Microeconomia

Microeconomia

(Parte 1 de 4)

Este arquivo é suporte para aulas de microeconomia.

É um material parcial e em elaboração. Portanto, porse tratar de obra inconclusa o autor não seresponsabiliza pelo uso das informações aquicontidas. Março2010.

Economia de Empresas

Curso de Economia de Empresas

Ø Aspectos Microeconômicos Ø Aspectos Macroeconômicos

Prof. Ms. Aurélio Miguel

Economista, especialista em Administração Contábil e Financeira, mestre em Filosofia da Educação – UNICAMP.

Economia de Empresas

Toda a estrutura teórica da MICROECONOMIA deriva-se da teoria da Utilidade. Utilidade Marginal como medida de valor.

Para esses teóricos o homem é um homo oeconomicus e suas ações são tomadas sempre por uma motivação econômica.

Alei da oferta e demanda apresenta ou sintetiza o comportamento econômico dos agentes.

Easy PDF Creator is professional software to create PDF. If you wish to remove this line, buy it now.

Estudo docomportamento do consumidor:

Como os consumidores alocam suas rendas entre os váriosbens e serviços disponíveis de maneira a ampliarem seusníveis de bem-estar. Cestas de Mercado – quantidade de bens e serviços queuma pessoa adquire combinado de tal forma a satisfazerseus desejos.

Microeconomia – teoria do consumidorEstudo docomportamento do consumidor:

Microeconomia – teoria do consumidorEstudo docomportamento do consumidor: Conceitode UTILIDADE MARGINAL

Utilidademarginal = beneficio gerado por unidadeadicional de um determinado bem.

Utilidademarginaldecrescente=obeneficioe’cadavezmenoramedidaqueunidadesadicionaisdedeterminadobemsãoadquiridas.Easy PDF Creator is professional software to create PDF. If you wish to remove this line, buy it now.

CURVASeMAPASDEINDIFERENÇA Básicos supérfluos Curva de indiferença

Microeconomia – teoria do consumidor

TAXAMARGINALDESUBSTITUIÇÃO Básicos supérfluos Curva de indiferença

Microeconomia – teoria do consumidor

BENSSUBSTITUTOS (PERFEITOS) Básicos

Easy PDF Creator is professional software to create PDF. If you wish to remove this line, buy it now.

BENSCOMPLEMENTARES(PERFEITOS) Básicos supérfluos

Microeconomia – teoria do consumidor

RESTRIÇÃOORÇAMENTÁRIAe MAXIMIZAÇÃO DO BEMESTARBásicos supérfluos

Microeconomia – teoria do consumidor

Apoio Vinculado e não vinculado

Despesa do Setor Privado

Noprimeirocaso O governo Federalfaria uma transferênciaaleatóriopara o município.

No segundo caso a transferência e’ vinculada auma despesa do município,como policiamento,porexemplo.

Para atingiro mesmo beneficioo programa vinculadoexige maior aplicaçãopelo município

Aportenão vinculado tem o efeito de aumentode renda.Vinculado,de reduçãode preços

Easy PDF Creator is professional software to create PDF. If you wish to remove this line, buy it now.

Gastos com Outros bens

Gastos com gasolina

Aose fixar o racionamentode combustível,ondecada consumidorsó poderiacomprar300, houve perdade eficiência.O consumidortem um nível de satisfaçãoinferiorao que tinha antes

Microeconomia – teoria do consumidor Índices de Preços:

Laspeyeres: mede os preços do período corrente das quantidades base em relação aos preços do período base e quantidades base:

Microeconomia – teoria do consumidor Índices de Preços:

Paasche: mede os preços do período corrente e quantidades do período corrente em relação aos preços do período base e quantidades do período corrente:

Equilíbrio da Oferta e demanda p q d

Economia de Empresas

Num mercado competitivo, suponha:

Calcular preço e as quantidades de equilíbrio.

Ofertae Demanda Curvade preco-consumo

Vestuário

Viagens

Preços Vestuário

(Parte 1 de 4)

Comentários