Estado da Arte

Comunidades virtuais

Segundo Levy o crescimento do ciberespaço é orientado por três princípios : a interconexão, a criação de comunidades virtuais e a inteligência coletiva. O imperativo básico é a interconexão, já que tudo deseja ser conectado a rede e quanto mais conexões melhor. Este preceito ao se extender são criadas as comunidades virtuais, estas que são construídas “... sobre afinidades de interesses, de conhecimentos, sobre projetos mútuos, em um processo de cooperação ou de troca...” (LEVY,1999, p. 127 )

“A cibercultura é a expressão da aspiração de construção de um laço social, que não seria fundado nem sobre links territoriais, nem sobre relações institucionais, nem sobre relações de poder , mas sobre a reunião em torno de centros de interesses comuns, sobre o jogo, sobre o compartilhamento de saber, sobre a aprendizagem cooperativa, sobre processos abertos de colaboração.”

LEVY,1999 p.130

O movimento cultural e social do ciberespaço “... não converge sobre um conteúdo particular, mas sobre uma forma de comunicação não midiática, interativa, comunitária, transversal, rizomática.”

p.132

Os três princípios que regem o ciberspaço são “... movidos por dois valores essenciais: a autonomia e a abertura para a alteridade.”

p.132

“As comunidades virtuais parecem ser um excelente meio (entre centenas de outros) para socializar, quer suas finalidades sejam lúdicas, econômicas ou intelectuais, que seus centros de interesse sejam sérios, frívolos ou escandalosos.”

p.132

Comentários