(Parte 1 de 8)

José Geraldo Speciali

Wilson Farias da Silva Coordenação cefaléiascefaléiascefaléiascefaléiascefaléias cefaléiascefaléiascefaléiascefaléiascefaléias

Cefaléias Copyright© 2002 – José Geraldo Speciali e Wilson Farias da Silva

Proibida a reprodução total ou parcial deste livro, por qualquer meio ou sistema, sem prévio consentimento da editora, ficando os infratores sujeitos às penas previstas em lei.

Todos os direitos desta edição são reservados a:

Lemos Editorial & Gráficos Ltda.

Rua Rui Barbosa, 70 – Bela Vista São Paulo, SP – CEP 01326-010

Telefax: (0xx11) 3371-1855

Home-page: http://w .lemos.com.br E-mail: lemos@lemos.com.br

Diretor-presidente: Paulo Lemos

Diretora-executiva: Silvana De Angelo

Diretor-superintendente: José Vicente De Angelo

Editora responsável: Agueda C. Guijarro Produtoras editoriais: Márcia Muniz da Mata e Sandra Santana

Diagramador: Flávio Santana Revisão: Companhia Editorial

Finalização da capa: Rogério L. da Camara Produção gráfica: Altamir França

Dados Internacionais de Catalogação na Publicação (CIP) (Câmara Brasileira do Livro, SP, Brasil)

Impresso no Brasil 2002

Índice para catálogo sistemático:

Cefaléias / [editor] José Geraldo Speciali e Wilson Farias da Silva. –

São Paulo : Lemos Editorial, 2002.

Vários colaboradores. Bibliografia.

1. Cefaléias – Diagnóstico 2. Cefaléias – Tratamento I. Speciali, José Geraldo e Silva, Wilson Farias da.

I Título.

CDD–616.8491 02–2174NLM–WL 342

1. Cefaléias : Neurologia : Medicina 616.8491

PrPrPrPrProf. Drof. Drof. Drof. Drof. DrJosé Geraldo Speciali José Geraldo Speciali José Geraldo Speciali José Geraldo Speciali José Geraldo Speciali

Professor Associado de Neurologia da Faculdade de Medicina da USP de Ribeirão Preto. Assessor de Divulgação da Sociedade Brasileira de Cefaléia.

PrPrPrPrProf. Drof. Drof. Drof. Drof. Dr. W. W. W. W. Wilson Farias da Silvailson Farias da Silvailson Farias da Silvailson Farias da Silvailson Farias da Silva

Professor Titular da Disciplina de Neurologia e Neurocirurgia do Serviço de Neurologia e Neurocirurgia da Faculdade de Medicina da Universidade Federal de Pernambuco.

Ambulatório de Cefaléia do HC-UFPE.

Abouch VAbouch VAbouch VAbouch VAbouch Valenty Krymchantowskialenty Krymchantowskialenty Krymchantowskialenty Krymchantowskialenty Krymchantowski

Diretor e Fundador do Centro de Avaliação e Tratamento da Dor de Cabeça do Rio de Janeiro. Coordenador do Ambulatório de Cefaléias Crônicas do Instituto de Neurologia Deolindo Couto/

Responsável Técnico pelo site w.dordecabeca.com.br.

Antonio Murillo Lemos RamalhoAntonio Murillo Lemos RamalhoAntonio Murillo Lemos RamalhoAntonio Murillo Lemos RamalhoAntonio Murillo Lemos Ramalho Neurooftalmologista do Departamento de Oftalmologia da Santa Casa de São Paulo.

Carlos Alberto BordiniCarlos Alberto BordiniCarlos Alberto BordiniCarlos Alberto BordiniCarlos Alberto Bordini

Mestre e Doutor em Neurologia pela Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto da Universidade de São Paulo.

Chefe do Ambulatório de Cefaléia do Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto.

Ex-Presidente da Sociedade Brasileira de Cefaléia.

Cassiano Mateus ForceliniCassiano Mateus ForceliniCassiano Mateus ForceliniCassiano Mateus ForceliniCassiano Mateus Forcelini

Mestrando em Farmacologia do Departamento de Farmacologia pela Fundação Faculdade Federal de Ciências Médicas de Porto Alegre.

