Cuidados de enfermagem na ventilação mecânica invasiva

Cuidados de enfermagem na ventilação mecânica invasiva

(Parte 1 de 3)

Cuidados Cuidados de Enfermagem na Ventila de Enfermagem na Ventilaçç ão ão

Mecânica Invasiva Mecânica Invasiva

Éa incapacidade do aparelho respiratório de atender às necessidades do organismo no que se refere ao fornecimento de OXIGÊNIO (O 2 ) e à remoção do GÁS CARBÔNICO (CO2 ) produzido.

Conjunto de procedimentos (de complexidade variável), capazes de permitir, facilitar ou garantir o livre trânsito (entrada e saída) de gases nos pulmões, criando condições para que a troca gasosa seja realizada.

Vias aéreas artificiais são os equipamentos aplicados no interior das vias aéreas naturais, com a finalidade de manter ou facilitar o fluxo de gases para dentro e para fora dos pulmões.

São equipamentos que entram em contato direto com a mucosa do aparelho respiratório e portanto devem ser pouco irritantes.

Manter as vias aéreas permeáveis.

Manter a separação entre a via aérea e a via digestiva.

Permitir a remoção das secreções.

Permitir a administração de aerossóis. Permitir a utilização dos respiradores.

-Cânula orofaríngea (Guedel) -Cânula nasofaríngea

-Máscara laríngea

-Tubos traqueais

-Tubos de traqueostomia

Métodos Não Invasivos

Métodos Invasivos

-Manter as vias aéreas permeáveis;

-Vedar (selar) as vias aéreas, separando-as da via digestiva;

-Permitir o uso de respiradores mecânicos;

-Facilitar a remoção das secreções;

-Facilitar a administração de medicamentos.

Manter as vias aéreas permeáveis. Iniciar ventilação mecânica.

ELETIVA Procedimentos anestésicos.

-Laringoscópio. -Tubo traqueal, guia para tubo, conexões.

-Ambú, máscara, fonte de O2 .

-Medicação para sedação/relaxamento muscular.

-Material para aspiração secreções.

-EPI: capote, gorro, óculos, luvas.

Equipamentos de formato cilíndrico e ocos que, inseridos no interior da luz traqueal, passando através da boca, laringe e faringe e, asseguram a comunicação da traquéia com o meio exterior, garantindo a permeabilidade de toda a via aérea.

Constituem o tipo de via aérea artificial mais utilizado.

Usos: Anestesia / CTI

Tipos de tubos disponíveis:

-Sem balão: geralmente usados em crianças. -Com balão: usado em ventilação mecânica.

Natureza do material:

-Tubos de borracha (vermelha); -Tubos de silicone (flexíveis);

-Tubos de PVC (transparentes).

Tubos traqueais

-Vários tamanhos ( 5,0-5,5 6,09,5).

Características: -Número corresponde ao diâmetro interno em m.

-Marcação em centímetros ao longo do tubo

-Marca opaca ao Rx

-Orifício lateral

-Balão com válvula próximo àextremidade

-Material pouco irritante (PVC, Silicone)

-Calibre:

-Medido em milímetros (diâmetro interno): -Ex: tubo 8,0 m

-Escolha do tubo traqueal: -Para adultos sexo masculino: 8,5 a 9,0 m.

-Para adultos do sexo feminino: 8,0 a 8,5 m.

Finalidade:

-Vedar as vias aéreas -NÃO TEM A FUNÇÃO DE FIXAÇÃO DO TOT.

Características:

-Baixa pressão -Alto volume

(Parte 1 de 3)

Comentários