Casados para sempre

Casados para sempre

(Parte 1 de 5)

Querido leitor(a):

Esta apostila foi elaborada com o objetivo de ajudar jovens casados e casais com mais experiência a ter uma vida e relacionamento melhores segundo aquilo que Deus determinou em sua Palavra, a Bíblia Sagrada.

Espero que com a leitura e estudo aprofundado deste material os casais, não somente evangélicos, mas também aqueles que não conhecem a Deus com intimidade possam ter um relacionamento cada vez mais santo.

Não só o casal em si, mas também as famílias têm um profundo significado no plano de Deus, ela foi a primeira instituição criada por Deus. A família é a sociedade mais íntima conhecida pelos homens.

Quanto à união do homem e da mulher Deus diz:

“Portanto deixará o varão o seu pai e a sua mãe, e apegar-se-á à sua mulher, e serão ambos uma carne”. Gênesis 02:24

Segundo a família em seu sentido mais amplo Deus menciona o seguinte:

“Mas vós frutificai e multiplicai-vos; povoai abundantemente a terra, e multiplicai-vos nela”. Gênesis 09:07

Desejo que com um conhecimento maior e mais amplo do que realmente Deus quer e deseja de uma família você e seu lar possa crescer não somente na vida material, mas acima de tudo espiritualmente na presença de Deus.

Adriano Angeli

Introdução

“Há uma família nesta casa?” Este foi um título que um pastor deu a um livro de sua autoria, escrito à alguns anos.

Mas o que é uma família? O que é um lar?

A família é constituída pelo esposo, esposa e filhos. Chamamos de lar a casa que abriga uma família. Ali ela vive, cresce e se desenvolve.

Apesar de todo o otimismo cristão, somos obrigados a reconhecer que as forças terríveis têm se levantado contra a família e o lar.

Por exemplo: Em alguns países da Europa existem leis que permitem o divórcio, não só entre esposo e esposa, mas também entre pais e filhos. Por outro lado existe um grande número de casais que não desejam partilhar o seu amor com filhos, por isso os evita indiscriminadamente, ou os destrói por meio da prática do aborto, assim acontecendo em nosso país.

O espírito de egoísmo prevalece em muitos lugares, lutando de forma acentuada contra o lar e a família.

Onde encontrar resposta para tão grave problema? – No manual de instrução divina, a Bíblia Sagrada.

A família tem um profundo significado no plano de Deus. Foi ela a primeira instituição do Criador, deste modo a família deve a ela sua origem, lealdade e adoração.

Toda família inteligentemente dirigida há de se constituir numa singular bênção para o mundo. Para que assim acontece, o lar genuinamente cristão deve permitir que Cristo seja o centro de sua vida. Assim acontecendo, os membros da família hão de permitir que o Espírito Santo de Deus dirija suas ações. A Bíblia será sempre lembrada neste lar; pois, só nela se encontram respostas para quaisquer perguntas que os membros da família fazem no cotidiano de suas vidas.

Depois de tudo que foi dito até agora é importante lembrar que a família deve estar unida tendo seus membros ligados pelos sagrados laços do amor: amor entre os cônjuges, amor entre pais e filhos, e principalmente amor a Deus. Este amor deve ser derivado do amor e da fidelidade à Deus.

A família é a sociedade mais íntima conhecida pelos homens. É uma obra divina, a mais completa da Terra, Deus em seu propósito fez uma observação:

“E disse o Senhor Deus: Não é bom que o homem esteja só; far-lhe-ei uma adjuntora que esteja como diante dele”. Gênesis 02:18

Deus formou e colocou ao lado do homem sua adjutora: a mulher. O matrimônio foi instituído.

Palavras de Rui Barbosa, grande pensador, sobre a família: “A Pátria é a família amplificada, multiplicai a família e tereis a Pátria”, isto é muito sério, pois cada Pátria é a somatória daquilo que é a família, que por sua vez é constituída de pessoas. O mundo, a Pátria e a igreja serão resultantes da estruturação da família, tal lar, tal sociedade. A família é a célula mater1 da sociedade.

Importância que o homem tem para Deus

A criação: “E criou Deus o homem à sua imagem; à imagem de Deus o criou; macho e fêmea os criou”. Gênesis 01:27

A formação da mulher suprindo a solidão do homem: “E disse o Senhor Deus: Não é bom que o homem esteja só; far-lhe-ei uma adjutora que esteja como diante dele.

