AULA - PÉ DIABÉTICO

AULA - PÉ DIABÉTICO

(Parte 1 de 4)

Faculdade de Ciências Médicas Faculdade de Ciências Médicas da Paraíbada Paraíba

Novembro de 2009

Aula 4Aula 4

Principais Alterações Vasculares

Relacionadas às Disfunções Der matofuncionais

Aula 4Aula 4 Pé DiabéticoPé Diabético

Frankly Andrade

Cirurgião Geral (Hospital Universitário Lauro Wanderley –João Pessoa –PB)

Cirurgião Vascular (Hospital da Restauração –Recife –PE)

Professor da Faculdade de Ciências Médicas de João Pessoa w.fr anklyand rade.co m.br

Etimologia:

◦“PÉ DIABÉTICO” –área mais acometida; ◦“Perna e pés diabéticos”

◦“Membro diabético”◦“Membro diabético”

Problema de saúde pública

◦ Menor produtividade ◦Menos qualidade de vida

◦Menor sobrevida

Antes da InsulinoterapiaAntes da Insulinoterapia

Pacientes diabéticos eram mais acometidos por Infecções e neuropatia;

Insulinamaior sobrevida e propensão Insulina maior sobrevida e propensão

a aterosclerose obliterante.

DefiniçãoDefinição DefiniçãoDefinição

DiabetesDiabetes

Falência Falência parcial ou parcial ou total da total da produção de produção de insulina pelo insulina pelo pâncreaspâncreas

Resistência à Resistência à ação da ação da ins ulinains ulina

HiperglicemiaHiperglicemia

Sintomas de hiperglicemiaSintomas de hiperglicemia

Poliúria

Polidipsia

Perda ponderal

Polifagia Polifagia

Déficit visual

Maior susceptibilidade a infecções

Cetoacidose Coma hiperosmolar não-cetótico

Alterações CrônicasAlterações Crônicas

Retinopatia

Nefropatia

Arteriopatia

Neuropatia Neuropatia Coronariopatia

Mais de 120 milhões de pessoas no mundo são portadoras de diabetes mellitus;

Nos EUA: 50% das amputações em MI;

Brasil:

◦7,6% da população entre 30 e 69 anos são portadores de diabetes;

◦Cerca de 46,5% desconhece o diagnóstico.

É a infecção, ulceração e/ou É a infecção, ulceração e/ou destruição dos tecidos profundos destruição dos tecidos profundos destruição dos tecidos profundos destruição dos tecidos profundos associados com anormalidades associados com anormalidades neurológicas e vários graus de neurológicas e vários graus de doença vascular periférica no doença vascular periférica no membro inferior.membro inferior.

Idade;

Obesidade; Obesidade;

Sedentarismo;

DM por mais de 10 anos não controlada.

Tríade ClássicaTríade Clássica

NeuropatiaNeuropatia

Doença Doença vascular vascular periféricaperiférica InfecçãoInfecção

(Parte 1 de 4)

Comentários