trilhos, quando a temperatura era de 28o C. Num dia de sol forte os trilhos soltaram-se dos dormentes. Qual dos valores abaixo corresponde à mínima temperatura que deve ter sido atingida pelo trilhos ?

Cb) 60o
Cc) 80o
Cd) 50o
Ce) 90o

14. (ITA-90) Uma resistência elétrica é colocada em um frasco contendo 600g de água e, em 10 min, eleva a temperatura do líquido de 15o C. Se a água for substituída por 300 g de outro líquido a mesma elevação de temperatura ocorre em 2,0 min. Supondo que a taxa de aquecimento seja a mesma em ambos os casos, perguntase qual é o calor específico do líquido. O calor específico médio da água no intervalo de temperaturas dado é 4,18 kJ/(kgo C) e considera-se desprezível o calor absorvido pelo frasco em cada caso:

C);b) 3,3 kJ/(kgo
C);c) 0,17 kJ/(kgo

m v

M 2 v

M h

w.rumoaoita.com

C);e) Outro valor.

15.(ITA-90) Um termômetro em uma sala de 8,0 x 5,0 x

4,0m indica 22°C e um higrômetro indica que a umidade relativa é de 40%. Qual é a massa(em kg) de vapor de água na sala se sabemos que nessa temperatura o ar saturado contém 19,3 g de água por metro cúbico ?

a)1,24b)0,351 c)7,73 d)4,8 x 10

-1 e) Outro valor.

16. (ITA-90) Uma onda transversal é aplicada sobre um fio preso pelas extremidades, usando-se um vibrador cuja freqüência é de 50 Hz. A distância média entre os pontos que praticamente não se movem é de 47 cm. Então a velocidade das ondas neste fio é de:

17. (ITA-90) Numa certa experiência mediu-se a distância s entre um objeto e uma lente e a distância s’ entre a lente e a sua imagem real, em vários pontos. O resultado dessas medições é apresentado na figura abaixo. Examinando-se cuidadosamente o gráfico concluiu-se que:

a) a distância focal da lente é de 10 cm; b) a distância focal da lente é de 100 cm; c) a distância focal da lente é de 8 cm; d) a distância focal da lente é de 2 cm; e) nenhuma das repostas acima é satisfatória.

18. (ITA-90) Uma pequena lâmpada é colocada a 1,0 m de distância de uma parede. Pede-se a distância a partir da parede em que deve ser colocada uma lente de distância focal 2,0 cm para produzir na parede uma imagem nítida e ampliada da lâmpada. a)14 cm b)26,2 cm c)67,3 cm d)32,7 cm e) Outro valor.

19. (ITA-90) Luz linearmente polarizada (ou planopolarizada) é aquela que:

a) apresenta uma só freqüência; b) se refletiu num espelho plano; c) tem comprimento de onda menor que o da radiação ultravioleta; d) tem a oscilação, associada a sua onda, paralela a um plano; e) tem a oscilação, associada a sua onda, na direção de propagação.

Observação: Explique no caderno de respostas o que é luz polarizada.

20. (ITA-90) Um condutor esférico oco, isolado, de raio interno R, em equilíbrio eletrostático, tem no seu interior uma pequena esfera de raio r < R, com carga positiva. Neste caso, pode-se afirmar que:

a) A carga elétrico na superfície externa do condutor é nula b) A carga elétrica na superfície interna do condutor é nula. c) O campo elétrico no interior do condutor é nulo. d) O campo elétrico no exterior do condutor é nulo e) Todas as afirmativas acima estão erradas.

21. (ITA-90) No arranjo de capacitores abaixo, onde todos eles têm 1,0 µF de capacitância e os pontos A e D estão ligados a um gerador de 10,0 V pergunta-se: qual é a diferença de potencial entre os pontos B e C ?

a) 0,1 Vb) 10,0 V c) 1,8 V d) 5,4 V e) outro valor.

Todos os capacitores têm 1,0 µF de capacitância.

(Parte 1 de 2)

Comentários