Havendo, pois, o Senhor Deus formado da terra todo animal do campo e todas aves dos céus, os trouxeram a Adão, para este ver como lhes chamaria; e tudo o que Adão chamou a toda alma vivente, isso foi o seu nome.

E Adão pôs os nomes a todo gado, e às aves dos céus, e a todo animal do campo, mas para o homem não se achava adjutora que estivesse como diante dele”. Gênesis 02:18 – 20

O amor de Deus para com o homem: “E Deus os abençoou e Deus lhes disse: Frutificai, e multiplicai-vos, e enchei a terra, e sujeitai-a e dominai sobre os peixes do mar, e sobre as aves dos céus, e sobre todo animal que se move sobre a terra”. Gênesis 01:28

Comentário do contexto 1. Multipliquem: quer dizer que o homem e a mulher deveriam ter relacionamento conjugal para que se multiplicassem. Quer dizer que o homem e a mulher deveriam manter relações sexuais, e isto bem antes do pecado entrar na Humanidade. 2. O homem ainda não havia pecado e, só poderia se multiplicar através do relacionamento sexual. Por esta passagem pode-se interpretar que o relacionamento sexual não é pecado e, tão pouco a causa da queda do homem. Este relacionamento em referência diz respeito ao relacionamento dentro do casamento.

Confirmação: “E viu Deus tudo quanto tinha feito, e eis que era muito bom: e foi à tarde e a manhã: o dia sexto”. Gênesis 01:31

A comunhão do homem com Deus: “E ambos estavam nus, o homem e a sua mulher; e não se envergonhavam”.

1 Célula mater - Célula mãe Gênesis 02:25

O homem pecou! Quebrou a comunhão com Deus: Gênesis 03:01 a 24

Comentário do contexto 1. Quando o homem pecou, ele quebrou o relacionamento com Deus, se afastando de Deus recebeu todo tipo de pecado; 2. A causa do pecado foi a dúvida, habilmente lançada pela serpente no coração da mulher. A dúvida na palavra gerou o pecado. Neste contexto, a Bíblia Sagrada Não faz qualquer referência a “mordida na maçã” ou ato sexual proibido. Todos pecaram: “Porque todos pecaram e destituídos estão da glória de Deus”. Romanos 03:23

Deus não tem prazer na morte de ninguém: “Porque não tomo prazer na morte do que morre, diz o Senhor Jeová; converteivos, pois, e vivei”. Ezequiel 18:32

3. Deus providência um meio para que o homem se reconcilie com Ele: “Porque Deus amou o mundo de tal maneira que deu o seu Filho unigênito, para que todo aquele que nele crê não pereça, mas tenha a vida eterna”. João 03:16

O amor de Deus para com o homem: “Mas a todos quantos o receberam deu-lhes o poder de serem feitos filhos de Deus: aos que crêem no seu nome”, João 01:12

Comentário do contexto Para receber uma herança é necessário ir até o cartório e, tornar público a sua aceitação. Para o homem receber esta preciosa dádiva de Deus, a salvação, ele deve aceitá-la e, em seguida, torná-la pública.

Deus nos chama de “Templo Seu”: “Não sabeis vós que sois o templo de Deus e que o Espírito de Deus habita em vós? Se alguém destruir o templo de Deus, Deus o destruirá; porque o templo de Deus, que sois vós, é santo.”“. I Coríntios 03:16 e 17

1. Como fonte de procriação (o propósito de Deus): “E Deus os abençoou e Deus lhes disse: Frutificai, e multiplicai-vos, e enchei a terra, e sujeitai-a; e dominai sobre os peixes do mar, e sobre as aves do céu, e sobre todo animal que se move sobre a terra”. Gênesis 01:28

“E verás os filhos de teus filhos e a paz sobre Israel”.Salmos 128:06

2. Como modeladora de caráter (lar como oficina): 3. Como modelo de ordem social 4. Como sinal da própria condição da sociedade. (Famílias arruinadas geram famílias arruinadas)

1. A origem deste projeto: “Se o Senhor não edificar a casa, em vão trabalham os que edificam; se o Senhor não guardar a cidade, em vão vigia a sentinela. Inútil vos será levantar de madrugada, repousar tarde, comer o pão de dores, pois assim dá ele aos seus amados o sono“. Salmo 127:01 e 02

