Fisiologia - Sinapses e Neurotransmissores

Fisiologia - Sinapses e Neurotransmissores

Sinapse e

Prof. Marcos Eleutério Neurotransmissores

"in recognition of their work on the structure of the nervous system“ 1906

Camillo Golgi Santiago Ramón y Cajal

Self-portrait of Cajal at the microscope in 1920

Sir Charles Scott Sherrington

Edgar Douglas Adrian

"for their discoveries regarding the functions of neurons“ 1932

John CarewEccles

Sir Henry HallettDale 1875-1968

Transmissão elétrica

Transmissão Química

"for their discoveries relating to chemical transmission of nerve impulses“ 1936

Dezenas de milhares de sinapses

Milhares de informações

Célula Nervosa • (altamente diferenciada)

--DENDRITODENDRITO( prolongamento curto e ( prolongamento curto e muito ramificado)muito ramificado)–“dendron”, árvore --CORPO CELULARCORPO CELULAR

--AXÔNIOAXÔNIO(longo e pouco ramificado)(longo e pouco ramificado)

axônio

dendrito corpo celular

Sentido do Impulso: dendritocorpo celular axônio
(celulípeto)(celulífugo)

dendrito

Neurônio

Fibra nervosa individual e considerada a unidade básica do sistema nervoso.NEURÔNIONEURÔNIONEURÔNIONEURÔNIO

Tipos de Neurônios Tipos de Neurônios Tipos de Neurônios Tipos de Neurônios SISTEMA NERVOSO•Localização das células nervosas:

-Corpos celulares: encéfalo, medula raquidiana e gânglios nervosos.

-Prolongamentos (axônios) formam os NERVOSespalham-se para todo o corpo.

Célulasda Neuróglia

Neuróglia Central (SNC) - Gliócitos livres a -Macróglia . Astrócitos - Protoplasmáticos

- Fibrosos

. Oligodendrócitos b -Micróglia

A sinapse

• Elemento pré-sináptico – Membrana pré-sináptica

–Botão sináptico

• Elemento pós-sináptico

– Neurônio •Dendrito, soma, axônio, terminal sináptico

– Músculo • Junção neuromuscular

– Célula neuroendócrina

Classificação morfológica e funcional das sinapses

A junçãoneuromuscular éumasinapsedo tipo1 para1 •ouseja: 1 potencialde açãopré-sinápticocausa1 potencialde ação muscular

Junção Tipo Gap S i n a p s e

E l é t r I c a

20-40nm3,5nmFenda AmplificanenhumaAmplificação Moldam-senenhumaPlasticidade Efeitos prolongadoscurtaDuração Exc ou inibitóriaexcitatóriasEfeito UnidirecionaisbidirecionaisDirecionamento 1-5 ms0Retardo QUÍMICAELÉTRICA

Diferenças entre sinapses elétricas e químicas

Transmissão do impulso Liberação dos neurotransmissores

Liberação dos neurotransmissores

MECANISMOS DE AÇÃO DOS NT Hádois tipos de receptores pós-sinápticos

O NEUTRANSMISSOR CHEGA MEMBRANA PÓS-SINÁPTICA

Sistemas de 2o. Mensageiro mediados pela proteína G

Receptores Receptores Receptores Receptores metabotrmetabotrmetabotrmetabotróóóópicospicospicospicos

Receptores acoplados a Proteína GVersatilidade dos receptores metabotrópicos

Receptor metabotrópico ββββ noradrenérgico

ProtProtProtProtG, Adenilciclase e G, Adenilciclase e G, Adenilciclase e G, Adenilciclase e cAMP cAMP cAMP cAMP

Coração

Outros Outros Outros Outros 2o mensageiros2o mensageiros2o mensageiros2o mensageiros A A A A ProtProtProtProtG, G, G, G, Fosfolipase CFosfolipase CFosfolipase CFosfolipase C, , , , IP3IP3IP3IP3e e e e DAGDAGDAGDAG

Receptor metabotrópico 5-HT

A A A A ProtProtProtProtG, Adenilciclase e G, Adenilciclase e G, Adenilciclase e G, Adenilciclase e cAMP cAMP cAMP cAMP

Receptor metabotrópico αααα noradrenérgico

Vasos sanguineos Qual éa vantagem da comunicação por meio de 2ºMensageiro?

Aminoácidos -Acido-gama-amino-butirico (GABA)

-Glutamato (Glu)

-Glicina (Gly)

-Aspartato(Asp)

Aminas -Acetilcolina (Ach)

- Adrenalina

-Noradrenalina

-Dopamina (DA)

- Serotonina (5-HT)

-Histamina

Purinas - Adenosina

-Trifosfato de adenosina (ATP)

Peptideos a)gastrinas: gastrina colecistocinina b)Hormônios da neurohipofise: vasopressina ocitocina c) Opioides d) Secretinas e) Somatostatinas f) Taquicininas g) Insulinas

Gases NO CO

AChE Colina +Acetato

ACh AgonistasAgonistasAgonistasAgonistas e Antagonistase Antagonistase Antagonistase Antagonistas

Oxido nOxido nOxido nOxido níííítricotricotricotrico

•Pode haver mecanismos de excitação e inibição sináptica:

• Excitação: »Abertura de canais de sódio

»Condução reduzida pelos canais de potássio

• Inibição: »Abertura de canais de íons cloreto

»Aumento da condutância de íons potássio para fora

•Modulação das sinapses químicas

•Bloqueio do impulso •Transformação do impulso

•Integração de impulsos

•Mecanismos de finalização do neurotransmissor

•Dispersão tecidual • Recaptação

• Inativação enzimática

Dopamina

DopaminaDopamina

Receptor dopaminérgico

Bomba de Recaptaçâo

Por que a sinapse química éo chipdo SN? Os potenciais Os potenciais pós--sinsináápticospticospodem ser podem ser inibitinibitóórios ou rios ou excitatexcitatóóriosriosdependendo do dependendo do acoplamento neurotransmissor acoplamento neurotransmissor --receptorreceptor

Potenciais inibitórios pós-sinápticos Neurotransmissores: GABA, Glicina

Potenciais excitatórios pós-sinápticos Neurotransmissores: glutamato, acetilcolina

A) PEPS b) PIPS

A freqüência do PA determina a quantidade de NT liberado Qual éo segredo?

Das sinapses neuronais

• Minúsculas • Numerosas

•Ação individual insignificante!

Somação temporal e espacial:

um exemplo de integração Integração sináptica

A soma espacial e temporal dos eventos excitatóriose inibitórios pode levar o potencial da membrana a ultrapassar o limiar do potencial de ação.

SOMAÇAO DE PEPS Inibição pós-sináptica

O resultado dessas combinações determinarão se haveráou não PA e com que freqüência.

Para que servem os PEPS E PIPS? CIRCUITOS NEURAISCIRCUITOS NEURAISCIRCUITOS NEURAISCIRCUITOS NEURAIS

Tipos de circuitos neuraisTipos de circuitos neuraisTipos de circuitos neuraisTipos de circuitos neurais Divergências nas transmissões

Divergência amplificadoraDivergência em múltiplos tratos

Convergências nas transmissõesAgrupamento neuronal

Campo estimulatório

Estímulos supralimiares

Estímulos sublimiares facilitação

InteraInteraInteraInteraçççções entre os neurôniosões entre os neurôniosões entre os neurôniosões entre os neurônios

Músculo

Instabilidade e estabilidade de circuitos neuronais

Circuitos inibitórios e fadiga sináptica

Circuitos com sinais eferentes excitatórios e inibitórios

Inibição recíproca

Comentários