Elaboração de projetos sócioambientais

Elaboração de projetos sócioambientais

(Parte 1 de 3)

Elaboração de projetos socioambientais 1

Oficinas para Elaboração de Projetos Ambientais

Realização INSITUTO SOCIOAMBIENTAL e APREMAVI

Pequeno Manual para Elaboração de Projetos

Junho, 2001

Elaboração de projetos socioambientais 2

1- NOÇÕES GERAIS

“Um projeto é um empreendimento planejado que consiste num conjunto de atividades interrelacionadas e coordenadas, com o fim de alcançar objetivos específicos dentro dos limites de um orçamento e de um período de tempo dados.” (ONU, 1984)

A elaboração de um projeto requer entes de tudo um ambiente adequado para o desenvolvimento das idéias do grupo, requer tempo e paciência para que se possa trabalhar em conjunto, exercitando o respeito e o dom de ouvir o outro.

A concentração e o espírito de grupo são dois elementos essenciais para se materializar boas idéias.

Além disso, algumas variáveis tornam-se muito importantes neste processo, como a distinção do papel da liderança no grupo, descobrindo que o real líder reconhece os “talentos” individuais de cada participante, ajudando no desenvolvimento da criatividade e participação de todos, criando assim um ambiente de comprometimento com a missão coletiva criando um processo descentralizado. A capacidade técnica é outro fator fundamental para se obter resultados positivos, não adianta ter excelentes idéias se não há competência para desenvolver uma boa estratégia de como materializá-la. Muitas vezes nossas instituições não contam com especialistas em diferentes áreas, portanto será necessário buscar apoio junto a colegas, a outras instituições ou junto ao próprio financiador.

E por fim a criatividade e o comprometimento são virtudes para que se tenha ao mesmo tempo caminhos criativos para a realização das atividades propostas e comprometimento com o processo que se está criando.

“Elaborar projetos é uma forma de independência.

É uma abordagem para explorar a criatividade humana, a mágica das idéias e o potencial das organizações. É dar vazão para a energia de um grupo, compartilhar a busca da evolução”. (Kisil R., 2001)

Elaboração de projetos socioambientais 3

ETAPA 1- A definição do projeto: O que queremos fazer?

O que é um Projeto?

Um projeto surge em resposta a um problema concreto. Elaborar um projeto é, antes de mais nada, contribuir para a solução de problemas, transformando IDÉIAS em AÇÕES.

O documento chamado PROJETO é o resultado obtido ao se “projetar” no papel tudo o que é necessário para o desenvolvimento de um conjunto de atividades a serem executadas: quais são os objetivos, que meios serão buscados para atingi-los, quais recursos serão necessários, onde serão obtidos e como serão avaliados os resultados. A seguir descrevemos as etapas básicas para elaboração de projetos:

A organização do projeto em um documento nos auxilia a sistematizar o trabalho em etapas a serem cumpridas, compartilhar a imagem do que se quer alcançar, identificar as principais deficiências a superar e apontar possíveis falhas durante a execução das atividades previstas.

Já que é um processo participativo desde o começo, pois não se pode realizar soluções sem a participação de todos os envolvidos, o projeto se torna uma FERRAMENTA DE TRABALHO, um INSTRUMENTO GERENCIAL, um PONTO DE CONVERGÊNCIA de pessoas.

Conceitualmente, o projeto é a menor unidade administrativa de qualquer plano ou programa.

Um bom projeto escrito tem que mostrar-se capaz de comunicar todas as informações necessárias e é por isso que, em geral, existem

ETAPA 1 - A definição do projeto:

O que queremos fazer?

ETAPA 2 – O Plano de trabalho:

Como vamos agir?

ETAPA 3 – O andamento do projeto: Como vamos avaliar, tirar conclusões e disseminar resultados?

ETAPA 4 – O orçamento: Quanto vai custar o projeto?

Elaboração de projetos socioambientais 4 elementos básicos que compõem sua apresentação: o título (reflete o conteúdo da proposta), a equipe (pessoas responsáveis pela idéia e sua execução), a justificativa (definição clara do problema a ser tratado) com seus objetivos (definição clara dos objetivos gerais e específicos), os procedimentos (descrição de todas as atividades e como serão implementadas), o cronograma (datas de implementação das atividades), a avaliação (como, quando e por quem será avaliado o projeto), a disseminação (do projeto para o ambiente), o apoio institucional (quem apoia o que o projeto propõe, quais as instituições envolvidas e dispostas a participar da idéia).

Se o seu projeto se transformar numa proposta de financiamento e se for aprovada por algum financiador, significa que ele compreendeu o programa que a sua entidade pretende realizar, percebeu sua importância e as possibilidades de êxito. Em outras palavras, ele acredita nas metas de sua entidade, vê que os objetivos seguem no mesmo rumo e vê as chances de sucesso.

Como começar a elaboração de um Projeto?

O trabalho começa pelo “coração” do projeto: a definição concreta do objeto de trabalho, os propósitos, os objetivos que se tem e uma visão clara dos problemas que se quer resolver com a realização da idéia. É importante discutir a idéia central da proposta desde o início com todas as pessoas interessadas, pois seu envolvimento futuro nos trabalhos será motivado pelas visões compartilhadas nesta primeira etapa.

Para isso será necessário encontros ou reuniões do grupo de trabalho envolvido.

Por que definir em reunião?

- Para se ver a expectativa de todos e esclarecer as idéias e objetivos de todos e a todos, afim de “recortar o escopo do projeto e definir o públicoalvo que se quer trabalhar - Motivar todos os presentes para agir.

- Reunir as informações necessárias para escrever o projeto.

- Procurar informações sobre as fontes de recursos.

Quem deve participar?

- Todas as pessoas envolvidas com o tema, especialmente as interessadas em elaborar o projeto escrito e depois participar de sua realização.

Como fazer a reunião?

- Fazer um quadro de definição do projeto na lousa ou usar papel-cartaz e caneta-piloto. Este quadro significa descrever um mapa geral do contexto

Elaboração de projetos socioambientais 5 em que se quer trabalhar no projeto, ou seja, analisar o conjunto de coisas e pessoas que cercam e influenciam o alvo do seu projeto.

- Preencher com idéias concretas (mesmo sem ter todos os detalhes, não é preciso tê-los já) pedindo idéias a todos os presentes, inclusive aos mais tímidos ou àqueles que não se acham preparados para ajudar. - Uma pessoa do grupo, que possa captar as idéias que vão sendo colocadas, deve assumir a tarefa de organizá-las no quadro, tendo o cuidado de ouvir a todos e estimular a participação.

A este papel dá-se o nome de “facilitador”, pois sua função é facilitar a reunião para que todos possam contribuir e a idéia ficar mais completa, mais reconhecida e mais apropriada por todos.

Qual deve ser o produto das reuniões?

Ao final do processo deve-se ter:

1 - O quadro de definição do projeto preenchido. 2 - A equipe de pessoas que vai de fato se responsabilizar pela redação do projeto. 3 - Um grupo para pesquisar fontes de recursos. 4 - Uma previsão de data para a próxima reunião.

O que um Projeto precisa conter ?

Os principais itens que compõe um projeto relacionam-se de forma bastante orgânica, de modo que o desenvolvimento de uma etapa leva necessariamente à outra.

(Parte 1 de 3)

Comentários