2. A cura de Deus para a solidão do homem: “E disse o Senhor Deus: Não é bom que o homem esteja só; far- lhe- ei uma adjutora que esteja como diante dele”. Gênesis 02:18

3. Dormindo na vontade de Deus, enquanto este prepara o cônjuge: “Então, o Senhor Deus fez cair um sono pesado sobre Adão, e este adormeceu; e tomou uma das suas costelas e cerrou a carne em seu lugar”. Gênesis 02:21

4. Porque Deus fez a mulher da costela de Adão: “E da costela que o Senhor Deus tomou do homem formou uma mulher; e trouxe-a a Adão”. Gênesis 02:2

A mulher foi criada para ser amável, companheira do homem e sua ajudadora; daí ela ser participante da responsabilidade de Adão e com ele cooperar no plano de Deus para a vida dele e da família.

“Vós, mulheres, sujeitai-vos a vosso marido, como ao Senhor:”. Efésios 05:2

“A nossa alma espera no Senhor; ele é o nosso auxílio e o nosso escudo”. Salmos 3:20

“Eu, porém, estou aflito e necessitado; apressa-te por mim, ó Deus; tu és o meu auxílio e o meu libertador; Senhor, não te detenhas!”. Salmos 70:05

Nos versículos acima o termo “auxílio”, referente a Deus, tem o mesmo sentido de ajudadora.

5. O primeiro casamento, “E da costela que o Senhor Deus tomou do homem formou uma mulher; e trouxe-a a Adão”. Gênesis 02: 2 Obs: Casar, ter uma família, filhos, cargo, boa conta bancária, bom plano de saúde, esposo ou esposa que é uma bênção, quem não quer? Gozando de uma boa consciência todos têm estes desejos no coração.

“Mas da árvore da ciência do bem e do mal, dela não comerás; porque, no dia em que dela comeres, certamente morrerás”. Gênesis 02:17

Obs: Deus tem instruído seu povo através de sua palavra, palavras essa que não volta atrás, de poder, que deve ser obedecida, por escolha, de quem quer estar debaixo de suas bênçãos.

Queres ser abençoado?

É uma questão de livre arbítrio, pois Deus não invade o direito que Ele concedeu ao homem.

1. Por isso deixa o homem pai e mãe “Portanto, deixará o varão o seu pai e a sua mãe e apegar-se-á à sua mulher, e serão ambos uma carne. E ambos estavam nus, o homem e a sua mulher; e não se envergonhavam.”“. Gênesis 02:24 e 25

O deixar deve ser: a) Deixar geográfico: sair literalmente da casa dos pais. Criar sua independência.

b) O deixar financeiro: sua independência financeira deverá ser total, isto é, não depender dos pais para pagar o aluguel, não morar na mesma casa, fazer suas próprias compras, ter independência nas suas decisões (isto não tira o seu direito de consultar os pais quando necessário, de comum acordo).

c) O deixar emocional: cortar o cordão umbilical entre pais e filhos. Isto quer dizer, não ser mais dependente emocionalmente dos pais.

Por exemplo, se ocorrer um desentendimento qualquer entre vocês dois, depois de casados, vocês devem resolver esta diferença entre vocês. Imagine só se vocês contarem a seus pais, com certeza eles tomarão algum partido, e isto tira a chance do casal de se consertar.

Outro caso que pode ocorrer é: “vou para a casa da mamãe”. O esperado é que ocorra divergência de opiniões entre os dois, pois o tornar uma só carne é mais profundo do que se possa imaginar. São duas pessoas diferentes que iniciam uma fase diferente da vida.

d) O deixar é um ato público: no casamento está sendo demonstrado a todos que agora são um casal, e passarão a viver juntos, serão, “a jovem senhora” e “o rapaz senhor”, a mulher passa a levar o sobrenome do esposo, pois são duas vidas em um único compromisso.

2. E se une à sua mulher (O caráter da união, o compromisso) a) Relacionamento permanente: continuo no padrão de Deus.

b) Relacionamento monogâmico: condição conjugal em que o homem desposa uma única mulher, também para a mulher.

“Mas, por causa da prostituição, cada um tenha a sua própria mulher, e cada um tenha o seu próprio marido”. I Coríntios 07:02 c) Relacionamento exclusivo: só os dois, um ser o único do outro.

