Tecnologia das Construções I - 8 - Alvenaria - servicos e tecnicas execução

Tecnologia das Construções I - 8 - Alvenaria - servicos e tecnicas execução

(Parte 1 de 2)

UNIVERSIDADE LUTERANA DO BRASIL Engenharia Civil

Prof. MSC* Hugo Aquino hugoaquino@netsan.com.br

ALVENARIA –Técnicas de Execução.

Prof. MSC* Hugo Aquino hugoaquino@netsan.com.br

Alvenaria –conceitos principais.

Alvenaria–subsistema blocos/ tijolos unidos argamassa formando conjunto coeso

Tipos alvenaria –vedação ou estrutural

Funções e requisitos –resistência, conforto térmico, etc

Etapas alvenaria (serviços) marcação

elevação (vergas e cintas)

encunhamento ou Aperto

Prof. MSC* Hugo Aquino hugoaquino@netsan.com.br

Alvenaria –Marcação

é a locação (marcação) da primeira fiada da alvenaria,

garante qualidade serviços subsequentes,

consultar projeto arquitetura ou alvenaria,

visa posicionar paredes objetivo otimizar consumo argamassa revestimento e correção defeitos estrutura,

usar sempre mesma equipe (especializada ler/interpretar projetos),

materialização dos eixos de referência (mesmos estrutura)(pintura, berço argamassa ou ganchos viga borda ou laje).

Prof. MSC* Hugo Aquino hugoaquino@netsan.com.br

Alvenaria –Marcação

•antes locação verificar nivelamento laje (depressão -preencher; saliência -remover),

•locação inicia fachadas,

•recomenda-se locação feita mesmo bloco alvenaria,

•caso blocos vazados, preenchê-los,

•distribuir os blocos fiadas,

•assentar os blocos laterais e passar uma linha unindo suas faces externas, determinando alinhamento 1a fiada,

•espessura camada argamassa 1 a 3 cm p/ correção defeitos,

•preencher juntas verticais melhor distribuição esforços estrutura-alvenaria.

Prof. MSC* Hugo Aquino hugoaquino@netsan.com.br

Alvenaria –Elevação

Elevação–tem como base o conceito alvenaria deve ter características geométricas adequadas, ou seja, prumo, nível e desempeno

Prumo -Desvio lateral rel. direção ortogonal passa centro parede

Desempeno–as fiadas assentadas horizontalmente e pelo menos 1a faces parede corresponder plano perfeito (em geral face externa –onde andaime é colocado); qdo fiadas não definem 1 plano ou reta (com 1a linha esticada), parede está empenada, fora de nível ou embarrigada

Desvio ou perda de prumo (cm)

Prof. MSC* Hugo Aquino hugoaquino@netsan.com.br

Alvenaria -Elevação

Elevação–após marcação, procede-se 1oao assentamento varias fiadas c/ tijolos/blocos laterais formando-se castelos/diedros

Fiada marcacao

Diedros

Na elevacão, alinhamento horizontal, usar escantilhão - pontalete graduado

Escantilhao

Prof. MSC* Hugo Aquino hugoaquino@netsan.com.br

Marcação de Alvenaria

Prof. MSC* Hugo Aquino hugoaquino@netsan.com.br

Escantilhão

Prof. MSC* Hugo Aquino hugoaquino@netsan.com.br

Alvenaria -Elevação

Alinhamento direção horizontal dado fiada de locação

Para o assentamento da 2afiada e das demais, recomenda-se a utilização escantilhões, a partir quais pode-se esticar 1a linha de náilon entre as galgas por ele definidas

Com alinhamento definido, são assentados todos os componentes fiada, passando-se p/ a fiada seguinte até que se atinja uma abertura ou a ultima fiada da alvenaria, casos paredes sem abertura

Prof. MSC* Hugo Aquino hugoaquino@netsan.com.br

Prof. MSC* Hugo Aquino hugoaquino@netsan.com.br

Alvenaria -Elevação Juntas argamassa -espessura

As juntas horizontais argamassa devem ter

10 m, não variando mais que 18 m ou menos que 8 m

Juntas pouco espessas levam mau desempenho do conjunto devido a baixa capacidade de absorver deformações

Prof. MSC* Hugo Aquino hugoaquino@netsan.com.br

Alvenaria -Elevação Juntas argamassa -espessura

Juntas muitos espessas levam queda resistência mecânica conjunto, além maior consumo argamassa

