Manual de HTML

Manual de HTML

(Parte 1 de 14)

< P r o f. L u a n M o n t e i r o - luanmonteiromeira@gmail.com >

< w w w . u n i v e r s o m i n a s . c o m . b r > 1

Universo Minas

< P r o f. L u a n M o n t e i r o - luanmonteiromeira@gmail.com >

< w w w . u n i v e r s o m i n a s . c o m . b r > 2

1. Introdução6
1.1. Internet6
1.2. Intranet6
1.3. W (World Wide Web)7
1.4. Web7
1.5. Hipertexto8
1.6. Links ou Hyperlinks8
1.7. Home Page8
1.8. Site9
1.9. Browsers (Navegadores da Web)9
1.10. Protocolo10
1.1. Protocolo HTTP (HyperText Transfer Protocol)10
1.12. Protocolo FTP (File Transfer Protocol)10
1.12.1. FTP Anônimo1
1.13.1. URL Absoluto12
1.13.2. URL Relativo12
1.13.3. Endereço12
1.13.4. Entendendo uma URL13
1.14. ISP (Internet Service Provider)14
1.14.1. Provedores14
1.14.2. Seu Site na Grande Rede14
1.14.3. Login14
1.15. Resolução15
2. HTML (HyperText Markup Language)15
2.1. TAGs16
2.2. Estrutura Básica17
2.2.1. Início e Fim do Documento17
2.2.2. Definições Lógicas sobre o Documento17
2.2.3. Título da Página17
2.2.4. Conteúdo da Página17
2.3. TAG com Atributos18
3. Estrutura da Página19
3.1. HTML <html>...</html>19
3.2. HEAD <head>...</head>19
3.2.1. Elementos presentes em HEAD20
TITLE <title>...</title>20
SCRIPT <script>...</script>20

< P r o f. L u a n M o n t e i r o - luanmonteiromeira@gmail.com >

< w w w . u n i v e r s o m i n a s . c o m . b r > 3

3.3. BODY <body>...</body>21
Atributos de BODY21
4. META TAGs <meta>23
5. Caracteres Especiais e Acentuação29
5.1. Por que usar estas formatações ?32
6. Cores Através de Valores Hexadecimais32
7. Comentários34
8. Controles de Formatação35
8.1. Títulos / Subtítulos35
8.2. Controles "Físicos"de Formatação de Texto36
8.3. Controles de Fontes37
8.3.1. FONT <font>...</font>37
8.3.2. BASEFONT <basefont>37
8.4. Formatação de Parágrafos38
8.5. Quebra de Linha39
8.6. O TAG Blockquote <blockquote>...</blockquote>39
8.7. O TAG DIV <div>...</div>39
8.8. O TAG PRE <pre>...</pre>40
8.9. O TAG CENTER <center>...</center>40
8.10. O TAG NOBR <nobr>...</nobr>40
9. Listas41
9.1. Listas Ordenadas41
9.2. Elementos LI <li></li>___________________________________________________________42
9.3. Listas Não Ordenadas4
9.4. Listas de Definição45
10. Links47
10.1. Links para dentro da própria página48
10.2. Para outras páginas de um mesmo Site48
10.3. Links para outros Sites48
10.4. Link especial: "mailto"48
1. Imagens49
12. Formatos de Imagens51
12.1. Usando o GIF (Graphics Interchange Format)51
12.2. Usando o JPEG (Joint Photographic Experts Group)51
12.3. Sobre o PNG (Portable Networ Graphics)52
12.4. Imagens no Browser52
13. Mapas Sensitivos53