Deusvenir de Souza CarvalhoDeusvenir de Souza CarvalhoDeusvenir de Souza CarvalhoDeusvenir de Souza CarvalhoDeusvenir de Souza Carvalho

Professor Adjunto Doutor, Chefe do Setor de Investigação e Tratamento das Cefaléias, da Disciplina de Neurologia do Departamento de Neurologia e Neurocirurgia da Universidade Federal de São Paulo/Escola Paulista de Medicina.

Djacir Dantas Pereira de MacêdoDjacir Dantas Pereira de MacêdoDjacir Dantas Pereira de MacêdoDjacir Dantas Pereira de MacêdoDjacir Dantas Pereira de Macêdo

Professor Adjunto de Neurologia do Centro de Ciências da Saúde da Universidade Federal do Rio Grande do Norte.

Mestre em Neurologia.

EdgarEdgarEdgarEdgarEdgard Rafd Rafd Rafd Rafd Raffaelli Jrfaelli Jrfaelli Jrfaelli Jrfaelli Jr

Neurologista, Doutor em Medicina pela FMUSP. Organizador e Fundador das Sociedades Brasileira e Internacional de Cefaléia.

Eliova ZukermanEliova ZukermanEliova ZukermanEliova ZukermanEliova Zukerman

Professor Adjunto de Neurologia da Universidade Federal de São Paulo/Escola Paulista de Medicina.

Vice-Presidente do Hospital Israelita Albert Einstein.

Erasmo Barros da SilvaErasmo Barros da SilvaErasmo Barros da SilvaErasmo Barros da SilvaErasmo Barros da Silva Professor Adjunto da Disciplina de Neurologia na Universidade Federal da Paraíba.

Getúlio Daré RabelloGetúlio Daré RabelloGetúlio Daré RabelloGetúlio Daré RabelloGetúlio Daré Rabello

Professor Doutor em Neurologia. Coordenador do Ambulatório de Cefaléia do Hospital das Clínicas de São Paulo.

DrDrDrDrDr. Hilton Mariano da Silva Jr. Hilton Mariano da Silva Jr. Hilton Mariano da Silva Jr. Hilton Mariano da Silva Jr. Hilton Mariano da Silva Jr

Mestre em Neurologia pela USP-RP. Membro do Núcleo de Estudos em Cefaléia da USP-RP. Membro das Sociedades Brasileira e Internacional de Cefaléia.

Ida FortiniIda FortiniIda FortiniIda FortiniIda Fortini Neurologista, Orientadora do Ambulatório de Cefaléia do Hospital das Clínicas de São Paulo.

Jayme Antunes Maciel JrJayme Antunes Maciel JrJayme Antunes Maciel JrJayme Antunes Maciel JrJayme Antunes Maciel Jr

Livre-Docente, Professor Associado de Neurologia.

Chefe do Ambulatório de Cefaléias e Algias Craniofaciais do Departamento de Neurologia da Faculdade de Ciências Médicas da Universidade Estadual de Campinas (FCM-Unicamp).

Jano Alves de SouzaJano Alves de SouzaJano Alves de SouzaJano Alves de SouzaJano Alves de Souza

Médico Neurologista. Mestre em Neurologia pela Universidade Federal Fluminense. Secretário da Sociedade Brasileira de Cefaléia.

João José Freitas de CarvalhoJoão José Freitas de CarvalhoJoão José Freitas de CarvalhoJoão José Freitas de CarvalhoJoão José Freitas de Carvalho

Mestre em Neurologia pela Universidade Federal do Rio de Janeiro. Chefe do Serviço de Neurologia do Hospital Geral de Fortaleza. Diretor do Instituto de Pesquisas Neurológicas do Ceará. Diretor da Unidade 24 horas de Tratamento da Dor de Cabeça Aguda.

Joaquim Costa NetoJoaquim Costa NetoJoaquim Costa NetoJoaquim Costa NetoJoaquim Costa Neto

Chefe do Serviço de Neurologia do Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da Universidade Federal de Pernambuco.

Ambulatório de Cefaléia do HC-UFPE.

José Martônio Ferreira de AlmeidaJosé Martônio Ferreira de AlmeidaJosé Martônio Ferreira de AlmeidaJosé Martônio Ferreira de AlmeidaJosé Martônio Ferreira de Almeida

Professor de Neurologia. Coordenador e Fundador do Serviço de Cefaléia e Enxaqueca da Bahia.

Membro Titular da Sociedade Brasileira de Cefaléia (SBCe) e da Sociedade Internacional de Cefaléia (IHS).

