Débora Fernanda Dutra Souto, Susana Rodrigues de Pina e Allaene Duarte

INTRODUÇÃO: A mamografia é um método utilizado na detecção e no diagnóstico das doenças que acometem as mamas, sendo o principal pilar para o rastreamento do câncer de mama. Os benefícios da mamografia quanto a uma descoberta precoce e tratamento do câncer mamário são muito significativos, sendo muito maiores do que o risco mínimo da radiação e o desconforto que algumas mulheres sentem quando a mama é comprimida durante o exame. Nos últimos anos, com o aumento da procura e consequentemente o aumento no número de exames, houve a necessidade de padronizar os laudos e criar uma maior integração entre os profissionais especialistas criando-se a Classificação BI-RADS.

JUSTIFICATIVA: Nossa proposta de trabalho baseia-se na análise e avaliação minuciosa do perfil do paciente que chega ao setor para realização de um exame mamográfico, correlacionando o exame com o laudo médico. Desta forma pretendemos realizar um trabalho pioneiro no setor, cujos resultados nos fornecerão uma visão estatística geral de como lidamos com o programa de rastreamento de câncer de mama em um hospital de grande porte. Refletindo diretamente na relação de otimização e custo-eficiência em um sistema público de saúde.

OBJETIVO: Identificar o paciente submetido ao exame de mamografia no HUJM, traçando um perfil segundo a sua idade, período de amamentação, uso de medicamentos (TRH), história familiar de câncer de mama e correlacionar com a classificação BI-RADS do laudo de mamografia.

MÉTODOS: Estudo estatístico e retrospectivo da análise de dados de aproximadamente 2500 pacientes submetidos ao exame de mamografia no HUJM, onde utilizaremos a coleta de dados do questionário padrão do setor. O período do estudo será de 01/07/2008 a 30/06/2009.

CRITÉRIOS DE INCLUSÃO: Serão incluídas nesta pesquisas todas as pacientes assintomáticas ou não, que se submeteram ao exame de mamografia do Hospital Universitário Júlio Muller nos últimos 12meses.

CRITÉRIOS DE EXCLUSÃO: Somente serão excluídos da nossa pesquisa os dados das pacientes que não estão em conformidade com o objetivo da pesquisa ou possuem dados insuficientes.

RESULTADOS ESPERADOS: As mamografias, que são realizadas no setor, são feitas em pacientes assintomáticas e sintomáticas. Com este presente estudo pretendemos correlacionar o perfil da paciente que chega ao setor de mamografia com o laudo mamográfico e a classificação BI-RADS. (trabalho em fase de conclusão)

Palavras-chave: Classificação BI-RADS, laudos, mamografia Referências Bibliográficas: Controle do câncer de mama – documento de consenso, Ministério da Saúde, INCA, CONPREV, 2004.

Vieira, Augusto V. Classificação BI-RADS: Categorização de 4.968 mamografias. Radiologia Brasileira 2002; 35 (4): 205-208.

Rocha, A.C.C. Correlação da Classificação BI-RADS na Mamografia e o Diagnóstico Definitivo em Pacientes Sintomáticos ou Não no Serviço de Mamografia do Hospital da Universidade Federal de Santa Catarina, 2006.

PDF created with pdfFactory Pro trial version w.pdffactory.com

Comentários