< P r o f. L u a n M o n t e i r o - luanmonteiromeira@gmail.com >

< w w w . u n i v e r s o m i n a s . c o m . b r > 4

13.2. Descrição5
15. Tabelas56
15. Espaçamento (Netscape Navigator)64
16. Marquee (Microsoft Internet Explorer)65
17. Formulários6
17.1. Envio de Arquivos70
17.2. FORM FIELD - Exemplos70
17.2.1. One-Line Text Box70
17.2.2. Scolling Text Box70
17.2.3. Check Box71
17.2.4. Radio Button71
17.2.5. Drop-Down Menu71
17.2.6. Push Button72
18. Som74
18.1. Controles de Som do Microsoft Internet Explorer74
BGSOUND <bgsound> (Microsoft Internet Explorer)74
Atributos de BGSOUND74
18.2. Controles de Som no Netscape Navigator75
19. Frames75
19.1. Definição75
19.2. Documentos de Layout e Documentos de Conteúdo75
19.2.1. Documentos de Layout76
19.2.2. Documentos de Conteúdo76
19.3. TAGs e Atributos Básicos76
19.4. Frames Sobrepostas Diretamente e Indiretamente79
19.5. Links em Frame Alvo80
20. SSI (Server Side Include)82
21. Etapas para Criação de um Site83
21.1. Planejamento83
21.2. Coleta de Material83
21.3. Direção Editorial83
21.4. Design83
21.5. Programação83
21.6. Divulgação84
21.7. Manutenção84
2. DHTML (HTML Dinâmico)84
23. XML (Extensible Markup Language)84
24. Editores de HTML84
25. WebMails85

< P r o f. L u a n M o n t e i r o - luanmonteiromeira@gmail.com >

< w w w . u n i v e r s o m i n a s . c o m . b r > 5

26.1. Programas CGI (Commom Gateway Interface)85
26.2. Client Side85
26.3. ASP (Active Server Pages)86
26.4. PHP (Personal Home Page)86
26.5. Criptografia86
26.6. Plug-In86
26.7. Applet86
26.8. Servlet86
26.9. Cookie87
26.10. Download87
26.1. Upload87
26.12. RGB87

< P r o f. L u a n M o n t e i r o - luanmonteiromeira@gmail.com >

< w w w . u n i v e r s o m i n a s . c o m . b r > 6

1. Introdução

Antes de começarmos a estudar HTML, é necessário que se entenda alguns princípios básicos que envolvem esta linguagem.

1.1. Internet

Internet é uma rede mundial de milhares de pequenas redes de computador e milhões de microcomputadores comerciais, educacionais, governamentais e pessoais que usa os protocolos TCP/IP (Transmission Control Protocol/Internet Protocol) para comunicação.

No centro da Internet existem linhas de comunicação de dados de alta velocidade entre computadores host, consistindo em milhares de sistemas de computador comerciais, do governo, educacionais e outros, que encaminham dados e mensagens.

Atualmente, a Internet oferece um grupo de serviços para usuários, como Correio Eletrônico, a World Wide Web, FTP, grupos de notícias Usenet, Gopher, IRC, telnet e outros.

A Internet é como uma cidade eletrônica com bibliotecas virtuais, lojas virtuais, escritórios virtuais, galerias de arte virtuais, etc.

TCP/IP (Transmission Control Protocol/Internet Protocol - Protocolo de Controle de Transmissão/Protocolo Internet)

Conjunto de protocolos utilizados na troca de informações entre computadores de diferentes arquiteturas dentro da Internet. O TCP/IP está disponível para qualquer tipo de CPU e Sistema Operacional.

1.2. Intranet

Intranet é uma rede desenvolvida para processamento de informações em uma empresa ou organização. Seu uso inclui serviços como distribuição de documentos e software, acesso a bancos de dados e treinamento.

Uma intranet é assim chamada porque ela geralmente emprega aplicativos associados à Internet, como páginas da Web, navegadores da Web, sites FTP, Correio Eletrônico, grupos de notícias e listas de distribuição, acessíveis somente às pessoas que fazem parte da empresa.