Liselotte Menke BareaLiselotte Menke BareaLiselotte Menke BareaLiselotte Menke BareaLiselotte Menke Barea

Doutora em Farmacologia pela Fundação Faculdade Federal de Ciências Médicas de Porto Alegre.

Coordenadora do Ambulatório de Cefaléia da Irmandade da Santa Casa de Misericórdia de Porto Alegre.

Luciana Campaner FernandesLuciana Campaner FernandesLuciana Campaner FernandesLuciana Campaner FernandesLuciana Campaner Fernandes

Psicóloga Clínica contratada para o Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto da Universidade de São Paulo.

Pós-graduanda em Neurociências pela FMRP-USP.

Marcelo Eduardo BigalMarcelo Eduardo BigalMarcelo Eduardo BigalMarcelo Eduardo BigalMarcelo Eduardo Bigal

Doutor em Neurologia pela Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto da Universidade de São Paulo. Professor do Department of Neurology, Albert Einstein College of Medicine, New York.

Marcelo Cedrinho CiciarelliMarcelo Cedrinho CiciarelliMarcelo Cedrinho CiciarelliMarcelo Cedrinho CiciarelliMarcelo Cedrinho Ciciarelli

Mestre em Neurologia pela Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto da Universidade de São Paulo.

Médico Colaborador do Ambulatório de Cefaléia do Hospital das Clínicas da FMRP-USP. Médico Fundador do Instituto de Neurologia e Cefaléia de Ribeirão Preto (INCEF).

MarMarMarMarMarcelo Gabriel Vcelo Gabriel Vcelo Gabriel Vcelo Gabriel Vcelo Gabriel Vegaegaegaegaega Doutor em Medicina pela Universidade Nacional de Buenos Aires.

Organizador do Laboratório de Dor Cefálica do Hospital Municipal Odilon Behrens, Belo Horizonte, MG.

Marco Antônio ArrudaMarco Antônio ArrudaMarco Antônio ArrudaMarco Antônio ArrudaMarco Antônio Arruda

Mestre e Doutor em Neurologia pela Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto da Universidade de São Paulo (FMRP-USP).

Médico Colaborador do Hospital das Clínicas da FMRP-USP. Membro do Comitê de Cefaléias na Infância da International Headache Society.

Maurice Borges VincentMaurice Borges VincentMaurice Borges VincentMaurice Borges VincentMaurice Borges Vincent Professor Adjunto de Neurologia da Faculdade de Medicina da Universidade Federal do Rio de Janeiro.

Chefe do do Setor de Cefaléias do Serviço de Neurologia do Hospital Universitário Clementino Fraga Filho da UFRJ. Coordenador do Setor de Pós-graduação em Neurologia da Faculdade de Medicina da UFRJ.

Doutor em Cefaléias pela Universidade de Trondheim, Noruega.

Norma Regina Pereira FlemingNorma Regina Pereira FlemingNorma Regina Pereira FlemingNorma Regina Pereira FlemingNorma Regina Pereira Fleming

Neurologista. Responsável pelo Setor de Cefaléia da Clínica de Dor da Universidade Estadual do Rio de Janeiro.

Paulo de TPaulo de TPaulo de TPaulo de TPaulo de Tarso Tarso Tarso Tarso Tarso Trrrrroleis Guimarãesoleis Guimarãesoleis Guimarãesoleis Guimarãesoleis Guimarães

Fisioterapeuta.

Pós-graduando em Neurociências pela Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto da Universidade de São Paulo.

Especialista em RPG, Cadeias Musculares e Osteopatias.

Pedro Ferreira Moreira FilhoPedro Ferreira Moreira FilhoPedro Ferreira Moreira FilhoPedro Ferreira Moreira FilhoPedro Ferreira Moreira Filho

Professor Adjunto de Neurologia da Universidade Federal Fluminense. Doutor em Neurologia pela Universidade Federal do Rio de Janeiro. Presidente da Sociedade Brasileira de Cefaléia.

Péricles Maranhão FilhoPéricles Maranhão FilhoPéricles Maranhão FilhoPéricles Maranhão FilhoPéricles Maranhão Filho

Professor Adjunto de Neurologia da Universidade Federal do Rio de Janeiro.

Hospital Universitário Clementino Fraga Filho Neurologista do Instituto Nacional de Câncer – RJ.

