Eletrônica-CI Amplificador operacional

Eletrônica-CI Amplificador operacional

(Parte 1 de 3)

Eletrônica I–Prof. Paulo E. M. Almeida (CEFET-MG)1

O CI Amplificador Operacional

¾Resumo da Última Aula:

–Conceito de Amplificação •Amplificação em Malha Aberta

•Amplificação em Malha Fechada (Real. Neg.)

–O Bloco Amplificador Operacional •Em Malha Aberta

–Ganho alto => comparador •Com Realimentação Positiva

•Com Realimentação Negativa

AxsFonte de Sinal Σ β xoxi

A Entrada xi Saída xoFonte de

Sinal Carga

A v

Fonte de Energia Externa

A v= v

Fonte de Energia Externaβ

o o v vA v Av

Av v A

A v= v

Fonte de Energia Externa

o oi o v vA v A v

Avv A

Eletrônica I–Prof. Paulo E. M. Almeida (CEFET-MG)2

O CIAmpOp: Introdução

¾ Histórico:

–Produzido em estado sólido a partir da metade dos anos 60 do século X (µA 709).

–Fabricado em larga escala => baixo custo.

¾Definição:é um dispositivo eletrônico que funciona como um amplificador de tensão controlado por uma tensão diferencial de entrada.

¾ Símbolo / Pinagem Típica:

¾Tensão de Alimentação (ou fonte de energia externa):

– Alimentação simétrica.

–Minimiza problemas de offset.

¾Importância / Popularidade: –Versatilidade do circuito;

–Características de operação muito próximas de um amplificador de tensão ideal;

–Funcionamento prático muito próximo daquele previsto em análises e projetos teóricos.

Eletrônica I–Prof. Paulo E. M. Almeida (CEFET-MG)3

O CIAmpOp: Introdução (I)

¾ Características Básicas:

–Alta Impedância de Entrada(idealmente infinita): implica que as entradas doAmpOppraticamente não consomem corrente dos circuitos externos. Assim, a carga sobre a fonte de sinal é muito reduzida, evitando-se distorções no sinal medido.

–Baixa Impedância de Saída(idealmente nula): possui uma capacidade razoável de fornecimento de corrente aos circuitos conectados à sua saída e não distorce ou atenua de forma significativa o sinal amplificado de saída.

–Alto Ganho(idealmente infinito): permite que o ganho efetivo do circuito seja determinado quase exclusivamente pelos componentes externos (quando empregado em malha fechada). Assim, sua operação é praticamente imune às variações de temperatura, e da fonte de alimentação e de características construtivas internas.

–Entrada Diferencial:atenua com eficiência ruídos de modo comum, presentes em ambos os terminais de entrada. Esta característica implica em uma alta razão de rejeição de modo comum.

–Larga Faixa de Passagem(idealmente infinita): o ganho varia muito pouco para uma grande faixa de freqüências do sinal de entrada (quando empregado em malha fechada).

Eletrônica I–Prof. Paulo E. M. Almeida (CEFET-MG)4

oi i

O CIAmpOp: Operação

¾Regras Práticas para Análise de Circuitos com AmpOp:

–Com base na alta impedância de entrada, considera-se as correntes de entrada nulas negativa, as tensões dos terminais de entrada

Superposição.

¾Topologias Básicas de Operação: –Considere o circuito abaixo:

Por superposição:

vi1 vi2

(Parte 1 de 3)

Comentários