Aula reações adversas dos fármacos

Aula reações adversas dos fármacos

Disciplina de Farmacologia Disciplina de Farmacologia

EFEITO
EFEITO

TAQUICARDIA β1 X X X

VASOCONSTR. α1 X X

VASODILAT. β2 X X XVASODILAT. β2 X X X

RELAX. ÚTERO β2 X X X

BRONCODIL. β2 X X X

COMO EFEITOS COLATERAIS TAMBÉM PODEM SER CONSIDERADOS

O INTERESSE TANTO PÚBLICO QUANTO PROFISSIONAL SURGIU PELA PRIMEIRA VEZ ENTRE 1870 E 1890 QUANDO SE CRIOU COMISSÕES PARA INVESTIGAR MORTES SÚBITAS DURANTE ANESTESIAS COM CLOROFÓRMIO

1937 –SE INVESTIGA A CAUSA DE MORTE DE 107 PESSOAS COM O USO DE ELIXIR DE SULFANILAMIDA QUE CONTINHA COMO SOLVENTE DIETILENO GLICOL

1966 : CLORANFENICOL PRODUZ DISCRASIAS SANGUÍNEAS

1983 : ETOMIDATO PRODUZ SUPRESSÃO DA SUPRARRENAL

I984 –INDOPROFENO: SANGRAMENTO E PERFURAÇÃO GÁSTRICA (RETIRADO)

1984 –FENILBUTAZONA: DISCRASIA SANGUÍNEA (USO RESTRITO)

1986 –ASPIRINA : PRODUZ SÍNDROME DE REYE EM CRIANÇAS INFECTADAS PELO VÍRUS DA INFLUENZA (USO RESTRITO)INFECTADAS PELO VÍRUS DA INFLUENZA (USO RESTRITO)

1990 –L-TRIPTOFANO CAUSA EOSINOFILIA E MIALGIAS ( É RETIRADO DOS ALIMENTOS)

1991-TRIAZOLAN: CAUSAVA DISTÚRBIOS PSIQUIÁTRICOS (RETIRADO)

1996 –SOTALOL: ARRITMIAS CARDÍACAS (USO RESTRITO) 1997 –TROGLITAZONA: DISTÚRBIOS HEPÁTICOS ( RETIRADO) núm

Reações adversas as drogas imprevistas Medicação errada

10 –20% DOS PACIENTES HOSPITALIZADOS

1. POR RECEBER UMA MEDICAÇÃO ERRADA

2. POR APRESENTAR ALGUMA REAÇÃO 2. POR APRESENTAR ALGUMA REAÇÃO ADVERSA AO MEDICAMENTO PRESCRITO

De 0,2 –2,9% das mortes dentre pacientes hospitalizados se deve a reações adversas

De 0,3-5% das admissões hospitalares se deve a reações adversas

Classificação das reações adversas

1.ALGUMAS REAÇÕES ADVERSAS CAUSADAS PELOS MEDICAMENTOS USADOS NA ROTINA MÉDICA ESTÃO:

* relacionadas ou não a dose

* efeitos a longo prazo e rebote / suspensão

* efeitos tardios

* patologias

* sexo, idade 2. ERROS NA PRESCRIÇÃO

1.DOSAGENS EXCESSIVAS ACIDENTAIS

2.DOSAGENS EXCESSIVAS VOLUNTÁRIAS

3.DO USO INDEVIDO DE FÁRMACOS 4.POR ERRO QUANTO A SUA UTILIZAÇÀO

* SÃO IMPREVISÍVEIS

1. EFEITOS BIZARROS * NÃO SÃO DOSE DEPENDENTES

2. AUMENTO DOS EFEITOS

3. EFEITOS CRÔNICOS

4. EFEITOS RETARDADOS

5. EFEITOS PELA SUSPENSÃO DA MEDICACÃO

1.SINAIS DE INSUFICIÊNCIA DE SUPRARRE-

2.SÍNDROME DE ABSTINÊNCIA AO ÁLCOOL

1.AJUSTAR AS DOSES

2.AJUSTAR O TEMPO DE ADMINISTRAÇÃO

3.TROCAR DE FÁRMACOS 4.EMPREGAR ANTAGONISTAS / SINERGISTAS

E O ORGANISMO ADULTO PODE APRESENTAR VARIAÇÕES DE ATÉ 3 VEZES NO PESO PARA O VARIAÇÕES DE ATÉ 3 VEZES NO PESO PARA O MESMO: SEXO, IDADE E ALTURA