Roberta Paulo GarbeliniRoberta Paulo GarbeliniRoberta Paulo GarbeliniRoberta Paulo GarbeliniRoberta Paulo Garbelini Psicóloga.

Auxiliar de Pesquisa no Ambulatório de Cefaléia do Hospital das Clínicas de Ribeirão Preto.

Yára Dadalti FragosoYára Dadalti FragosoYára Dadalti FragosoYára Dadalti FragosoYára Dadalti Fragoso

Neurologista. Mestra e Doutora pela Universidade de Aberdeen, Escócia.

Wilson Luiz SanvitoWilson Luiz SanvitoWilson Luiz SanvitoWilson Luiz SanvitoWilson Luiz Sanvito Professor Titular de Neurologia da Faculdade de Ciências Médicas da Santa Casa de São Paulo.

O estudo da cefaléia começou nos anos 30 do século X e demorou muito para se difundir pelo mundo.

Os norte-americanos criaram uma Associação Americana para o Estudo de

Cefaléia na década de 1950 e, em 1959, deram início a congressos nacionais anuais. Foi somente em 1966, após conferências proferidas na Europa pelo americano John Ruskin Graham, sucessor do pioneiro dos estudos, Professor Harold G. Wolff, que os ingleses criaram uma Sociedade Britânica de Migrânea e realizaram os primeiros congressos internacionais de cefaléia.

O Brasil foi um dos primeiros países a criar uma entidade destinada a esse estudo: a Sociedade Brasileira de Cefaléia (SBCe) foi fundada em 1978, e desde 1979 mantém congressos anuais, além de inúmeros cursos, jornadas, simpósios e conferências por todo o Brasil.

O estudo das dores de cabeça frutificou na nossa terra e hoje temos mais de 300 associados, com inúmeros trabalhos e livros publicados aqui e no exterior, e somos, depois dos americanos, o país que possui o maior número de associados na Sociedade Internacional de Cefaléia.

As primeiras monografias sobre cefaléia, de modo geral, e sobre enxaqueca foram escritas por mim no fim da década de 1970, mas o primeiro livro brasileiro foi escrito em 1989 pelo Professor Wilson Farias da Silva, um dos fundadores da SBCe.

O livro que você tem agora nas mãos é o anseio da SBCe por oferecer ao médico brasileiro um texto atualizado e de primeira linha sobre a maior parte das cefaléias descritas até hoje, tendo como base principal a Classificação das Cefaléias de 1988.

Os autores deste livro são, além de membros da SBCe, cefaliatras consagrados, que dão à crueza dos textos didáticos o calor da experiência pessoal, o que transforma esta obra num material de consulta e/ou de leitura obrigatória para todos os médicos que utilizam a língua portuguesa para atender pacientes cefaleicos e cuidar deles.

Tanto a SBCe como os médicos que contribuíram para este feito estão de parabéns, pois cumpriram com louvor uma das tarefas máximas do médico: transmitir conhecimento.

Edgard Raffaelli Jr. Presidente Honorário da SBCe

HISTÓRIA DAS CEFALÉIAS15

ÍÍÍÍÍNDICENDICENDICENDICENDICE Péricles Maranhão Filho

ANAMNESE35

Wilson Farias da Silva

A EPIDEMIOLOGIA DAS CEFALÉIAS PRIMÁRIAS51

Liselotte Menke Barea, Cassiano Mateus Forcelini

MIGRÂNEA (ENXAQUECA)63
ASPECTOS DIAGNÓSTICOS63

Hilton Mariano da Silva Jr.

ETIOPATOGENIA E FISIOPATOLOGIA74

Ida Fortini

TRATAMENTO DA CRISE86

Ida Fortini

TRATAMENTO PROFILÁTICO96

Carlos Alberto Bordini

CEFALÉIA DO TIPO TENSIONAL109

Eliova Zukerman

CEFALÉIA EM SALVAS121

Wilson Farias da Silva

CEFALÉIA DO ESFORÇO, DA TOSSE E DA ATIVIDADE SEXUAL163

Maurice Borges Vincent

CEFALÉIA E CICLO HORMONAL181

Marcelo Cedrinho Ciciarelli

CEFALÉIA NA INFÂNCIA E ADOLESCÊNCIA201
DIAGNÓSTICO201

Marco Antônio Arruda

CEFALÉIA EM IDOSOS227

Pedro Ferreira Moreira Filho, Jano Alves de Souza

RELAXAMENTO E BIOFEEDBACK241

COGNITIVO-COMPORTAMENTAL, MANUSEIO DE ESTRESSE, Luciana Campaner Fernandes, Paulo de Tarso Troleis Guimarães

