Reino animal

Reino animal

(Parte 1 de 2)

REINO ANIMAL

Poríferos

Celenterados

Platelmintos

Nematelmintos

Anelídeos

Moluscos

Artrópodes

Equinodermos

Cordados

REINO PROTISTA

Algas

Protozoários

Fungos ... (Reino Fungi)

REINO MONERA

Bactérias

Algas azuis

CLASSIFICAÇÃO DOS SUB-REINOS, FILOS E CLASSES MAIS IMPORTANTES DO REINO ANIMAL

1. SUB-REINO ... PROTOZOÁRIOS (do grego protos = primeiro, e zoon = animal)

São seres minúsculos e unicelulares.

Habitam as águas salgadas e doces e também solos úmidos.

Alguns protozoários são parasitas.

1.1. FILO ... PROTOZOÁRIOS

Classes

Organelas de locomoção

Representantes

Ciliados

cílios

Paramecium sp

Rizópodes

pseudópodes

Amoeba sp

Flagelados

flagelos

Giárdia lamblia

Esporozoários

sem organelas de locomoção

Plamodium sp

Doenças causadas por protozoários:

Amebíase – protozoário rizópodes ... Entamoeba histolytica

Doença de Chagas – protozoário flagelado tripanossomo... Trypanosoma cruzi (transmitido por um vetor – inseto barbeiro).

Malária – causada por plamódios ... Plasmodium sp (transmitido pelo vetor – insetos do gênero Anopheles, mais conhecido como mosquito-prego).

A malária também é conhecida por maleita, impaludismo e febre terçã.

Giadíase – protozoário flagelado ... Giadia lamblia

Observação: Existem amebas que vivem no intestino de alguns animais, incluindo o homem, nutrindo-se de restos alimentares. Um exemplo é a Entamoeba coli, considerada comensal e faz parte da flora intestinal.

A questão vetor x hospedeiro

Vetor biológico – é todo organismo capaz de transmitir agentes infecciosos, como vírus, bactérias, fungos, protozoários e vermes.

O agente infeccioso, quando no interior do organismo vetor, sempre desenvolve uma fase do seu ciclo de vida. O vetor não é prejudicado, pois eles vivem em comensalismo.

Hospedeiro é o ser em cujo corpo os agentes infecciosos se instalam, causando doenças e estabelecendo uma relação parasita.

2. SUB-REINO ... METAZOÁRIOS ( do grego meta = depois, e zoon = animal)

O estudo dos metazoários deve incluir inicialmente alguns aspectos de sua organização como:

  1. simetria

  2. segmentação

  3. folhetos embrionários (diblásticos e triblásticos)

  4. presença de celoma (acelomados, pseudocelomados e celomados)

  5. origem da boca ou ãnus a partir do blastóporo (protostômios e deuterostômios)

2.1. Os metazoários dividem-se nos seguintes FILOS:

PORÍFEROS (do latim porus, ‘poro’, ‘orifício’ e ferre, ‘que transporta’, ‘portador’ ).

Os poríferos ou espongiários, representados pelas esponjas, são considerados os animais menos evoluídos de todos.

Não possuem tecidos bem definidos nem órgão estabelecidos.

Sua organização é muito simples.

Realizam digestão intracelular.

A respiração e a excreção ocorrem por difusão direta entre as células e a água circulante através dos canais do corpo.

Estruturalmente podem ser reconhecidos três tipos de esponjas, de acordo com o grau de complexidade: Ascon, Sycon e Leucon.

 COELENTERATA (CNIDARIA) ( do grego koilos = oco, e enteron = intestino)

Possuem um saco digestivo que se abre para fora por um único orifício, ao mesmo tempo com função de ânus e boca.

Os celenterados ou cnidários são mais evoluídos que as esponjas.

Possuem tecidos e alguma evidenciação de órgãos.

São animais exclusivamente aquáticos e geralmente marinhos.

Podem mostrar-se na forma de pólipos (vivem fixos) ou de medusas (móveis).

Pólipos: a anêmona-do-mar, os corais e a hidra

Medusas: as águas-vivas

O filo Coelenterata é dividido em três classes:

Hidrozoa – a forma predominante é de pólipos.

Exemplos: Hydra sp, Chlorohydra sp, Bougainvillia sp, Obelis sp, Physalia sp (caravelas)

Scyphozoa – predominam as medusas

Exemplos: Tamoya sp, Aurelia sp .......... águas-vivas

Anthozoa – exclusivamente pólipos

Exemplos: Corallium rubrum (coral vermelho), Pennatula sp (coral branco), Actinia sp (anêmona-do-mar).

PLATELMINTOS ( do grego platos = achatado, e helmins = verme)

Compreendem os animais de corpo comprido e achatado, geralmente em forma de fita..

Alguns deles têm vida livre, enquanto outros são parasitas.

Entre as espécies de vida livre encontra-se a planária (habitante de água doce e lugares bem úmidos).

Entre os parasitas destacam-se o esquistossomo e a solitária.

Dividem em três classes:

(Parte 1 de 2)

Comentários