A argamassa da junta horizontal é colocada sobre a fiada já assentada, podendo ser aplicada por toda a espessura da parede utilizando-se a colher de pedreiro ou, preferencialmente, ser aplicada modo a constituir 2 cordões contínuos, um em cada extremidade do comprimento parede, com bisnaga, meia cana ou desempenadeira

Prof. MSC* Hugo Aquino hugoaquino@netsan.com.br

Alvenaria - Elevação-recomendações

Para início elevação alvenaria geral: concretadas mínimo 4 lajes acima pavimento e desformadas2 lajes acima pav/o

Os blocos posicionados encontro entre pilaralvenaria assentados c/ a argamassa junta vertical já colocada sobre ele, comprimida-a fort/e c/ o pilar previamente chapiscado

Não se deve admitir o preenchimento posterior junta pilar/alvenaria, pois cria 1a ligação fraca risco fissuração

A cada fiada executada, deverão ser verificados o alinhamento e o prumo da alvenaria, permitindo a correção de qqproblemas encontrados

Prof. MSC* Hugo Aquino hugoaquino@netsan.com.br

Prof. MSC* Hugo Aquino hugoaquino@netsan.com.br

Alvenaria –Elevação recomendações

A recomendação geral alvenaria vedação deve ser executada c/ junta vertical seca, ou, sem estar preenchida c/ argamassa.

Porém, situações quadro seguir juntas devem estar preenchidas

Prof. MSC* Hugo Aquino hugoaquino@netsan.com.br

Situações junta vertical deve ser preenchida

Juntas paredes submetidas esforços gdeintensidade, como paredes muito esbeltas, sujeitas a choques (de garagem), paredes pavimentos superiores em edifícios altos submetidas grandes esforços de vento

Juntas entre paredes submetidas a esforços cisalhantes de grande intensidade, como por exemplo paredes sobre lajes em balanço

Juntas entre blocos contato c/ pilares e seguintes mesma fiada e juntas entre os blocos intercessões paredes e os blocos seguintes mesma fiada

Juntas fiadas marcação e de respaldo alvenaria

Prof. MSC* Hugo Aquino hugoaquino@netsan.com.br

Situações junta vertical deve ser preenchida

Juntas em paredes construídas em situações adversas velocidade vento que comprometam estabilidade mesmas pela ausência junta vertical

Juntas paredes serão muito seccionadas para embutimento instalações prediais

Juntas em paredes com extremidade superior livre, como platibandas, paredes de varanda, paredes área serviço

Prof. MSC* Hugo Aquino hugoaquino@netsan.com.br

Recomendações junta argamassa assentamento

O procedimento junta não preenchida só deve ser empregado alvenarias com amarração

Nestes casos, a amarração deve ser de no mínimo ¼ comprimento bloco, sendo melhor a amarração a ½ bloco

Prof. MSC* Hugo Aquino hugoaquino@netsan.com.br

Alvenaria –Elevação: vergas

Vergas e contravergas(sobre e sob)–são elementos concreto similares as cintas amarração, utilizadas vãos portas e janelas

Sobre-evitar peso alvenaria deforme esquadria

Sob-distribuição cargas concentradas lateral, uniformemente, pela alvenaria inferior

Prof. MSC* Hugo Aquino hugoaquino@netsan.com.br

Alvenaria –vergas

45 o ERRADO CERTO

P/ vãos <= 1,0 m –2 barras aço ¼ “ entre 2 fiadas blocos argamassa traço 1:3 recomendável ?

Qto execução

•Moldadas in loco

•Pré-moldadas

Prof. MSC* Hugo Aquino hugoaquino@netsan.com.br

Vergas -recomendações gerais

projeto altura abertura atinjindoparte superior laje ou viga, suprimir verga (racionalização)

para larguras maiores que 2,40 m armadura verga dimensionada considerando-se verga como viga

blocos concreto e CCA usar vergas prémoldadas

sempre que possível, utilizar vergas prémoldadas

Prof. MSC* Hugo Aquino hugoaquino@netsan.com.br

Orientações gerais apoio mínimo laterais 0,20 m

especificar verga contínua espaçamentos inferiores à 0,60 m

seção transversal vergas e contra mínimo igual blocos

Prof. MSC* Hugo Aquino hugoaquino@netsan.com.br

Alvenaria –cintas amarração

Cintas de amarração –usada em geral qdonão se tem estrutura concreto armado; além amarração evita concentrações cargas alvenaria a)Cinta amarração forma madeira b)Cinta amarração alvenaria autoportantetijolo maciço 1a vez c)Cinta amarração alvenaria bloco concreto

Nivel piso

Pe-direito ..