2. IDADE

PESO PESO Kg

EM Kg

PESO Kg

SUPERFÍCIE

3. SEXO

4. VARIÁVEIS FISIOLÓGICAS

5. FATORES GENÉTICOS

1. POSOLOGIA

2. FORMULAÇÕES2. FORMULAÇÕES

3. VIAS DE ADMINISTRAÇÃO 4. EFEITOS COLATERAIS E SECUNDÁRIOS

1. PLACEBO

2. PRESCRIÇÃO ERRADA 3. ERRO FARMACÊUTICO

4. INCOMPLASCÊNCIA DO PACIENTE -SENTIMENTO NEGATIVO CONTRA O MÉDICO

1. LOCAL:

2SISTÊMICA:
REPRESENTAO LOCAL EM QUE OCORRE O EFEITO

A GRAVIDADE VAI DEPENDER: 1.BENIGNAS OU GRAVES

1DA CAPACIDADE DE RESERVA DO ÓRGÃO ATINGIDO

EXEMPLO: É NECESÁRIO UMA PERDA DE 60-70% DO TECIDO RENAL PARA APARECER SINAIS DE INSUFICIÊNCIA

2O RESULTADO FINAL VAI DEPENDER DA CAPACIDADE DE

AS REAÇÕES ADVERSAS E TÓXICAS PODEM SER… 1. PREVISÍVEL

2. IMPREVISÍVEL

1. AGUDA:

2. SUB- AGUDA:

3. CRÔNICA:

DO PONTO DE VISTA TEMPORALAS

Exemplo de iatrogenia Síndrome de Cushing em estado avançado idiossincrasias São reações genéticamente determinadas

•São dose dependentes •são imprevisíveis•são imprevisíveis

Exe mplo: •Apnéia prolongada com succinilcolina ( acetilcolinesterase)

•Hemólise com ácido acetilsalicílico ( glicose 6P desidrogenase)

1.PARCIAL OU COMPLETA1.PARCIAL OU COMPLETA

2.FARMACOCINÉTICA OU FARMACODINÂMICA 3.ACONTECER DE MODO RÁPIDO OU LENTO

1.LEVA AO AUMENTO DA DOSE 2.PODE CAUSAR SÍNDROME DE ABSTINÊNCIA

PLASMA

QDE. mg/ ml

IgG7 -1620 MAIS ABUNDANTE NO PLASMA E PODE SER

IgM0,5 –45 PREDOMINANTE MENTE INTRAVASCULAR

IgM0,5 –45 GRANDE PRODUÇÃO LOGO NA PRIMEIRA

IgA1 -4 PRODUZIDO POR CÉLULAS LOCALIZADAS EM

IgE 0,0002 - SÓ EXISTE EM CONC. MUITO BAIXAS NO

IgD 0,3 3 FUNÇÃO ?

DAS REAÇÕES DE HIPERSENSIBILIDADEDAS REAÇÕES DE HIPERSENSIBILIDADE SEGUNDO ( GELL-COOMBS –1963)

IgE LIGADO A MEMBRANA DE BASÓFILOS/ MASTÓCITOS

Antigeno associado a membrana celular Ex.:

livr es RESPOSTA AUTOIMUNE

O complexo droga-proteína ligado ao anticorpo ativa o sistema de complemento

CITOLÍTICA celular Ex.:

he mácias

Ocorre aglutinação resultando na morte celular

Comentários