TRATAMENTO ALTERNATIVO DAS CEFALÉIAS253

Yára Dadalti Fragoso

CEFALÉIA NOS TRAUMATISMOS CRANIOENCEFÁLICOS261

Norma Regina Pereira Fleming, Jano Alves de Souza

CEFALÉIAS NAS DOENÇAS CEREBROVASCULARES E ARTERITES275

Djacir Dantas Pereira de Macêdo

NAS MALFORMAÇÕES VASCULARES CEREBRAIS295

CAROTIDÍNIA, CEFALÉIAS E HIPERTENSÃO ARTERIAL, CEFALÉIA Joaquim Costa Neto

CEFALÉIA NOS DISTÚRBIOS DA PRESSÃO INTRACRANIANA305

Marcelo Gabriel Vega

CEFALÉIA E SONO315

Jayme Antunes Maciel Jr.

DE SUBSTÂNCIAS OU À SUA RETIRADA323

CEFALÉIA CRÔNICA DIÁRIA PRIMÁRIA E ASSOCIADA AO USO Abouch Valenty Krymchantowski

CEFALÉIA NAS INFECÇÕES DO SISTEMA NERVOSO CENTRAL345

Getúlio Daré Rabello

A DISTÚRBIOS DA COLUNA CERVICAL355

CEFALÉIA CERVICOGÊNICA E ASSOCIADA José Geraldo Speciali

CEFALÉIAS E SEIOS PARANASAIS, OLHOS, OUVIDO E DENTES367

José Martônio Ferreira de Almeida

NEURALGIAS CRANIANAS E CEFALÉIAS TRIGÊMINO-AUTONÔMICAS373

João José Freitas de Carvalho

ALGIAS FRONTO-ORBITÁRIAS395

Wilson Luiz Sanvito, Antonio Murillo Lemos Ramalho

CAUSAS CENTRAIS DE DOR CEFÁLICA. SÍNDROME DE EAGLE......................409 Erasmo Barros da Silva

CEFALÉIA NA EMERGÊNCIA423

Marcelo Eduardo Bigal, José Geraldo Speciali

ESTUDOS DE QUALIDADE DE VIDA RELACIONADA À SAÚDE EM CEFALÉIA439

Hilton Mariano da Silva Jr., Roberta Paula Garbelini

DA MIGRÂNEA447

RECOMENDAÇÕES PARA O TRATAMENTO PROFILÁTICO RECOMENDAÇÕES PARA O TRATAMENTO DA CRISE DE MIGRANOSA..............469

HISTÓRIA DAS CEFALÉIAS Péricles Maranhão Filho

Quem não conhece o passado não aproveita o futuro"

"Quem vive no passado não aproveita o presente. Autor desconhecido

A história das cefaléias é tão longa quanto a história da humanidade. Uma grande parte dessa história foi escrita ao longo dos séculos, mediante o depoimento de pessoas das mais diversas áreas: médicos, matemáticos, filósofos, astrônomos, arquitetos, monges, leigos e até mesmo deuses. Muitos contribuíram descrevendo os próprios sintomas. Este capítulo conta um pouco da história das cefaléias, baseado principalmente na contribuição dessas pessoas.

O papiro de Edwin Smith é o documento médico mais remoto do qual temos conhecimento. Escrito cerca de 1700 a.C., considera-se que seja uma cópia de um manuscrito muito mais antigo, c. 3000 a.C. É o mais completo tratado de cirurgia da Antigüidade. Nele, o cérebro com suas circunvoluções e meninges são mencionados pela primeira vez. O papiro de Ebers (c.1500 a.C.), por sua vez, com seus 30 cm de largura e 20,23 metros de comprimento, é médico (não cirúrgico). Neste, entre muitas receitas, encontra-se o primeiro relato de cefaléia unilateral, acompanhada de vômitos, denominada "doença da metade da cabeça", além da indicação de uma pomada para calvície, preparada com partes iguais de leão, hipopótamo, crocodilo, carne de ganso, serpente e gordura de cabra selvagem.

(Parte 1 de 8)

Comentários