NR 12 - MAQUINAS E EQUIPAMENTOS

NR 12 - MAQUINAS E EQUIPAMENTOS

•Garantir a prevenção de acidentes e doenças do trabalho nas fases de projeto e de utilização de MÁ QUINAS E QUINAS E

EQUIPAMENTOS EQUIPAMENTOS, estabelecendo referências técnicas, princípios fundamentais e medidas de proteção.

DOIS GRANDES GRUPOS •1) Movimentaçãode Cargas

DOIS GRANDES GRUPOS •2) Operatrizes

Produtos Fabricados

•Construção, •Transporte,

•Montagem,

•Instalação,

•Ajuste,

•Operação,

• Limpeza, •Manutenção,

•Desativação,

•Desmonte

• Sucatea mento.

•Fabricação, importação, co mercialização, exposição e cessão a qualquer título de máquinas e equipamentos de todos os tipos, em todas as atividades econômicas.

Na Na seguinte seguinte orde m orde m de de prioridade prioridade: :

• Medidas de Proteção Coletiva • Medidas Administrativas

•Medidasde Organizaçaodo Trabalho

• Medidas de ProteçãoIndividual

•Significa que se o sistema falha ele sempre deve ir para uma situação segura, que não coloca em risco usuários e o sistema.

•Conceito oriundo dos sistemas metroferroviários, no qual, para a ferrovia, o estado seguro éaquele no qual todos os trens estão parados.

•Se tal estado existir, o siste ma pode ser projetado para entrar neste estado quando ocorrerem falhas.

•Áreasde Circulaçãoe Armazenamentode Materiais – Branco(NR- 26)

•ViasPrincipaisde Circulaçãoe as que conduze m às Saídas- Largura 1, 20m

• Mantidas per manente mente desobstruídas

•Mantidadistânciamínimaentre máquinase equipamentos–cfe. característicase aplicações

•PisosLimpos, livresde objetos, nivelados e resistentes às cargas.

•Máquinase equipamentosestacionários:

fundação, fixação, ventilaçao, alimentaçao, etc responsabilidadede fornecedor ou profissionalleg. habilitado

• Atender disposiçõescontidas na NR- 10

•Carcaça, blindagemouparte condutora Aterra mentoconfor me nor mastécnicas

•Quadrosde Energiacom portade acesso fechada, sinalizadosquantoaoperigode

Choque, embomestadode conservação e livresde objetos, circuitosprotegidose identificados.

• Alimentação de Fonte Externa Proteçãocontra Sobrecorrente

• Dispositivo protetor contra Sobretensão

• Proibido Uso de Chave Geralpara Partida e Parada

• Proibido Uso de Chave Tipofaca

•Proibida a existência de partes energizadas expostas de circuitos de máquinas e equipa mentos.

Dispositivos Dispositivos de de partida partida ,

, aciona mento aciona mento e e parada parada :

• Acionados ou desligados pelo operador e m seuposto,

• Fora dazona perigosa da máquina,

• Acionado por outra pessoa e m caso de Emergência,

• Nãoser acionado ou desligado involuntaria mente

• Não acarreteriscos adicionais e não possa m ser burlados.

•As máquinas e equipamentos devem dispor de comandos de partida e/ou acionamento com dispositivos que impeçam seu funcionamento automático ao serem energizadas.

•O acionamento e o desligamento simultâneo por um único comando de um conjunto de máquinas e equipamentos ou de máquinas e equipamentos de grande dimensão devem ser precedidos de sinal sonoro de alarme.

•As zonas de perigo das máquinas e equipamentos devem dispor de sistemas de segurança:

•Proteções fixas

•Proteções móveis

•Dispositivos de segurança interligados

•Éaquela que deve ser mantida em sua posição, isto é, fechada, de maneira permanente ou por meio de elementos de fixação, que sópermitam sua remoção ou abertura com o uso de ferramentas específicas.

•Proteção que se pode abrir sem utilizar ferramentas e que égeralmente ligada por elementos mecânicos àestrutura da máquina ou a um elemento fixo próximo, devendo estar associada a dispositivos de intertrava mento.

Prensa engate por chaveta alimentação por gaveta

Prensa engate por chaveta alimentação por gaveta

Prensa engate por chaveta alimentação por gaveta

Prensa engate por chaveta ferramenta fechada

Prensa engate por chaveta proteções : volante e contra queda da biela

Prensa engate por chaveta alimentador pneu mático

•Dispositivos responsáveis por realizar o monitoramento, verificando a interligação, posição e funcionamento de outros dispositivos do sistema, impedindo a ocorrência de falha que provoque a perda da função de segurança.

•Relés de segurança, Controladores configuráveis de segurança e CLP de segurança.

• Dispositivos de segurançainterligados •CORTINA DE LUZ

• Dispositivos de segurançainterligados •TAPETE DE SEGURANÇA

• Dispositivos de segurançainterligados •COMANDO BIMANUAL

SISTEMAS DE SEGURANÇA • Intertrava mento dispositivos de segurança que tem a finalidade de impedir o funcionamento de elementos da máquina sob condições específicas

SISTEMAS DE SEGURANÇA • Trans missão de Forças

•Devem ser protegidas por meio de proteções fixas, ou móveis com dispositivos de intertravamento, impedindo o acesso por todos os lados.

Tipos de Produtos (EPCs)

Tapete de Segurança

Controlador do Tapete

Cortina de Luz

Relés, CLPse

Redes de Segurança

Chaves de Intertravamento Emergência por cabo

Botões de Emergência

Enclausura mento

Chaves Transferíveis

Contatoresde Segurança

Chaves de Habilitação

Scanners

Monitorde Segurança

Bordas de Segurança

Drives de Segurança

I/Ode segurança

Proteção de Perímetro

Bi- manual

Cortina de luz

Calço mecânico

Proteções fíxas

EPCsNUMA PRENSA VIRADEIRA

•A –Rampa.

•B –Rampa com peças transversais para evitar o escorregamento.

•C –Escada com espelho.

•D –Escada sem espelho.

•E –Escada do tipo marinheiro.

MEIOS DE ACESSO • Escadase m Espelho

MEIOS DE ACESSO • Escada Marinheiro

•a: altura da zona de perigo

•b: altura da estrutura de proteção

•c: distância horizontal à zona de perigo

• E- mail: jairobras @msn. co m •Orkut: Prof. Jairo Brasil

• MSN: jairobras @msn. co m

•Skype: Brava Consultoria

•Facebook: Prof. Jairo Brasil

• BLOG: w w w. profjairobrasil. blogspot. co m

Comentários