Tijolo macico espelho laje b) c) laje

Bloco canaleta

Prof. MSC* Hugo Aquino hugoaquino@netsan.com.br

Alvenaria – Amarração

Amarração–desencontro juntas verticais amarrar fiadas sucessivas; aumenta resistência mecânica alvenaria

Junta a prumo–alvenaria onde não há desencontro juntas a)Amarração blocos cerâmicos(planta 2 fiadas sucessivas (n) e (n+1) fiada nfiada n+1 b)Junta a prumo blocos concreto(vista frontal)

Prof. MSC* Hugo Aquino hugoaquino@netsan.com.br

Alvenaria –Amarrações parede 1/2 vez

Amarração alvenarias –parede 1/2 vez a) à 45º ideal alvenaria aparente b) c/ desencontro 1/2 comp/o tijolo/bloco ideal alvenaria revestida

Prof. MSC* Hugo Aquino hugoaquino@netsan.com.br

Alvenaria –Amarrações paredes 1a vez tijolos maciços

Amarração alvenarias tijolos maciços–parede 1a vez a) amarração comumb) amarração francesa fazer cortes e plantas fiadas n e n+1

Prof. MSC* Hugo Aquino hugoaquino@netsan.com.br

Ligação Pilar-Alvenaria

Ligação pilar-alvenaria –fixação entre a estrutura (pilar) e a alvenaria

Técnicas a) Chapisco b)Ferro cabelo c)Tela metálica

Prof. MSC* Hugo Aquino hugoaquino@netsan.com.br

Ligação Pilar-Alvenaria -Melhoria aderência

Prof. MSC* Hugo Aquino hugoaquino@netsan.com.br

Ligação Pilar-Alvenaria

Na maioria casos ligação pilar – alvenaria feita apenas com o preenchimento da junta vertical c/ argamassa

Caso contrario, prever amarração metálica, através de ferros cabelo ou tela metálica eletrosoldadade malha 15 x 15 m e fio de 1,65 m

Caso amarração metálica esta deverá ser posicionada a partir da 2ajunta ( a 1aé de marcação)

Prof. MSC* Hugo Aquino hugoaquino@netsan.com.br

Prof. MSC* Hugo Aquino hugoaquino@netsan.com.br

Ligação Pilar -Alvenaria

Ligação pilar-alvenaria –panos extensos > 3,70 m em fachadas, recomenda-se fixação c/ ferros cabelo ou tela metálica

Ex. Ferro cabelo –barras de aço de 5 m, distanciadas cd 2 fiadas

•Marcar posições ferro-cabelo a partir 2a fiada

•Melhor dobrar em U

•Furar pilar c/ furadeirae broca de 6 m, chumbar epoxi

Cfc = 40 cm

Prof. MSC* Hugo Aquino hugoaquino@netsan.com.br

Recomendações uso ferro cabelo ou tela metálica

•Paredes sobre laje em balanço •Paredes primeiro pavimento em edifícios sobre pilotis

•Paredes submetidas vibrações continuas (ar condicionado suspenso)

•Paredes grande comprimento sobre elementos muito deformáveis

Prof. MSC* Hugo Aquino hugoaquino@netsan.com.br

Recomendações qdouso tela metálica

Telas devem ter 40cm comprimento assentados junta argamassa e pelo menos 5 cm na fixação ao pilar

Deve-se cravá-la com 2 pinos de aço zincados, distanciados mínimo 6 cm

Prof. MSC* Hugo Aquino hugoaquino@netsan.com.br

Fixação alvenaria estrutura superior concreto (Encunhamento)

Realiza-se através encunhamentoda alvenaria, ou colocação de cunhas entre a alvenaria e a estrutura

Encunhamentodeve ser feito a partir de 3 a

7 dias após elevação, com a argamassa assentamento seca

somente fazer o encunhamentoapós o carregamento da alvenaria do andar superior

Prof. MSC* Hugo Aquino hugoaquino@netsan.com.br

Fixação alvenaria estrutura superior concreto (Encunhamento)

Materiais e técnicas encunhamento

•para blocos cerâmicos -tijolos maciços com pontas quebradas em forma de cunha •para blocos de concreto ou CCA -cunhas de concreto

OBS: Qdohá deflexão estrutura, usar encunhamento flexível. Ex: tira material deformável, cortiça, madeira aglomerada, papelão betuminado, poliuretano expandido, etc

Prof. MSC* Hugo Aquino hugoaquino@netsan.com.br

Fixação alvenaria estrutura superior concreto (Encunhamento)

(Parte 1 de 2)

Comentários