3. Tornando-se dois numa só carne (Unidade)

“Portanto, deixará o varão o seu pai e a sua mãe e apegar-se-á à sua mulher, e ambos serão uma só carne”. Gênesis 02:24 a) Para haver unidade no casamento é necessário duas pessoas do sexo oposto; b) Não significa que um ou outro perde sua intimidade; c) Não significa domínio do mais forte; d) Um completa o outro fisicamente, emocionalmente e espiritualmente.

4. Ora um e o outro, o homem e sua mulher estavam nus, e não estavam envergonhados (Intimidade)

“E ambos estavam nus, o homem e a sua mulher; e não se envergonhavam”. Gênesis 02:25 a) Intimidade espiritual: “Conversavam com Deus!” E hoje? Através da oração o casal deve ter livre acesso ao trono da graça; b) Intimidade Intelectual: pensamento e imaginação; c) Intimidade emocional: amar, apaixonar, relacionamento sentimental; d) Intimidade física: conhecer um ao outro fisicamente (conhecer o corpo do outro depois de casados, no civil e religioso).

“Porém, se vos parece mal aos vossos olhos servir ao Senhor, escolhei hoje a quem sirvais: se aos deuses a quem serviram vossos pais, que estavam dalém do rio, ou aos deuses dos amorreus, em cuja terra habitais; porém eu e a minha casa serviremos ao Senhor”. Josué 24:15

1. O que é um lar? Lar é o lugar onde mora uma família. Uma casa vazia não é um lar. Um apartamento onde vivem várias moças juntas, não é um lar. Uma pensão onde moram vários rapazes, não é um lar. Um lar se inicia com o marido e sua esposa; mais tarde, geralmente incluindo filhos. De acordo com o plano de Deus, o lar é o lugar onde vários membros de uma só família moram juntas.

2. O que é um lar cristão? Um lar cristão é aquele em que Cristo habita. Neste lar Ele não é apenas bem-vindo, é o lugar onde Ele habita.

Mas, o lar só pode ser cristão se os cônjuges forem cristãos, ou seja, pessoas que nasceram de novo através de um ato de arrependimento diante de Deus, e pela fé no Senhor Jesus Cristo.

Num lar cristão, todos os membros da família seguem as determinações divinas. O marido, a esposa e os filhos devem reconhecer e praticar as responsabilidades dadas por Deus para a posição de cada um no lar. Não é possível ser feliz sem obedecer à vontade de Deus.

3. Quais são as bênçãos do Senhor no lar? 3.1- Direção segura:

“Lâmpada para os meus pés é a tua palavra e luz, para o meu caminho”. Salmos 119:105

Obs: A Palavra de Deus contém os princípios espirituais que nos ajudarão a evitar tristezas, ciladas e tragédias causadas por decisões e escolhas erradas; portanto, devemos ter em grande estima a sabedoria e a presença de Cristo no lar em todas as circunstâncias da vida.

“Jurei e cumprirei que ei de guardar os teus justos juízos”.

“Inclinei o meu coração a guardar os teus estatutos, para sempre, até o fim”. Salmos 119:106 e 112

3.2- Garantia da presença de Cristo:

“Então, Pedro, aproximando-se dele, disse: Senhor, até quantas vezes pecará meu irmão contra mim, e eu lhe perdoarei? Até sete? Mateus 18:21

Obs: Cristo nos garante uma consciência de que devemos perdoar sempre, sem permitir que o Sol se ponha sobre a nossa ira.

3.3- Quais os benefícios desta santa presença? a) Prosperidade: “E o Senhor estava com José, e foi varão próspero; e estava na casa de seu senhor egípcio. Vendo, pois, o seu senhor que o Senhor estava com ele e que tudo o que ele fazia o Senhor prosperava em sua mão. José achou graças a seus olhos e servia-o; e ele o pôs sobre a sua casa e entregou na sua mão tudo o que tinha.”“. Gênesis 39:02 a 04 b) Coragem: “Então, o Anjo do Senhor veio e assentou-se debaixo do carvalho que está em Ofra, que pertencia a Joás, abiezrita; e Gideão, seu filho, estava malhando trigo no lagar, para o salvar dos medianitas”. Juízes 06:12 c) Proteção: “Então, o rei Nabucodonosor se espantou e se levantou depressa; falou e disse aos seus capitães: Não lançamos nós três homens atados dentro do fogo? Responderam e disseram ao rei: É verdade, ó rei.

(Parte 1 de 5)

Comentários