< P r o f. L u a n M o n t e i r o - luanmonteiromeira@gmail.com >

< w w w . u n i v e r s o m i n a s . c o m . b r > 7

Firewall (Parede de Fogo)

Firewall é um método para proteger os arquivos e programas em uma rede contra usuários em outra rede. Um firewall bloqueia o acesso indesejado a uma rede protegida, enquanto fornece à rede protegida o acesso às redes fora do firewall. Uma empresa geralmente irá instalar um firewall para dar aos usuários acesso à Internet enquanto protege as informações internas.

1.3. W (World Wide Web) (Ampla Rede Mundial)

W é a sigla de World Wide Web que significa Rede Mundial (a grande rede de computadores interligados no mundo todo). A World Wide Web é resultado de um projeto para uma melhor distribuição de informações a grupos de pesquisas iniciado no ano de 1989 por cientistas do CERN (Centro European Researche Nucleare) laboratório de física sediado em Genebra, na Suiça, com o intuito de facilitar a comunicação interna e externa.

Antes da W, os cientistas, assim como toda a comunidade Internet, necessitavam de uma série de programas distintos para localizar, buscar e visualizar as informações.

Ao final de 1990, os pesquisadores no CERN possuiam um browser baseado em modo texto. Durante o ano de 1991 a W foi liberada para uso geral no CERN. Durante o ano de 1992, o CERN começou a anunciar o projeto W. No entanto, apenas em fins de 1993 a World Wide Web iniciou sua fase de crescimento explosivo, com a introdução da versão final do software NCSA Mosaic, um browser, para a comunidade Internet.

Muitos browsers foram desenvolvidos para muitos sistemas de computadores. Em 1994, a W já havia se tornado uma das formas mais populares de acesso aos recursos da Internet.

O objetivo inicial era, portanto, centralizar em uma única ferramenta as várias tarefas necessárias para se obter as informações disponíveis na Internet.

Usuários de todo o mundo foram atraídos pela forma simples e divertida que a W disponibilizava o conteúdo da Internet.

A organização World Wide Web Consortium (W3C) é responsável pela padronização do HTML. A especificação original do HTML foi desenvolvida, no CERN, por Tim Berners-Lee atual Preisidente do W3C, que transformou sua obra em patrimônio coletivo dos internautas.

A versão padrão do HTML hoje é a 4.0. Entretando algumas versões de Browsers ainda interpretam somente a versão 3.2 do HTML.

1.4. Web

< P r o f. L u a n M o n t e i r o - luanmonteiromeira@gmail.com >

< w w w . u n i v e r s o m i n a s . c o m . b r > 8

Web é o diminutivo para World Wide Web. Termo usado originalmente para a parte da Internet que surgiu no início da década de 90, composta por informações dispostas na forma de textos, imagens e sons, pela qual se navega com a ajuda de Browsers. Antes, trocava-se basicamente mensagens. As duas redes acabaram se fundindo e hoje a palavra Web é usada como sinônimo da própria Internet ("Grande Rede").

1.5. Hipertexto

Originalmente, Hipertexto é qualquer informação de texto em um computador, que contenha saltos para outras informações.

Os documentos visualizados através dos Browsers são escritos em Hipertextos, utilizando-se uma linguagem especial chamada HTML (HyperText Markup Language).

Através de hipertexto pode-se "navegar" de forma especial através de elementos especiais chamados "links" para outros documentos ou para partes do mesmo documento.

Um documento "não-hipertexto" permite somente que se navegue em uma sequência, percorrendo seu conteúdo para frente e para trás.

O hipertexto nas páginas da Web foi expandido para incluir hyperlinks a partir de texto, de uma figura, de um elemento gráfico, de mapas de imagens, som e até mesmo animações.

Para se ter uma idéia de hipertexto, basta visualizar o sistema de "Ajuda" do Microsoft Windows. 1.6. Links ou Hyperlinks

Link é um ponto de acesso ou salto até um local na mesma pasta de trabalho ou em outro arquivo, representado a partir de texto colorido ou sublinhado, de uma figura, de um elemento gráfico ou de um mapa de imagens.

(Parte 1 de 14)

Comentários